1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Lentes - nikon 5100

Discussão em 'Recomendações de Equipamento' iniciada por mique, 30 de Abril de 2012. (Respostas: 42; Visualizações: 3797)

  1. mique

    mique Suspenso

    Eu tenho a minha 55-200 e uso-a muitas vezes nos 200mm.

    quando se tenta fotografar miudos por exemplo, que não param quietos, um range de lente amplo dá mesmo muito jeito.

    não é a minha mulher que troca as lentes mas também usa a máquina...:)

    eu tenho uma superzoom mas quando olhas para as fotos que as duas tiram a qualidade é abismal. encostei a superzoom a partir do dia em que comprei a SLR. Então em fotos em interior a diferença é esmagadora. A SLR tira fotos perfeitas sem flash que a outra não tira com flash.
  2. schon

    schon Power Member

    Acredito que uses muito 200, mas em principio não precisas de muito mais de 70~100mm para não estar em cima das pessoas, mesmo para crianças. Tenho 2 filhos, um com 3 e outro com 8, bem irrequietos e com 90mm 2.8 faço uma sessão com uma distancia já agradável... a qualidade(sharp) e o recorte dos 2.8 são tão brutais, que nessas situações deixei praticamente de usar a 70-300.

    Mas pronto são opções/opiniões todos nós somos diferentes a abordar as coisas e entendo o teu problema de versatilidade. Já agora falastes em flash, sei que não tem nada a ver aconselho-te a ponderar seriamente um flash externo(mesmo um manual dos chinocas), pois bem usado é uma maravilha.
  3. mique

    mique Suspenso

    schon, uma das coisas que mais gostei quando passei a usar uma SLR é que quase não precisa de flash e as fotos saem bem...:)
  4. schon

    schon Power Member

    Não quero abrir aqui um grande off topic...
    Pois quando comecei nas dslr também pensava o mesmo. Mas estás a confundir Built-in flash, com flash externo...

    O built-in flash é pro desenrasque... o externo é um mundo a parte, desde que experimentei não quero outra coisa.
    É das coisas que não me consigo passar, bem usado é fantástico. A segunda foto por exemplo foi com a 70-300 quase sem luz a 200mm, impossível sem flash...

    Dois samples(esquecemos a composição artisticas) em interior com pouca luz:
    Tammy 90
    [​IMG]

    70-300
    [​IMG]
    Última edição: 7 de Maio de 2012
  5. mique

    mique Suspenso

    Mas será que iria usar assim tantas vezes? A minha questão é essa. O built in tem servido perfeitamente...
  6. schon

    schon Power Member

    Eu só fui buscar a questão do flash, porque estavas a dizer que gostavas de poder não usar flash.


    Para mim(e muitaaaa gente) o flash é uma das componentes mais importantes no mundo das dslr.
    Eu acho que as dlsr só por si não eliminam a necessidade de flash, podem ajudar a usar menos o built-in do que uma compacta/bridge... Mas no geral a combinação DSLR+Flash externo é um mimo.

    O problema do built-in é que é um desenrasque, normalmente ficas com o sujeito bastante iluminado e o fundo bastante mais escuro, dá um aspecto geral muito artificial. Com um flash externo e um pouco de prática consegue-se muitas vezes fazer parecer que a luz não é artificial, sem contar com a facilidade de congelar movimentos por exemplo, já nem vou falar em termos artisticos...


    Não digo que sem flash não se consegue, nem que há situações onde fique melhor sem...
    mas com um flash minimamente potente, apontas para o tecto, para a parede ou usas o reflector/difusor (evitar usar directo). e tens logo resultados satisfatórios. Mais do qualquer lente com grande abertura, é um acessório(que pode ser barato) que faz aumentar rapidamente a qualidade geral em interiores (e mesmo exteriores).

    No meu caso em interiores uso sempre, a não ser que tenha alguém mais sensível na sala.
    Como disse até um simples YN-460 de 40 euros (é manual mas é fácil de usar) faz uma grande diferença em termos gerais, no meu ponto de vista para ambientes interiores em família/amigos prefiro usar flash a qualquer lente 2.8 sem flash... Agora se puder usar os dois ainda melhor :)

    É um acessório que recomendo a qualquer um, por menos de 50 euros consegues melhorias muito grandes.
    A questão é que depois de usares, se calhar nunca mais voltas atrás.
    Última edição: 7 de Maio de 2012
  7. Mk Pt

    Mk Pt Power Member

    Um flash 'decente' em modo bounce e/ou difusor faz muita diferença a nível de sombras e cores..

    [​IMG]

    http://www.digicamhelp.com/taking-photos/lighting-techniques/five-reasons-to-use-an-external-flash/



    [​IMG]

    http://www.bluephoto.biz/blog/2009/11/santa-barbara-wedding-photographers-compares-on-camera-flash-technique/



    É evidente que uma DSLR é um enorme upgrade face a uma compacta/superzoom em locais com menos luz, mas um flash externo que permita fazer bounce e um difusor [nem que seja DIY] dá muito mais possibilidades e permite outro tipo de fotos. Mesmo com lentes 'luminosas' dá sempre jeito ter um flash decente.
    Os flash built in das máquinas são demasiado fracos. Sempre há possibilidade de fazer difusor DIY ou então fazer com ele fique em modo bounce com um simples cartão mas os resultados não serão tão bons e vai depender do espaço, em locais maiores/com pé-direito alto a potência poderá não ser suficiente para iluminar como deve ser. Só testando mesmo.
    Última edição: 7 de Maio de 2012
  8. mique

    mique Suspenso

    raios vos partam...:)

    digam lá onde arranjo esses flash baratos e potentes...

    um gajo gasta uma pequena fortuna numa máquina e pensa que não gasta mais nada e depois é filtros, flashs, baterias extra, lentes, etc...

    raios vos partam...
  9. Warlord

    Warlord Portugal@Home Member

    para um entusiasta, o corpo acaba por ser o mais barato no orçamento final
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  10. strobe

    strobe Moderador Staff Member

    Nas DSLRs é mesmo assim: comprar o corpo é apenas o primeiro passo de uma longa lista de compras.

    Pessoalmente, e apesar de saber bem que o flash faz muita diferença, penso que se já te faz espécie trocar entre duas objetivas ainda mais objeções terás em usar um flash externo, especialmente se for usado "como deve ser" (isto é, disparado remotamente e em modo manual).
  11. Mk Pt

    Mk Pt Power Member

    As fotos que coloquei convenceram-te?
    :D

    Pois eu também ando com esse dil€ma... Lentes mais filtros, mais tripé/monopé..

    Vais ver que flash decente é um investimento que te dá muito mais possibilidade de fotos em interior [ou mesmo exterior].

    Sítio barato, barato... ou as lojas do costume ou ebay.

    Mesmo disparando o flash na máquina basta estar em bounce e/ou com difusor para obter alguns bons resultados, bem melhores do que com o built in flash da câmara.


    Mas claro que isto para um 'strobe' pode ser mais díficil perceber.. :P ..
    j/k
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  12. schon

    schon Power Member

    Ora bem barato tens os Yongnuo YN-460 (i ou II) arranjas isso por volta dos 30~40 euros no ebay. É um flash manual, mas já dá para umas brincadeiras na sapata e fora dela (modo slave).
    Na primeira noite que o usei, pousei-o em modo slave num canto da sala (disparar por simpatia), puz um cartãozito a tapar/desviar o buit-in para não contaminar a foto, duas ou três fotos para regular a potência do flash e foram logo resultados satisfatórios.. nunca pensei que iria logo fazer tanta diferença.

    Se quiseres TTL, tens de gastar um pouco mais nos YN-465 (50~60euros), mas aí aconselho algo de mais consistente tipo Metz,Nissin, etc..

    O strobe tem alguma razão, de facto se te mete confusão trocar de lentes, pode ser ainda mais chato ter o "mono" em cima da sapata...
    Desculpem lá, mas uma pessoa entusiasma-se nos tópicos e depois dá nisto...
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  13. strobe

    strobe Moderador Staff Member

    E não é só isso. É que, a não ser que seja um flash com TTL fiável, vai dar muito mais trabalho a acertar a exposição a cada foto do que a trocar de lente de vez em quando.
  14. schon

    schon Power Member

    Tens toda a razão, de facto sem ttl adequado, para quem não estiver experiencia pode ser mais complicado. Muitas vezes as coisas parecem-nos tão faceis de gerir, que assumimos que será assim para toda a gente....

    A grande vantagem de não ter TTL é que realmente por "meia duzia" de trocos já se consegue resultados engraçados... mas realmente sendo manual ou com um ttl dos chinocas dá um pouco mais de trabalho.
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  15. mique

    mique Suspenso

    e TTL seria o que?...:):):) eu sou noob disto da SLR...a minha tem 2 mesitos apenas e chego aqui depois de ter tido 4 ou 5 bridge diferentes.
  16. Warlord

    Warlord Portugal@Home Member

    basicamente é um sistema que permite ao flash ajustar automaticamente a potencia no momento do disparo de acordo com a cena, basicamente so tens de apontar e disparar.
    Com um flash manual tens de ser tu a encontrar a potencia certa para a cena (geralmente por tentativa e erro), e sempre que mudes a abertura da lente ou o ISO ou a distancia entre o flash e a pessoa, tens de reajustar a potencia, caso contrario ficas com muita/pouca luz.
  17. schon

    schon Power Member

    TTL quer dizer Through the lens, basticamente a potencia do flash é ajustada automaticamente consoante a medição de exposição feita através da lente. O teu flash buit-in já faz TTL.
    Não tendo essa função, tens de ajustar tu manualmente a potencia do flash até chegar a uma exposição correcta.

    Penso que para ti o mais fácil é ter TTL, mas o problema é que o TTL dos flashs chinocas não são fiáveis 100%, e vais ter de andar a aumentar e diminuir ligeiramente a potencia manualmente (mas se calhar como ponto de partida pode ser mais fácil que um 100% manual). Pelo que aconselho um TTL pelo menos da Metz ou Nissin, mas aí estamos a falar de 130~150 euros no mínimo.
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  18. Mk Pt

    Mk Pt Power Member

    fonte

    fonte

    Basicamente, o flash funcionar bem em modo auto.
    Sem TTL há que acertar manualmente a potência do flash etc, o que requer que seja necessário testar previamente para ver se o tempo e potência do flash está correcto para o que pretendes.
    Última edição: 8 de Maio de 2012
  19. mique

    mique Suspenso

    fosga-se...acertar flash...o pessoal não tem mais que fazer na vida??? :):):):)

    Agora mais a sério, vamos lá ver....eu comprei uma dslr pela qualidade das fotografias (que nada têm a ver com as das máquinas compactas) e pelo prazer de fotografar usando o visor da máquina em vez do lcd. com o pouco que sei notei diferenças abismais nas fotos que tirei em relação às que tirei com as minhas anteriores máquinas e obtenho muito mais prazer ao fotografar mas....não pretendo ser um expert na matéria. Nem quero complicar demais porque não sou nem quero ser entendido na matéria. Basta-me ser um utilizador normal. Daí, por exemplo, o meu interesse em lente 18-200...

    Compreendo e respeito quem gosta de usar filtros, flashs, várias lente, etc mas o meu conceito de máquina não passa por andar com uma mochila de 10kgs atrás de cada vez que vou a algum sitio. Passa sim pela portabilidade e versatilidade com a melhor qualidade associada. Um flash para interiores, pelo que vi aqui, deve ser excelente ao nivel de qualidade mas se dá trabalho como o de testar luz etc...sou capaz de dispensar...:)


    Uma questão...qual a diferença entre as Nikon 18-200 VR e VR II. Deve haver mais diferenças do que a de uma ter o "travão" nos 18mm e a outra não, certo?
  20. Warlord

    Warlord Portugal@Home Member

    nao se pode ter tudo, o que o pessoal esta a recomendar da maior qualidade de imagem. se achas que da mt trabalho entao teras de sacrificar a qualidade em prol da versatilidade.

    é o mesmo que quereres fazer bons tempos numa pista mas queres um carro com mudanças automaticas pq manuais da muito trabalho e nem pensar em abrir o capot para afinar motor/mudanças.

Partilhar esta Página