1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Artigo 20 Verdades sobre HDs [FIXED-22/03/09 00:16]

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por vascobailao, 21 de Março de 2009. (Respostas: 10; Visualizações: 3569)

  1. vascobailao

    vascobailao To fold or to FOLD?

    Boas

    ANTES DO MELHOR QUE AÍ VEM(:P): Um bad sector é um sector de um disco rígido que não pode ser utilizado devido a um dano permanente, tal como um dano físico nas partículas do disco. @ Wikipedia

    1 - FORMATAR MUITAS VEZES O DISCO RÍGIDO PODE CAUSAR FALHAS.

    Não. Simplificando, formatar o disco rígido não reduz a sua vida útil. Formatar não stressa o disco rígido. As agulhas de escrita e leitura não tocam a superfície dos pratos, e, por isso, só ocorrerão danos se houver um choque violento entre estes dois componentes. Podes formatar o teu HD 20 vezes por dia, todo dia, que ele não estará sujeito a mais falhas do que outro HD qualquer.

    2 - FORMATAR UM HD PODE CAUSAR DEPÓSITOS DE POEIRA OU OUTRAS PARTÍCULAS, PODENDO FORMAR BAD SECTORS

    Não. Formatar o disco rígido não causa nenhum depósito de nenhum tipo de partícula nos pratos. O interior do HD é um ambiente selado, então há pouquíssima poeira. Mesmo que houvesse poeira, porque é que o acto de formatar depositaria alguma coisa nos pratos?

    3 - FORMATAR O HD PODE GASTAR A AGULHA

    A formatação de HD's é feita de forma contínua. Isso significa que ela é feita seguindo uma ordem. Por exemplo: sector 500, sector 501, sector 502, etc. Há um movimento muito pequeno das agulhas. Portanto formatar o hd não causa desgaste na agulha.

    4 - DESFRAGMENTAR O HD PODE CAUSAR DANOS A AGULHA.

    Não. Desfragmentar o HD envolve muita procura, já que o HD reorganiza os dados de maneira contínua. Isto permite que as agulhas de escrita e leitura possam ler grandes quantidades de dados sem procurar por todos os pratos.
    Após a desfragmentação, o HD não precisa mais de procurar pelos dados. Isto reduz a necessidade de movimentação constante da agulha e aumenta bastante a performance de leitura e escrita.
    Podes dizer que desfragmentar o HD desgastaria as agulhas, mas na verdade, desfragmentar o HD reduz a necessidade de movimentação constante da agulha por todos os pratos, e isso, é claro reduz o desgaste das agulhas.
    Sendo assim, o esforço que as agulhas fazem naquele período de tempo é recompensado depois.

    5 - SE O HD TEM BAD SECTORS, FORMATAR PODERÁ CAUSAR O APARECIMENT0 DE MAIS
    BAD SECTORS

    Sim. Se o HD possui bad sectors, então com certeza que o número de bad sectors aumentará com o passar do tempo. A razão pela qual formatar aumenta o número de bad sectors deve-se ao facto de que quando o HD é formatado, revela-se novos bad sectors. Não se esqueça de que quando o HD é formatado, a ferramenta de formatação procura e revela os novos bad sectors. Então, formatar não aumentará o número de bad sectors, apenas mostrará o que está a acontecer/aconteceu.


    [FONT=&quot]6[/FONT]- FAZER DOWNLOAD DE MUITA COISA DA NET ESTRAGA O HD?

    [FONT=&quot]Baixar arquivos da Internet não reduz a vida útil do HD.
    Lembre-se, o HD está continuamente a trabalhar, mesmo quando não está a ler/escrever. Enquanto estiver ligado poderá falhar tanto em idle como lendo/escrevendo.



    7 - ENERGIA INSUFICIENTE OU CORTES DE ENERGIA PODEM CAUSAR SETORES DEFEITUOSOS

    Energia insuficiente ou cortes de energia não criam bad sectors no HD. Quando não existe energia suficiente ou cortes de energia, os voice coil (peça que prende o braço das agulhas) automaticamente param as agulhas, e por isso, não há risco das agulhas baterem nos pratos causando bad sectors.
    Então, não há possibilidade de falta de energia causar bad sectors.



    8 - FONTES DE ALIMENTAÇÃO DE BAIXA QUALIDADE PODEM MATAR LENTAMENTE O HD

    Não. Fontes de alimentação de baixa qualidade não irão matar lentamente o HD. Se a fonte queimar e mandar um pico de corrente para o HD, o HD queimará no momento. Se a fonte não der energia suficiente, o HD não irá funcionar correctamente ou simplesmente não funcionará sequer.7

    [/FONT] 9 - O HD LIGA E DESLIGA; DEVE-SE À FONTE QUE AS VEZsE NÃO TEM ENERGIA SUFICIENTE, CAUSANDO UNEXCEPCTED SHUTDOWNS[FONT=&quot]/blue screens

    Se houver uma queda de energia ou se não houver energia suficiente para alimentar o HD, ele desliga-se causando um crash/bluescreen. Mesmo que a energia seja restaurada, o HD não irá voltar a funcionar como se nada tivesse acontecido. Tens que reiniciar o sistema. O acto de desligar e ligar é na verdade um sintoma do processo de recalibração do HD.

    [/FONT] 10 - A AGULHA PARADA PODE SER A CAUSA DE ESTALOS VINDOS DO HD?

    Isto pode ser tanto um sintoma da recalibração térmica do HD, como também de batidas da agulha nos pratos.


    11 - O BRAÇO DA AGULHA É ACCIONADO POR UM MOTOR QUE PODE FALHAR DEVIDO AO USO EXCESSIVO?

    Actualmente o braço da agulha não são accionados por nenhum tipo de motor.

    Sim, no passado, os braços ou voice coil eram alimentados por um motor. Mas actualmente os braços usam um sistema electromagnético que move as agulhas.


    13 - O HD SÓ SE MANTÊM A GIRAR QUANDO PRECISA LER/ESCREVER DADOS?

    Na verdade, os pratos giram o tempo todo, a menos que seja seleccionado o sistema de redução do consumo de energia do HD após um tempo sem usá-lo.

    14 - É MELHOR DESLIGAR O HD QUANDO PUDER PARA EVITAR DANOS AO MOTOR

    Normalmente, os pratos começam a girar quando o sistema é iniciado e ficam a girar o tempo todo. O acto de começar a girar é o mais desgastante para o motor. Manter a velocidade do giro requer bem menos esforço.

    Se os pratos pararem de girar e você precisar ler/escrever alguma coisa, o HD precisará retomar a velocidade de trabalho antes que se possa ler/escrever.

    Portanto, é melhor manter o HD funcionando o tempo todo para uma melhor performance e para reduzir o desgaste do motor.

    15 - CORTES DE ENERGIA NÃO PROGRAMADOS PODEM CAUSAR SETORES DEFEITUOSOS

    Sectores defeituosos não são causados por cortes repentinos de energia.

    Isto poderia acontecer antigamente quando era necessário parar as agulhas antes de desligar o computador. Hoje em dia, os braços para automaticamente as asgulhas sempre quando a energia é desligada.

    Então não há risco de quedas de energia causarem bad sectors.

    16 - ALGUNS SETORES DEFEITUOSOS SÃO VIRTUAIS E PODEM SER REPARADOS AO FORMATAR O HD

    Não existem coisas como bad sectors virtuais ou físicos.

    Um bad sectors é um sector que não pode ser escrito ou lido de maneira correcta. Deve-se a problemas de ficheiros corrompidos ou a danos físicos. Sectores defeituosos não podem ser corrigidos por nenhum software, nem por formatação. Porém, existem empresas no mercado que recuperam sectores defeituosos por meios físicos, mas devido ao alto custo não vale a pena.

    17 - NÃO HÁ MOTIVO PARA SE PREOCUPAR COM SETORES DEFEITUOSOS POR QUE ELES SÃO APAGADOS AO FORMATAR O HD

    Verdade, formatação de baixo nível pode substituir sectores defeituosos por sectores bons usando sectores reserva que existem em todos os discos.

    Entretanto, a performance diminui porque as agulhas têm que procurar pelos sectores reservas. O número de sectores reservas é limitado.

    Sectores defeituosos são um sinal de que há alguma coisa errada com o HD. Mesmo que tenha sido devido a uma única batida da agulha, pode ter deixado restos de fragmentos nos pratos ou uma cabeça danificada. As partículas podem causar arranhões e/ou erosão em outras partes do disco e uma cabeça danificada pode perder sua aerodinâmica e ficar mais vulnerável a problemas futuros.

    Low Level format não deve ser feito nos discos actuais, em mts casos nem da para fazer. Os discos actuais fazem a realocacao de sectores danificados automaticamente, podem consultar isso atraves de uma ferramenta de analise S.M.A.R.T., no parametro Reallocated Sectors Count @ Warlord

    18 - DEVE-SE FORMATAR O HD TODO MÊS PARA AUMENTAR A PERFORMANCE

    Formatar o HD muitas vezes em curtos períodos não aumenta a performance do mesmo.

    Se você perceber uma redução significativa de performance no HD após alguns meses, deve-se ao facto de que os dados armazenados se tornaram tão fragmentados, que as cabeças tem que procurar por todo o disco ao ler/escrever dados.

    Tenta desfragmentar seu HD em vez de formatá-lo.


    19 - O HD SÓ PODE SER INSTALADO EM POSIÇÃO HORIZONTAL
    [FONT=&quot]HD's podem ser instalados em qualquer posição; horizontal, vertical, até mesmo de cabeça pra baixo.


    20 - PARA SE USAR UM HD NA POSIÇÃO VERTICAL, DEVE-SE PRIMEIRO FORMATÁ-LO NA POSIÇÃO VERTICAL

    HD's trabalham em qualquer posição. não é necessário reformatá-lo para trocar de posição, seja ela qual for.
    [/FONT]

    Em discos mt antigos era aconselhavel uma formacao de baixo nivel se mudassem a posicao do disco de vertical para horizontal (falhava o alinhamento das cabecas com as pistas devido a forca da gravidade)[FONT=&quot] @ [/FONT]Warlord
    [FONT=&quot]
    [/FONT]
    Cumps[FONT=&quot]

    OUTRAS INFORMAÇÕES DE INTERESSE:

    [/FONT]
    Sobre as agulhas tocarem ou não no disco, a unica coisa que evita que elas toquem é a velocidade do disco, que causa um efeito (cujo nome não me recordo) superficial e afastando as agulhas da superficie através da camada de ar que é arrastada com o movimento dos pratos... as agulhas ficam a "flutuar" a escassos nm do prato.
    No caso de uma pancada as agulhas podem vencer essa tensão superficial gerada pela camada de ar e tocar no disco, avariando o mesmo.
    Para concluir esta linha de pensamento, os engenheiros da IBM á uns anos atrás inventaram um disco imersso em liquido para consegir aproximar mais as cabeças da superficie aumentando assim a denssidade de informação por area de prato.

    Sobre os cortes de energia, o mesmo mal sde aplica, se os pratos perderem rotação, as cabeças aproximam-se da superficie e podem mesmo tocar-lhe, danificando o prato. Alguns discos recolhem a cabeça automaticamente durante uma falha de energia, outros não. Portanto cada caso é um caso. Posso dar um exemplo dos discos mais recentes da toshiba que tem um sensor de movimento e quando detecta um valor proximos do 0G's recolhe as cabeças, para que quando exista um impacto as cabeças estejam na zona "segura".

    Ainda sobre os portateis, os discos de portateis não custuma ser desenhados para ser movimentados quando estão a trabalhar, isto porque devido á velocidade de rotação dos pratos, é exercido um efeito giroscopico e o rolamento dos pratos vai ficar sobre uma enorme tensão, diminuindo drasticamente o tempo de vida util do disco.

    Li em tempos um PDF de um disco da IBM, um disco de portatil, e eles explicavam com bastante detalhe a colocação de um disco num PC, ou horizontal, ou vertical, nunca de cabeça para baixo. E em qualquer dos casos o angulo do disco não deveria exceder os 3º de inclinação sobre o plano horizontal, ou vertical, conforme a montagem.

    Não deve ser montado de cabeça para baixo, porque o disco foi desenhado para ter zonas mais frias que outras, ao ser montado de cabeça para baixo, estamos a expor as zonas que deveriam estar na area "fria" (parte de baixo) ás correntes de convexão quentes. Se tocarem num disco "quente" vão verificar que a parte de baixo não está á mesma temperatura da parte de cima. De qualquer modo, já vi muitos fabricantes montarem disco de "cabeça para baixo" e como tal, este deve ser um mal menor...

    Agora sobre a alimentação, claro que uma alimentação 2pobre" vai danificar o disco, a medio/longo prazo, os condenssadores do circuito de alimentação vão estar sujeitos a muito mais currente devido a uma alimentação com "ripple" por exemplo. Encurtando o tempo de vida util dos condenssadores e assim retirando tempo de vida ao disco.

    Outro factor menos conhecido, nomeadamento nos portateis, é o facto de quando desligamos o portatil, o disco continua a rodar durante 30s, devido á energia cinetica acumulado duranto o seu funcionamento, é normal a "malta" desligar o portatil, e assim que o monitor apaga, baixa-se a tampa o coloca-se o portatil na mala de transporte, isto com o disco ainda a rodar, e as agulhas a "pairar" sobre o disco....

    Claro que o que eu disse é relativo ao tempo de vida de um disco, um disco pode durar 20 anos, ou pode durar 5 anos, depende de como é tratado durante o seu tempo de vida.
    [FONT=&quot]

    ----Agradecimentos----

    [/FONT]Warlord
    Judas


    Off: O pessoal do Boinc sabe bué :P
    [FONT=&quot]
    [/FONT]
     
    Última edição: 22 de Março de 2009
  2. blackcupra

    blackcupra Power Member

    Bom ARTIGO, tem algumas coisas que desconhecia :p

    obrigado
     
    Última edição: 21 de Março de 2009
  3. JohnTH

    JohnTH I fold therefore I AM

    E eu com medo, por formatar tanta vez o meu HDD slave... XD
    (Hoje, formatei-o mais uma vez :-D)

    Bom post ;)

    Cumps.
     
  4. guipatinador

    guipatinador I fold therefore I AM

    Tutorial? :) ou Artigo? :)

    Está um artigo muito bom mas só falta dizer o que causa os sectores danificados.
    Cumprimentos
     
  5. Warlord

    Warlord [email protected] Member

    17) Low Level format não deve ser feito nos discos actuais, em mts casos nem da para fazer. Os discos actuais fazem a realocacao de sectores danificados automaticamente, podem consultar isso atraves de uma ferramenta de analise S.M.A.R.T., no parametro Reallocated Sectors Count

    20) Em discos mt antigos era aconselhavel uma formacao de baixo nivel se mudassem a posicao do disco de vertical para horizontal (falhava o alinhamento das cabecas com as pistas devido a forca da gravidade)
     
    Última edição: 21 de Março de 2009
  6. vascobailao

    vascobailao To fold or to FOLD?

    Boas,

    Desde ja obrigado. É um artigo!

    E vou completar!

    Muito obrigado!

    Obrigado digo eu!
     
  7. vascobailao

    vascobailao To fold or to FOLD?

    completo agora. Obrigado pela sugestão!

    updated + agradecimentos
     
  8. norim_13

    norim_13 I quit My Job for Folding

     
  9. Warlord

    Warlord [email protected] Member

    yep e fragmentados
     
  10. vascobailao

    vascobailao To fold or to FOLD?

  11. Judas

    Judas Moderador
    Staff Member

    Boas, não querendo rebaixar o excelente trabalho do Vaskz, gostava de acrescentar algumas informações.

    Sobre as agulhas tocarem ou não no disco, a unica coisa que evita que elas toquem é a velocidade do disco, que causa um efeito (cujo nome não me recordo) superficial e afastando as agulhas da superficie através da camada de ar que é arrastada com o movimento dos pratos... as agulhas ficam a "flutuar" a escassos nm do prato.
    No caso de uma pancada as agulhas podem vencer essa tensão superficial gerada pela camada de ar e tocar no disco, avariando o mesmo.
    Para concluir esta linha de pensamento, os engenheiros da IBM á uns anos atrás inventaram um disco imersso em liquido para consegir aproximar mais as cabeças da superficie aumentando assim a denssidade de informação por area de prato.

    Sobre os cortes de energia, o mesmo mal sde aplica, se os pratos perderem rotação, as cabeças aproximam-se da superficie e podem mesmo tocar-lhe, danificando o prato. Alguns discos recolhem a cabeça automaticamente durante uma falha de energia, outros não. Portanto cada caso é um caso. Posso dar um exemplo dos discos mais recentes da toshiba que tem um sensor de movimento e quando detecta um valor proximos do 0G's recolhe as cabeças, para que quando exista um impacto as cabeças estejam na zona "segura".

    Ainda sobre os portateis, os discos de portateis não custuma ser desenhados para ser movimentados quando estão a trabalhar, isto porque devido á velocidade de rotação dos pratos, é exercido um efeito giroscopico e o rolamento dos pratos vai ficar sobre uma enorme tensão, diminuindo drasticamente o tempo de vida util do disco.

    Li em tempos um PDF de um disco da IBM, um disco de portatil, e eles explicavam com bastante detalhe a colocação de um disco num PC, ou horizontal, ou vertical, nunca de cabeça para baixo. E em qualquer dos casos o angulo do disco não deveria exceder os 3º de inclinação sobre o plano horizontal, ou vertical, conforme a montagem.

    Não deve ser montado de cabeça para baixo, porque o disco foi desenhado para ter zonas mais frias que outras, ao ser montado de cabeça para baixo, estamos a expor as zonas que deveriam estar na area "fria" (parte de baixo) ás correntes de convexão quentes. Se tocarem num disco "quente" vão verificar que a parte de baixo não está á mesma temperatura da parte de cima. De qualquer modo, já vi muitos fabricantes montarem disco de "cabeça para baixo" e como tal, este deve ser um mal menor...

    Agora sobre a alimentação, claro que uma alimentação 2pobre" vai danificar o disco, a medio/longo prazo, os condenssadores do circuito de alimentação vão estar sujeitos a muito mais currente devido a uma alimentação com "ripple" por exemplo. Encurtando o tempo de vida util dos condenssadores e assim retirando tempo de vida ao disco.

    Outro factor menos conhecido, nomeadamento nos portateis, é o facto de quando desligamos o portatil, o disco continua a rodar durante 30s, devido á energia cinetica acumulado duranto o seu funcionamento, é normal a "malta" desligar o portatil, e assim que o monitor apaga, baixa-se a tampa o coloca-se o portatil na mala de transporte, isto com o disco ainda a rodar, e as agulhas a "pairar" sobre o disco....

    Claro que o que eu disse é relativo ao tempo de vida de um disco, um disco pode durar 20 anos, ou pode durar 5 anos, depende de como é tratado durante o seu tempo de vida.

    Por exemplo:

    aqui podem verificar a informação relativamente á alimentação do disco, não devendo exceder os 5% de variação, não dizem a base do tempo, mas podemos ficar com uma ideia que uma fonte defeitoosa, vai "obrigar" o disco a trabalhar fora dos parametros do fabricante.
    http://www.hitachigst.com/tech/techlib.nsf/techdocs/85256AB8006A31E587256A780058A2BA/$file/dpss_ds.pdf


    neste exemplo o acelarometro da toshiba no seu melhor... e o respectivo sistema de detectar a alteração do angulo quando em funcionamento...
    http://uk.computers.toshiba-europe....syguard/Tech-Insight-HDD-Protection-EN UK.pdf

    PS: mais uma vez, bom trabalho.

    Cumprimentos
    Judas
     
    Última edição: 22 de Março de 2009

Partilhar esta Página