1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

25 mil podem ser processados por pirataria

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por ExxoSoul, 21 de Agosto de 2008. (Respostas: 324; Visualizações: 13683)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. ExxoSoul

    ExxoSoul Folding Member

    Video

    25 mil já é muita gente, claro que com recursos muitos se vão safar mas nem todos.
     
  2. Horus-Anhur

    Horus-Anhur I folded Myself

    Estes não brincam em serviço. Mesmo que não tenham sucesso com este processo, já vai meter medo a muita gente.
     
  3. diogovans

    diogovans To fold or to FOLD?

    Eu sinceramente acho que isto não vai dar em nada
     
  4. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    É essa a ideia... não há recursos para processar toda a gente, por isso devem pegar nos casos mais "sólidos" para fazer de exemplo.

    Não sendo possível educar as pessoas há que tentar incutir algum receio das consequências. É a triste realidade.
     
    Última edição: 21 de Agosto de 2008
  5. Shiriu

    Shiriu Power Member

    muito bem. É pena que cada um desses piratas apenas precise de pagar £300 para isso. Eles deviam ter pedido muito mais.
     
  6. camadas

    camadas Power Member

    Para quem não sabe, a Inglaterra anda uma grande maravilha a nivel de ISP .... ou seja, andam a monotorizar o que eles fazem, deste o mais simples email, a download .... isto por causa de uma lei nova ou que foi que foi aprovada a pouco tempo

    Tou a procura do sitio a onde li a noticia para vos deixar aqui
     
  7. vjoe

    vjoe Power Member

    A luta contra a pirataria passa pela boa educação da população, mas isso na prática é muito difícil de atingir. Pelo menos no nosso sistema de ensino, o efeito de disciplinas como Formação Cívica e Educação Moral é nulo, quanto mais não seja porque em casa os próprios pais muitas vezes não dão o exemplo.

    Sim, mas isso não acontece só em Inglaterra. A monitorização da Internet é algo cada vez mais frequente nos países chamados de desenvolvidos, simplesmente porque os governos a vêem como uma forte ameaça. Graças à Internet passou a ser simples ter acesso à informação, principalmente à não sensacionalista, o que representa uma clara ameaça a quem se aproveita da ignorância das pessoas para levar a cabo os seus objectivos.
    Mas aqui já estamos a entrar num campo que não diz respeito aos videojogos. ;)
     
  8. lohka_86

    lohka_86 Banido

    Não sabem em que direcção disparar, tentam disparar em todo o lado.
     
  9. vjoe

    vjoe Power Member

    A questão é que neste caso têm toda a legitimidade para o fazer. Só não vê os problemas que a pirataria trouxe aos videojogos, quem não quer.
     
  10. lohka_86

    lohka_86 Banido

    Têm legitimidade porque no UK permitiu-se que a privacidade fosse passível de não ser privada, passe a redundância, uma vez que os ISPs, ao que tudo indica, funcionam como agências de controlo de actividades do que propriamente como "Internet Service Providers".

    Felizmente a nossa Constituição ainda tenta garantir a privacidade e zelo pelos Direitos individuais, e como somos um mercado pequeno, não me parece que estas acções ocorram neste pequeno país à beira-mar plantado.

    Quanto ao assunto da pirataria, a educação do indivíduo é fundamental para a resolução do problema, concordo.

    Mas também é fundamental os alvos de pirataria compreenderem porque razão o potencial consumidor preferiu não pagar algo do que pagar...
     
  11. Ulpianus

    Ulpianus Power Member

    Só com uma mudança de mentalidades se pode combater a pirataria.
    A verdade é que os prejuízos para as empresas são elevadissímos.
    Há que começar por algum lado.
    Os ingleses entendem que o primeiro passo para essa mudança é monitorizarando a net e reprimindo quem descarrega ficheiros.
    Esta é 1ª batalha de uma guerra que irá ser muito longa, e que infelizmente não vejo que seja ganha nesta geração.

    Se a moda pega cá no burgo, cada vez que nos ligarmos à net, vai ter à perna um inspector da ASAE .:D
     
  12. camadas

    camadas Power Member

    Acho que simplesmente diz respeito a tudo, visto que isso é uma clara invasão de privacidade das pessoas, das pessoas que sacam e mesmo das pessoas que não sacam, o que na minha opinião esta a ser claramente uma violação dos direitos mais basicos de uma pessoa, privacidade
     
  13. vjoe

    vjoe Power Member

    Nop. Têm legitimidade porque o consumidor está a desrespeitar a lei, e principalmente a causar prejuízo às editoras.

    Pois, mas então é melhor mentalizares-te pois é bem provável que seja implementado algo de semelhante em Portugal. As Constituições de nada servem quando em países supostamente democratas temos presidentes que actuam acima da lei.

    Não, fundamental é esses "potenciais consumidores" perceberem que nada lhes dá o direito de piratear determinado produto. Uma editora lança um jogo para o mercado e quem quer usufruir dele compra, quem não quer simplesmente não compra! Isto é algo básico. O verdadeiro problema é que as pessoas não têm respeito pelos direitos de terceiros (neste caso das editoras) e estão erradamente convictos de que o mundo se deve adaptar às suas pretensões.
     
  14. IceKimi

    IceKimi Power Member

    Eles deveriam perseguir o "peixe graúdo" que coloca as cópias a circular, não o "peixe miúdo"... mas pronto.
     
  15. camadas

    camadas Power Member

    Desculpa a pergunta, mas deste quando é que as editoras têm respeito pelas pessoas ? Eles querem lá agora saber das pessoas, interessa é o € que ganham e que podiam ganhar, e em alguns casos chegou ao cumulo de cagarem de alto nos utilizadores que mudaram tudo ( que para muitos utilizadores levou anos para construir ) para depois perderem tudo, mudando tudo em nome do dinheiro ......

    Como já em outros tópicos referi, a pirataria por mais que se faça nunca ira acabar, mas uma coisa é certa, o que as editoras fazem também não ira ser a solução.

    Acho que por este andar a pirataria vai andar para traz, no tempo ( quando havia net a 56Kb ) em que se comprava jogos copiados a metade do preço ....
     
  16. vjoe

    vjoe Power Member

    Utilizadores que "mudaram tudo"? Não percebi o que querias dizer.

    Estamos a falar de dois tipos totalmente diferentes de respeito. Eu falo em respeitar o direito que uma editora tem de fazer o que quer do seu produto, incluindo, escolher o preço a que o quer comercializar.
     
  17. camadas

    camadas Power Member

    Ao dizer mudar tudo, queria dizer tudo dentro do jogo.

    Mas claro que podem por o preço que querem, mas a meu ver é essa a principal razão.

    Eu antes de comprar 1 jogo, teste sempre o jogo, e não é demos ( experimentei a demo do Return to the castle of wolfstein adorei, comprei .... até o dei a 1 amigo ) saco da net o jogo completo, se eu vir que vale apena comprar o jogo, compro o jogo, mas se não valer apena, apago e não o compro, simples.

    Eles ao fazerem isso acho que ainda perdem é ainda mais pessoas, eu deste que tive a experiencia com o return to the castle of wolfstein, mais nunca joguei uma demo, faço sempre o que disse, se eles implementarem isso cá, bom é da maneira que deixo de jogar e começo a ter mais tempo para outras coisas
     
  18. vjoe

    vjoe Power Member

    Quanto a isso, normalmente compro os jogos quando estão baratos ou em compilações e edições especiais. Quando compro um jogo a full-price, na ordem dos 40-60€, tenho que ter a certeza de que vou gostar dele. Basicamente, é uma questão de atitude por parte do comprador.

    Já pirateei jogos, mas desde há 4-5 anos que não o faço e sinceramente nunca mas senti necessidade para o fazer. Se não tenho dinheiro, simplesmente não compro jogos novos e vou jogando os que tenho, procurando melhorar a minha performance.

    Há pessoas que se mentalizam que por qualquer motivo têm que jogar tudo o que é jogo à face da terra e verdade seja dita, acabam por não tirar real partido de nada. A questão que é se o querem fazer, têm que comprar os jogos, caso contrário estão a cometer um crime e aí perdem toda a legitimidade para reclamar com o quer que seja.
     
    Última edição: 21 de Agosto de 2008
  19. camadas

    camadas Power Member

    O unico jogo que comprei sem ver primeiro foi o Mass Effect, também foi o jogo que me fez comprar a 360.

    As pessoas que sacam tudo o que aparece a frente isso geralmente são pessoas que não sabem o que querem e mesmo preferem, ou então pessoas que não gosto nada, sacam para vender .... coisa que sou completamente contra.

    Tido isto, também espero que com isto, não venha o mesmo para Portugal, já temos empresas a mandar no país, acho que não precisamos de mais ....

    Outra forma também de "acabar" com a pirataria era fazerem com que fosse possivel alugar 1 jogo, como se faz na America e outros paises, assim teria opotunidade de ver se valia apena ou não e depois decidia em comprar, mais nunca sacaria nada para ver se valia apena, coisa que em Portugal não se faz, e acretido que isto existise, a pirataria em Portugal iria reduzir e muito, mas como referi não acabava e nunca ira acabar
     
  20. lohka_86

    lohka_86 Banido

    Então para se saber se um utilizador está a desrespeitar a lei, e principalmente (?) a causar prejuízo às editoras, é legal violar o direito de privacidade. o Sócrates também diz que a política é a arte de lidar com a decepção. Tu davas um bom político. ;)

    Em Portugal vendem-se jogos a 70€ e há os "menos informados" que os compram, portanto, aqui será difícil de isso acontecer. Depois, ainda temos o caso dos governos actuarem acima da lei, como no exemplo anterior...

    De acordo. :)

    No entanto,tens dois tipos de pirataria:
    - a pirataria para uso pessoal (fazer o download de um jogo, jogar, apagar)

    - a pirataria que dá lucro a quem faz o download (venda de DVDs em feiras, aos amigos, etc...)

    Agora diz-me se não é muito mais grave um gajo comprar um DVD nas feiras do que sacá-lo da net...
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página