42 Lisboa

xavaleco

Power Member
ao interessados:

"É considerada a melhor escola de programação do mundo, com uma taxa de empregabilidade que se aproxima dos 100%, e chega este ano a Lisboa, com o patrocínio de mecenas de peso que vão subsidiar a 100% os cursos, assegurando um financiamento de 7 milhões de euros para os próximos cinco anos para cobrir os custos da operação, de forma a oferecer o programa sem custos para os alunos."

https://www.42lisboa.com/

resto do artigo:
https://www.dinheirovivo.pt/economi...ramacao-chega-ao-pais-financiada-por-mecenas/
 

lpa

Power Member
É engraçado, um gajo vai ao Santander pedir um empréstimo para estudar (ensino superior) e depara-se com 1001 problemas. Mas para isso é sempre a abrir...

É considerada a melhor escola de programação do mundo

A desvalorização que se faz da EI e das escolas de engenharia é incrível. E tudo para se puxarem os salários para baixo...
 

ultrauploader

Power Member
Por acaso achei interessante. Talvez seja uma boa alternativa aos bootcamps que cobram muitos milhares de euros para algo que se não tivesse na moda, teria um custo bastante mais baixo.
No entanto, não tenho a certeza se o modelo de não ter professores e aprender com outros estudantes será tão eficaz.
 
Por acaso achei interessante. Talvez seja uma boa alternativa aos bootcamps que cobram muitos milhares de euros para algo que se não tivesse na moda, teria um custo bastante mais baixo.
No entanto, não tenho a certeza se o modelo de não ter professores e aprender com outros estudantes será tão eficaz.

A partir do momento em que, segundo o que está no artigo do Dinheiro Vivo, tu és avaliado pelos outros alunos então está tudo dito deste modelo ("Para passar para o exercício seguinte, os alunos têm que submeter o que já desenvolveram para avaliação, por outros alunos.").

Por muito que eu odeie os bootcamps, esses ao menos têm professores que te avaliam e é por essa razão que são pagos. Aqui não se paga mas também é um modelo bem pior do que o de um bootcamp e o facto de eles se gabarem de que os alunos deles são contratados por empresas com LinkedIn ou Uber ou Microsoft diz mais do empenho dos alunos do que da qualidade desta escola.
 

ultrauploader

Power Member
Nesse caso tens toda a razão, uma designação melhor para esta "escola" seria "grupo de estudo", o que mesmo assim pode ser bastante util para quem tenha vontade de aprender.

E já se sabe que o objetivo é ir buscar pessoal baratinho tal como acontece nos bootcamps.
 

Seeba

Power Member
É engraçado, um gajo vai ao Santander pedir um empréstimo para estudar (ensino superior) e depara-se com 1001 problemas. Mas para isso é sempre a abrir...

A desvalorização que se faz da EI e das escolas de engenharia é incrível. E tudo para se puxarem os salários para baixo...

Nem mais parece que tirar uma licenciatura é perca de tempo e sim pagar 6k ou mais para um curso intensivo faz de ti um "programador".
 

ric7

Power Member
É engraçado, um gajo vai ao Santander pedir um empréstimo para estudar (ensino superior) e depara-se com 1001 problemas. Mas para isso é sempre a abrir...



A desvalorização que se faz da EI e das escolas de engenharia é incrível. E tudo para se puxarem os salários para baixo...

Quando eu estudava, tinha uma amiga que tinha 2 casas e ia de carro para a faculdade e tinha uma bolsa de 300€ por mês, e eu era obrigado a trabalhar, e ganhar 200€ por mês não me chegava para as despesas. O problema não é só nos bancos.
 
Nem mais parece que tirar uma licenciatura é perca de tempo e sim pagar 6k ou mais para um curso intensivo faz de ti um "programador".

Apesar de eu não gostar de Academias de Código e derivados, consigo perceber o porquê de as pessoas se inscreverem nelas. Mas estas apenas servem para descer os salários da área, ponto. A partir do momento em que conheci pessoal que tinham o 12º e fez um e a partir daí as empresas consideram essa pessoa no mesmo nível que eu é completamente ridículo.

Bootcamps deveria servir para treinar pessoal que já tivesse feito algum curso minimamente relacionado com EI (bioquímica, civil, etc.) e ensiná-los a programar. Assim já me faria mais sentido esses bootcamp existirem. Claro que isto nunca vai acontecer, infelizmente, e os bootcamps querem é pessoas (quase) desesperadas para lhes pagarem e pronto.
 

Koncaman

Utilizador Saloio
criei o registo, e estou a pensar avançar com a candidatura, nunca me certifiquei em nenhuma programação, o mais que concluí foram cadeiras disto na universidade, e desde aí só carolice. são conhecimentos que preciso de consolidar. até hoje só tenho apanhado patch works em php e agora mais recentemente em flutter, que um gajo resolve, mas fica sempre com a sensação de só "ter posto as coisas a dar", em vez de desenvolver uma solução realmente interessante.

No entanto, não percebo muito bem de onde vem o material de estudo e que linguagens posso esperar (o que está no FAQ é um bocado superficial). A 42 pelos vistos tem boa reputação e até arranjam estágios. Eu na verdade estou mais a procurar isto para desenvolvimento de projectos meus, do que propriamente para encontrar trabalho.. vou andando com o processo e ver se é isto que preciso ou não.
Ser gratuito é interessante, apesar de não me chatear gastar dinheiro em formação, mas o que também é certo é que não vejo grandes alternativas, a não ser ir fazendo cursos avulso que às vezes um tipo gasta dinheiro, e não fica propriamente satisfeito com o que leva.

Ha por aí mais alguém que esteja com ideias de se candidatar?
 

xavaleco

Power Member
Se não tivesse outros encargos até testava este método mas com esta espécie de part/full time que tenho não dá.
Para já vou continuar pelo edX e e-books.
 

Mr.Dur40

Power Member
A partir do momento em que, segundo o que está no artigo do Dinheiro Vivo, tu és avaliado pelos outros alunos então está tudo dito deste modelo ("Para passar para o exercício seguinte, os alunos têm que submeter o que já desenvolveram para avaliação, por outros alunos.").

Por muito que eu odeie os bootcamps, esses ao menos têm professores que te avaliam e é por essa razão que são pagos. Aqui não se paga mas também é um modelo bem pior do que o de um bootcamp e o facto de eles se gabarem de que os alunos deles são contratados por empresas com LinkedIn ou Uber ou Microsoft diz mais do empenho dos alunos do que da qualidade desta escola.

O que faz a ignorância de não se saber e mandar bitaites à toa!
Este método de ensino é super eficaz e foi estudado ao pormenor! Apenas está lá quem realmente quer. Quanto à avaliação é feita pelos colegas e pelo próprio programa deles que é super rigoroso e permite 0 erros! A parte da avaliação por partes dos outros peers apenas serve para consolidar o que se aprendeu e fomentar o trabalho em equipa.
Está a anos luz do ensino tradicional mas percebe se porque incomoda muita gente.
 

ric7

Power Member
O que faz a ignorância de não se saber e mandar bitaites à toa!
Este método de ensino é super eficaz e foi estudado ao pormenor! Apenas está lá quem realmente quer. Quanto à avaliação é feita pelos colegas e pelo próprio programa deles que é super rigoroso e permite 0 erros! A parte da avaliação por partes dos outros peers apenas serve para consolidar o que se aprendeu e fomentar o trabalho em equipa.
Está a anos luz do ensino tradicional mas percebe se porque incomoda muita gente.

Por acaso tenho interesse em saber como funciona isso, porque para mim uma pessoa para avaliar, é porque sabe, e neste caso estou a ser avaliado por alguém que também está aprender.
 
O que faz a ignorância de não se saber e mandar bitaites à toa!
Este método de ensino é super eficaz e foi estudado ao pormenor! Apenas está lá quem realmente quer. Quanto à avaliação é feita pelos colegas e pelo próprio programa deles que é super rigoroso e permite 0 erros! A parte da avaliação por partes dos outros peers apenas serve para consolidar o que se aprendeu e fomentar o trabalho em equipa.

Nenhum programa permite 0 erros, acalma lá os cavalos. Um programa nunca substitui a avaliação de alguém que sabe, ponto. Se um programa substituísse as pessoas então não se trabalhava em equipa, não havia code reviews, não havia pair/mob programming, etc. Aqui não faz sentido não haver professores da área a dar dicas e a avaliar o trabalho, ponto.

Os alunos podiam estar envolvidos e até fazerem uma espécie de code review guiada pelo professor para aprenderem, mas não podem ser os alunos a avaliar o exercício e a decidir, nem faz sentido. Lamento que te tenhas sentido incomodado mas aprende a lidar com isso.

Está a anos luz do ensino tradicional mas percebe se porque incomoda muita gente.

Sim, incomoda imensa gente. As universidades já estão a tremer e a tentar ilegalizar este método de ensino.
 
Por acaso tenho interesse em saber como funciona isso, porque para mim uma pessoa para avaliar, é porque sabe, e neste caso estou a ser avaliado por alguém que também está aprender.

Não será dele que vais obter uma resposta imparcial. Pela resposta tão irritada que deu é porque está envolvido com esse bootcamp. Ou é aluno, e quer defender que o método de avaliação é bom que é para sentir que valeu a pena, ou é algum coordenador daquilo ou assim.

A realidade é como tu dizes: vais ser avaliado por alguém que também está a aprender e pode dizer mais coisas erradas do que certas e não evoluis tanto caso fosse um professor a avaliar-te.

Depois há uma contradição na resposta dele: se têm um programa que permite 0 erros (que não têm) então para que raio é que os outros alunos têm de avaliar o código? Ele diz que é para fomentar o trabalho de equipa, mas isto não é trabalhar em equipa. Trabalhar em equipa é fazerem projectos juntos.

Edit: fui ler um pouco mais das coisas no site e descobri que em média um aluno demora 3 anos e meio a completar isto. Dizem que uns acabam em menos de 2 anos e outros em mais de 5 anos. Ora, se demoram este tempo todo a acabar qual é a vantagem? É que um bootcamp é suposto ser rápido para te meter no mercado de trabalho assim que tiveres as bases mínimas, se demoras este tempo todo então quase que mais vale ires fazer uma licenciatura (mesmo que seja pós-laboral).
 
Última edição:

Mr.Dur40

Power Member
Amigo quem ficou incomodado foste tu não eu. Eu passei pelas duas situações, tanto tirei um curso academico de engenharia como estive envolvido na seleção do bootcamp inicial portanto estou perfeitamente apto para comparar ambas as situações.

Tal como referi as avaliações são feitas pelos peers e no final de cada projecto pelo programa, e quem dita a nota final e resultado será sempre o programa mas para se ser avaliado pelo programa precisas de ser avaliado antes por duas pessoas! Essas pessoas que avaliam depois ganham pontos também de acordo com a precisão da avaliação que fizeram relativa ao resultado final do programa, e tu como avaliado, és sujeito à avaliação rigorosa da máquina, pelo output e identaçao do código que fizeste. A parte humana existe para checkar que sabes explicar exatamente o que fizeste, e que não andaste a copiar código à toa de outras pessoas ou da net. Ambas as pessoas, avaliador e avaliado no final deixam um feedback a cada uma. No caso de te calhar um projecto para avaliares que ainda não fizeste tens a oportunidade de aprender com alguém que já fez ( mesmo que possa ter erros) e discutirem o mesmo de maneira a resolver problemas que existiram. No caso de ires avaliares algo que ainda não sabes ou fizeste e a pessoa não te conseguir explicar o código que fez apesar do output ser o pedido podes reportar como cheat. Desta maneira é sempre garantido que tudo o que faças é aprendido. Eu pessoalmente acho genial esta implementação.
 
Amigo quem ficou incomodado foste tu não eu.

Quem veio responder de forma agressiva a um comentário de Agosto não fui eu, não é?

Eu passei pelas duas situações, tanto tirei um curso academico de engenharia como estive envolvido na seleção do bootcamp inicial portanto estou perfeitamente apto para comparar ambas as situações.

Claro que estás envolvido no bootcamp, isso é mais do que evidente pela forma como respondeste.

e tu como avaliado, és sujeito à avaliação rigorosa da máquina, pelo output e identaçao do código que fizeste.

Ah então afinal é só um programazito que vê se indentaste bem o código e se o output é o esperado? Ou seja, aquilo que sites como o LeetCode e o HackerRank quase que já fazem, basicamente.

Eu pessoalmente acho genial esta implementação.

Óptimo, e eu não acho genial e acho esta forma de avaliação um esquema para esta escola mandar o trabalho todo para cima dos alunos, ter ainda menos custos e ficar com mais dinheiro dos seus parceiros no bolso.

Eu não sou muito fã de bootcamps, mas ainda consigo respeitar um bootcamp ao estilo da Academia de Código porque preparam-te rapidamente para entrares no mercado de trabalho, que é o objectivo de um bootcamp, e têm professores para te ensinar, porque é sempre bom ter alguém que perceba do que está a falar.

Como eu disse no comentário original, este modelo diz mais do empenho dos alunos do que da qualidade da escola. Isto só tem uma vantagem em relação a aprender de forma autónoma: podes dizer que tens um "diploma" e fica mais fácil arranjares o primeiro emprego. E agora não vale a pena continuar com o assunto, tu achas genial, eu não, ficamos por aqui.
 

Mr.Dur40

Power Member
Engraçado que não me lembro de me ter saído 3000€ por ter entrado neste curso. Que é o que pedem em média num bootcamp com a duração de 1 ano. E isto é valor sem IVA lol..

A Escola é gratuita, está aberta 24h/dia, tem copa para aquecer refeições e possui Macs excelentes para trabalhar. Garante uma empregabilidade de quase 100%, e neste momento já é conhecida mundialmente na área da programação com vários Campus abertos em vários países incluindo em Silicon Valley.
 

ric7

Power Member
Engraçado que não me lembro de me ter saído 3000€ por ter entrado neste curso. Que é o que pedem em média num bootcamp com a duração de 1 ano. E isto é valor sem IVA lol..

A Escola é gratuita, está aberta 24h/dia, tem copa para aquecer refeições e possui Macs excelentes para trabalhar. Garante uma empregabilidade de quase 100%, e neste momento já é conhecida mundialmente na área da programação com vários Campus abertos em vários países incluindo em Silicon Valley.

Pergunta honesta: Vi no site que existem empresas que basicamente pagam os macs, aluguer do espaço, etc...O que ganham eles com isto se os alunos não pagam nada? Nem depois de concluir o curso.
 

lordbifana

Power Member
Pergunta honesta: Vi no site que existem empresas que basicamente pagam os macs, aluguer do espaço, etc...O que ganham eles com isto se os alunos não pagam nada? Nem depois de concluir o curso.
arriscaria em preferência para os contratar ou pelo menos serem os primeiros a fazer oferta
 

LagostaBB

Power Member
Isto só tem uma vantagem em relação a aprender de forma autónoma: podes dizer que tens um "diploma" e fica mais fácil arranjares o primeiro emprego. E agora não vale a pena continuar com o assunto, tu achas genial, eu não, ficamos por aqui.

Quando fazes a comparação com aprender de forma autónoma, penso que te estão a falhar alguns positivos. O Diploma ainda é naquela, visto que há muita gente que começa a trabalhar a meio e nem chega ao fim do curso.

A mim parece-me que a grande vantagem é teres o support dos teus colegas, que vão estar a fazer os mesmos projectos que tu, e a passar pelas mesmas dificuldades. Quando estás a aprender sozinho em casa, se tens uma dúvida podes consultar vários fóruns e resources online, mas por vezes não te safas e acabas por ficar meio preso. Na 42 tens 50 colegas que ou estão a passar pelo mesmo problema, ou já o ultrapassaram. É como teres uma sala de estudo onde está tudo a puxar para o mesmo lado. Obviamente que não é o mesmo que ter um professor a quem podes recorrer, mas é uma ajuda preciosa. E como já se sabe que explicar conceitos a outras pessoas é das melhores maneiras de consolidares o teu próprio conhecimento, é uma boa oportunidade de aprendizagem.

E com isto não quero dizer que tudo é perfeito, ou que é melhor que ir para a faculdade, nada disso. Mas acho que tem mais pontos positivos do que aqueles que lhe reconheceste no teu post.
 
Topo