1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

8 Programas que vale apena falar

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por APLinhares, 21 de Maio de 2009. (Respostas: 16; Visualizações: 1704)

  1. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Fonte
     
  2. Evil_Tidus

    Evil_Tidus Power Member

    admito que nem percebo esse ultimo comentário dele mas pronto.
     
  3. arkannis

    arkannis Power Member

    É um artigo escrito por um fanático.
    A frase relativamente aos jogos, concordo com o Evil_Tidus, é simplesmente absurda.

    E os comentários arrojados aos programas da Adobe vão pelo mesmo caminho. Sim existe o Gimp e tudo mais, mas os programas da Adobe não são apenas hype, são bons, são funcionais, têm boa usabilidade. Ponto.
    E por mais que os programas open source tentem atingir a qualidade de um photoshop, um lightroom ou um dreamweaver, a verdade é que ainda não conseguiram, aliás, estão muito longe ainda.

    E já agora, dizer que ninguém precisa do Adobe Flash... give me a break. As alternativas borram-se completamente na maioria dos sites.

    Se há programas bons para linux? Claro que há, montes deles.
    Há bons programas só para windows? Sim há, muitos.
    Há alternativas boas em linux para alguns bons programas do windows? Não, não há.
     
    Última edição: 21 de Maio de 2009
  4. John Silva

    John Silva Power Member

    Tudo depende do ponto-de-vista e dos gostos pessoais, na minha opinião e porque também já fui um jogador viciado nos PC's, não foi muito difícil chegar à conclusão que as consolas tinham as suas vantagens para além do baixo investimento e duração do mesmo. Claro que há jogos nos PC's que não existem nas consolas, mas ao contrário também se aplica, portanto e tal como disse, depende do ponto-de-vista e gostos pessoais.

    arkannis, o autor do artigo não negou a qualidade dos programas da Adobe, foi 100% correcto em afirmar que as alternativas existentes são mais do que suficientes para os utilizadores normais e tocou num ponto fulcral, afinal, qual é o utilizador doméstico que compra um Photoshop para trabalhar nele e nem sequer utilizar 1/10 das suas capacidades ? Além disso, os utilizadores profissionais utilizam maioritariamente o Photoshop com o Mac e não com o Windows.
    Problemas todos os programas têm e os programas da Adobe também, não estou a ver onde é que está o erro do autor do artigo...

    Ainda afirmaste o seguinte:
    "Há alternativas boas em linux para alguns bons programas do windows? Não, não há."
    Não tem lógica ! E assim de repente vem-me um nome à cabeça Apache. Sem esse programa a internet tal como a conhecemos actualmente seria muito diferente e para pior e não tem nada a ver com MS, Apple ou qualquer outra multinacional, contudo, foi muito importante, gratuito e opensource.

    Um dos programas que usava no Windows era o Corel ( não como uso profissional ) e adaptei-me muito bem ao InkScape. Para o que eu faço, esse programa faz mais do que pretendo.... E na minha opinião, o mesmo poderia dizer do Gimp e de muitos outros programas Opensource e gratuitos.

    Cumpts.
     
  5. crossroads

    crossroads Power Member

    Muito bem dito John Silva!
     
  6. arkannis

    arkannis Power Member

    Não negou directamente, pois não, mas também nem precisava:

    Nem sequer pensa na hipótese que esses 90% usam o software porque é realmente melhor que as alternativas. Mesmo que não usem todas as suas potencialidades, no pouco que fazem o photoshop continua a ser mais simples e melhor.

    Realmente, quem é que quererá programas que funcionam melhor que as alternativas? (excluindo o Reader, que as alternativas funcionam tão bem como o próprio)

    Se isto não é negar a sua qualidade e superioridade, então não sei.
    Repara, eu sou utilizador de linux e reconheço as virtudes dos programas open source. Mas afirmar que todas as alternativas de programas em linux são tão boas ou tão adequadas como o resto, porque o utilizador é um estupido e não sabe o que quer, é no minimo.... estar de olhos fechados.

    E não percebeste a minha frase, lê novamente. Eu sublinhei o alguns já para prevenção de erros, mas mesmo assim parece que não resultou.
     
    Última edição: 21 de Maio de 2009
  7. John Silva

    John Silva Power Member

    Estás a subentender algo que não está lá escrito.

    Espero que redefines o teu conceito de qualidade, pois parece-me que não sabes o que isso é.
    Não me interpretes mal porque é um erro comum na maior parte das pessoas. Eu quando tirei um curso de controlo de qualidade, um dos pontos onde mais insistimos foi que a qualidade é aquilo que o cliente pretende e não aquilo que nós achamos que é. A qualidade não é algo homogéneo, abstracto, e que possa ser isolado e quantificado. É muito mais complexo do que isso.Dou-te um exemplo pessoal, o Corel Draw para mim tem menos qualidade do que o InkScape. O que está aqui de errado ? NADA. Um produto de qualidade é aquilo o que o cliente pretende e o que eu pretendo com um programa desses é que faça exactamente aquilo que eu quero e neste caso, o investimento foi nulo. Isso é a minha qualidade, para mim, o InkScape é melhor.
    No ponto-de-vista profissional sei perfeitamente que o Photoshop é insubstituível, tenho a perfeita noção disso, mas não é isso que está em causa nem foi esse ponto que o autor do artigo quis abordar.

    Não foi isso que eu entendi do artigo, o que eu entendi foi que há algumas alternativas e muito boas por sinal ! Mas ao contrário também poderia aplicar, há coisas no Linux que não se consegue fazer no Windows, pelo menos de forma tão pacífica e então nem sequer falo nos custos....
    O simples utilizador prefere por enquanto recorrer à pirataria porque sai mais barato e não tem que se adaptar a outro programa, isso é uma realidade e casos desses todos nós conhecemos. Ter que mudar e ter que se adaptar é uma chatice... Isso é a tendência humana.
     
  8. arkannis

    arkannis Power Member

    Sim, estou. É mais forte que eu, não me consigo cingir apenas ao que está escrito. Principalmente num texto daqueles que transpira segundas intenções.
    Obviamente que posso estar errado.

    Claro que não interpreto mal. Temos obviamente noções diferentes de qualidade, para mim esse é apenas um dos pontos da qualidade, acho que esta tem uma componente que pode ser concreto e quantificado. Queres um exemplo? Um leigo qualquer pede ao primo que lhe faça um site, este pega no frontpage e faz uma coisita à anos 90 toda rafeira. O leigo que não percebe grande coisa do assunto, olha para aquilo e diz "Epá tá mesmo bom! Isto está optimo!". O site tem qualidade só porque é aquilo que o cliente queria? Segundo a minha definição não, não tem, é lixo. Principalmente na área de informática, acho que é bem possível quantificar e materializar a qualidade.

    Concordo totalmente.
    A questão é que os utilizadores comuns querem algo em que saibam mexer, querem algo para o qual podem encontrar toneladas de informação na net, algo que podem perguntar aos amigos/colegas como é que se mexe naquilo. Não querem aprender um programa todo de novo para depois no final as coisas ficarem feitas de forma igual ou pior. E segundo o teu conceito de qualidade... isto para eles é qualidade. Logo é errado alguém afirmar que os utilizadores não sabem o que querem, apenas porque usam um programa do qual não tiram todas as funcionalidades.
     
  9. Ace-_Ventura

    Ace-_Ventura Power Member

    não é preciso 1/10. Até para coisas que são simples o photoshop é preciso. Por exemplo eu precisei de trabalhar com o alpha channel num tga e guess what, o gimp não funciona bem com isso, nem o paint.net, só mesmo o photoshop é que me safa. Se nem para as coisas mais simples posso confiar nas alternativas open source, para que usa-las?
     
  10. John Silva

    John Silva Power Member

    A definição de qualidade não é minha.
    Tenho aqui ao meu lado o manual de Controlo de Qualidade e vou transcrever o que aqui está:
    "Qualidade
    Conjunto de prioridades e características de um produto ou serviço que lhe confere a aptidão de satisfazer e, idealmente, exceder as necessidades ( expressas ou implícitas ) reais do cliente."

    Nota que sublinhei a última parte por ser demasiado importante para ser ignorada.

    Ace-_Ventura, como muito raramente utilizei o Photoshop e o Gimp, não posso refutar as tuas afirmações. Mesmo assim não invalida o que o autor do artigo afirmou, ou seja, para a maior parte das pessoas esses programas são mais do que suficientes, se não é para ti, encaixas-te nas excepções e não na regra. Além disso, usas o Photoshop legalmente ? Não quero que respondas, mas espero que percebas onde quero chegar.
     
  11. ruipalmeira

    ruipalmeira Power Member

    usavas o corel legalmente ?

    isso de ser legal ou não, não interessa. podes ser um aluno de desenho gráfico ou multimédia que PRECISA de ter esses programas e usá-los com bastante frequência (e para os tar a aprender precisas de uma versão que contenha tudo e mais alguma coisa, e como é óbvio não vais ter 5000€ que sejam para comprar um pacote de software caríssimo como é o adobe CS4, só para estares a aprender a usá-lo) .. mas pronto.. e essas percentagens estão assim a puxar para o rídiculo mas enfim... eu também uso software livre e gratuito.. e também adoro trabalhar no Photoshop e com Dreamweaver, pq infelizmente o Gimp por muito bom que seja nunca chega aos calcanhares do Photoshop...

    "... beyond silly old Adobe Photoshop, ..." - isto é o quê ? um comentário de um renegado qualquer só pode... a única alternativa 100% é o GnomeViewer por exemplo que dá para ler .PDF's e tá muito bom. de resto.. o gajo só por esse comentário já nem merece qualquer crédito.
     
    Última edição: 26 de Maio de 2009
  12. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    bem... aí posso dizer que poderá ter sido um pouco de nabice tua e falta de googlar um pouco pois o gimp trabalha bem com o canal alpha :P Já ouviste falar de decompose? :rolleyes: O gimp não está de forma alguma ao nível do photoshop mas também não é assim tão mau como o pintam só porque não se deram ao trabalho de pesquisar um pouco... Eu já conhecia a técnica mas fiz como se não conhecesse e abri o google e escrevi "edit alpha channel in gimp" e apareceram-me logo resmas de links a explicar o decompose :P

    []
     
  13. Evil_Tidus

    Evil_Tidus Power Member

    com o google uma pessoa aprende tudo e mais alguma coisa, contudo se estiver mais acessível logo ao inicio é melhor, mas não sei digo eu :rolleyes:
     
  14. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    acessível pois... ora deixa cá ir a um tracker ou mula e deixar isto a sacar o photoshop durante a noite e depois gravar para cd. Bem, agora temos de ir procurar um crack... ups, este tem virus... deixa lá procurar outro... :rolleyes:

    Isso não é desculpa e aquela pesquisa fiz em menos de 1 minuto e vi logo a resposta... :o
     
  15. Evil_Tidus

    Evil_Tidus Power Member

    É impressionante como distorces uma frase dessa maneira, ficar sem argumentos é mau calculo :rolleyes:

    Pois acessível no que toca a aprendizagem, nesse aspecto quando mais directo for, mais acessível é.
     
  16. PrOdG

    PrOdG Power Member

    O que ele quis dizer é que perdeste muito mais tempo a roubar um software pago do que a tentar resolver o problema que tinhas com um software totalmente grátis.
     
  17. muddymind

    muddymind 1st Folding then Sex

    nem mais :D e ainda por cima era um problema de resolução rápida que sinceramente não vejo que dificuldade havia nisso :rolleyes:
     

Partilhar esta Página