1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

A cópia de DVD's

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por Silício, 7 de Outubro de 2002. (Respostas: 4; Visualizações: 831)

  1. Silício

    Silício Power Member

    O software e a cópia de DVD's

    Escrevo por uma razão muito simples: reparei que uma thread anterior, em que eu pretendia saber qual o melhor software para copiar filmes de DVD para CD, foi censurada (apagada).

    É natural que as puritanas consciências queiram (com toda a razão) defender os direitos de autor. Mas pergunto aqui se depois de dar 30 € por um DVD não paguei já direitos de autor suficientes para poder convertê-lo para o formato que muito bem entender desde que não seja para fins comerciais e apenas para o meu uso pessoal. (Já agora também é proibido copiar um CD audio (pelo qual se pagou direitos) para uma cassete só porque não se tem um leitor de CD's no carro?)

    Que as editoras utilizem sistemas anti-cópia compreende-se: têm impérios de milhões a defender (ainda que não se compreenda que com esses sistemas, à revelia dos direitos do consumidor, (sim, porque os consumidores também têm direitos!) adulterem o produto final introduzindo-lhe "lixo digital" que muitas vezes se ouve e se vê!... mas isso são outras conversas)). O que também não se compreende, e especificamente neste fórum, é que a cópia de filmes de DVD para CD seja matéria tabu, sobretudo quando não é afirmado que o intuito é o de "piratear" obras protegidas por direitos de autor (além de que cada um é responsável pelos seus próprios actos).

    Porque um "fórum", mesmo que gerido por uma entidade privada, não deixa de ser um espaço público aproveito para aqui deixar um recado aos "senhores das editoras" (e a quem de forma cúmplice lhes dá força - como acontece quando se apaga uma thread como a que referi (sim, porque os abusos não vêm apenas do lado dos consumidores)):

    Não sou apologista da violação dos direitos de autor e sei que estão preocupados com a acentuada quebra de vendas que atravessam, responsabilizando directamente a cópia pirata... mas que tal se parassem para pensar um pouco e descobrissem por vocês próprios que têm até agora sido os principais responsáveis por grande parte das "ilegalidades" cometidas - é que DVD's a 30 € ou CD's a quase 20 € não deixam de ser um incentivo à cópia. Se as avultadas verbas que despendem no desenvolvimento de sistemas anti-cópia fossem aplicadas na tentativa de baixar os preços dos discos iam ver que os resultados seriam muito mais benéficos e o vosso mercado não estaria no estado em que está!
     
    Última edição: 7 de Outubro de 2002
  2. jfbbms

    jfbbms Power Member

    Boas, podes encontrar guias como fazer iisso no www.ptdivx.com . O que eu sei como converter dvd para divx foi ai que aprendi. Eles so nao disponibilizam um software para passares de dvd para o disco ja que desencripta os vob ( ficheiros de som, video e legendas ) . Outro sitio que podes ler tambem alguns tuturiials é o www.digital-digest.com que tem todo o tipo de software que precisas para isso
     
  3. Feiticeiro

    Feiticeiro Power Member

    Silício, não concordo contigo num aspecto: dizes que o mercado está em crise. Isso não é verdade. Nunca esteve tão bom para as editoras. As estatísticas e os número não enganam. No passado ano de 2001 nunca se venderam tantos jogos e música como nos anos passados, nunca mesmo. O mercado está muito bem, ao contrário da economia restante.

    E não te esqueças que para copiares um cd, seja ele original ou não, precisas de ter:

    -computador com cdrw;
    -programa específico;
    -cdr/cdrw/dvd virgem, ou seja o que for

    E achas que eles não ganham nada com isso?
    As empresas (editoras) que são obviamente contra a copia ilegal, como por exemplo a Sony, são as mesmas que vendem todo o material que copiarem ilegalmente os originais produzidos/editados por eles.

    Acima de tudo, isto tudo é uma hipocrisia.

    Os preços são realmente elevados, como é obvio, mas a verdade é que só compra quem quer/pode, é mesmo assim. Se fores ver as cenas assim, pelo preço, começavas a copiar tudo pois tudo é caro. Desde uma simples bica passado pela exploração imobiliária, etc. Cambada de chulos. E são os pobres que sofrem com isso. Não tenho pena nenhuma deles.
     
  4. banid0

    banid0 Power Member

    Re: O software e a cópia de DVD's

    Já agora lanço aqui um tema de discussão:

    eu n compreendo os sistemas de anti-cópia: para mim são ilegais já que o consumidor tem o DIREITO Á CÓPIA PRIVADA!!! e essas protecções barram-nos esse direito.o que dizem disto?? eu acho que a melhor "proteccao" que eles tem e a moral dos consumidores que SIM,passa por uma descida dos preços já que n se compreende dar 12-14cts por um jogo - um quinto do salário minimo nacional quer ka em pt ker la fora onde se ganham 150 cts minimos...

    tambem n se compreendes por ex um filme em dvd kustar o mesmo ke kustava há 3 anos quando saiu...

    depois queixam-se das copias e das compras la fora e deixam de investir no mercado portugues...o que ja se verifica kndo n saiem mtas series em portugal(simpsons por ex)

    eu tenhu o gosto pela qualidade(n tenho divx...so dvd's-> poucos e bons) mas quando surgirem gravadores de dvd's(dual layer) n sei bem o ke hei-de fazer

    e e impossivel dizerem que n vaum sair porque qualquer tecnologia k n seja passivel de ser copiada n tem mto futuro(é verdade!!! - n64 suckou saturn tb pk era dificil de copiar e psx rulou pk toda a jente kupiava os jogos).

    alem dos milhoes kom ja disseram que a copia movimenta

    mas eu quero e ouvir as vosass opinioes :D
     
  5. Silício

    Silício Power Member

    RESPOSTA ao Feiticeiro:

    Em relação à primeira parte, ou seja, a que remete para o facto do "mercado não estar em crise" experimenta por exemplo ler o que os " 'bigs' das editoras" dizem nas entrevistas - são queixas e mais queixas, isto apenas para apontarem a "cópia pirata" como a grande culpada.
    Em relação a números e retratando os suportes ópticos de uma forma mais abrangente (CD's, DVD's... cd´'s single, colectâneas... (no caso da música, por ex.)) as estatísticas apontam uma acentuada quebra de vendas em relação ao ano passado e existe uma única excepção que ocorre no campo do aúdio e ligado aos "discos de promoção"(cuja expressão exacta que eles utilizam de momento não me recordo) (aqueles que são vendidos em grandes superfícies e não só... por cerca de 7€).

    É verdade que tal como dizes existe um mercado paralelo que rende "milhões" e que se dedica precisamente a vender "material" para a cópia mas, observa que, por outro lado, empresas (que não a Sony) como a Universal Pictures, Emi... perdem realmente dinheiro com as cópias pirata e o negócio deles nada tem a ver com a venda de computadores, CDRW's ou mesmo software.

    Quanto à questão de que tudo tem preço elevado e que segundo esta perspectiva começava-se a copiar tudo, é que não concordo contigo. Todos os produtos têm o seu preço justo e por exemplo se quando dou 30€ por um DVD o mais normal é que de certa forma me sinta roubado pela editora (e pior que tudo com o meu próprio consentimento) por outro, se custasse 10€, muito provavelmente o DVD estaria mais próximo do preço justo.
    Mas dou-te um exemplo melhor de que são os preços elevados dos produtos que incentivam à cópia: se um livro de que goste custar 5€ muito provavelmente compro-o sem hesitar porque considero que não paga o trabalho que eu teria se o fosse fotocopiar, em compensação se esse mesmo livro custar 100€ (ou mais) sem dúvida que esse preço alicia à cópia (sobretudo se conhecer alguém que já o tenha). (Isto explica tb pq é que, como referi anteriormente, as vendas dos "discos de promoção" aumentaram bastante - acredito que desde que o consumidor sinta que está a pagar o "preço justo" prefere sempre ter um original do que uma cópia).


    RESPOSTA ao banid0:

    Quando digo que "compreende-se que as editoras apostem em sistemas anti-cópia", afirmo-o na perspectiva de que, como é natural, tentam defender o seu negócio, no entanto, tal não significa que eu ache esta estratégia como algo de aceitável. Concordo com praticamente tudo o que dizes e, aliás, as minhas palavras na thread são mesmo no sentido de que qualquer um tem direito a fazer as cópias que bem entender do que acaba de comprar (já pagou os direitos e desde que os seus objectivos não sejam os de posteriormente as vender ou desde que estas tenham como fim o seu uso pessoal ninguém (nenhuma editora ou autor) tem absolutamente nada a ver com isso). De resto os consumidores deveriam ter uma atitude menos passiva no que concerne aos sistemas "anti-cópia" na medida em que, de facto, estes (ao não permitirem as situações que atrás mencionei) violam claramente o direito à cópia privada (já para não falar que, regra geral, estes sistemas adulteram a qualidade do produto final)).

    Mas muitas outras coisas estão mal e essas enquadram-se no estado de "hipocrisia" que o Feiticeiro refere. Por acaso existe algum sistema mais estúpido e descabido do que o das regiões DVD?
    Sei que o que levou à sua criação prendeu-se com o receio que as produtoras de cinema norte-americanas tiveram de que houvesse quem levasse filmes DVD dos EUA para a Europa, que ainda nem tinham estreado nas salas de cinema europeias, contudo, que sentido fazem as "regiões" (já não tocando na possibilidade que cada um tem de desbloquear o seu próprio leitor) quando, (por ex. no caso dos DVD's de sala) é tudo uma questão de preço, marca e modelo, ou seja, de origem há leitores que vêm bloqueados e outros que vêm desbloqueados.
     
    Última edição: 11 de Outubro de 2002

Partilhar esta Página