1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

[HDTV] A "qualidade" das TVs em 2017: 4K-UHD, OLED, HDR10, Dolby Vision, HLG, Quantumdots, etc.

Discussão em 'Home Cinema' iniciada por Blue_Ray, 5 de Janeiro de 2015. (Respostas: 3101; Visualizações: 222197)

  1. Blue_Ray

    Blue_Ray Power Member

    Acho que em 2018 devemos esperar paineis Oled com mais brilho(900nits+/-, acho que ainda não é desta que chegam aos 1000nits), menor ABL, suporte Hdmi 2.1 e esperemos maior resistência a retenção de imagem para acabar com os "medos" do pessoal.
     
  2. Silver-Eye

    Silver-Eye Power Member

    Amarelo.. está tudo amarelo :D

    [​IMG]
     
  3. Onesolo

    Onesolo Power Member

    e o motion, será q não conseguem fazer nada em relação a isso??
     
  4. ps3gamer

    ps3gamer Power Member

    Quais são os problemas do motion?
     
  5. Pheux

    Pheux Suspenso

    O Motion já é melhor que qualquer LCD devido ao sample and hold e respectiva ausência de Blur.

    Se quiseres BFI, tens as OLEDs da Sony, Panasonic e Philips. Se não quiseres, compra uma da LG.

    Nos modelos de 2017 o Motion já praticamente não é um problema e nos de 2018 ainda menos o será. O processamento de imagem está sempre a ser melhorado ano após ano, é algo incremental e gradual.

    @ps3gamer não tem problema nenhum. O "problema" é que as OLED têm um response time nulo/inexistente (0.01ms) o que faz delas as melhores opções para jogos a 60/120fps, pois a imagem apresentada será a mais cristalina e limpa de todas, suave e sem a criação de artefatos ou efeito desfocado em movimentos/transições rápidas. No entanto, nos jogos a 30fps ou filmes a 24p, por exemplo, irás notar o efeito judder. Basicamente notas mais a transição de frames pois não tens Blur (atraso no refresh dos píxeis), para disfarçar como na tecnologia LCD. Para colmatar isto, a maioria das marcas com OLEDs introduziu o BFI que é uma forma de suavizar a imagem ao introduzir um frame preto virtual intercalado entre 2 frames visíveis. O senão é a criação do efeito flicker, que é aquela oscilação de brilho constante como vias nos ecrãs CRT com as taxas de refrescamento de imagem (até existia a opção de desmagnetizar). Uns são sensíveis a tal, outros nem notam. Outro efeito negativo é a diminuição do brilho.
    A LG tem outra abordagem e não utiliza BFI, como downside criam o efeito judder que pode ser diminuído através da opção "user" nas opções do Motion.

    Basicamente, o Motion é um problema quer para LCDs quer para OLEDs. A melhor tecnologia a lidar com o Motion era a Plasma e isto não tem sequer margem para discussão. Actualmente, com os modelos de 2017 e introdução de BFI, as OLED com BFI já são as melhores opções a lidar com Motion dentro das tecnologias disponíveis.
     
    Última edição: 13 de Novembro de 2017 às 13:33
  6. bseixas

    bseixas Power Member

    Eu não tenho qualquer problema com o motion "actual" nos OLED da LG (e sim, já tive plasma e venho de um LED Sony com BFI) mas talvez seja um insensível à coisa. :D
     
  7. Pheux

    Pheux Suspenso

    Nem de propósito, em relação ao tema do Motion:
    [​IMG]
    Rtings.
     
  8. blackibiza

    blackibiza Power Member

    Pergunta,
    quando lemos uma analise a uma OLED de 55, podemos esperar o mesmo desempenho numa de 65 ?

    Isto é, o processamento é feito da mesma forma ou dependendo do modelo poderá haver algum tipo de arrastamento/etc em ecrãs maiores que nao se notam em ecrãs mais pequenos?
     
  9. Blue Zee

    Blue Zee Power Member

    É tudo igual excepto a diagonal.
     
  10. Onesolo

    Onesolo Power Member

    A mim faz me muuuiiitaaa confusão haver burn in e especialmente IR, no ano em q estamos... e OLED já n é uma coisa nova...
     
  11. PuK44

    PuK44 Power Member

    A resposta era para o ps3gamer, mas agradeço a explicação.

    Ainda ontem, entre outras coisas, li esse comentário no rtings.
     
  12. bseixas

    bseixas Power Member

    @Onesolo

    Tens problemas de IR/Burn in no teu plasma?
     
  13. ps3gamer

    ps3gamer Power Member

    Eu na Samsung tnho isso tudo no mínimo e às vezes desligo mesmo. Nao gosto dessa porcaria porque como disseste cria artefactos
     
  14. Onesolo

    Onesolo Power Member

    O meu plasma é de 2009.
    Ja tive IR quando via os canais que eram em 4:3 em 4:3, fiquei durante algum tempo com a marcação das barras pretas de lado, mas depois la voltei a ver tudo esticado e esse IR desapareceu por completo.
    Quanto ao Burn in, sim e não. Ora sim, tenho um ligeiro burn in, que é derivado as legendas. Mas foi algo que aconteceu logo logo e não sei porquê, até pq no inicio da tv nem agora deixo o que quer que seja em modo pause. Não se nota em imagens normais/corridas, so quando vejo filmes, com imagens mais escuros, noto duas linhas de legendas muito muito faded, mas noto algo. O que é curioso, é q burn in de logotipos e coisas do genero, marcadores de tempo de jogos e coisas assim, nunca fiquei com qq burn in ou IR.
     
  15. bseixas

    bseixas Power Member

    @Onesolo

    Apesar de se continuar a falar de IR/Burn in em OLED por tudo e por nada acho que é algo que continua a ser a excepção e não a regra ao contrário do que por vezes se dá a entender por aqui, pior é o clouding em LED (esse sim mais a regra do que a execpção) e não se fala tanto dele aqui antes de alguém comprar uma TV (só depois quando a ligam).

    Mas é algo de que se vai continuar a falar em OLED tal como com plasma se falava do mesmo e dos consumos (esta também já li aqui sobre OLED), do gás, da durabilidade da tecnologia (outra que transitou para OLED) etc, etc. :-D

    Tal como não me parece que te tenhas arrependido de ter optado por plasma em 2009 também não me parece que te irás arrepender quando optares por OLED. ;)
     
  16. Slyzer

    Slyzer Power Member

    Eu cá tenho os problemas todos, banding, brancos azulados, o ecrã todo marcado com burn-in.
    Não comprem OLED!
    </sarcasm>
     
  17. 207Sport

    207Sport Power Member

  18. Tecno Nerd

    Tecno Nerd Power Member

    Nunca foram... e o branding QLED vai continuar para o ano. Algumas QLED passarão a ser FALD. Estás a confundir coisas distintas.
     
  19. bseixas

    bseixas Power Member

    @207Sport

    "São" no bairro deles mas em 2018 é que vai ser, com o FOLED (lê-se fooled tal como nos QLED) <inserir novo logo aqui> e vamos andar nisto até a Samsung ser capaz de produzir QLED verdadeiros ou de comprar OLEDs à LG, mas pelo menos melhores que as QLED actuais hão de ser.

    Não era preciso ser um génio para ver que Edge LED em vez de FALD em TVs Premium com OLED e outras FALD no mercado, ia dar barraca.
     

Partilhar esta Página