Ajuda a corrigir imperfeições

MEIA

Power Member
Boas
Finalmente comprei uma impressora 3D e consegui imprimir o meu primeiro benchy

KHc64Tl.jpg

Para aquilo que eu quero fazer com a impressora os defeitos visuais não me importam nada, o que me importa é se podem levar a que fiquem estruturalmente comprometidos.
O defeito dos fios acho que se chama "stringing" I guess ? Este não me incomoda mesmo nada. Já consegui descobrir +/- como reduzir bastante, mas como disse, não me preocupa.
O defeito da parte de baixo em que a superfície é bastante irregular já fico um pouco mais apreensivo, depois fica bastante liso. Têm ideia do que possa ser? Como se chama este defeito? Só para ser mais fácil conseguir procurar na net.

Já me ia esquecendo, a impressora é uma Creality Ender 5 Plus e utilizei o filamento que vinha, quase uma hora a nivelar a mesa, o ficheiro que acho que é o original e o Cura com configuração pré-definida para a minha impressora para slice.

Fiquei ainda mais entusiasmado com este mundo do que estava antes de comprar a impressora.
 

MEIA

Power Member
Se calhar devia de ter feito isso sim, mas estive a desenhar um suporte que preciso e já está a imprimir.
Vamos lá ver como fica e se não fiz porcaria, de certeza que tenho que ter muitas coisas em mente quando se desenha para imprimir numa impressora destas.

EDIT: O problema de impressão da superfície ser muito rugosa desapareceu, devia de ser mesmo o filamento em mau estado, agora está impecável nesse ponto.
Por outro lado o stringing piorou bastante ao ponto de estar a pensar fazer upgrade a duas coisas que já sei que reduz bastante esse efeito, vi num video sobre a impressora que tenho que se substituir o bico e a mangueira que leva o fio o problema quase que desaparece.
Como disse, desenhei uma peça para fazer de suporte mas só com a finalidade de perceber em que tenho que pensar para a desenhar e poder imprimir. Acho que fiz tudo bem à primeira em termos de desenho, o problema acho que se prende no programa que faz o [email protected] para a impressora. Apesar de eu ter feito alguns suportes internos para ter mais rigidez mecânica, quando foi a impressão houve alguma divisão nesses suportes, enquanto as peças por fora pareciam completamente separadas, por dentro tinha várias barras para criar essa rigidez, mas o que aconteceu foi com certeza que o programa separou as peças mesmo internamente, tenho que perceber o que se passa.
Espantosamente a peça funcionou perfeitamente para o que estava projectada mesmo sendo extremamente fina e ficou até com muita margem de segurança.
Mas tinha que testar a rigidez e "desmontei-a" toda para perceber como era "feita". Tinha que ver se precisava de alterar alguma coisa no meu desenho e foi ai que percebi esse problema de divisão de peças.
Fiquei impressionado com o que tão pouco material pode suportar mesmo com um plástico "fraco" mas colocado com precisão. Sou gajo mais de ferro e a impressora era só para fazer caixinhas para circuitos, mas acho que vou fazer muito mais coisas em plástico.

Que grande parede de texto.
TLDR: Saiu muito melhor do que eu pensava apesar de ter encontrado algumas falhas e estou muito surpreendido com o que se pode fazer com uma impressora destas.
 
Última edição:

JPardinha

Power Member
Vais ficar ainda mais surpreendido, tenho a certeza. Em relação aos desenhos para impressão deves ter sempre em conta a orientação da peça. Os furos para ficarem 100% tem de ser em lágrima, tens de ter a noção que o filamento não pode cair no ar e caso tenha de ser pode levar suportes mas são de evitar ao máximo. Para "rapid prototyping" podes fazer com uma layer height alta (não recomendo mais de 0.28 num nozzle 0.4). E pronto, espero que gostes das dicas.

Abraço.
 

MEIA

Power Member
Bem que diferença, não cheguei a acabar o filamento que veio com a impressora e passei para um que comprei e os resultados são estupidamente melhores! Tentei afinar a impressão com um filamento que não prestava sem saber e quando mudei para um como deve de ser voltei a ficar impressionado.
Pois é, depois de alguns desenhos e impressões, se se tiver alguma atenção no processo de desenhar conseguem-se resultados muito bons e rápidos.
Obrigado pelas dicas, principalmente essa do furo, neste momento tenho feito esses furos na horizontal, mas tenho que experimentar essa técnica.
Ando a tentar perceber como é que o suporte se comporta, tenho andado a evitar utiliza-lo, mas acho que faz falta. Faz algumas imperfeições e em certas situações é impossível de retirar.
Outro problema é dividir um prototipo em várias peças, por um lado para ter mais controlo e por outro para ir alterando certas partes sem ter que imprimir tudo de novo, mas a parte dos encaixes é que ainda não domino. Se fizer "como deve de ser" é estupidamente complicado de desencaixar, se relaxar um pouco fica solto, qualquer dia fica bom, é ir experimentado.

Nunca pensei ter em casa uma coisa destas, andei anos e anos a fazer protótipos à mão e agora é desenhar e imprimir, sinto-me a ficar velho, isto para mim é mesmo futurista.
 

JPardinha

Power Member
Bem que diferença, não cheguei a acabar o filamento que veio com a impressora e passei para um que comprei e os resultados são estupidamente melhores! Tentei afinar a impressão com um filamento que não prestava sem saber e quando mudei para um como deve de ser voltei a ficar impressionado.
Pois é, depois de alguns desenhos e impressões, se se tiver alguma atenção no processo de desenhar conseguem-se resultados muito bons e rápidos.
Obrigado pelas dicas, principalmente essa do furo, neste momento tenho feito esses furos na horizontal, mas tenho que experimentar essa técnica.
Ando a tentar perceber como é que o suporte se comporta, tenho andado a evitar utiliza-lo, mas acho que faz falta. Faz algumas imperfeições e em certas situações é impossível de retirar.
Outro problema é dividir um prototipo em várias peças, por um lado para ter mais controlo e por outro para ir alterando certas partes sem ter que imprimir tudo de novo, mas a parte dos encaixes é que ainda não domino. Se fizer "como deve de ser" é estupidamente complicado de desencaixar, se relaxar um pouco fica solto, qualquer dia fica bom, é ir experimentado.

Nunca pensei ter em casa uma coisa destas, andei anos e anos a fazer protótipos à mão e agora é desenhar e imprimir, sinto-me a ficar velho, isto para mim é mesmo futurista.
Man é um mundo do crl. Bora lá imprimir.
 
Topo