1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Alojamento De Site - Ajuda

Discussão em 'Web Development' iniciada por plantunes, 3 de Junho de 2007. (Respostas: 15; Visualizações: 1449)

  1. plantunes

    plantunes Power Member

    Olá a todos. Preciso da vossa ajuda pois não sei muito bem onde alojar o site da empresa que estou a abrir. Como é óbvio quero gastar o mínimo possível pois não tenho mesmo muito dinheiro...
    Daí que me tem feito confusão porque é que alguns sites de alojamentos anunciam 1€ por mês...outros 5€...outros 10€...
    Importam-se de me ajudar a entender melhor esta área de negócios?
    O que me aconselham?
    O meu site vai ser bastante "estático"...ou seja, vai ser muito institucional, vou falar da minha empresa, nos nossos produtos, das nossas soluções e pronto...deixar contactos...
    Nada de promoções...grandes efeitos a piscar...etc...
    Em princípio poderá ser é em FLASH.
    Alguém conhece os serviços de alojamento da LUSOSP? São bem baratos...serão bons?
    Obrigado.
     
  2. Parece-me bem. Por acaso preciso de um Host. Tenho de perder uns minutos a ver isso. O CPanel é em PT? Tem aquele sistema que se instala os scripts automaticamente? Dava jeito. Meu receio é mesmo pagar. É simples?

    Abraço
     
  3. anjo2

    anjo2 Power Member

    Era bom indicares quanto de espaço e tráfego necessitas, para um site estático não sei se precisas muito, geralmente até 50mb consegues arranjar alojamento profissional grátis e sem publicidade.

    Outra coisa é o ou os domínios, se vais necessitar, quantos deixam incluir, etc., era bom deixares essa informação aqui.

    Existe um tópico com lista de alojamentos.
     
  4. plantunes

    plantunes Power Member

    O domínio foi oferecido pelo Estado com a criação da empresa na "Empresa na Hora". Foi uma surpresa muito agradável, pois desconhecia que isso acontecia e quando fui tentar registar o domínio que pretendia, depois de muitíssimos meses disponível, apareceu "indisponível". Fiquei possesso...para depois descobrir que o Estado o tinha registado automaticamente em nome da empresa, já previsto nos custos que tinha tido!!! Eheheh...Afinal o domínio já era meu e eu sem o saber!!!
    Agora é assim, eu quero colocar um site em flash! Não sei se é muito pesado ou não...se alguém não se importar, pedia que vissem o seguinte URL: http://www.templatemonster.com/flash-templates/14416.html

    O que pretendo é algo similar a isto...sinceramente não sei se pesa mais ou menos que 50 Mb, 100 Mb...não entendo muito da matéria. Que acham? Obrigado.
     
  5. anjo2

    anjo2 Power Member

    Um site desse não te deve ocupar mais de 20mb, se for só o site claro, depois se quiseres mails e assim é que podes precisar de mais, sempre podes pedir ajuda personalizada, deixo-te pm
     
  6. Midao

    Midao Power Member

  7. plantunes

    plantunes Power Member

    Cá estou eu de volta...
    Ainda não tendo decidido o que fazer, novas dúvidas vão surgindo...
    Sinceramente fiquei um pouco estupefacto com a tomada de conhecimento de que a empresas de alojamento que não passam facturas! Mas como é que isto é possível em Portugal???
    Bom...adiante:
    Gostava que me esclarecessem o seguinte:
    Se tivesse o infortúnio de escolher uma empresa pouco credível e depois a mesma "desaparecer" do mapa...o que acontece ao meu site? Fico sem ele? E ao domínio propriamente dito?
    Qual é a vantagem de ter um IP dedicado?
    Obrigado.

    PAULO ANTUNES
     
  8. anjo2

    anjo2 Power Member

    1- Deves fazer backups teus da tua conta, em alojamento linux prefere o painel de controle chamado cPanel, pois é o mais usado e o preferido por todos, nem todos teem porque é dos mais caros (existe outros que ficam mais caros com extras), mas a facilidade de fazer backup e colocar noutro com cPanel é facil.

    2- O domínio deves sempre OBRIGAR a colocarem os teus dados no domínio, aquando o compras ele é teu. Se tiveres azar com a empresa, transferes o domínio ou mudas o dns do domínio. Como é .PT, tens sempre a posse do domínio, no caso de registares outro domínio, exemplo .com, tens de ter algum cuidado onde registras.

    3- IP dedicado não te serve de nada... Geralmente é para sites mais especificos que necessitam de privacidade, como SP's a partir de revendas, ou lojas de ecommerce. Existe outras particularidades, mas para ti, só o aumento do preço.


    Sobre as facturas, requer, o mais provável é irem te pedir IVA, segundo a lei, penso que é obrigatório ter no site se os preços já incluem IVA ou não.
    Existe várias que não passam por não ser empresa,
     
  9. Santo38

    Santo38 Power Member

    @ Anjo2

    Passo a comentar os teus 3 pontos esclarecendo algumas questões:

    1 - Para além de cPanel tens o Plesk que tem tantas ou mais facilidades que o cPanel, tens o Helm, etc.. Limitar a escolha porque o cPanel está na moda ou porque conheces apenas o cPanel não está correcto.

    2 - Um domínio .PT obedece a critérios muito precisos e fica SEMPRE no nome do detentor da marca ou registo. A única coisa que pode não ficar em nome do cliente será a entidade gestora e o contacto técnico o que será perfeitamente normal.

    3 - O IP dedicado é OBRIGATÓRIO para o uso de um certificado SSL, que é usado sempre que se queira encriptar os dados dos clientes ou para efectuar transacções online com entidades bancárias por exemplo. O custo de um IP dedicado é baixo (1 a 3 euros) e normalmente só é atribuido com justificação (ter um certificado SSL é uma boa justificação).

    Por último os preços indicados serão sempre os preços que o cliente terá de pagar a não ser que diga explicitamente que tem de adicionar iva. De forma alguma o cliente deve de pagar qualquer extra só porque pediu factura.

    @ Plantunes

    Se a empresa em que confiares o alojamento desaparecer o mais provável é mesmo ficares sem site. Para que isso não aconteça deves fazer um backup usando essa mesma opção no painel de controlo da tua conta. No entanto hà que referir que existe um conjunto ainda grande de empresas credíveis neste país. Experimenta pedir referências às empresas que seleccionares. Também é boa prática enviar um email para o dep. técnico dessas empresas para ver os tempos de resposta, assim como efectuar um telefonema para colocar algumas questões.

    Quanto ao domínio, se for .PT a entidade que aceita os registos, a DNS.pt, só aceita domínios .PT se os mesmos forem referentes ao nome da empresa ou marca registada. Se o domínio for .com/.net etc, deves certificar-te que o domínio está em teu nome, pois é prática de algumas empresas colocar os domínios em nome delas ou de terceiros, mas não do cliente o que está errado.

    Saudações,
     
  10. Santo38

    Santo38 Power Member

    Da mesma forma que muitos cafés não passam facturas, da mesma forma que muitos prestadores de serviços o fazem... chama-se "fuga ao fisco" e é prática comum em Portugal. Não é nada esclusivo deste meio. Não estou aqui a emitir juizos de opinião, apenas menciono outros exemplos.

    Saudações
     
  11. anjo2

    anjo2 Power Member

    1- Já trabalhei com vários, e a transferência de contas por exemplo de Plesk para cPanel pode ser complicado. De qualquer forma, o cPanel pode não ser o melhor em vários aspectos, mas é o que tem a interface mais fácil de usar.

    3- Sim, geralmente ligado a lojas ecommerce, penso que não é este o caso... 3€/mês pode ser um preço superior ao do alojamento...


    Geralmente nesta área é sempre +IVA, mas é uma pergunta a ser feita antes de fazer a compra.


    É sempre bom enviar um email para dep.tecnico/dep.comercial/suporte, estes emails estão no site da empresa, é só veres, e envias o mesmo mail com as tuas duvidas para cada um.


    Já agora, se te registaram o domínio, que nameservers colocaram? É que cada alteração na dns.pt custa 15€+IVA, o que é um roubo... Por isso é que muitas empresas continuam a preferir os gtlds (.com/.net/.org/etc)
     
  12. Santo38

    Santo38 Power Member

    Essa é nova para mim. Nunca tal nos aconteceu e ainda são algumas dezenas de dominios que usamos. Mudança de servidor primário na dns.pt nunca nos custou um cêntimo. Podes dar algum exemplo de como sucedeu isso?

    Saudações,
     
  13. plantunes

    plantunes Power Member

    Bom, parece-me que as dúvidas estão esclarecidas. Um service provider que dê o berro e o mais provável é o meu site ir à vida...salvo se eu fizer backups do site...Presumo que isso seja algo simples de fazer através desses programas que são disponibilizados ao cliente, correcto?
    O IP dedicado pelos vistos não me é relevante...logo é gastar sem necessitar.
    O meu domínio é www.consulprint.pt que é o nome da minha empresa.
    Agora preciso escolher qual a empresa onde alojar o site, mas tenho tantas dúvidas...
    Alguém me pode dizer como é que posso consultar online as empresas nomeadas pela PCGuia e pela Exame Informático como as melhores do país? Li numa outra thread que em Janeiro a PCGuia tinha feito uma lista deste estilo, onde cabia por exemplo, a hostingportugal.
    Cumps,

    PAULO
     
  14. anjo2

    anjo2 Power Member

    Ja tive domínios na Amen, e pediam, mas posso indicar uma quote de um mail enviado pela dns.pt


    Existe uma lista de alojamentos na Techzone, existe outro fórum específico para webmaster, http://mais-trafego.info

    Não sei como as revistas fazem a escolha das empresas a qualificar, nem os critérios da avaliação deles.
     
  15. Santo38

    Santo38 Power Member

    @ Anjo2

    Lá está Anjo2.. sempre que o pedido seja solicitado aos técnicos. É para isso que serve a gestão online dos dominios pt... para fazeres alterações sem teres de pedir aos técnicos... E a vantagem é não teres de pagar nada.

    @ Plantunes

    O melhor a fazer é consultar várias empresas seguindo mais ou menos o seguinte esquema:

    Utilizandoo a lista em http://www.techzonept.com/showthread.php?t=95314

    1 - Fazer uma lista das empresas que lhe interessam após consulta dos respectivos websites

    2 - Contactar essas mesmas empresas por email (ao suporte técnico/pré-vendas) com questões técnicas mesmo algumas questões às quais já tenha resposta. Eliminar as que demoram mais de 12/24h a responder ou as que não respondem satisfatóriamente

    3 - Contactar as restantes empresas via telefone e questionar se pode visitar as respectivas instalações (mesmo que não pretenda faze-lo) e onde ficam. Este passo concerteza irá eliminar quem se esconde atras de apartados e moradas falsas.

    4 - Comparar tudo face às reais necessidades que tem ou que poderá vir a ter num futuro próximo. Por exemplo, se necessita de 200Mb de espaço para quê contratar 10Gb?

    5 - (opcional) Pedir referências de outros clientes (empresas) que usam os serviços dessa empresa - Este passo pode demorar mais um pouco pois dependendo da politica de cada empresa de alojamento, pode ser necessário pedir autorização aos respectivos clientes

    Se fizer uma pequena tabela com estas informações mais as que encontra nos respectivos websites de cada prestador de serviço de alojamento, terá concerteza uma visão mais clara de qual ou quais os que lhe oferecem o que pretende.

    É apenas um pequeno conselho, não mais do que isso.

    Saudações e boa sorte na sua escolha.
     
    Última edição: 11 de Junho de 2007
  16. Marsupillami

    Marsupillami Power Member

    Convém não esquecer que o objectivo é alojar um site e como tal o mais importante será conhecer as condições de alojamento, desde as máquinas, conectividade, disponibilidade, suporte, etc...

    O facto de já teres referido que não queres gastar muito, portanto, queres algo barato, é o primeiro passo para escolheres um host que não seja o ideal. Não quero com isto dizer que só os caros são bons, mas quem está devidamente legalizado sabe quanta percentagem destes serviços vai para o estado, para além do tal telefone, morada, etc... já para não falar nos grandes investimentos (contractos com provedores, hardware, licenças, etc...) necessários a esta prática.

    Se vais ter um site estático, e dispondo de um domínio .pt, julgo que a preocupação de perda de dados em caso de falência/desaparecimento será bastante reduzida. Será sobretudo ao nível de email / estatísticas, mas em casos de gravidade conseguirias em menos de 24H ter um alojamento noutro local a funcionar.
     

Partilhar esta Página