Gráfica AMD RDNA2 (RX 6000 series)

Websync

Power Member
Exato! E alternativas de upscaling ao dlss com tanta qualidade sao para ser celebradas. A AMD conseguiu algo excelente.

E na minha humilde opinião dlss vai acabar por seguir o mesmo caminho que gsync (inb4 alguém a dizer que gsync ainda existe, existe sim mas não é como a nvidia queria) e physx.
Com tantas alternativas que já existem e as que estão a chegar como o XeSS que referis-te isso parece-me sinceramente inevitável.
 

Ansatsu

Power Member
E na minha humilde opinião dlss vai acabar por seguir o mesmo caminho que gsync (inb4 alguém a dizer que gsync ainda existe, existe sim mas não é como a nvidia queria) e physx.

São dois exemplos do que pode acontecer. O Physx passou a ser open source, embora o mesmo sempre funcionou em todos os computador, simplesmente quem tinha uma grafica da Amd, o mesmo corria no Cpu e não no Gpu.

O Gsync, a Nvidia deu atualização para as suas gráficas suportarem monitores Freesync e todos os monitores Gsync que saíram a partir de 2021 se não me engano, já funcionam em placas Amd.

O Gsync é efetivamente superior ao Freesync, mas agora quem compra esses monitores já não fica preso a gráficas da Nvidia e pode comprar uma da Amd, o que é bom para o mercado.
 

nullus

Power Member
O gsync é superior mas é marginalmente superior no uso do dia a dia que acaba por não justificar o custo acrescido do modulo de hardware gsync.

Quanto a estas tecnologias de upsampling, ainda estamos no inicio, mas mantenho o que sempre disse. Um ecossistema fechado nunca poderá ser o futuro, até porque existe vida no gaming para além da plataforma pc e só a switch usa hardware nvidia.

Tenham atenção apenas que o pessoal da Digital Foundry apesar de até lançarem algum conteudo porreiro, tem um viés forte no que toca à nvidia, não fossem ter relações próximas. A Intel pelos vistos também vai lançar o XeSS nos próximos dias o que é pouco estranho lançarem uma feature de software sem lançarem primeiro o hardware, mas problema deles, de qualquer das formas vai existir mais do que uma solução com um standard agnóstico ao DLSS e como tal irá perder a sua importância. Não me parece que seja um ponto a considerar quando forem comprar um gpu, como nunca achei que fosse porque nunca seria o futuro na minha opinião.
 

ObscureAngel

I quit My Job for Folding
O PhysX não corre em gpus desde à muito tempo, simplesmente o physX por cpu passou a ser multithread desde o 3 e começaram a conseguir fazer alguns efeitos do physX gpu para cpu.
Já lá vai o tempo que um jogo usava GPU para physX
 

_SkyWaLKeR_

Power Member
isso do physix também deve ter a ver como facto que os cpus tem capacidade multithread que ha uns tempo atras não possuiam, facilitando o uso da mesma atraves do cpu...
de qualquer forma alguns dos melhores efeitos de fisica que ja vi foi em jogos com physic por gpu...ainda hoje estão impressos na minha memoria a fisica de american mcgees alice....

quanto as tecnologias upscaling quantas mais houver com qualidade melhor....cabe a cada um decidir depois entre as disponíveis para cada jogo escolher a que prefere.... se alguem não gosta é so não usar
 

Websync

Power Member
isso do physix também deve ter a ver como facto que os cpus tem capacidade multithread que ha uns tempo atras não possuiam, facilitando o uso da mesma atraves do cpu...
de qualquer forma alguns dos melhores efeitos de fisica que ja vi foi em jogos com physic por gpu...ainda hoje estão impressos na minha memoria a fisica de american mcgees alice....

Dai dizer que dlss vai pelo mesmo caminho de inutilidade, alternativas melhores já começam a aparecer.
Neste caso ainda melhor porque não é necessário hardware dedicado.
 

_SkyWaLKeR_

Power Member
O DLSS só morre quando deixar de ser necessário upscaling....
Tirando isso não há razão para morrer... Enquanto for nem que seja 1% melhor que as alternativas terá sempre alguém que irá dar uso ao DLSS da mesma forma que há sempre alguém que prefira gastar uns € extra e usar um monitor gsync... Dá mesma forma que há quem prefira gastar € numa placa de som dedicada só para ter uma melhoria em relação a onboards...

Ainda por mais qualquer placa nvidia que compres daqui para a frente terá suporte para DLSS.... Ou seja estará a disposiçao de qualquer utilizador nvidia que tenha uma RTX....porque haveria de morrer? Só se a nvidia o quiser matar... O que não me parece pois já investiu e continua a investir baste R&D no mesmo....tanto que o mesmo está cada vez melhor e mais fácilde implementar
 

nullus

Power Member
Mas o próprio gsync vai morrer, aliás assim como freesync. O que consta é que vai existir uma certificação VESA de adaptive sync, e é o processo natural. Convergência para um standard da industria e não de um fabricante em particular, o mesmo deverá acontecer em tecnologias de upsampling até porque não estou a ver um developer a ter que andar a estudar SDKs de fabricantes de gpus diferentes para implementar a tecnologia para os diversos dispositivos. Não faz sentido, terá de existir uma API para todos.
 

Ansatsu

Power Member
A implementação de DLSS e as outras soluções de Temporal Upscaling são muito similares em termos de implementação.

Logo quem colocar FSR 2.0, também coloca DLSS, pois são mais uns minutos que demora a implementar.
O inverso é igual.

O nosso mundo raramente converge tudo numa única solução.

Por exemplo, não era muito melhor haver apenas um Game Engine em que todos ajudavam o mesmo a evoluir? O que temos é dezenas e mais dezenas de game engines diferentes.
 

nullus

Power Member
O game engine cada um usa o que quiser, já a API geralmente é DirectX ou Vulkan. É disso que estamos aqui a falar, a implementação do DLSS e do FSR é tão similar que um jogo que já tenha DLSS demora umas semanas de desenvolvimento a implementar FSR. Se calhar não é tão similar assim e é tempo de desenvolvimento perdido pelo estudio que só se justifica quando o fabricante do hardware se chega à frente e os compensa por isso a não ser que efetivamente venha a existir algo que funcione em qualquer hardware, como é o caso do DirectX
 

_SkyWaLKeR_

Power Member
Por exemplo, não era muito melhor haver apenas um Game Engine em que todos ajudavam o mesmo a evoluir? O que temos é dezenas e mais dezenas de game engines diferentes.
olha isso estou eu farto de dizer... quando criam uma API nova, tipo um novo directx ou vulkan criavam juntamente um engine em que os estudios todos usassem e colaborassem para o mesmo... de certeza que evitava muitos bugs e poupava imenso tempo a desenvolver drivers para os fabricantes de placas graficas
 

Ansatsu

Power Member
O game engine cada um usa o que quiser, já a API geralmente é DirectX ou Vulkan. É disso que estamos aqui a falar, a implementação do DLSS e do FSR é tão similar que um jogo que já tenha DLSS demora umas semanas de desenvolvimento a implementar FSR. Se calhar não é tão similar assim e é tempo de desenvolvimento perdido pelo estudio que só se justifica quando o fabricante do hardware se chega à frente e os compensa por isso a não ser que efetivamente venha a existir algo que funcione em qualquer hardware, como é o caso do DirectX

Um jogo como o Deathloop, implementou o FSR 2.0, quando s vendas do jogo já estão feitas. Não é esse tempo perdido que lhe deve afetar assim tanto.

O Ghostwire Tokyo vem com DLSS, FSR 1.0 e o Super Resolution do Unreal Engine. Duvido que tenha sido tempo perdido para eles, caso contrário não o tinham feito.

Com os Game Engines a adotarem essas tecnologias, é praticamente uma questão de activar ou desativar, nada que lhes faça perder muito tempo.
 

ObscureAngel

I quit My Job for Folding
Teoricamente quem já tem DLSS, passar para FSR 2.0, é uma tardinha bem passada a portar (ou vice versa)
Quando o jogo não tem nenhuma solução temporal e sem motion vectors, então ai estamos a falar se calhar de uma semaninha ou mais.
Mas para muitos engines, já começa a ser default os devs terem este tipo de soluções, por isso, vai ser algo praticamente garantido.
 

PipocaGorda

Power Member
A nvidia tem estas tecnologias só para ela para poder expremer mais uns trocos nas placas gráficas. Também tem que ter retorno no investimento que faz. Depois é normal que se torne open source. Só não gosto é quando força os developers a implementar a tecnologia de forma a capar a concorrência, como aconteceu várias vezes no passado.
 

Freddo

Power Member
Fico tao contente com isto, mesmo tendo uma RTX. Que quando comprei o facto de suportar DLSS nunca pesou na decisão da compra. Comprar um gpu porque tem dlss? Ridículo.

Eu no ano passado estava na dúvida entre a AMD e a Nvidia para o meu upgrade , e umas das decisões que pesou para o lado da nvidia foi precisamente o DLSS. A custa disto tive uma excelente experiência com o RDR2, consegui excelentes framerates e um grafismo até agora sem igual. Também alguns jogos menos optimizados na altura do lançamento, como o Deathloop, aguentaram-se muito bem. Embora os jogos sejam poucos, posso dizer que sempre utilizei o quality mode para conseguir mais uns fps.

Isto para dizer que considero ser uma mais valia para jogos AAA e não só. Agora, para mim está a ficar claro que o DLSS não é futuro porque não é uma solução universal, requer hardware dedicado - e a solução universal está rapidamente a aproximar-se ao "suficientemente bom". Se tivesse que apostar, no próximo upgrade espero daqui a 2 ou 3 anos, o DLSS não vai ser um ponto a considerar.
 
Topo