1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Processador AMD ZEN3 (Ryzen 5000 series)

Discussão em 'Hardware - Novidades e Notícias' iniciada por Nemesis11, 4 de Outubro de 2019. (Respostas: 1849; Visualizações: 155426)

  1. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    THREAD para feedback dos utilizadores -> https://forum.zwame.pt/threads/amd-zen3-ryzen-5000-series-diario-de-bordo.1057118/


    Este core sai para o ano e começam a aparecer as primeiras informações, por isso, achei melhor criar uma thread à parte.

    Ainda não vi o video, mas li um resumo:
    [​IMG]

    [​IMG]

    Pelo que li:
    • 9 Dies. 8 Compute Dies + 1 IO Die.
    • 7 nm. Se percebo bem, não será 7 nm+.
    • Máximo 64 Cores.
    • Mesmos TDPs
    • SMT2 (Parece ser falso o rumor de SMT4).
    • Confirmação de usar Socket SP3, DDR4, Pci-Ex Gen4, etc.
    • Pelo menos 32 MB L3 (ou mais) unificados por cada Compute Die (Contra os actuais 16 MB X 2).
    • 1 CCX por die? CCXs de 8 cores? Pelo menos os slides parecem indicar isso.
    • Lançamento previsto para Q3 2020.
    • Genoa (Zen4) com novo Socket SP5. Nova memória (Provavelmente DDR5). Novas capacidades.
    Source:


    O Zen3 parece mais um Zen2+ a não ser que existam outras surpresas.
    A maior novidade parece ser as Dies com 1 CCX de 8 cores, apesar de não estar 100% confirmado.
     
    Última edição pelo moderador: 5 de Novembro de 2020
  2. LSeven

    LSeven I fold therefore I AM

    Pelo que se percebe vai usar o mesmo socket, optima noticia para quem apostou na plataforma. Com esta informação talvez tivesse apostado no 3600 ou mesmo num 2600 :).
     
  3. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Essa informação que o socket AM4 durar até o Zen3 é mais ou menos oficial desde o primeiro Zen.
    [​IMG]

    É verdade que por vezes as empresas mudam o roadmap a meio. :) Mas tudo indica que o socket AM4 será usado em 5 gerações de processadores. Bristol Ridge/Stoney Ridge (Bulldozer), Zen, Zen+, Zen2 e Zen3.
    Depois do Zen3 devem mudar de socket para suportar DDR5 e talvez outras features.
     
  4. LSeven

    LSeven I fold therefore I AM

    Esta ultima parte que me fez ter mais simpatia por AMD que por Intel, apesar de os meus ultimos 4 PC's terem sido Intel.

    Não existe nada mais fustrante que comprar um PC já com ideias de meter um CPU mais potente no futuro, e depois mudam de socket na geração seguinte.
     
  5. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Já agora, depois de ver o video, só há mais uma informação que passa:
    • O apresentador não estava muito entusiasmado com AVX 512 e que não vê grande vantagem. Dá ideia que o Zen3 não irá suportar AVX 512.
    O resto é o que está em cima. A não ser que existam outras novidades, este Zen3 parece mais um Zen2+. Pelo slide, até dá ideia que o Zen3 usará também 7 nm como o Zen2 e que 7 nm+ só para o Zen4, mas pode ser erro do slide.
    A grande vantagem será os CCXs de 8 cores, o que fará ter um CPU monolítico até 8 cores (Tirando a IO Die) e se usarem o mesmo core nos APUs, ter APUs até 8 cores em Desktops e Portáteis.
    Ao colocarem L3 32+ MB no slide, também há a possibilidade de a L3 por CCX ser maior que 32 MB.
     
  6. 2_kamikaze_2

    2_kamikaze_2 Power Member

    Na questão do avx512 é normal ... Quando as empresas ainda não suportam a tecnologia é sempre desvalorizada, PCIe 4.0 e Dxr são só os exemplos mais recentes, acho que podíamos ficar aqui o dia todo a dar exemplos
     
  7. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Esta apresentação é para o mercado HPC. Se há mercado onde AVX 512 será importante e suportado, é neste mercado.
    Além disso, AVX 512 não é assim tão recente. Saiu em 2016, apesar de estar em constante evolução.
     
  8. RiZoto

    RiZoto Power Member

    Se a AMD não abranda não sei com a intel se vai safar...intel está a ficar com a AMD nos tempos dos FX...
     
  9. SideWalker

    SideWalker Moderador
    Staff Member

    Nem de perto nem de longe.
     
  10. 2_kamikaze_2

    2_kamikaze_2 Power Member

    se quiseres ir pelo que diz no roadmap a intel em 2021 até vai estar ah frente da amd nos servers pelo menos até sair o substituto do milan, já vão estar a usar pcie 5 e ddr5
     
  11. Tecno Nerd

    Tecno Nerd Banido

    A questão do socket durar mais depende da perspectiva.

    Tenho um zen1, sendo 8/16 threads, talvez compense mudar apenas no zen3.
    Mas em 2020, vão começar a falar das ddr5 e da "next big thing".

    Conclusão:
    Mais vale trocar cpu e board, outra vez.
    Como sou gamer, as consolas vão ser amd 8 core, vai ser melhor do que zen1, certo porque 3.9GHz oc é pouco. Mas não acredito numa diferença gigante e mesmo que existisse os jogos vão usa-la day one? Hoje há jogos a puxar muito, muito pouco pelo cpu.
    Por isso, mais depressa mudo a gráfica em 2021. Um ano depois das consolas estarem no mercado.
    Aí os devs, com experiência nos novos kits de desenvolvimento vão começar a puxar pelo ray tracing etc...

    Mas, quando o zen3 passar de moda, e estiver ao preço que o zen1 está hoje, e se as consolas ainda tiverem uns 4 ou 5 anos pela frente, talvez compense o upgrade porque estamos a falar de um valor baixo e de um aumento bom no desempenho.
     
    Última edição: 5 de Outubro de 2019
  12. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Eu não percebo em que perspectiva manter o socket é mau para o cliente.

    Manter o socket dá flexibilidade ao cliente. O fabricante não te obriga a comprar um novo processador para o mesmo socket. A escolha fica do lado do cliente. Muito menos nova board. Isto é especialmente verdade quando não há justificações técnicas que levem a mudar de socket e mesmo aí o fabricante pode ter mais que uma plataforma no Mercado (Já aconteceu no passado).

    A AMD "conseguiu" manter o socket com duas arquitecturas completamente diferentes (Bulldozer e Zen), com 5 gerações de CPUs. Conseguiu passar de Pci-Ex Gen 3 para Gen 4 sem mudar de socket. Salta do máximo de Quad core (Bristol Ridge) para 16 cores no mesmo socket (Zen 2).
    Porquê? Porque houve planeamento, uma visão clara do futuro e, muito importante, porque precisavam de atrair novamente os clientes para os seus produtos, depois do desastre do Bulldozer.

    Não tenho nada contra a Intel e até acho que há justificações válidas para comprar Intel, mas na questão dos sockets têm sido terriveis.
    O Skylake consumidor já teve quantos sockets/chipsets com exactamente a mesma arquitectura? O Comet Lake (mais um Skylake) vai ter novamente novo socket/chipset. A Intel chega ao cumulo de manter o socket e com novo processador, obrigar a comprar nova board.
    Isto quando se percebe via hacks que não seria preciso mudar e numa altura em que o chipset tem uma importancia muito baixa e até já podia nem existir.
     
    Última edição: 6 de Outubro de 2019
  13. 0013

    0013 Power Member

    No meu caso é perfeito. Comprei o 1200 quando saiu, já a pensar que provavelmente mais tarde, quando houvesse necessidade, iria comprar um ryzen 5 ou 7 no mercado de usados.

    Provavelmente só faço upgrade lá para 2020 mas estou certo que não vou trocar board/rams nos próximos 5/6 anos pelo menos! Só isso é mais caro que o processador.

    Se na altura tivesse ido para o G4560... Estava agora limitado a quadcores
     
  14. Tecno Nerd

    Tecno Nerd Banido

    Não disse que era mau. É uma vantagem. Só que se calhar, não é uma vantagem tão grande assim.
    E meu caso é este:

    Sou gamer, já tenho um zen1 8/16threads. Não sou grande fã de shooters, simuladores de condução ou outros, e-sports.
    Os jogos que gosto, quase não usam cpu. Vou trocar a gráfica em 2021. Deixo estar o cpu. E, depois, será que vou querer um zen3, quando as ddr5 e a "next big thing" sair?

    Se o zen3, mesmo ultrapassado, for 50% mais rápido do que o meu zen1 em jogos, e custar o que custa hoje um zen1 se calhar é um upgrde barato.

    Do contrário, mais vale comprar novo cpu+board, na mesma. E aquilo que era uma vantagem acabou por não ser porque não a usei.
     
    Última edição: 6 de Outubro de 2019
  15. Chuiquinho

    Chuiquinho Power Member

    Acho que este processador tem funcionalidades interessantes capazes de competirem com os Itel equivalentes.

    Mas eu já há muito que deixei de usar AMD, era gamer e ainda sou um pouco gamer gostando de jogar uns jogos de vez em quanto, e em relação aos Intel ficava a perder com o AMD que tinha anos atrás.

    Mas a AMD teve uma evolução interessante por assim dizer mas mesmo assim a Intel continua a dominar em termos de perfomance.
     
  16. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Acabas de descrever a vantagem que tinha dito. A AMD dá-te a possibilidade de comprar um processador melhor, passado pouco ou muito tempo, para a mesma plataforma. Ou então não, quando a troca de socket for inevitável por questões técnicas.
    No caso do AM4, são 5 gerações de processadores suportados. Podes saltar de Stoney Bridge com 2 cores e single channel para um Zen3, que deverá ter uma versão de 16 cores, pelo menos.

    Na Intel, nos últimos anos, quando compras um novo processador, tens que obrigatoriamente comprar uma nova motherboard, mesmo que seja o mesmo socket e tecnicamente não tenha mudado quase nada.
    O efeito prático, pode ser a compra de nova plataforma tanto em Intel como AMD, mas em AMD, eles colocam a decisão do teu lado.
    Como disse, para o consumidor, manter o socket/plataforma, é sempre bom.
     
  17. Tecno Nerd

    Tecno Nerd Banido

    Ok, mas não disse que era mau, como disseste que eu disse. Eu disse e reafirmo - é uma vantagem que no final, na maioria das vezes não é usada porque há situações como por exemplo a evolução da norma da memória ram para ddr5 que faz as pessoas saltarem logo para cpu + mb novos.

    Agora concordo contigo, que a Intel segue uma má prática ao obrigar o cliente a comprar uma board nova a cada geração. E a Intel parece-me que cobra mais em royalties e afins...

    Traduzindo por miúdos, muitas vezes obrigam a pessoa a comprar uma mb nova só porque sim, sem necessidade real.

    No final das contas, o que vai contar para quem faz upgrades programados e não compra hw todos os anos, é o desempenho tanto de um lado como de outro porque prever como vai ser o mercado daqui a uns anos é complicado.

    Não sei dizer, se porei um zen3 ao preço da chuva (eles todos baixam para valores muito mais simpáticos), Ou se mudo logo tudo. Depende das finanças.

    Quando fiz este pc não tive sorte. Os cpus estavam caros, a ram pela hora da morte (agora está a metade do preço) e gpus também.

    De modo que, dar 150€ / 200€ por um cpu e ganhar mais 50% de performance uns anos mais tarde, parece barato e razoável.
     
  18. LSeven

    LSeven I fold therefore I AM

    Eu falo por mim, mas gosto de ter em aberto a possibilidade de upgrade. No teu caso após 3/4 anos poderes colocar um cpu novo é excelente,.

    Se for vantajoso podes sempre mudar a plataforma, mas é uma decisão tua.

    A AMD indicou logo que a plataforma ia se manter ate 2020, a Intel muda do nada quando lhe apetece.
     
  19. Roberto1973

    Roberto1973 Power Member

    eu ia era am4+ para futuro socket. o chipset x570 deve receber zen 2 e zen3 depois novo chipset e novo socket.
     
  20. Camões

    Camões Power Member

    Tens toda a razão e estou convencido que muita gente (como eu) só não faz upgrades mais frequentes aos CPU's porque o obrigam a mudar MB e muitas vezes memórias o que torna tudo demasiado caro para melhorar desempenhos de 10 ou 20%. A actitude da AMD para o consumidor é muito mais vantajosa, assim os conjuntos propostos consigam atingir os seus objectivos (do consumidor).