1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Apache OpenOffice 3.4, New Name, New Version

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Berde, 8 de Maio de 2012. (Respostas: 19; Visualizações: 1636)

  1. Berde

    Berde Power Member

    FONTE
     
  2. kukulcan

    kukulcan Power Member

    Porque é que a Apache não se entende com a The Document Foundation e: 1) Usam o código do libreoffice, 2) Usam o nome do open office, 3) Juntam os esforços.

    Para quê duplicar esforços agora?
     
  3. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    O passo dado pela Oracle foi depois de grande parte das pessoas que trabalhava no OpenOffice se ter fartado e ter criado o LibreOffice.

    Eu diria que isto já vem tarde.
     
  4. JPSartre

    JPSartre Power Member

    Também acho que isto já vem tarde. Embora o nome do LibreOffice ainda não esteja muito disseminado, quando comparado com o OpenOffice, já é um produto muito sólido. Muito mais sólido do que o OpenOffice alguma vez foi.
     
  5. Ketheriel

    Ketheriel Power Member

    Existem alguns problemas relativos a licenças, essa foi a principal questão porque a Oracle optou pela Apache Foundation, para que o código não caia na GPL devido a alguns produtos proprietários (ex: Lotus Notes/Symphony da IBM. Relativamente à Document Foundation eu acho que a prestação deles é algo dúvia, e os maiores problemas que afectavam o OpenOffice nunca foram resolvidos (ex: o caso da interface, e o Renascence morreu completamente). O Libre Office continua a ser um molho de tecnologias, algumas delas algo obsoletas... Continuo a acreditar que o futuro não passa por Office Suites deste tipo e passa pela Cloud.

    De qualquer forma, o principal problema é a questão das licenças e a posição da IBM; A IBM sempre foi uma das principais contribuidoras para o OpenOffice, pena que algumas questões politicas e algumas mentes fanáticas tenham dado origem ao fork. No entanto estou algo reticente em relação a este producto (Apache OpenOffice), mas a nível pessoal continuo a preferir o OO ao LibreOffice...

    Tens pelo menos 4 productos comerciais (de alto perfil) com base no OpenOffice e zero com base no LibreOffice... o que demonstra que o OpenOffice se calhar é algo depreciativo fazer tal afirmação.
     
    Última edição pelo moderador: 9 de Maio de 2012
  6. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Esses produtos comerciais não são anteriores ao fork?
     
  7. Gato Preto

    Gato Preto Moderador Felino
    Staff Member

    Sinceramente, só espero por um re-desing da interface, venha ela de onde vier. Vi há tempos uns mockups fantásticos, abrir o LibreOffice, no meu caso, até faz doer.

    http://clickortap.wordpress.com/
     
  8. wwwjunk

    wwwjunk Power Member

    Desde que não façam um interface como o do office da M$ tudo bem. Acho aquilo horrível.

    NÃO!!!!!!!!!!!!!!! Isso até pode ser útil em certas situações, mas: Como edito um documento sem ter net? Como faço para ter docs 100% privados e offline? Deixa de ser possível?
     
  9. Sparks

    Sparks Power Member

    M$ ? Isso é tão ano 2000...

    Aqui no trabalho, devido a falta de verba para licenças do Microsoft Office tivemos que meter o Open Office que desenrasca mas para o pessoal em geral é uma confusão do catano porque não estão habituados. E depois há aquelas incompatibilidades dos formatos, trazem um ficheiro feito em MSO 2007 com efeitos marados e dá barraca ao importar.

    O Libre Office ainda não experimentei.
     
  10. wwwjunk

    wwwjunk Power Member

    Não percebi. Estava a falar daquela interface azulada do Office 2010. Nunca me dei com tal coisa, não vejo lógica nenhuma naquilo.

    Uso o LibreOffice e gosto muito. Nunca me deixou mal. Há coisas que não são lá muito compatíveis entre Libre/OpenOffice e M$ Office, mas como só trabalho com coisas simples não tenho desses problemas.
     
  11. Ketheriel

    Ketheriel Power Member

    São, mas isso é irrelevante porque nenhuma empresa vai desenvolver productos comerciais por cima de licenças copyleft ;)

    São os teus requisitos, incontestáveis... certamente que existem muitos utilizadores com questões identicas... a parte do offline não deve ser critica, até porque actualmente tens apps do Google por exemplo para o GMAIL que te permitem trabalhar em modo offline, quando te ligas, ele envia os emails e actualiza as mailboxes... não creio que seria muito diferente.... No mundo actual qualquer base de dados decente suporta replicação, o principio da replicação pode ser utilizado para resolver a questão do online/offline... As questões de privacidade isso é outra questão...

    Enquanto que suspeito de serviços free, os pagos normalmente teem contractos diferentes, e se houver asneira pelo meio confio na lei. Em Janeiro a minha entidade patronal resolveu sem consulta dos funcionarios pagar o subsidio de alimentação através de um producto financeiro do BES (Cartão À la Carte)... Enquanto legalmente o podem fazer, o facto de terem subscrito um producto financeiro em meu nome sem o meu concentimento e terem aceitado alguns pontos tiranicos no contracto em meu nome.... a historia correu-lhes mal. Reportei à Comissão de Protecção de Dados, em menos de 2 meses já estava a ser instruido processo em tribunal contra a minha entidade patronal... Não me constituí assistente no processo, pelo que é uma ofensiva liderada pela Estado contra eles... A CNPD instruiu o processo a respeitar o anonimato solitado por mim, no entanto eu já fiz questão de informar o pessoal para quem trabalho que 'Deus perdoa, eu não' :)

    Acredita, se há coisa que ainda funciona em Portugal é a Comissão Nacional para a Protecção de Dados :)
     
    Última edição pelo moderador: 9 de Maio de 2012
  12. limoeirodobom

    limoeirodobom Banido

    Por mim, metam o nome que quiserem . EU uso o Office que der melhor resultado para o Word. Seja Libre, Apache, Lotus, Abi venham eles eheh :P
     
  13. wwwjunk

    wwwjunk Power Member

    Não uso serviços da Google ;)

    Quanto à privacidade e protecção de dados, confio nas minhas capacidades para proteger o que é meu. Continuo a não querer nada de serviços cloud e docs fora das minhas máquinas (a não ser que o faça por livre vontade). Mas isto sou eu... Haverá pessoal que não concorda com isto.

    Uma comparação com isto é o serviço Zon fibra. Tenho desde ontem e provavelmente não vai chegar ao fim de semana. Não tenho acesso de admin ao router e eles têm acesso remoto..... Sem comentários....

    ONTOPIC:
    Isto do Apache OpenOffice, mudou o nome e ficou tudo igual? É que a ver pelo site deles parece.... A grande diferença que vi é que não tem português.
     
  14. Ketheriel

    Ketheriel Power Member

    Desconheço a ZON, mas enquanto cliente do MEO também não tive acesso à password de 'administrator'... Foi um dump da ROM e lá achei as credenciais do 'administrator' assim como outros utilizadores ainda com mais privilegios que o 'administrator'. Presumo que com a ZON seja um caso semelhante, e por esta altura a password já deve andar a circular pela net ha tempo. De qualquer forma se fizeres dump da ROM pode ser que encontres outras surpresas :)

    O facto de não vir em português nao implica que não tenhas suporte para Portugues... Mas esta release tras bastantes fixes e tirando as tralhas OOXML tem praticamente tudo o que o Libre tem, na prática a diferenciação entre o Apache e o Libre resume-se ao suporte para as tretas da microsoft...
     
  15. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    @Ketheriel:

    Usa o multi-quote sff.

    Onde eu queria chegar era à parte que é natural que isso aconteça porque o Libre é mais recente. E a ideia que tenho é que quem levava o OpenOffice para a frente passou a desenvolver para o Libre. Veremos a evolução.
     
  16. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    http://people.gnome.org/~michael/images/2012-04-25-ooo-comparison.png

    Acho que diz bem como estão as coisas.
    Sendo que os dois projectos têm a mesma base e parecem-me ter os mesmos objectivos, espero que mais tarde ou mais cedo, se juntem. Mais uma vez, a Oracle mal tratou um projecto open source.

    Vou continuar a correr o MS Office no Wine.
     
  17. Ketheriel

    Ketheriel Power Member

    Não queres tú dizer IBM em vez de Oracle? Mas já agora porque é que a Oracle tratou mal o projecto?
     
  18. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    De facto o problema já vinha do tempo da Sun. Já é desse tempo o Go-OO da Novell.
    A Oracle agravou mais a situação. Decidiu ter uma posição inflexivel. Depois do fork, ainda teve a oportunidade de se juntar ao LibreOffice, o que foi recusado.
    A meu ver, "oferecer" o OpenOffice à fundação Apache, foi um presente envenenado.
    Quanto à IBM, pode-se juntar no mesmo saco.

    No meio disto tudo, houve entrevistas e acusações bem tristes, que a meu ver só tiram credibilidade aos dois projectos.
     
  19. Arucard1983

    Arucard1983 Power Member

    A grande falha do OpenOffice/LibreOffice é o mau suporte para os formatos XML do Office 2007/2010 do qual gravam incorrectamente ou não suportam de todo a maioria da formatação destes ficheiros. E o mais caricato é que até os Offices para Android já possuem melhor suporte para o formato MSXML que o próprio OO/LO, especialmente o Kingsoft Office Free ou o Polaris Office que apesar de serem um pouco básicos já salvam e editam ficheiros do Word 2010 com gráficos e tabelas sem erros !!! :confused:
     
  20. Ketheriel

    Ketheriel Power Member

    O que o GO-OO introduzia era melhor compatitbilidade com a tecnologia da Microsoft; A Novell e a Microsoft eram parceiras, outros vendors corriam o risco de serem processados... As distros linux também não entregavam OO puro, entregavam com os patches do GO-OO que passavam por aprovação legal por causa de violação de patentes e afins...

    Se isto se verifica/ou então é um problema de cariz legal...

    Alguém pediu que a Oracle entregasse o projecto à comunidade?

    - A Oracle entrega o projecto à comunidade, mas:
    + Assegura que o mesmo fique com uma comunidade com fortes raízes no segmento empresarial;
    + Uma comunidade que alberga os principais projectos em torno do Java (do qual a Oracle tem a propriedade intelectual e trademarks);
    + Que oferece uma licença mais permissiva que a GPL, a ASL (Apache Software License) 2;

    Qual é o problema ? O pessoal abandonou em força? Vê por ti mesmo... penso que foi o Meeks que publicou uma lista com mais de 200 nomes que abandonaram o OO para o LO... nessas centenas de nomes, apenas 3 core developers, o resto era maioritariamente pessoal de marketing, tradutores, etc...

    Repara o OO é muito utilizado devido a componentes que são externos ao projecto e mantidos em 'bundles', etc.. Como é o caso das extensões, todas as variantes foram e continuam a ser compativeis com as mesmas. Eu mudo para Libre Office quando a TDF conseguir erradicar com o java do LO ;)


    Nada disso, questões puramente legais: GPL2/3 vs ASL 2.0, e curiosamente a mais permissiva é a ASL 2.0.


    São os meninos mimados da TDF ;)
     

Partilhar esta Página