1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Análise Apple Mac mini + LED Cinema Display

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por shello, 11 de Abril de 2009. (Respostas: 27; Visualizações: 11026)

  1. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    [​IMG]

    Esta é uma análise ao conjunto Apple Mac mini (versão de 2009) e LED Cinema Display.
    É no entanto uma review ao hardware e ao seu desempenho, não incidindo muito no software que é fornecido com a máquina, pois é o software fornecido pela Apple em todos os Mac.


    Apple LED Cinema Display

    [​IMG]

    O LED Cinema Display é o mais recente ecrã da Apple. É um painel TFT de 24 polegadas (diagonal, aproximadamente 601mm). Suporta uma resolução máxima (e recomendada) de 1920 × 1200 pixel, sendo assim capaz de Full-HD.
    A retro-iluminação é de tecnologia LED-backlit, o que torna a imagem mostrada por estes ecrãs com cores altamente vivas.
    O tempo de resposta é de 14ms e tem um contraste de 1000:1.

    [​IMG] [​IMG]

    Este ecrã possui também uma câmera integrada (iSight), microfone (situado no topo do ecrã) e altifalantes (situados na parte de baixo).

    [​IMG]

    Na parte de trás (toda em alumínio) existem três portas USB 2.0 adicionais. Existe um conector para energia eléctrica, e uma saída de três cabos: Mini DisplayPort, USB 2.0 e MagSafe.

    [​IMG]

    O cabo USB neste monitor é usado não só como extensão do hub USB (as três portas atrás), como também para enviar o som do microfone e a imagem da iSight e receber som para as colunas integradas.
    O MagSafe, o conector de excelência da Apple utilizado em toda a gama de portáteis é uma das maiores chaves deste ecrã (é assim que ele é anunciado). É possível usar esta ligação para alimentar o portátil. Esta ligação assemelha-se bastante á que é utilizada no MacBook Air pois o cabo liga à ficha de lado.
    O Mini DisplayPort é a interface utilizada nas últimas revisões de todos os equipamentos da Apple, do MacBook ao Mac Pro, passando pelo Mac mini (a ser falado mais à frente).
    Torna-se assim bastante cómodo utilizar o LED Cinema Display como ecrã secundário — ou mesmo primário — com um MacBook ou MacBook Pro.

    A imagem que o ecrã mostra é, sem dúvida, de uma enorme qualidade. A tecnologia LED-backlit é certamente um dos pontos chave para as cores tão brilhantes, mas a qualidade das cores no painel é por si estonteante.
    O ecrã é de vidro, e ao estar desligado reflecte o que estiver à sua frente. Porém, ao estar ligado, é pouco provavel que se veja algum reflexo quando visto de frente. O brilho aniquila qualquer reflexo visível no vidro.

    Os altifalantes presentes não são porém tão brilhantes. O som que é emitido é razoável, mas não é de esperar a qualidade fenomenal de uns altifalantes externos.
    Os baixos são bastante abafados, o que é péssimo sinal para ouvir alguns géneros de música. No entanto é possível utilizar estes para um uso casual. São bons substitutos para uns altifalantes externos de custo moderado, mas não mais que isso.

    A iSight presente assemelha-se às que a Apple usa no resto dos equipamentos, capturando imagens de 640 × 480 pixel. Mesmo estando bastante alta, capta a imagem ao nível que era esperado — ligeiramente para baixo, assumindo que o utilizador tem a visão ao nível do centro do ecrã de forma a ficar centrado verticalmente na imagem capturada.

    Apesar de não ser referido nas especificações técnicas da página do produto, o microfone parece ser omnidirecional, significando isto que é captado som emitido a partir de qualquer direcção.


    Apple Mac mini

    [​IMG]

    O Mac mini (Macmini3,1) usado nesta review é o modelo de base com 4GB de RAM (originalmente teria apenas 1GB de RAM).
    Possui um processador Intel Core2Duo a 2GHz com 3MB de cache L2. A velocidade do frontside-bus é de 1.07GHz. Tal como já foi dito, possui 4GB de RAM (2 módulos de 2GB) DDR3 a 1067MHz. A placa gráfica incluída é a mesma que a Apple utiliza actualmente na gama MacBook, a NVidia 9400M (256MB). Possui uma placa wireless compatível com a norma 802.11n-draft e também uma placa bluetooth. O disco incluído neste Mac mini é um disco de 120GB, SATA (3Gbps) de 5400rpm.
    É de estranhar que ao existirem discos de 2.5" a 7200rpm a Apple não tenha decidido optar por esta opção num desktop. Gastam mais energia, é certo, mas o consumo neste tipo de dispositivos que não dependem de uma bateria deveria ser um mal menor — mesmo tendo em consideração que a Apple tem dado bastante importância ultimamente ao impacto ambiental dos materiais e consumos energéticos. Na minha opinião a utilização de um disco de 7200rpm neste caso poderia ser bastante benéfico em utilizações de disco intensivas.

    [​IMG]

    Na parte traseira do Mac mini é possível ver-se (da esquerda para a direita):
    • Botão de ligar/desligar;
    • (Aberturas para ventoinhas);
    • Ranhura para cadeado Kensington;
    • Entrada de audio;
    • Saída de audio;
    • Alimentação;
    • Porta Ethernet Gigabit;
    • Porta FireWire 800;
    • Mini-DVI;
    • Mini DisplayPort;
    • 5 portas USB 2.0;

    [​IMG]

    A porta de alimentação liga a um brick (transformador). É pouco típico para produtos da Apple trazer um transformador do tamanho do que acompanha o Mac mini, visto que o hardware deste é não mais que o típico para um portátil (mas dentro de uma caixa). Em comparação com os bricks que acompanham a linha de portáteis da Apple este tem um tamanho bastante maior — a razão para isto é-me desconhecida.

    [​IMG]

    É também lamentável que o conector utilizado para a alimentação eléctrica não seja o patenteado MagSafe. Se fosse assim seria possível utilizar os três cabos que o LED Cinema Display fornece para ligar USB (com audio), video e alimentação. Porém, apenas os dois primeiros são utilizáveis com o Mac mini, deixado o último sem qualquer uso. Desta forma evitava-se a utilização do enorme transformador e poupava-se uma tomada eléctrica. No entanto, não excluo que possam haver limitações técnicas para isto não ter acontecido.

    [​IMG]

    É incluído no pacote do Mac mini também um adaptador de Mini-DVI para DVI. Fiquei algo surpreso ao início com este adaptador no fundo da caixa pois ultimamente a Apple não tem fornecido os adaptadores com os produtos. No entanto, compreendo que a falta deste seria um grande entrave à utilização do Mac mini out-of-the-box sem um monitor que suportasse Mini-DVI (os que suportam são uma raridade no mercado).

    Na parte da frente do Mac mini apenas existe a entrada da SuperDrive (regravador de CD/DVD) e a luz de power/sleep.
    A drive tem o mesmo mecanismo que os MacBook mas com uma pequena surpresa — não faz um barulho tão alto ao puxar/ejectar os discos. Ainda se ouve um pequeno barulho, mas é consideravelmente menos assustador.
    Uma nota quanto à ejecção dos discos: Ao contrário do que acontece com outras drives, o disco não sai o suficiente para poder ser agarrado pelo furo central. É um pequeno detalhe que faz alguma confusão ao início.

    Todo o corpo lateral é em alumínio, que dá um aspecto bastante robusto ao produto.
    O topo é feito de plástico. A base é toda ela um material anti deslizante, o que é sempre positivo.

    [​IMG]

    É agradável ver que a a documentação enviada com o Mac mini está em Português.


    Software

    [​IMG]

    Tal como dito na introdução, o software é o já standard Mac OS X 10.5 Leopard (vinha actualizado com a versão mais recente à data da análise, 10.5.6). É acompanhado de uma versão completa do iLife'09 e de uma versão de teste de 30 dias do iWork'09 — ambos necessitavam de actualização.


    Desempenho

    Foram feitos alguns testes de desempenho ao Mac mini, tanto por software de benchmark como breves testes de utilização real.
    Sempre que existirem comparações com outro sistema, o mesmo é um MacBook Pro (mid 2007) 2.2GHz (4MB cache L2), FSB a 800MHz, com 4GB de RAM, disco de 120GB 5400rpm SATA (1.5Gbps) e uma gráfica NVidia GeForce 8600M GT (128MB).

    Para benchmark intensivo foram utilizadas 3 aplicações: Xbench, iBench e Cinebench.
    Os dois primeiros fazem benchmark a CPU e memória. O XBench faz ainda alguns teste básicos a gráficos. O Cinebench trata da performance em OpenGL e Rendering de 3D no CPU.

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    No final, consegue-se ver que em comparação com o MacBook Pro, apenas em testes com recurso gráfico e CPU o MacMini é mais fraco.

    [​IMG]

    No gráfico final o Xbench apresenta os resultados gerais e um resultado final bastante positivo para o Mac mini.


    O iBench consiste numa série de testes de execução no CPU, o que vem enfatizar a vantagem do MacBook Pro.
    Estes testes incluem "Gaussian Blur", compressão de JPEG, detecção de contornos, hashing MD5, compressão ZIP, oredenações, calculo de números primos, factorização de inteiros, entre outros testes.
    O resultado é o speedup com base num Mac base (que tem resultado 1,00).

    [​IMG]


    Foi também utilizado o Cinebench R10 para executar testes a nível gráfico. Estes voltam a marcar a ligeira vantagem de CPU e Placa Gráfica do MacBook Pro.

    [​IMG]


    Nos testes de utilização real, foram usadas 3 aplicações: Adobe Photoshop CS 4 Extended (trial) para teste de edição de imagem (tempo para determinadas operações); Handbrake (para transcoding de video); e Max (para transcoding de audio).

    Adobe Photoshop CS4 Extended: Este teste consistiu na aplicação de um conjunto de operações a cinco imagens diferentes. O tempo de cada operação é somado para obter o tempo total de cada conjunto de operações numa determinada imagem.
    Os detalhes deste teste podem ser vistos no Google Spreadsheets.

    [​IMG]


    Max: Foi feito o transcode de Apple Lossless para MP3 de 6 músicas.

    [​IMG]


    Handbrake: Utilizando a curta metragem Big Buck Bunny em 1080p (codec H.264) foi feito o transcoding para o preset "Apple iPhone / iPod Touch" incluído com o software.

    [​IMG]


    Há que fazer algumas notas aparte dos testes que foram feitos.

    [​IMG]

    Durante a reprodução do "Big Buck Bunny" em QuickTime a reprodução não era totalmente "limpa", por vezes notavam-se drop frames durante a reprodução. As mesmas foram notadas com mais intensidade quando o Adobe Photoshop estava a ser executado ao mesmo tempo que o vídeo — porém estas últimas eram esperadas.
    De resto, todo o desempenho do sistema revela-se rápido e estável.


    Conclusão

    Este é um casamento quase perfeito entre dois produtos. Existem algumas pequenas incompatibilidades que foram descritas durante esta análise, mas no geral os dois em comum conseguem prover uma óptima experiência.

    Ao preço reduzido a que o Mac mini é vendido (quando comprado com os outros desktops da mesma marca — iMac e Mac Pro) este parece ter um optimo rácio qualidade/preço para quem já tem um ecrã. É pequeno e o consumo de energia é baixo, conseguindo assim cumprir os requisitos a que é proposto.

    O LED Cinema Display é no entanto, com o seu preço elevado, um pouco proibitivo para quem apenas necessita de um ecrã (mesmo que maior) e não necessita de um bom detalhe de imagem. Reitero que é um óptimo ecrã para quem necessita de trabalhar com cor. Por outro lado as facilidades que este dá quando ligado a outros produtos da Apple — nomeadamente os MacBook / MacBook Pro e o Mac mini — são evidentes.


    Agradecimento

    A ZWAME agradece à lojamac.com pela disponibilidade do material par teste.

    Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.​
     
    Última edição pelo moderador: 4 de Maio de 2009
  2. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    Pedia que comentassem neste tópico apenas detalhes sobre a análise.

    Para comentar os produtos por favor utilizem os tópicos próprios:

    Mac mini
    LED Cinema Display

    Obrigado :)
     
  3. Jota.Ce

    Jota.Ce Power Member

    Muito bom artigo, a focar todos os pontos relevantes! Só acho é que poderias ter colocado o PVP dos produtos logo no início, ao invés de ter de os verificar no site.
     
  4. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Ainda não li o artigo (vou ler), mas estando os dois a usar discos de portáteis, acho muito estranho a diferença nos benchmarks de disco. :confused:

    Não vejo razão para diferenças tão grandes.
     
  5. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Segundo o Mysystem do shello, ele tb tem um disco de 120 GB.

    2 coisas
    -> Single plate VS Dual Plate... Para confirmar, só tirando o disco do mac mini e ver specs.
    -> Chipsets

    Não vejo nenhum entrave a não ser o facto de desligamento acidental = PC abaixo, mas bastava ter uma trava para fixar a ficha e mesmo num puxao acidental não soltava-se.

    Esse transformador é mesmo um bajolo... Para algo com um consumo tão baixo (até seria mais baixo que um laptop, por não ter ecran)
     
    Última edição: 11 de Abril de 2009
  6. Skyflier

    Skyflier Power Member

    Eu não compreendo o porquê de o Mac Mini ser superior nos testes de CPU a um Macbook Pro. Eu não sei qual é o hardware do Macbook Pro usado nos benchmarks mas eu fico surpreendido por esse desempenho um pouco superior.
     
  7. sigul

    sigul Power Member

    Não é em CPU se reparares bem ;) É essencialmente em memória e se o Shello usou o seu macbook pro para a comparação é DDR2 667MHz Vs DDR3 800MHz :P
     
  8. Drekas

    Drekas [email protected] Member

    Boa review shello.
    Fiquei com vontade de tirar o mono de PC que aqui tenho e comprar umas coisinhas dessas, ( Mac e Display ) :p
     
  9. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    Tal como disseste bastava ter um "lock" para evitar esses acidentes, ou mesmo uma ficha um pouco mais longa que ficasse parcialmente dentro da estrutura. São ideias.

    (sublinhado meu)
    Coloquei essa informação antes ds benchmarks (sim, estã metida no "meio do texto" :p):
    De resto o sigul já respondeu.
     
  10. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    ddr3 1066 ;)


    e não se esqueçam do bus de 1066 vs 800 ;)

    logo é totalmente natural que o mac mini se safe melhor em benchs de largura de banda.
     
  11. flybikes

    flybikes Banido

    A nivel de construção o cinema display continua-me a parecer uma versão muito pobre dos monitores da HP, a todos os niveis.

    A qualidade de imagem deve sobressair...mas fica no ar a dúvida, se é o bastante para haver tal diferença no preço.
     
  12. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    Antes que comecem...

    ... façam-me esse favor :)
     
  13. sigul

    sigul Power Member

    Sempre pensei que a memória nos portáteis ficasse pelos 800 :rolleyes:
    My bad :P
     
  14. diogovans

    diogovans To fold or to FOLD?

    "Durante a reprodução do "Big Buck Bunny" em QuickTime a reprodução não era totalmente "limpa". Por vezes notavam-se algumas falhas de reprodução"

    Não era totalmente limpa como?
     
  15. s e 7 e n

    s e 7 e n Power Member

    Acho que ele se está a referir a drop-frames.
    Também temos que ver que o decode de H.264 ainda não é feito pela gráfica. Pelo que se diz só no Snow Leopard, como o novo QuickTime X é que vamos ter o decode feito pela gráfica.
    Até lá terá que ser o CPU a fazer o trabalho...
     
  16. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    Exactamente o que o s e 7 e n diz. Não arranjei melhor forma de descrever.

    Vou corrigir na review. Thanks :D
     
  17. JPCarvalhinho

    JPCarvalhinho Colaborador
    Staff Member

    Boa review... Congrats :)

    Quanto ao brick...é o único equipamento que usa este tipo de transformador e conector já que todos os outros equipamentos desktop têm espaço interior para a arrumação dos respectivos... e os portáteis têm a parte electrica da bateria.


    Do ponto de vista prático, para a vida em escritório a utilidade de uma magsafe num desktop é duvidosa, e até perigosa, já que, caso não se lembrem, este computador não tem bateria, e a opção por uma "tranca de segurança" só viria a complicar o processo de fabrico... e haveria sempre alguém que se esqueceria da dita tranca e acusaria a Apple de perder o seu trabalho porque mexeu a cadeira e puxou o fio de baixo da mesa...

    Como não há alternativas melhores... a Apple vai deixando ficar.
     
  18. pedrosimoes

    pedrosimoes 1st Folding then Sex

    Muito bom Sello. Uma pergunta estupida. :P O macbook pro que está ao lado que SO tem instalado? Nao vejo la nenhuma dock! LOL pela cor parece Ubuntu. É isso? :x2:

    Cumps
     
  19. NotoriousXavi

    NotoriousXavi Power Member

    Parece ser uma combinação fantástica, quer em termos de funcionalidade quer em termos da própria imagem.

    Uma pergunta de quem não percebe nada disto: o ecrã faz full HD mas se tiveres o filme no mac mini consegues fazer a ponte e aproveitar ao máximo? Pergunto isto por causa da história do hdmi que esse monitor penso não ter.
     
  20. sigul

    sigul Power Member

    Tem uma janela de msn:mac aberta, logo é Mac OS. Pode ter a dock de lado ou então certas aplicações conseguem usar a totalidade do ecrã, escondendo a dock ;)
     

Partilhar esta Página