1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Apple Q1'06 Results

Discussão em 'Apple Geral' iniciada por blastarr, 20 de Abril de 2006. (Respostas: 7; Visualizações: 688)

  1. blastarr

    blastarr Power Member

    A Apple apresentou os resultados trimestrais, mais uma vez dando a ideia de que é um fenómeno de crescimento na indústria, etc e tal.
    Mas, apesar de toda a publicidade gratuita que a imprensa (onde há muita gente com Mac's) lhes dá, o mundo real conta outra história:

    - quota de mercado na América: 3.5% (menos 0.1% do que há um ano)
    - quota de mercado mundial: 2.3%

    http://news.com.com/PC+shipments+up,+but+Dell+loses+ground/2100-1003_3-6062973.html?tag=nefd.top

    http://news.com.com/iPod+sales+drive+Apple+earnings/2100-1047_3-6062917.html

    Quem tem ganho mais quota tem sido a HP, a Lenovo e a Acer (nºs 2, 3 e 4 mundiais, respectivamente), enquanto a Dell (nº 1 mundial) teve um ligeiro recuo para 16.5% do mercado mundial (29.8% na américa).



    Ou seja, tal como se dizia há uns meses, nem o lançamento dos Apple x86 ajudou.
    Cada vez se vendem menos computadores Macintosh, e a Apple cada vez está mais dependente do binómio iPod/iTunes.
     
  2. kidloco

    kidloco Power Member

    Faço parte de uma minoria :D Tal como eu gosto :p
     
  3. ajax

    ajax Banido

    50% dos novos Mac foram vendidos a pessoas que se estreiam no mundo Mac. Para mim este é o dado mais significativo. Se a tendência se mantiver uma quota de 5 a 10% está nos horizontes da Apple. E é muito, na minha opinião. Quanto ao fazer parte de uma minoria, não me preocupa desde que esteja do lado do que é bom. Também não me importo de um dia passar a pertencer à minoria das pessoas que tem Porsches.

    Onde é que estão os profectas que disseram que com a transição a Apple afundava-se?
    As vendas mantêm-se, apesar da mudança.
     
  4. [N]

    [N] Power Member

    ainda é muita cedo para avaliar se foi bom ou foi mau a transição. Quanto aos resultados são relativos ao mundo dos computadores certo?
     
  5. JPCarvalhinho

    JPCarvalhinho Colaborador
    Staff Member

    Sim, em termos absolutos repara-se num aumento muito forte no número de vendas... o "problema" é que todo o mercado subiu, logo em termos relativos a Apple perdeu quota de mercado, o que é engraçado é que o boom tem sido motivado por um crescimento nos portáteis (normalmente escolha para um segundo pc)...
    mas Blastarr... o que é que preferes? aumentar quota de mercado (que pode ser por uma quebra generalizada do mercado) ou aumentar o número absoluto de computadores vendidos? :)

    Se a Apple fosse minha... não me preocupava nada com a quota de mercado...mas sim com a quantidade de €€ que eu tinha feito a mais... o facto de ter mantido a quota de mercado (quebra de 0.1 não é quebra) apenas se pode dizer que acompanhou toda a tendência de mercado, o que é muito bom, face às marcas que caíram, e face ao valor global de 13,7 % não acho que seja um mau indicador!!!...

    E não te esqueças que o MAcbook Pro só começou a ser entregue em Março, e como tal muitos compradores de portáteis MAC ficaram à espera do seu lançamento...além dos atrasos por falta de quantidade que têm ocorrido em quase toda a linha Mac... só isto define bem o crescimento que eles têm tido...
     
    Última edição: 20 de Abril de 2006
  6. johncool

    johncool Power Member

    Nem mais [PT]latrine... é isso mesmo. Mas claro, cheira-me que o nosso "convidado" aka blastarr vai contra-argumentar.

    Mas é isso mesmo que faz uma boa discussão, não é verdade? ;)
     
  7. blastarr

    blastarr Power Member

    Eu, se fosse gestor da Apple, preferia que o Ipod, apesar das vendas saudáveis, não tivesse tanto peso nas contas finais.
    Afinal a Apple é uma empresa de CE, como a Sony, ou uma empresa de Computadores ?
    Estamos a falar de um aparelho sujeito a imensas pressões, quer da indústria de música (que deseja aumentar os lucros cobrando mais pelas músicas no iTunes), quer dos outros fabricantes (telemóveis, consolas portáteis, etc, tudo isso está também a crescer, e se alguém se lembrar de alguma coisa que tenha sucesso, a Apple fica à deriva).
    E não esquecer os processos anti-trust que, caso consigam abrir o DRM do iTunes, acabam com a exclusividade do iPod.


    Eles estão na esteira do crescimento da indústria, que, segundo os últimos dados, vendeu mais 13.1% de PC's do que há um ano atrás.
    Ora, se num momento de tão grande crescimento, a Apple até perdeu quota de mercado, algo vai mal.
    E se a indústria tiver outro slump, como o de há um ano atrás ?
    A verdade é que o iMac é o motor das vendas de computadores na Apple, não os laptops, pelo que o MacBook Pro não tem tanta relevância na queda de vendas (e este também pode sofrer com o efeito de "espera" pelas versões com Intel "Merom" e Macbook non-pro, aínda este ano).


    Uma boa ideia, que já foi sugerida por vários analistas, seria associar a marca iPod mais fortemente aos computadores Apple.
    Num estudo recente, muitos dos users de iPod nem fazem a ligação da Apple à brand-name "iPod", pois o "grosso" (de longe) do mercado de compradores do mesmo usa PC's com Windows, não Mac's:
    http://www.macnn.com/articles/06/04/03/apple.bucks.trust.erosion/
     
  8. JPCarvalhinho

    JPCarvalhinho Colaborador
    Staff Member

    Aí dou-te razão... em parte... provavelmente se vires as coisas ao contrário e já que 13% de crescimento nas vendas numa altura em que os compradores mac estão numa fase de wait and see parece que não te chega, diria que o que a empresa precisa mesmo é diversificação, e usar a marca IPOD para entrar no mercado do CE com uma forte ligação à informática... por exemplo:

    IPOD video (móvel)
    IPOD "Leitor de DVD" ou video fixo
    IPOD MEdia CEnter com todas as capacidades...
    IPOD Home appliances server/front end para domótica...

    Isto tudo com um Apple computer por detrás a fazer de servidor... quer seja um macbook de consumo, quer seja com um MacPRo ou mesmo com um MAc Server G5... já que o mercado que eles quereriam não seria bem aquele em que eu e tu estamos inseridos...


    OU seja.. o IPOD deve mesmo ser o mais importante no teu futuro... e quanto ao DRM, será mais fácil a Apple fechar a loja itunes music store francesa do que abrir o DRM... não te esqueças que apesar da maioria das vendas de música online serem realizadas na ITUNEs, não é na Europa mas sim nos EUA que estão o grosso das vendas... e lá podes ter a certeza que os Lobbies vão estar do lado da apple no que toca a protecções...
     

Partilhar esta Página