1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Artigo Aquisição de computadores e outros equipamentos informáticos (art. 64.º, n.º 1, do EB

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por a.rosario, 13 de Março de 2007. (Respostas: 82; Visualizações: 31099)

  1. a.rosario

    a.rosario Power Member

    Não sei se será o sitio indicado para colocar este post, mas sei que o assunto é pertinente:

    Na declaração de IRS, no anexo H,quadro 7 (deduções à colecta) e no campo 708, deve ser mencionada o montante dispendido.
    Algumas explicações sobre este tema:
    Código de Benefício 708 -
    Importâncias despendidas com a aquisição de computadores de uso pessoal, modems, placas RDIS e aparelhos de terminal
    Os montantes utilizados com a aquisição de computadores de uso pessoal, incluindo software e aparelhos de terminal, podem ser deduzidos à colecta do IRS, dedução que só é aplicável uma vez durante os anos de 2006 a 2008, nos termos do n.º 1 e nas condições do n.º 2 do art. 64.º do EBF.
    DECLARAÇÕES DE 2006 a 2008
    São dedutíveis à colecta do IRS, até à sua concorrência, após as deduções referidas no n.º 1 do artigo 78.º e no art. 88.º do Código do IRS, 50% dos montantes despendidos com a aquisição de computadores de uso pessoal, incluindo software e aparelhos de terminal, até ao limite de 250€ (n.º 1 do art. 64.º do EBF).
    Esta dedução é aplicável uma vez durante os anos de 2006 a 2008 e fica dependente da verificação das seguintes condições:
    Que a taxa normal aplicável ao sujeito passivo seja inferior a 42% (alínea a) do n.º 2 do art. 64.º do EBF);
    Que o equipamento tenha sido adquirido em estado de novo (alínea b) do n.º 2 do art. 64.º do EBF);
    Que o sujeito passivo ou qualquer membro do seu agregado familiar frequente qualquer nível de ensino (alínea c) do n.º 2 do art. 64.º do EBF);
    Que a factura de aquisição contenha o número de identificação fiscal do adquirente e a menção “uso pessoal” (alínea d) do n.º 2 do art. 64.º do EBF).
    Para que haja lugar à dedução os equipamentos não podem ser afectos ao uso profissional (n.º 3 do art. 64.º do EBF).
    Para efeitos do cálculo da dedução prevista no artigo 64.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais, a efectuar no ano de 2006, são também consideradas as aquisições dos bens aí referidos realizadas durante o mês de Dezembro de 2005.
     
  2. luikki

    luikki Power Member

    é o "pessoal" já sabe mas é sempre bom lembrar...
    por outro lado a medida, mascarada de muito bondosa, é uma falácia! 250 € de dedução não é nada!
     
  3. ahramis

    ahramis Power Member

    Parabéns!

    Muito útil esta declaração ... basta ler!

    Obg.
     
  4. dYpPer

    dYpPer Power Member

    hmm tenho uma duvida estupida sobre este artigo...
    se eu por exemplo comprar um processador ... uma board.. uma grafica... por exemplo (assim os componentes em separado para adiccionar a outros k ja tenho em casa (fazer um upgrade) ) é dedutível no IRS? ou necessita obrigatoriamente de ser comprado um computador "completo" montado numa loja ? :\ (n me batam) **
     
  5. brunobski

    brunobski Power Member

    Claro que só se tiveres o PC completo!
    Na factura não podem constar peças mas sim um PC !
     
  6. Romani48

    Romani48 Power Member

    Porque sera? penso que se na factura consta-se os componentes essenciais ao funcionamento de um PC, este ja deveria ser dedutivel no IRS..
     
  7. Square One

    Square One Power Member

    isso nao é verdade... informa-te melhor
     
  8. dYpPer

    dYpPer Power Member

    yap ja perguntei em 2 lojas.. e dizem as duas k mm comprando so alguns componentes k dá pa por no IRS! inda bem ^^ *
     
  9. Romani48

    Romani48 Power Member

    Falei noutro dia com os meus pais, e neste pc eles puseram as cenas no IRS na boa..
     
  10. darkbullet

    darkbullet Power Member

    não somos nós cá em casa que preenchemos a papelada, é um senhor amigo que é contabilista, eu sempre mando todas as faturas (monitor, grafica, placa de som) e ele nunca se queixou a dizer que não dá por isso...
     
  11. llclg3

    llclg3 Power Member

    eu comprei uma placa gráfica 6600 GT no ano passado e declareia no I.R.S. como material escolar do meu filho...
     
  12. brunobski

    brunobski Power Member

    Pelo menos quando comprei o meu PC em 2005 acho não dava!
     
  13. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Pelo contrario é muita coisa.
    O meu portatil custou 1500 euros ja com IVA. O IVA era de 280 euros. Vao-me devolver 250 euros logo na pratica so paguei prai 3% de IVA.

    Bem bom..... Querias que o estado te pagasse o portátil não? Mais nada? :lol:
     
  14. apocalypto

    apocalypto Power Member

    Se eu comprar um pc este ano, ainda posso receber os 250eur no próximo ano?
     
  15. bseixas

    bseixas Power Member

    Penso q sim, é até ao ano fiscal 2008, do qual fazes a entrega em Março/Abril de 2009... ;)

     
  16. CGabry

    CGabry Power Member

    faço ideia para que trabalhos da escola isso serve...:lol:
     
  17. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Inda bem que encontrei isto, tinha esta dúvida, agora esclarecida. thanks
     
  18. Soldi3r^^

    Soldi3r^^ Power Member


    Por acaso isso é uma questão interessante..
    ora vamos lá ver..
    um estudante de informática/multimedia por exemplo.. precisa de um pc com um bom desempenho para modelagem 3D por exemplo..
    penso que devia dar para incluir no IRS.. no entanto alguem pode tirar esta duvida?
     
  19. migjac

    migjac Power Member

    Boa tarde,
    a minha duvida é que tipo de escolaridade tem que ser,ou seja, se eu tirar um curso pelo iefp se tambem conta, ou um curso qualquer.
    Como é que é reconhecido ou noa o nivel de escolaridade?
     
  20. CrazyMonkeyTM

    CrazyMonkeyTM Banido

    Tens direito a estatuto de estudante?! Ou seja, se estivesses a trabalhar davam-te direito ao estatuto trabalhador estudante?! Se sim dá!
     

Partilhar esta Página