1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Artigo Artigos 11 e 13 da UE ameaçam a Internet na Europa

Discussão em 'Análises e Artigos - Internet, Redes e Segurança' iniciada por Calimero_123, 27 de Novembro de 2018. (Respostas: 113; Visualizações: 7401)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. AFPT

    AFPT Power Member

    sei que nos EUA há muita gente que só faz Youtube e muitos vivem mesmo MUITO BEM mas Portugal dá assim tanto lucro ao Youtube para pagar valores assim tão altos?
    os 3 milhões de subscritores não são todos portugueses de certeza... Brasil? é daí que vem o ad revenue?
     
  2. zax

    zax Power Member

    Esse vídeo foi mesmo esclarecedor.
    Só não soube dizer porque motivo o YouTube vai fechar.
     
  3. Skyl

    Skyl What is folding?

    O YouTube vai fechar porque irão abandonar a UE, assim como vais à china e não tens nada do que tens em 95% do resto do mundo: não tens google, não tens facebook, não tens instagram, etc, etc.
     
  4. gt38

    gt38 Power Member

    boas pessoal ando atento a este problema do artigo 13 e tenho aqui uma duvida:
    se a lei avancar mm como esta descrita tambem vai englobar site de partilha com torrents e sites do genero?e em relacao a iptv e a sites de streams online?
    obrigado
     
  5. johunter

    johunter Power Member

    No máximo vai proibir uploads da malta da UE, não fechar...
     
  6. rastiff

    rastiff Power Member

    Nem sequer proibir uploads, quanto muito deixam é de fazer monetização dos vídeos. Com esta legislação o youtube não é sequer obrigado a filtrar activamente os uploads, só não podem é ganhar dinheiro (com publicidade, por exemplo) num vídeo que viole as regras dos direitos de autor (e.g. reupload de um vídeo cujo autor define como "proprietário").
     
  7. Necrom

    Necrom Suspenso

    O problema é que não só não pode ganhar dinheiro com esses vídeos, como tem de negociar com os detentores de TODO o material com copyright que possa aparecer e pagar direitos de autor por cada vídeo que tenha conteúdo desse copyright, ou arriscar-se a pagar multa por cada infração. É tendo em conta a quantidade de vídeos que são carregados no site a cada minuto... Daí a ceo (?) do YouTube já ter dito que em vez de correrem o risco preferem bloquear a capacidade de fazer upload da grande maioria dos internautas europeus.
     
  8. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    Obviamente que nao e o fim da internet per se mas isso e uma tecnicalidade. Mas e o fim como conhecemos, antes do 2.0 as pessoas praticamente tinham que andar a escrever por extenso as paginas que se acediam - lembrome em 99 ou 2000 talvez acho que dos sites maiores era o www.fugly.com qualquer coisa assim com videos tipo nimportequi entre outros.

    Eu nao vejo nenhum destes youtubers, mas vi os videos do brasileiro Felipe Neto (acho que e o 6o maior youtuber do mundo) e o "jovem" - que nao e jovem nenhum - pareceu-me explicar a coisa e as suas implicacoes com cabeca, tronco e membros. Tem 2 videos, um a falar sobre o assunto e outro a responder a portuguesa representante da comissao europeia. Toca em bastantes pontos e parece ter mais senso e de como a economia realmente funciona ... E a primeira vista estes videos cheira-me que sao mais faceis de digerir do que o Wuant.


    Deixo aqui:






    Obviamente, uma plataforma ou empresa, geralmente quando sao imposicoes, gere-se pelo denominador comum. Foi como o GDPR por exemplo. Imensas empresas americanas que nem fazem negocios na europa, para nao terem que andar com as tretas do GDPR para uns e sem ser GDPR para outros, ao haver algo restritivo aplicam os filtros a todos. A minha caixa de inbox de empresas americanas que servem americanos apenas foi um fartote de GDPRs e update da politica de privacidade.

    Estes artigos apesar de ser so Europa, pode facilmente alastrar para o restante.

    E como diz o rapaz no video, e ridiculo pensar que estao a proteger o que seja... essas coisas JA EXISTEM! A monetizacao ou deitar abaixo algo com copyright ja e encaminhada para quem tem os direitos autorais! Sim pode nao ser perfeito mas o Content ID funciona bastante bem... ate e bastante restritivo. Obviamente pode haver coisas que passem, mas basta reportar que a coisa e logo tirada do ar ou o $$ e encaminhado para a pessoa respectiva.

    Quanto ao $$ que estes Youtubers recebem... sim devem receber bem... basta pensar que recebem algures no $1 por cada 1000 visualizacoes. Este brasileiro, o canal tem 400 milhoes de views por mes ... fora o que deve receber com conteudo patrocinado, merchandising, referral links, etc

    Ate um tuga como o Wuant, deve ser menino para receber 40-100 mil/mes


    Sim obvio que deve ser muito Brasil. Por curiosidade ha uns meses vi uns videos de uns youtubers tugas desses parvos que tem milhoes de subscritores - tudo malta como o Wuan. Acho que chegaram a ter a casa dos Youtubers em Portugal e tudo.

    Alias, nao e por acaso que eles a falar parecem meio atrasados, a falar mais lentamente etc. Ate usam expressoes idiomaticas nao tao usadas em PT. Obviamente, tudo para a audiencia deles conseguir entender melhor. Sabemos como o brasileiro comum tem bastante dificuldade em entender portugues corrente falado, sobretudo aquele de classe mais baixa.

    E obviamente a media tradicional tem pavor destes tipos. Sao concorrentes directos. Deve dar uma comichao imensa um tipo com internet, consegue audiencias que num dia bate qualquer top 5 de qualquer canal generalista em PT. Qual a audiencia top em Portugal? Provavelmente uma novela ou um jogo de futebol que consegue 1 ou 1.5M de telespectadores. Estes tipos com qualquer video que ponham, tem logo 1M de views no espaco de 24 horas, e com o efeito de networking, sao views que vao aumentado e subscritores a um ritmo exponencial - o tipo brasileiro todos os dias angaria 40 mil utilizadores! - estamos a falar de 1.2M subscritores novos por mes! Quanto nao vale isto em receita?
     
    Última edição: 2 de Dezembro de 2018
  9. Salvador_

    Salvador_ Power Member

    ? vi e nao apareceu nada... talvez me tenha passado. Sorry
     
  10. lenric

    lenric Power Member

    Não vi o vídeo do wuant, ou consumo sequer conteúdo em português, embora tenha havido um vídeo de um canal com bastantes seguidores (com uma dispersão etária superior aos do referido wuant, presumo) que me tenha sido mostrado e vai um pouco em linha de alguns vídeos em inglês que já vi/ouvi:



    Para o utilizador comum da internet é interessante.

    EDIT: só agora reparei que este vídeo já foi referenciado na página anterior.
     
  11. Wildstar

    Wildstar Power Member

    Exacto, só que estritamente falando tal coisa é impossível. Não há forma simples de saber quem é o autor de dado conteúdo em todas as situações. Portanto o mais seguro para a plataforma é filtrar o máximo possível à entrada, e depois logo se vê. Que é o inverso do actual (deixar passar e depois logo se vê).

    O problema nunca é quando este sistema funciona "bem", por exemplo, alguém que não seja da Netflix fazer o upload de um episódio da mesma, porque nesta situação é claro quem é o dono e é claro que quem fez o upload não tem os direitos. O problema é quando o filtro detecta algo incorrectamente. A UE pode dizer no FAQ que fair use é permitido, e é, mas um algoritmo não consegue distinguir isso e será sempre filtrado à entrada.
     
  12. zedestroyer

    zedestroyer Power Member

    Não consegui acabar de ver, não dizia nada de jeito, até me doeu o cérebro com o pensamento retrogrado desse individuo. O mundo está a evoluir e não podemos ficar reféns do passado, ou por essa ideologia ainda teríamos a Blockbuster em vez da Netflix.

    Acho que a legislação Americana é relativamente adequada, mas claro que estes burocratas de Bruxelas têm que andar a inventar e depois admiraram-se quando o UK saiu da UE.

    No fim do dia isto vai ser mais um atentado aos direitos dos utilizadores e uma forma de manter as mesmas corporações de sempre a lucrar à nossa custa (indústria da música, jornais e canais de televisão, industria cinematográfica, ...) e abafar os criadores que usam as novas plataformas para ganharem a vida, pois quem pensa que um ataque a plataformas como o Youtube pensa que não terá efeito, pense melhor pois é como se o governo resolvesse taxar pesadamente as empresas de distribuição de energia eléctrica por cada Kw e depois viesse dizer que os consumidores não iriam ser afectados porque não eram eles o alvo da taxa ...
     
  13. [0-0]

    [0-0] Power Member

    Umas dúvidas;

    - Como/Porque é que os criadores que usam as novas plataformas, ficam prejudicados com estes 2 artigos?
    - O Principio de quem criou a musica/filme/ o que for, receber pelo seu trabalho, parece-me correcto, há aqui quem não concorde com isso?
    - Sou só eu que não concordo com a abordagem que a Google teve, "usando" os youtubers para espalharem desinformação, pondo miúdos em pânico, com frases do tipo " A Internet Vai acabar..."


    Têm noção que falamos em corporações como a indústria da música, televisão, etc.. e não devemos ter medo das corporações como facebook e google?

    apenas a minha opinião.
     
  14. zedestroyer

    zedestroyer Power Member

    1- Acho que é fácil de ver, ao atacar as plataformas, estas terão 3 hipóteses: dificultar o upload de novos conteúdos, passar a bloquear conteúdos para a EU e cortar nos ganhos dos criadores de conteúdos no geral e eliminar os criadores Europeus ou então deixar de operar por completo na Europa.

    2- O principio está correcto, a forma de ser aplicado é que nem por isso. A legislação Americana parece-me a mais equilibrada, permite que os criadores apresentem queixas quando detectam que o seu trabalho está a ser ilegalmente usado e obriga a que as plataformas que o disponibilizam respondam a essas queixas e eliminem o conteúdo. Agora o que a UE está a aprovar era o mesmo que obrigar as construtoras de carros (BMW, Renault, Ferrari ...) a garantir que quem compra os seus caros cumpra todas as regras de transito e não cometa infracções e delitos, isto teria algum tipo de lógica? Se não, porque no caso da Internet já tem?

    3- E o lobby das grandes industrias que empurram este tipo de leis, isso já é correcto? É que quem está por trás destas leis são os mesmos que exploram os criadores de conteúdos e obtém lucros muito maiores que estes últimos, por isso não há muita diferença entre ambos os lados, a diferença maior está na maior liberdade de expressão de uma plataforma como o Youtube em relação a uma quaisquer editora ou estúdio. É que com o aumento da dificuldade de colocar conteúdo online, mesmo os pequenos criadores de conteúdo serão efectuados, provavelmente mais que os grandes que têm mais visibilidade e capacidade de obter licenças e aprovação para lançamento de conteúdo.

    Já agora, já alguém reparou que na Europa as grandes empresas de tecnologia são quase inexistentes? Quando no passado tínhamos montes de marcas, neste momento e tirando a industria automóvel, são cada vez menos e as poucas que existem e que vão aparecendo vão sendo absorvidas pelas grandes multinacionais Americanas. Este tipo de lei representa o motivo par isso acontecer, enquanto a EU anda preocupada com leis sem nexo, a nossa concorrência lá fora vai crescendo e ficando mais forte.
     
  15. wizard_master

    wizard_master Power Member

    Isso já é ilegal, aqueles que partilham obras com direitos de autor, obviamente.
    O audio é atroz no mínimo, e os exemplos usados pelo doutor, dito de maneira simpática, são pouco atuais, mas dos videos aqui mencionados, é o que consegue explicar melhor o que realmente vai mudar, depois da entrada em vigor da diretiva europeia.
     
    Última edição: 5 de Dezembro de 2018
  16. gt38

    gt38 Power Member

    Obrigado pelo esclarecimento, no entanto esta questão esta realmente a levantar muita controvérsia e assim gostava de fazer algumas perguntas:
    1- Essa lei já foi aprovada mas ainda há possibilidade de não ir para a frente?se efectivamente for para a frente quando entra em vigor?
    2-se esta lei como muitos dizem ainda não esta clara como podem afirmar que ira ter esse radicalismo todo?ou sao apenas meras suposições e opiniões das pessoas?ou foi por causa daquele aviso que o youtube mandou?
     
  17. Wildstar

    Wildstar Power Member

    Não é uma lei, é uma directiva comunitária. Se a directiva for aprovada, depois cada país tem de a transpor para as suas leis nacionais, e só depois dessas serem aprovadas é que entrarão em vigor.

    Não se pode afirmar que irá ter esse radicalismo, visto que as leis nacionais que de facto surgirão disto deverão ser mais concretas. Mas essas sim podem vir a ter esse "radicalismo", daí que a directiva não devia deixar espaço para isso.
     
  18. gt38

    gt38 Power Member

    ok ja percebi, então e aquilo que dizem que o youtube e outra plataformas de impedirem os uploads isso não vem antes de qualquer lei nacional que possam ser aprovadas?desculpem estas perguntas mas eu estou confuso com tanta informação contraditória que oiço

    Obrigado
     
  19. Wildstar

    Wildstar Power Member

    As plataformas podem fazer o que quiserem. Legalmente não têm de fazer nada até haver leis nacionais.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página