1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Informação: Pela 0:30 desta Sexta-feira (9 de Dezembro, 23:30 de Quinta-feira nos Açores) o Fórum e restantes sites da ZWAME vão estar offline para manutenção durante cerca de 1h30.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.
    Remover anúncio

Análise Asus Eee PC 1000HE

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por Nemesis11, 9 de Abril de 2009. (Respostas: 164; Visualizações: 35230)

  1. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    [​IMG]

    Esta é a minha segunda review para a Zwame e tem como objectivo analisar o novo Eee Pc da Asus.
    De referir que este é um sample que foi gentilmente cedido pela Asus. Podem notar isso, por exemplo, por o teclado estar em inglês.

    Este novo Eee PC distingue-se nestes três principais pontos:

    • Teclado "chiclete", com a mesma forma de alguns Apple Macintosh e Sony Vaio.
    • Bateria de seis células que dura até 9,5 horas.
    • Novo processador Atom 280 a 1.66 Ghz e front side bus a 667 Mhz.

    Unbox

    [​IMG]

    O sample que me foi enviado veio num plástico selado da própria Asus, felizmente sem danos externos aparentes.

    [​IMG]

    À primeira vista pensei que o meu sample era a versão branca, mas a caixa é genérica para todas as cores. De lado indica em que cor vem o portátil e que sistema operativo vem com o portátil. No meu caso é um 1000 HE preto com Windows XP.
    As outras cores disponíveis são, branco, azul, cor de rosa, cinzento e dois tipos de castanho. Pode-se dizer que há para todos os gostos.
    A caixa em si, é relativamente pequena, mas proporcional ao produto que contem.

    [​IMG]

    Ao abrir a caixa e depois de tirar a primeira protecção, temos logo o portátil. Primeira impressão, a parte externa do portátil é "super glossy".

    [​IMG]

    Por baixo vem um saco para proteger e transportar o portátil. Não sou especialista em tecidos, mas parece-me feita em veludo.

    [​IMG]

    Fiz um pequeno teste com o "publico feminino" e o saco foi muito apreciado. Para mim, foi a primeira vez que vi um netbook que vem com saco e apreciei o pormenor.

    [​IMG]

    Por baixo, temos os manuais que ninguém lê, a garantia e o dvd de suporte para o Windows XP.
    Um pequeno aparte para os fabricantes de netbooks. Deixem de usar cds e dvds e coloquem as coisas numa pen. O custo não deve ser muito maior.

    [​IMG]

    Finalmente, o transformador, muito pequeno em dimensão e no comprimento, a bateria e um pano para limpeza do portátil. À primeira vista achei que o pano era um pormenor interessante, mas desnecessário. Mais à frente, venho a descobrir que estava errado.

    [​IMG]

    Pormenor muito importante quando se olha para a bateria. 6 células e 8700 mAh. Acho que vamos ter uma autonomia muito boa.
     
    Última edição: 10 de Abril de 2009
  2. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    1000 HE por fora

    [​IMG]

    Abri o portátil e o que a minha gata gostou mais foi da cor, teclado e o touchpad. Não admira. Ela chama-se "Apple".
    Quem tiver um gato cor de rosa, também tem essa cor à escolha.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Agora mais a sério, o que salta à vista é o número de autocolantes a publicitar a bateria, o disco, o processador e o sistema operativo.
    Um conselho à Asus. Façam como a HP e coloquem os autocolantes por baixo. Eu percebo que queiram chamar à atenção para as vantagens do produto, mas devido ao tamanho do portátil, parece um painel publicitário.

    [​IMG]

    Depois de tocar no portátil, o que nos chama à atenção são as dedadas. Em 5 minutos conseguimos arruinar o bom aspecto do portátil.
    Afinal o pano que acompanha o portátil não é um "luxo".

    [​IMG]

    Primeira e talvez única desilusão a sério. O teclado.
    A forma do teclado é muito parecida aos macs e aos vaios e a sua forma pode agradar a muitas pessoas, mas a "sensação" a teclar é má.
    Má no sentido do "toque" das teclas, que parecem muito frágeis e transmitem um som desagradável.
    Dito isto, este factor não faz com que não se consiga "teclar" rapidamente nele e quem gosta deste formato de teclas, provavelmente vai desculpar este pormenor.
    Na minha opinião pessoal, este é o pior teclado que já experimentei num Netbook. Prefiro o HP 2133 e o Tsunami T10 neste ponto.

    [​IMG]

    O lado direito do teclado também não me parece ter a melhor organização. A tecla de "shift" e de "enter" são demasiado pequenas.

    [​IMG]

    Na parte de cima do teclado temos alguma teclas de atalho para desligar o monitor, mudar a resolução, mudar o modo de energia e abrir o skype.

    [​IMG]

    O touchpad, antes de o usar dentro do Windows, pareceu-me muito bom. Muito grande e com umas teclas que não são demasiado sensíveis. Por fora, talvez seja o melhor touchpad que vi num netbook.

    [​IMG]

    Talvez seja dificil de ver nesta fotografia, mas por cima da bateria encontram-se os dois microfones. A qualidade no skype pareceu-me boa.

    [​IMG]

    As colunas encontram-se por baixo do portátil. O volume é razoável mas o som sai muito "grave". Depois de ouvir o som de um HP 2133 é díficil gostar do som de outro netbook. Este HP tem a vantagem de ter uma colunas muito grandes ao lado do monitor.

    [​IMG]

    Outra coisa a salientar na parte de baixo é a facilidade como se podem fazer upgrades ao disco e memória ram. É tirar dois parafusos e já está. Fiquei muito agradado com a facilidade de acesso ao interior do portátil.

    [​IMG]

    Na parte de cima temos a camera de 1,3 MP. A qualidade parece-me igual à maior parte das câmaras de portáteis. Isto é, dá perfeitamente para usar no skype por exemplo.

    [​IMG]

    Do lado esquerdo temos a kensington lock, gigabit ethernet da atheros (Ligada ao bus Pci-express. Obrigado Asus.), uma porta usb e entrada e saída de áudio.

    [​IMG]

    Do lado direito temos a entrada de power, saída vga, duas porta usb e o leitor de cartões.

    Da parte da frente e de trás não se encontram mais ligações. Penso que não falta quase nada. Talvez uma express port viesse diferenciar mais este netbook da concorrência.

    [​IMG]

    [​IMG]

    A qualidade do Lcd parece-me muito boa. Não é o Lcd mais luminoso que já vi, mas gostei da qualidade das cores e dos ângulos de visão que possibilita.
    Além disso, o Lcd é bastante sólido ao toque.

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Eee Pc 1000 HE ao lado de um Tsunami T10 e de um HP 2133. O Eee é um pouco maior devido principalmente ao tamanho da bateria, mas esse facto está bem trabalhado por parte da Asus.
    A nível de peso, está no meio. O Hp é bem mais pesado e o Tsunami um pouco mais leve.

    [​IMG]

    1000 HE ao lado do HP 2133. Este último tem provavelmente o melhor teclado e som de todos os netboolk.

    [​IMG]

    Ao lado do Tsunami, um dos primeiros netbooks de 10 polegadas. Isso nota-se, por exemplo, na construção e no tamanho do touchpad.

    Por fim, falar da temperatura e do barulho.
    Nestes dois aspectos acho que o 1000 HE está acima da média. É muito silencioso e não se nota muito a temperatura, mesmo em full load.
     
  3. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    1000 HE por dentro

    [​IMG]

    O boot do Eee Pc 1000 HE é bastante rápido. O que salta à vista no primeiro boot é o tamanho dos ícones ser maior que o normal e por aparentemente o XP não estar cheio de "Bloatware".
    A nível de conectividade, temos bluetooth e uma placa wireless da Azurewave com norma N. Qualquer dos dois funcionou perfeitamente.

    [​IMG]

    [​IMG]

    O Add or Remove Programs mostra-nos um sistema relativamente limpo.
    De salientar a inclusão do StarOffice 8, que é feito a partir do Open Office e que me parece melhor escolha que uma versão trial do Office 2007.
    Vem também incluído o Windvd, Skype e a suite Live da Microsoft.
    Uma das coisa que me assustou foi ver o Sql Server 2005 instalado, mas este compact edition é muito pequeno e deve estar a ser uma dependência de outra aplicação.

    [​IMG]

    O cpu-z confirma que está presente o novo Atom, mas o chipset continua a ser o 945 e não o futuro GN40. Não sei até que ponto este novo chipset será relevante no mercado de netbooks.

    [​IMG]

    O disco de 160 GB perde 5 GB para uma partição de reparação do sistema. O resto está dividído em duas partições de aproximadamente 80 e 60 GB.

    [​IMG]

    De salientar o Eee storage, que aparece no My computer.
    Esta é uma drive de 10 GB de storage que fica na Internet e que oferecida nos primeiros 18 meses pela Asus. Muito fácil de usar e parece-me uma boa ideia para backups.

    [​IMG]

    Agora o touchpad. O utilizador mais desprevenido à primeira vista vai estranhar o touchpad, porque por exemplo o scroll não funciona da mesma maneira que na maior parte dos portáteis.
    Este touchpad, da Elantech, implementa o uso de mouse gestures até três dedos. Por exemplo, deslizar dois dedos é o scroll e clicar com os três dedos abre o Explorer.
    Existem muitas outras funções, como rotação, zoom, drag and drop, alt-tab, etc.
    Ao principio custa a habituarmo-nos, especialmente o scroll, mas como o touchpad é tão grande, é algo que pode se tornar muito útil.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Não dá para ver no printscreen do media player, mas não há qualquer problema em ver um vídeo a 720p.

    [​IMG]

    Agora a melhor parte deste portátil. A autonomia.
    A Asus anuncia uma autonomia máxima de 9h30m. Desliguei o transformador e colocando o power em auto, com wireless ligado e usando normalmente o portátil (internet, videos, skype, algum tempo em idle, etc), consegui 7h20m.
    Para quem usou netbooks que dificilmente chegam às 2h30m de autonomia, isto é algo de fantástico.

    [​IMG]

    Outros pormenores. O update da bios é extremamente fácil.
    Dito isto, a bios não tem nada fora de comum e por isso nem coloco aqui imagens.

    [​IMG]

    Aplicação que nos permite alterar a resolução do ecrã, sendo que a resolução nativa é 1024x600.
     
    Última edição: 9 de Abril de 2009
  4. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Benchmarks

    Aproveitei a minha review do ***** IS- 6102 ( http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=416872 ) e nos benchmarks em Windows adicionei ao PIV 2.8 Ghz e ao Atom dual core 1.6 Ghz, o Atom single core 1.66 Ghz que equipa este 1000 HE e o Via C7 1.6 Ghz que equipa o Hp 2133.
    De referir que o Eee PC 1000 HE é o único sistema com 1 GB de Ram. Os outros têm 2 GB.

    [​IMG]

    Euler3d é um banchmark de computer fluid dynamics que é multithreaded. Podemos ver que o Atom dual core bate um PIV 2.8 com HT, mas o single core fica bastante atrás.
    O Via C7 quando acaba, já o utilizador adormeceu.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Encoding x264. Mais uma vez o Atom dual core dá cartas e mais uma vez o Via C7 não dá. O novo Atom N280 tem os valores esperados, que não devem ser muito diferentes do N270.

    [​IMG]

    Temperatura do Cpu em full load. Atenção que o PIV e o Atom dual core são sistemas desktop. Muito bom o resultado do 1000 HE e muito mau o do Via C7, que se encontra no HP 2133.

    [​IMG]

    Este benchmark já tem 10 anos e beneficia muito o PIV, que é um processador out of order, ao contrário dos outros três processadores.

    [​IMG]

    Benchmark multithreaded de simulação de Xadrez. Xeque-mate por parte do Atom dual core.

    [​IMG]

    Wprime. Mais um benchmark multithreaded e a história repete-se.

    [​IMG]

    [​IMG]

    No Crystalmark ALU e FPU, mais do mesmo.

    [​IMG]

    No Crystalmark MEM temos a primeira surpresa. O Atom 280 com o front side bus a 667 mhz devia ter melhor score que o Atom 330 que tem o front side bus a 533 mhz. No entanto não tem e não vejo razão para isso.

    [​IMG]

    No Crystalmark HDD vemos as diferenças de um disco 7200 rpm Sata, dois discos 5400 rpm sata, que têm o mesmo score e por fim um disco ide de 7200 rpm, que tem o pior score.

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    No Crystalmark GDI, D2D e OGL, apesar do Atom 280 e 330 usarem a mesma gráfica integrada, o 280 tem melhores valores. Será que é aqui que se nota o aumento do front side bus?
    De referir que até uma S3 integrada bate o Intel 945.

    [​IMG]

    [​IMG]

    No cinebench, usando só um core, o 280 e 330 têm resultados semelhante. Em multithread, o 330 ganha como é esperado.
    O Via C7 neste benchmark é uma verdadeira desgraça.

    [​IMG]

    Em OpenGL, no cinebench, o 280 bate novamente o 330. A única explicação que encontro é o front side bus com maior velocidade.
     
  5. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Conclusão

    Este Eee Pc 1000 HE não vem revolucionar o mercado de netbooks em quase nada. No entanto com as constantes evoluções, tornou-se um portátil muito equilibrado, sem que se possam apontar falhas muito graves.

    A meu ver, a Asus continua a não acertar com os teclados. Neste ponto vai haver quem goste mais e menos deste layout, mas não tenho dúvidas que há teclados melhores neste segmento.

    No top, encontra-se a bateria. 7h20m em Auto e com wireless ligado é muito bom e quem queira um portátil com grande autonomia, tem aqui a solução.

    Positivo:
    • Bateria, bateria, bateria....
    • Lcd
    • Touchpad
    • Sistema operativo sem bloatware
    • Acessibilidade ao disco e ram
    • Opções de conectividade
    • Performance razoável neste segmento

    Negativo:
    • Teclado
    • Chassis "super glossy" mostra muito as dedadas
    • Qualidade do som podia ser melhor.


    Agradecimento

    A ZWAME agradece à ASUS pela disponibilidade do material para o teste.

    Copyright © Zwame, Lda 2009. Reprodução proibida sem autorização prévia.​
     
    Última edição pelo moderador: 15 de Maio de 2009
  6. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Neste momento, ainda me encontro na posse deste portátil.
    Se quiserem coloquem alguma questão que me possa ter esquecido na review. :)
     
  7. The Golden Eagle

    The Golden Eagle I quit My Job for Folding

    De facto a Asus meteu pouco "lixo" no SO, ao contrário do que a HP faz.

    Reparas-te se o touchpad ainda ganha folgas, como ganha no 1000H?
    O software de OC funciona nesse ATOM?

    Off: Quando ligo o meu 1000H ao monitor do desktop com a resolução ao máximo (1680*1050) fica tudo cheio de "riscos"...a 1440*900 já dá...será limitação da GMA950 ou é defeito do PC?
     
  8. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Yep, e por isso o meu HP levou com uma formatação em cima. Só mantive o wallpaper.

    O portátil tem pouco uso, mas não vejo folgas no touchpad.

    O portátil é um sample da Asus. Não é meu. Nem tentei testar isso.

    Interessante.
    Fiz a review ao computador da *****, que tem este chipset, mas com um Atom 330 e não tive qualquer problema em ter o desktop a 1920X1080, por isso nem testei neste Asus.

    Fui agora experimentar e a 1920X1080, fico cheio de riscos. Só me funciona a 1600X900.

    É estranho, porque o chipset é o mesmo.

    Vou ver se percebo o que se passa.
     
  9. Gandalf

    Gandalf I fold therefore I AM

    Nemesis, entre este e o Hp que tens e pondo de parte o tamanho do ecran .. qual preferes?
     
  10. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Bolas. Estava a rezar que ninguém me colocasse essa pergunta. :p

    Já vi este 1000 HE online a 360€, que é mais barato que o que custou este HP.

    O HP é mais "profissional". A tampa é feita de uma liga qualquer de metal, mas também é mais pesado por isso.
    Gosto mais do teclado do HP e o som das colunas é melhor. Com phones, a qualidade é a mesma entre os dois.
    O Hp tem uma entrada express port, mas menos uma usb.

    Tirando isto, acho que o Asus é superior em tudo o resto.
    O Via C7 é um péssimo processador. Esquece vídeos a 720p e muitos flashs que andam aí na net. Além disso aquece muito.
    O ecrã é de 8,9. A bateria se durar 2 horas é uma festa. O XP de origem era só bloatware. É pesado.
    Acho que podia passar o dia todo a dizer mal do HP. É impossível aconselhar o HP.

    Acho que a questão coloca-se entre este Eee PC e outros fabricantes de Netbooks.
    Entre este e o Tsunami T10 (Msi Wind), por exemplo, escolhia sem dúvida o Asus.
     
  11. Gandalf

    Gandalf I fold therefore I AM

    Ando para comprar um, e o Asus realmente parece a melhor escolha mesmo com o problema do teclado.
    Gracias :)
     
  12. UrbanRider

    UrbanRider Power Member

    Desde já parabéns e obrigado pela review.

    Gostaria de saber se ao introduzir um cartão SD ou MMC ele entra por completo ou fica com um bocado de fora, se sim mais ou menos quanto.

    (já agora alguém sabe a resposta à mesma pergunta mas relativa ao 1000h?)
     
  13. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Obrigado.

    [​IMG]

    Esta foto não dá para mostrar muito bem, mas o que está dentro da ranhura do leitor de cartões é um "plástico" com o formato de um cartão SD.
    Ele está colocado completamente dentro da ranhura. Para o tirar é preciso pressionar para dentro e ele sai, tipo "efeito mola".

    Não tenho aqui um cartão SD verdadeiro, mas este plástico sendo do mesmo formato, concluo que com um cartão verdadeiro ele também fique completamente lá dentro.

    Este mesmo SD de plástico no meu HP, fica um pouco fora da ranhura.

    O 1000H não conheço.
     
  14. UrbanRider

    UrbanRider Power Member

    Obrigado pelo esclarecimento :)
     
  15. Nwik

    Nwik Power Member

    Qual é a autonomia com wireless e som desactivados e com o ecran com pouca luminosidade mas que seja suficiente para trabalhar?
    Dá para sacar um screen do tempo de bateria previsto com esta configuração ?
     
  16. Sephiroth

    Sephiroth Power Member

    muito boa review, só gostava de ver como se porta a descodificar mkv 720p com o media player classic, será que podias experimentar? na review mencionas 720p mas não dizes qual o codec utilizado nem o container.
    ps: com o media player classic é possível tirar printscreen.
     
  17. Romani48

    Romani48 Power Member

    o touchpad é o MESMO que o do 1000H, como tal não é um ponto novo!

    A bateria é de 6cell e dura 8h, mas a do 1000H tb não era de 6 cell?
     
  18. bystander

    bystander Power Member

    muito bom, nemesis11.
    continua, a malta agradece.
     
  19. Jikul

    Jikul Power Member

    Como feliz possuidor de uma máquina destas, aqui vão algumas considerações:

    - Adoro o teclado. Este género de teclas agrada-me muito, é diferente das outras mas, com o tempo, não se quer outra coisa. Perfeito e, na minha modesta opinião, o melhor teclado num netbook. Perdoa-me Nemesis11 :P

    - 720p corre perfeitamente com MPC+CoreAVC

    - Com wifi off a escrever no word já o tive ligado por mais de 10 horas. E esta, hein? A navegar na net com wifi on anda pelas 7/8 horas.

    - A bateria é de 6 células, mas estás células são de maior capacidade do que as do 1000H. Daí o aumento da autonomia.

    - Nwik, tenho-o agora a carregar. Daqui por umas horas já ponho um print da duração da bateria.

    De resto, excelente review, completa, cheia de imagens como o povo gosta. Nemesis11, magnífico! :D
     
  20. Nwik

    Nwik Power Member

    Gracias pela disponibilidade.
    Já agora, na review, onde diz "Finalmente, o transformador, muito pequeno em dimensão e no comprimento, ..." presumo que em vez de "comprimento" era suposto ser "peso".
     

Partilhar esta Página