1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Atenção: Nova Taxa a ser aplicada a TODOS os Operadores de Cabo

Discussão em 'ISPs' iniciada por limoeirodobom, 25 de Janeiro de 2013. (Respostas: 21; Visualizações: 4051)

  1. limoeirodobom

    limoeirodobom Banido

    O decreto-lei publicado em Diário da República estipula a aplicação de uma taxa de 4% pela exibição de publicidade nos operadores de televisão (como os canais RTP, SIC e TVI), operadores de distribuição e “nos guias electrónicos de programação”, qualquer que seja a sua plataforma, prevendo-se a cobrança de uma taxa anual aos operadores de serviços de televisão por subscrição (como a Cabovisão e o grupo Zon/TV Cabo) de 3,5 euros por cada nova subscrição de serviços

    Penso que a taxa será "passada" para os clientes e terá de haver aumento de preço nos pacotes.

    Esta nova taxa tem como objectivo financiar a nova LEI do CINEMA E AUDIOVISUAL

    A regulamentação da nova lei do cinema, que estipula a cobrança de taxas a operadores do sector, para investimento na produção cinematográfica e audiovisual, foi publicada esta quinta-feira em Diário da República e entra em vigor no final de Fevereiro.
     
    Última edição: 25 de Janeiro de 2013
  2. apocalypto

    apocalypto Power Member

    Lol, mais ainda? Está visto que só aprendem quando as pessoas começarem a deixar de pagar e a rescindir em massa os serviços.
     
    Última edição: 25 de Janeiro de 2013
  3. apocalypto

    apocalypto Power Member

    Será que estes últimos aumentos (acima da inflação) não terão já a ver com isto?
     
  4. limoeirodobom

    limoeirodobom Banido

    Os regulamentos específicos só agora foram publicados. A lei não estava regulamentada a 100%. Só na quinta-feira é que passou a estar.
     
  5. Então mas.. Cabo coaxial, ou "cabo", tudo o que vai por terra?
     
  6. jorge.antunes

    jorge.antunes Power Member

    O artigo é bem explícito: entrou em vigor em Outubro para uns e agora em Janeiro para outros (onde se incluem os operadores de cabo). Se não estava regulamentada pouco importa, quem deveria ter pago paga agora com retroactivos, é uma situação muuuuito comum por cá.
    Isto pode ter contribuido para os aumentos actuais. Seria suicidário introduzirem novos aumentos nos próximos tempos, por isso só deverão acontecer no principio do próximo ano, como é de tradição.
     
  7. Wildstar

    Wildstar Power Member

    É preciso financiar o cinema nacional, se não como é que podiam fazer filmes destes?
     
  8. pedromcbarbosa

    pedromcbarbosa Power Member

    Estou me a ca... para o cinema nacional à excepção do balas e bolinhos não vi nada de jeito, isso não são mais que subsídiodependentes... lei ridícula.
     
  9. blackibiza

    blackibiza Power Member

    sim, sim...
    este subsidio vai mesmo pros cinema... é mais uma forma que arranjaram de alimentar umas bocas no governo.

    Segundo o gajo d balas e bolinhos, teve de se individar para realizar o filme pq ajuda do estado foi zero.
     
  10. pedromcbarbosa

    pedromcbarbosa Power Member

    Segundo percebi eles não quiseram nada do Estado, mas não estamos aqui para falar disso. Como classificas POR EXEMPLO o António Pedro Vasconcelos? Começo eu, subsídio-dependente, mas se for preciso vou já buscar mais nomes, antes fosse só este.
     
  11. jorge.antunes

    jorge.antunes Power Member

    Estão a esquecer-se que tirando o Cristiano Ronaldo o cinema nacional é o nosso melhor embaixador, goza de um grande prestígio internacional.

    A esmagadora maioria dos críticos internos dos nossos filmes não os vêm, resumem a sua experiência a ter visto um filme que não gostaram e extrapolaram a partir daí. Aliás, "toda a gente sabe" que o nosso cinema não presta, não é preciso vê-los para saber isso.
    Quanto a subsídios, tirando Índia e EUA, em todo o mundo há cinema subsidiado quer em regimes totalitários como democráticos, até mesmo em países em guerra. As artes sempre foram subsidiadas desde a Grécia Antiga.

    Possivelmente estou a gastar o meu latim porque um povo que tem como filme mais visto do ano o amador Balas e Bolinhos se calhar não merece produtos de melhor qualidade. Os cineastas que emigrem porque não os queremos cá.
     
  12. Craven

    Craven Power Member

    podes dar um exemplo dum filme português lançado no ano passado que tenha melhor qualidade que o que referiste? estou a perguntar por desconhecimento mesmo, não por afronta.
     
  13. Wildstar

    Wildstar Power Member

    Ai goza? Talvez em o Manoel de Oliveira em França, mas de resto não vejo nada. Quantos americanos falam em cinema português quando se fala de cinema europeu?

    Quanto ganha a nossa economia concretamente com esse suposto "prestígio"? Como é costume por cá, temos uma cambada de artistas e intelectualoides da velha guarda que se acham entitulados a receber dinheiro pura e simplesmente porque são artistas. E os que recebem acabam por ser os que têm amigos no regime, o pessoal novo e com talento acaba por ter de emigrar.
    É mais uma faceta da falta de estratégia nacional e acomodação aos interesses instalados, e como é costume o mexilhão paga.
     
  14. somedevil

    somedevil Power Member

    Mas a taxa não é de 3,5€ por ano?! Acham mesmo que isso vai aumentar as mensalidades?

    Acho que se está a criar um alarme desnecessário...
     
  15. jorge.antunes

    jorge.antunes Power Member

    Curiosa afirmação a que eu atribuo a alguma falta de informação. O ano de 2012 foi talvez o melhor de sempre do nosso cinema que teve um recorde de galardões em Festivais desde Cannes até Berlim. E no preciso momento em que o magnífico "Tabu" (e não só) estão a fazer carreiras comerciais bem interessantes lá fora (o Tabu tem várias vezes mais Franceses a vê-lo do que tugas).

    Muito mais do que se pensa. Poucos saberão mas o cultura contribui mais para a nossa economia que o futebol (Fonte: http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1784394) apesar de receber apenas umas migalhas (0.11% do PIB).
    Portanto se querem avaliar as coisas pelo seu valor económico, estamos falados.

    Como eu disse: é exactamente o mesmo que se passa em qualquer outro país. Com uma pequena diferença: por cá os artistas recebem uma ninharia. Em termos percentuais do PIB a cultura recebe dez a vinte vezes menos do que em países que investem forte nos seus artistas como a França, Itália ou Espanha.
     
  16. Wildstar

    Wildstar Power Member

    Não estamos não. Isso são bitaites de precisamente um dos intelectualoides que falava, onde estão os números concretos, os estudos, pressupostos, etc...? A mesma SPA, uma sociedade privada, que agora propõe que o estado taxe todos os telemóveis para lhe pagar! Não haverá maneira de apoiar a cultura sem sermos sugados por estes parasitas?

    Imagino que seja verdade que Portugal gaste menos em cultura do que os países do primeiro mundo, mas isso não é razão para continuarmos a fazer mais do mesmo, atirar dinheiro para lá sem estratégia, e quando o dinheiro começa a faltar mete-se mais uma taxa. Mas enfim, é o que o próprio governo está a fazer no país em geral portanto isto é apenas mais uma face da moeda.
     
  17. pedromcbarbosa

    pedromcbarbosa Power Member

    Dos 3,5€ ano a um valor mensal é um saltinho.
     
  18. pedromcbarbosa

    pedromcbarbosa Power Member

    E as pessoas já não ligam ao cinema nacional porque foram anos e anos de muitos maus filmes. Eh pah ok que são filmes premiados lá fora, mas será o publico português o publico alvo desses filmes? Não me parece. Nos últimos 10 a 15 anos tira os filmes onde não apareça uma atriz conhecida nua e diz me quais são os sucessos? É triste e ridiculo que seja esta a realidade, mas são factos....E cada um de nós deveria ter uma palavra a dizer. Já basta outros impostos onde se paga e não bufa. Eu não quero que inventem um imposto que me vai xular dinheiro para manter subsidio-dependentes à boa vida. Eu não quero financiar o cinema português. Que façam coisas de qualidade que terão os lucros, se não tiver qualidade arquem com o prejuizo tal como todos nós nas nossas actividades laborais.

    Lucro garantido? Vão trabalhar a sério.
     
  19. FACE_TO_FACE

    FACE_TO_FACE Power Member

    Apesar do off topic fico mesmo contente que as pessoas em Portugal estejam a mudar a mentalidade no que toca ao ter e ao dever. Enquanto não formos mais exigentes, a começar por nos próprios, este pais seguira o caminho da desgraça. A sustentabilidade e uma palavra chave, outro gostam de substitui-la por subsídios...
     

Partilhar esta Página