1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

Backup do Windows com Norton Ghost

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por Bensan, 4 de Setembro de 2007. (Respostas: 1; Visualizações: 1057)

  1. Bensan

    Bensan Power Member

    Acabei de instalar o Windows e todo o software que preciso. Drivers, Messenger, Office, actualizações do windows, SP2, antivírus, etc, com todas as configurações feitas.

    Levou bastante tempo a ter que instalar tudo e seria óptimo que da próxima vez que formatasse o disco não tivesse que instalar tudo de novo, uma por uma.

    Instalei também o Norton Ghost 12 na esperança de poder criar um DVD que contivesse uma cópia exacta do meu disco rígido neste momento e que da próxima vez que quisesse reinstalar tudo bastasse só colocar o DVD na drive e arrancar o PC a partir deste. Assim em alguns minutos tudo ia para o sítio sem ter de perder imenso tempo a instalar uma coisa de cada vez.

    Isto é possível? Se for como faço isso? Se não, que alternativas sugerem (sem ser usar o nLite e outro software idêntico)?

    Quem souber por favor que me ajude, muito obrigado!

    Cumprimentos:)
     
  2. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Si, o Ghost faz precisamente isso, imagens. Eu pessoalmente prefiro o True Image, mas cada um sabe de si. O Ghost antigo era ok, mas o novo é baseado no antigo Drive Image que infelizmente só me deu problemas.

    Convem que tenhas em mente que restaurar uma imagem é mesmo isso, um restore verbatim. As coisas voltam exactamente ao ponto onde estavam. Dai, é bom que tenhas os dados noutra partição (mesmo sem a questão da imagem deve ser sempre assim, toran o format/install masi rápido e eficiente, infelizmente o ppl é preguiçoso e só que uma partição...). Com NTFS podes sempre "abusar" de uma feature pós-W2K, que é montar uma partição num mountpoint de outra. Isto é, tens a C com o sistema e pós instalação montas as outras no sitio onde as queres. Por exemplo, montas a drive D na pasta do utilizador X e quando ele acede à pasta dele, efectivamente está a aceder à drive D. Pessoalmente prefiro explicar ao povo o que são drives e partições, mas para os users mais "burro que nem porta" é o melhor caminho...
     

Partilhar esta Página