1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Bateria para telemóvel que carrega em 10 segundos

Discussão em 'Telemóveis' iniciada por freittas, 14 de Março de 2009. (Respostas: 5; Visualizações: 788)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. freittas

    freittas Power Member

    "Cientistas criaram uma bateria de lítio que pode revolucionar o mundo dos telemóveis. Precisa apenas de 10 a 20 segundos para carregar. Esta nova bateria à base de lítio é capaz de armazenar e gerar uma maior quantidade de energia do que as actuais e é recarregada em apenas dez segundos --uma invenção que poderia revolucionar o mundo da telefonia celular. A bateria deve ser comercializada em alguns anos, segundo os investigadores responsáveis pelo projecto.

    A invenção foi desenvolvida por Byoungwoo Kang e Gerbrand Ceder, dois cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que se dedicaram a melhorar o rendimento oferecido pelas baterias actuais através de um novo desenho dos canais encarregues de transportar a energia de um lado para outro da pilha.

    Actualmente, as baterias de lítio oferecem um bom rendimento energético. Contudo, o seu ponto fraco é o baixo nível de potência em determinados momentos nos quais, por qualquer motivo, é necessário uma carga extra.
    O facto é associado à lentidão com a qual os íões e os electrões do lítio circulam.
    Por isso, os cientistas centraram os seus esforços em conseguir aumentar a velocidade de deslocamento dos iões, criando uma ferramenta capaz de distribuir a energia por cada um dos cantos do dispositivo.

    Ceder explicou que isto permitiria carregar uma pequena bateria, similar à usada nos telemóveis, em apenas dez ou 20 segundos, o que "poderia ter muitíssimas aplicações práticas e poderia chegar a mudar nosso estilo de vida".
    Kang e Ceder utilizaram como base o composto LiFePO4, usado frequentemente no fabrico de baterias. Após o cobrirem com uma mistura de ferro, fósforo e oxigénio, o composto foi aquecido, o que permitiu que os iões se deslocassem com rapidez.
    Além dos dois pesquisadores do MIT, empresas de tecnologia já tinham revelado que trabalham no desenvolvimento de baterias e pilhas mais potentes e baseadas noutros elementos químicos, cujas durações de carga podem chegar até um mês.

    Os resultados desta investigação foram publicados na revista “Nature”."

    Fonte:http://noticias.pt.msn.com/article.aspx?cp-documentid=15020961
     
  2. viskonde

    viskonde I quit My Job for Folding

    será que dá e já está pronto para ser produzido em massa?
    isto para os futuros carros electricos é um must... nao é nada interessante ter um carro que demore uma noite a carregar..
     
  3. Vandrare

    Vandrare Power Member

    Foi o que me veio à cabeça quando li esta notícia. Mas enfim, este tipo de coisas que aparecem agora nas notícias ainda estão longe de estarem prontas para produção em massa...
     
  4. nunyx

    nunyx Moderator
    Staff Member

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página