1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Informação: Pela 0:30 desta Sexta-feira (9 de Dezembro, 23:30 de Quinta-feira nos Açores) o Fórum e restantes sites da ZWAME vão estar offline para manutenção durante cerca de 1h30.
    Se necessário faremos actualizações via Twitter e Facebook.
    Remover anúncio

Guia BIOS, POST e Códigos de Erro no arranque

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por Sr.Professor, 16 de Agosto de 2007. (Respostas: 0; Visualizações: 5499)

  1. Sr.Professor

    Sr.Professor Banido

    BIOS

    Por definição, o BIOS (Basic Input Output System) ou Sistema Básico de Entrada e Saída é um circuito ROM no qual residem as instruções básicas necessárias para o arranque do sistema. É possível alterar alguns parâmetros de configuração de baixo nível acedendo ao setup da BIOS, durante o arranque.
    Na BIOS reside a primeira camada de software de sistema (o Firmware) que é responsável pelas configurações iniciais da máquina e o reconhecimento dos vários subsistemas da mesma (CPU, FD e HDs, Memória, sistema de vídeo…). A alteração errada dos parâmetros de identificação e configuração podem parar o sistema.
    Todas as BIOS são construídas em memória não volátil (ou ROM) Dependendo da tecnologia usada podemos encontrar o BIOS escrito em :

    :arrow:Memórias ROM
    :arrow:Memórias PROM
    :arrow:Memórias EPROM
    :arrow:Memórias EEPROM

    Nos sistemas actuais, o BIOS é implementado em EEPROMs, vulgarmente conhecido como Flash BIOS. A vantagem principal que este tipo de memória apresenta é a possível actualização do Firmware inscrito sem necessidade de equipamento específico. No entanto esta “vantagem” pode também ser considerada como um risco de segurança.

    CMOS

    Memória RAM que tem como função reter as definições de Setup no que respeita a definições de baixo nível. No processo de arranque o BIOS acede a esta memória para obter as definições básicas de funcionamento do sistema e seus componentes (incluindo a hora de sistema).

    À sequência de Pré-Boot dá-se o nome de POST (Power On Self Test). Esta sequência básica está presente em todas as arquitecturas de computadores disponíveis no mercado. Nos PCs, esta sequência está a cargo da BIOS e tem como objectivo determinar com exactidão os componentes de hardware instalados no sistema.

    Para além de determinar os componentes, o POST verifica também o seu correcto funcionamento, emitindo uma sequência
    de avisos sonoros / luminosos (em LED da motherboard) sempre que existem problemas. Estes avisos variam de fabricante para fabricante e de motherboard para motherboard.

    Uma vez que essa sequência e sua tradução está directamente relacionada com o fabricante e características da placa, devese consultar o manual de utilização da mesma de modo a interpretar correctamente os avisos. Existem no entanto algumas motherboards que apresentam um conjunto de 4 LEDS de Diagnóstico na própria placa...

    Naturalmente, também neste caso existem alguns códigos proprietários, no entanto existe uma sequência padronizada e comum.
    Por norma, o comportamento dos Leds corresponde a verde (ou ligado se forem monocromáticos) e verde / vermelho. A maioria das motherboards usa leds policromáticos pelo que vamos usar esta nomenclatura.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Conforme foi já referido, a BIOS sendo actualmente implementada em memória Flash, pode ser reescrita. Ao processo de reescrever a BIOS chamamos de Update da BIOS e tem como objectivo corrigir código de Firmware ou adicionar funcionalidades, no entanto, os fabricantes não dão garantia sobre as actualizações de Firmware…

    ------------
    By: Sr.Professor
     

Partilhar esta Página