1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio
  3. Está disponível o Comparador ZWAME em versão beta.
    Mais informações.
    Remover anúncio

Cell: dar tempo ao tempo!

Discussão em 'PlayStation' iniciada por ritto, 10 de Abril de 2007. (Respostas: 64; Visualizações: 3148)

  1. ritto

    ritto Power Member

    Unlocking the power of the PlayStation 3’s Cell processor is a difficult task, but how much so? High Moon Studios' (Darkwatch) technical boss Clinton Keith tells Next-Gen how much the Cell has to offer and how his studio plans to bust the processor wide open.

    Late last week, Vivendi Games and its game studios wrapped up a workshop with Cell microprocessor co-creator IBM. The point of the “Cell Summit” was to help Vivendi-owned studios such as High Moon get to know the PlayStation 3’s complicated CPU.

    In the midst of that workshop, Next-Gen caught up with High Moon chief technical officer Clinton Keith, who spearheaded the two-day gathering. Here, he talks about the complicated nature of PS3 development, when developers will fully realize the PS3’s power, the trade-off between ease-of-development and sheer power and working with IBM further down the line.

    Next-Gen: Now you describe [the PS3] as “radically different," but can you elaborate on that more? Just how radical is the PlayStation 3 compared to even its contemporaries like Xbox 360 [note: High Moon is also working on an Xbox 360 title] or other systems?

    Keith: Well, in comparing it directly to the Xbox 360, you know the Xbox 360 has three general purpose processors in it. But they’re more like the typical processors that you might see in a PC or Macintosh… With the big general purpose processors, we can write the software traditionally the way we’ve done it in the past, so we don’t have to change things so much.

    What Sony did was the Cell processor is it really embeds about seven processors, one of those being the general purpose core and the other six being these real dedicated specific-use type of processors that are extremely fast. But seeing that they’re not general purpose, they’re a little bit more challenging for programmers to get under control and to write software for.

    With these Cell processors and these small processors called the SPEs, we really have to not only write software different but we have to think about how we’re solving problems in a completely different light.

    Once those complexities are unwound, how dramatically will the PS3 development environment change?

    This is what we’re looking forward to that in eight years down the road, as Sony said they want this machine to be around for the remainder of the decade… Right now, the games you’re seeing come out are using engines that are more in the traditional way of creating games, which is that your engine architecture has access to all the other parts of the engine itself. With the PlayStation 3, we’re going to have to figure out how to divide up these things up so that they’re much more separate.

    [We’ll have to] explore things such as "procedural synthesis," which really has exciting potential on the PS3. Rather than creating all these environments and all these behaviors by hand, now we’ve got a lot of this power, [so] we can come up with ways that the processor can create environments and create artificial intelligence rules that kind of emerge with gameplay and adjust to the gamers' input, so we can have a lot more variety. That could interest somebody with the concerns of the rising cost of development.

    When will developers be able to fully realize the PlayStation 3’s power?

    That’s something that we’re trying to discover right now. I think that there are games out there that no one’s ever seen before. I call them sandbox games where—take one of my favorite games, which is the Battlefield series—where you get to play with dozens of people online in a large environment with lots of explosives. The thought I have is that every time you play those levels, those levels are the same. They stay the same and they never change.

    What I’d love to do is I’d love to play in an environment that changes over time, that if there’s a building where the snipers are hiding in, you can make a big hole in that building and it stays that way for awhile. To do that believably without creating a ton of assets, we’re going to have to mimic real life and real physics. I think that’s the potential for what the Cell processor can do. It can crunch a huge number of calculations if those environments are built correctly [and] if we figure out how these SPEs work. I think [we’re] in the generation to start figuring that stuff out, so we’re trying to bootstrap that and trying to experiment with those things and see what’s possible.

    Will it be something like two or three, four more years before we see just truly mind-blowing games and results from the PS3?

    I think somebody might surprise us with a few things here and there. We’ve actually got a prototype on the PS3 that simulates liquid like no one’s seen before and we’ve actually built a little minigame around that to take advantage of that… The goal of this small game was that [we] might be able to put out a small downloadable game that somebody might buy for five dollars, play it on their 1080p television set with their PlayStation 3 and just really show people an experience that no other console can give them on their $3000 TV set.

    As a developer, would you rather be working on an extremely complicated system with lots of power to unlock or an easier-to-develop-for system with a little bit less power?

    Well I’d rather—it would depend on whether I have a schedule or not that I’m trying to keep. This kind of reflects what we’re doing right now [with the Cell workshop]. We’re focusing on an R&D effort, a heavy R&D effort on the PS3. The focus of what we’re doing this week is to have a small team—called Beachhead team—really kind of explore and make small games that can’t possibly be made on any other platform. They don’t have a schedule and basically they’re kind of discovering as they go along.

    Now if I have a title [due out] in 18 months, we’ll have to basically narrow what we’re creating within six months. Then obviously I want tools and to know [those tools] right away.

    So what exactly happens after this workshop’s done and how will the relationship between High Moon, IBM and Vivendi continue after this?

    Well, I think that we’re exploring continuing this on a more one-on-one basis. Right now, they’re coming down here and they’re working with about thirty engineers across Vivendi in a workshop and giving [Vivendi] hands-on experience with some of their tools that they’ve developed. Going further, I think that the work we do could benefit both IBM and us in looking at specific problems that we’re trying to solve like procedural synthesis… It’d benefit IBM to see the actual application challenges of the Cell processor.

    In addition to that, we want to look at utilizing some of these blade servers, which are arrays of Cell processors. We’re doing things like right now, if we had a huge environment and we wanted to pre-light it, it can take half a day for a PC to cook that lighting to the level. The promise of these blades is that we can do that in a few minutes. We always say that the quality of whatever you’re working on is based on how many times you can iterate on it, so we’ll certainly come up with far better looking levels if we can rapidly iterate on things like that.
  2. ritto

    ritto Power Member

    amigos talvez daqui a 2 ou 3 anos comecemos a ver o real poder do cell,qd os programadores comecarem a entender esta besta,vamos ficar boquiabertos,por enquanto...so temos que esperar...
  3. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido

    ou seja... coisas que eu (na minha modesta opinião reti)

    1) "game engines" actuais mais adequado ao's PPE e portanto Xbox.
    2) várias dificuldades em trabalhar o CELL
    3) vários anos pela frente a tentar perceber como extrair sumo..talvez anos em demasia..
    4) pequenos truques e dicas, que nem todos os developers têm acesso e know-how..portanto, nem toda a gente vai estar por dentro destas coisas..
  4. Korben_Dallas

    Korben_Dallas Zwame Advisor

    Pf coloca a fonte do artigo... e não faças posts seguidos, usa o edit ;)

    O potencial do Cell é grande mas se o vamos ver na PS3... acho que sim, alguns developers deverão conseguir fazer cenas extraordinárias... mas com o tempo que demora a desenvolver um jogo + aprender a espremer o Cell... é investimento a mais para muitas empresas.
  5. Jeust

    Jeust Colaborador
    Staff Member

    hmmm este artigo ajudou-me a perceber as estratégias da microsoft e da sony... pelo menos mais um bocadinho lol

    Eu axo k foi por isto msm a microsoft manteve o leitor de dvd em deterimento de outros suportes. A xbox provavelmente foi concebida para uns 4/5 anos, ganhando pela facilidade de programação, dado em parte a sua semelhança com o pc, em preço, devido á aposta da sony no br (entre outras coisas), pelos titulos sonantes, devido em grande parte ao poderio comercial microsoft e á semelhança de programação com o pc. Acho k foi construida para limpar o mercado durante uns anos, enquanto a ps3 está a dar os primeiros passos na sua implantação e na exploração dos recursos da sua arquitectura.

    Provavelmente, depois de haver já uma larga utilização de br ou hd dvd e a xbox não conseguir fazer frente á ps3, eles lançam uma nova, mais avançada capaz de competir e superar a ps3.

    A ps3, como diz o artigo sugere, foi pensada com um hardware de capacidades superiores, mas mais difícil de retirar o seu potencial, um pouco á imagem de uma consola passada, a N64, e pensada para uma década ou mais... talvez ai residam os problemas da sony.

    Se a estratégia da microsoft for algo semelhante a isto provavelmente nunca veremos o verdadeiro potencial da ps3, pk quando começar a aparecer a xbox lança provavelmente uma nova consola e a sony, para combater, outra.

    não sei... mas se nisto consistir as estratégias das duas companhias... a sony pode sair a arder um bocado... dependendo tb do tempo k demoram a retirar o potencial da consola. Dada a tecnologia actual ainda pode demorar um tempito. Até a acontecer isso provavelmente a Xbox tem a "upper hand".

    Pensar a longo prazo nem sempre compensa... talvez estejam mal habituados com a ps2...
    Última edição: 11 de Abril de 2007
  6. lord_zed

    lord_zed Power Member

    Muito mal habituados....com a PS2 foi só encostar debaixo da bananeira..e deixar o marketing trabalhar..
  7. [_RaTaO_]

    [_RaTaO_] Power Member

    Bem é assim o que eu deduzo com isso é que o consumidor tem 2 hipoteses:

    - Quer uma consola barata e com bons jogos, compra uma PS2, pois actualmente é a consola mais barata no mercado (não next gen claro :D) e com uma grande escolha em termos de jogos e muito bons tambem e espera pela descida de preço da PS3

    - Se quiser uma consola next gen entao aposta na PS3 (na minha opinião) pois como ja foi dito mais do que uma vez o potencial da PS3 ainda não foi descoberto mas estão no bom caminho.

    Ca para mim (eu comprei a PS3 no lançamento mas isso foi eu) esperava pelo menos um ano para dar o beneficio da duvida a PS3, afinal a xbox ja esta no mercado ha mais de 1 ano, e via se realmente vai conseguir superar a xbox e caso não superasse a xbox esta de certeza que estava a um preço muito baixo e bem razoavel ou então ja estavam a lançar uma nova.
    Eu apostei na PS3, pois sempre tive consolas Sony (desde que a Sony entrou no mercado das consolas) e tive uma x360 mas sinceramente não gostei (em termos de maquina pois jogos são muitos e bons) não foi maquina que me cativasse, mas prontos é a minha modesta opinião eu por mim tinha todas e mais algumas :D

  8. Draven

    Draven Power Member

    Então se tinha muitos e bons jogos não é isso o mais importante numa consola? :n1qshok:
  9. theforbidden1

    theforbidden1 Banido

    Eu acho é que quando chegar o tempo de a PS3 ter um preço decente já está a sair uma next next gen :002:

    Se se fala em dar tempo ao tempo, so num fonturo muito longincu-o deve-mos desembolsar dinheiro pela ps3 :002:
  10. flybikes

    flybikes Banido

    Meus amigos, deixem-me dizer-vos que o que a sony não tem é tempo. Dar tempo ao tempo? quando menos esperarem a microsoft dá novidades. Digo microsoft porque a X360 já está á muito tempo no mercado.
  11. bane

    bane Power Member

    Talvez nao... a Sony parece estar inclinada em apostar na longevidade da PS3 (mais q nunca)

    Estes 'workshops' sao excelentes iniciativas para por os programadores mais à vontade com o Cell, só continua a haver um problema com isto que é o tempo de programaçao de um jogo :/
  12. flybikes

    flybikes Banido

    O consumidor só teem essas duas hipoteses? deves estar haver consumidores alienigenas, porque os consumidores que eu estou a ver, estão a esgotar todas as Wii`s que aparecem e a comprar Xbox`s360 ás paletes. Isto são factos.
  13. [_RaTaO_]

    [_RaTaO_] Power Member

    Por acaso esqueci-me da Wii mas é assim quem da 400 pela Xbox da mais 200 pela PS3 pois sempre vem mais completa mas é a minha opinião e isto é um assunto que ja foi mais que falado agora o ppl fala mal da PS3, a meu ver, por duas razões maioritarias, o preço e falta de jogos, ora bem o preço é como ja disse a Sony impinge tudo ao consumidor por um preço um pouco alto enquanto a MS da a hipotese de escolherem o que querem mas a um preço muito superior são tecnicas diferentes agora os jogos a consola saiu a puco tempo ai sim digo para darem tempo ao tempo. Agora eu falei na PS2 pois acho que é a melhor consola no mercado em relação preço/jogos comparando com as consolas da sua geração mas foi so a minha opinião e como disse no outro post eu apostei na PS3 e posso vir a dar-me mal como posso vir a ficar mais bem servido do que um que tenha a x360.
  14. bane

    bane Power Member

    mas a PS2 mais 1 anito e morre, a Wii mto pelo contrario... o futuro só está para trazer coisas boas para ela
  15. [_RaTaO_]

    [_RaTaO_] Power Member

    Ya foi como eu disse em cima esqueci-me da Wii (e tenho uma :002: ) mas agora a nintendo tem de começar a lançar umas novidades para poder acompanhar as outras e quanto a PS2 não sei mas acho que é capaz de ficar mais do que um ano por ai afinal é super barata (ainda mais do que a Wii e não te esqueças que sempre arranjas jogos apartir de 10€ para ela por ai e isso para os pais que tem um puto novito conta muito
  16. timber

    timber Zwame Advisor

    O tempo e a motivação por falta de parque instalado.

    Fazer um esforço considerável para que? Quando se pode lançar um port X360 para vender mais ou menos o mesmo?

    Vai depender de quantos estúdios vão arriscar o desenvolvimento específico PS3 sem serem first parties.
  17. bane

    bane Power Member

    So true... tens toda a razao, é q fazer um jogo nao é barato e se podes fazer o msm em menos tempo as software houses vão pelo caminho mais barato, desde q venda... Quem costuma aproveitar melhor sao as in-houses da propria empresa e nao vai ser a PS3 q vai ser diferente.
  18. Jeust

    Jeust Colaborador
    Staff Member

    e outra coisa... o desenvolvimento de jogos parece ser mto semelhante no pc e xbox... o k pode balançar as coisas.

    Lançar um jogo xbox de facil conversão para pc ou vice versa ou... lançar uma versão mais exigente em termos de tempo em ps3? Qual dará maior rendimento?

    Nos estúdios de orçamento limitado isso pode ser uma questão mto importante...
  19. manipulo

    manipulo Banido

    A comprar x360 ás paletes .. lol

    Aqui na minha zona ***** .
    Desde o lançamento da ps3 que puseram as duas piramides quase lado a lado .
    As ps3 não venderam totalmente mas poucas restam .. quanto ás x360 mesmo iniciando uma campanha de aquisição a crédito quase um mês antes do lançamento ps3 estão lá todas e digo mesmo todas .

    Ambas estão a crédito actualmente ... e sem juros .

Partilhar esta Página