1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Guia Citrix Xen Server 5

Discussão em 'Análises, Artigos e Guias' iniciada por Nemesis11, 15 de Abril de 2009. (Respostas: 19; Visualizações: 42257)

  1. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Este artigo é um pequeno tutorial de como obter, instalar o Citrix Xen Server 5 e de como criar simples máquinas virtuais.

    Citrix Xen Server 5 é um produto que incorpora um hypervisor (Xen) e alguma ferramentas e templates para o gerir.
    Este produto tornou-se grátis à poucos dias e é quase tão completo com a antiga versão Enterprise ( falta o High availability ), que custava umas centenas de Euros.

    Ao contrário do Vmware Workstation ou do Virtualbox, o software de virtualização não fica "por cima" do sistema operativo. Tem acesso directo ao hardware.
    Aliás, o Xen Server 5 é baseado no Centos 5 e depois de se instalar só serve para correr máquinas virtuais.

    A quem pode interessar o Xen Server 5?
    • Quem quiser ter um ambiente complexo numa ou mais máquina de testes e os produtos "desktop" não forem suficientes.
    • Quem quiser ter um ou mais servidores em produção que contenham diversos sistemas operativos a correr na mesma máquina.

    Por último, de referir que existem alternativas, também grátis, ao Xen Server 5. As duas mais conhecidas:
    - Vmware Esx 3i -> http://www.vmware.com/products/esxi/
    - Microsoft Hyper-V server -> http://www.microsoft.com/hyper-v-server/en/us/default.aspx

    Cada produto tem as suas vantagens e desvantagens e este post não serve para discutir qual é o melhor.
    Como conheço mais ou menos os três, se houver interesse, posso colocar um tutorial sobre eles.

    Obter Xen server 5

    [​IMG]

    Primeiro que tudo é necessário aceder ao site do Xen Server 5 em http://www.xenserver5.com/

    [​IMG]

    Em http://www.xenserver5.com/landing/linux/compare_vmware.htm têm um pequeno comparativo com o Esx 3i, caso queiram saber mais.

    [​IMG]

    Quando carregarem no botão de download, vão aceder a http://deliver.citrix.com/go/citrix/wbFreeXenServer , onde têm que preencher um formulário bem chato.
    Felizmente, para o download, só é necessário preencher uma vez.

    [​IMG]

    São dados vários links e no final devemos ter estes ficheiros. Para a instalar e gerir a máquina só são necessários os dois isos e o msi.
    O resto é documentação e uma aplicação para converter máquinas físicas em virtuais.

    Instalar Xen server 5

    Primeiro que tudo, os requisitos:
    • Na máquina onde se instala o Xen server, é necessário um processador 64 bit e, caso se queiram correr máquina virtuais Windows, o processador tem que suportar VT no caso da Intel e AMD-V no caso da Amd.
      Além disso, dependendo do load que a máquina vai ter, convém ter bastante memória Ram e discos rápidos.
      Atenção. Nem todas as controladoras e placas de rede comuns são suportadas.
    • Na máquina onde se vai gerir o Xen Server, um Windows com .Net 2.0 instalado.

    [​IMG]

    Gravar os dois isos para cd. O segundo cd é facultativo, mas para quem vai criar máquinas virtuais Linux, dá jeito, porque tem templates já criados.

    [​IMG]

    No boot do primeiro cd, carregando em F2, têm algumas opções avançadas. No entanto, na maior parte dos casos, basta carregar no ENTER para que seja iniciada a instalação.

    [​IMG]

    A partir daqui, a instalação é muito semelhante à instalação do Red Hat em "text mode". Quem já conhece, vai sentir-se em casa.
    O primeiro ecrã é para escolher o teclado. Neste caso "pt-latin1".

    [​IMG]

    Em seguida temos a oportunidade de carregar um driver ou converter a máquina em que estamos numa máquina virtual.
    No entanto, para este tutorial iremos escolher a opção "Install or upgrade Xen Server Host".

    [​IMG]

    Ele avisa que já contém o Update 3 e que ao instalarmos o Xen Server 5, iremos apagar o conteúdo do disco.
    Carreguem em "Ok" se tiverem a certeza.

    [​IMG]

    Se quizerem ler o EULA, aqui está ele. Carregar em "Accept EULA".

    [​IMG]

    Se tiverem mais que um disco no sistema, têm que escolher em qual dos discos vai ficar instalado o Xen Server 5.

    [​IMG]

    Aqui têm a opção de escolher em que discos vão ficar as máquinas virtuais. Podem escolher todos ou só 1.
    Depois da instalação têm opção de adicionar mais discos, se for necessário.

    [​IMG]

    Escolher a origem da instalação. Numa instalação "simples", será a partir do cd-rom. Escolher "Local media (cdrom)".

    [​IMG]

    Caso tivermos interessados em instalar templates de Linux, gravar o segundo cd e neste ecrã escolher "Yes".

    [​IMG]

    Verificar ou não o cd-rom que foi gravado e depois escolher "Ok".

    [​IMG]

    Colocar a password de root. Atenção à password, porque vai ser com este login e password que se vai aceder pela primeira vez ao Xen Server.

    [​IMG]

    Escolher se queremos que a máquina tenha um ip fixo ou dinâmico.

    [​IMG]

    Escolher o nome da máquina e o(s) ip(s) dos servidores de dns.

    [​IMG]

    Escolher o Timezone. Neste caso "Europe".

    [​IMG]

    Escolher a cidade. Neste caso "Lisbon".

    [​IMG]

    Como é que a hora/data é determinada. Aconselho que seja por NTP, por ser automático e fiável.

    [​IMG]

    Escolher o(s) servidor(es) de NTP. Neste caso vou só usar o "ntp.pool.org".

    [​IMG]

    Toda a informação foi recolhida e a partir deste ponto todos os dados do discos serão apagados. Se tiverem a certeza, carregar em "Install XenServer".

    [​IMG]

    Tomar um café durante a instalação....

    [​IMG]

    No fim, vai pedir o segundo cd. Carregar em "Ok".

    [​IMG]

    Verificar ou não o segundo cd-rom.

    [​IMG]

    Tomar um segundo café.....

    [​IMG]

    Retirar o cd-rom da drive e carregar no "Ok" para o restart.

    [​IMG]

    Isto é o que será visto no boot.

    [​IMG]

    Para ver as mensagens de boot, podem carregar no ESCAPE.

    [​IMG]

    No fim do boot, temos uma consola com diversas opção. A maior parte do tempo não se vai usar a consola da própria máquina e sim o programa de gestão remoto.

    [​IMG]

    Podemos no entanto activar ou não serviços remotos, como o acesso por ssh.

    [​IMG]

    Escolher se queremos ou não ter acesso remoto por ssh.

    [​IMG]

    Podemos também aceder localmente à linha de comandos.

    [​IMG]

    Depois de colocarmos a password de root, temos acesso à linha de comandos.
     
    Última edição: 15 de Abril de 2009
  2. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Gerir Xen server 5

    Numa segunda máquina, com acesso de rede ao Xen Server, com um Windows e .Net 2.0, temos que instalar a aplicação "Xen Center". Isso pode ser feito a partir do "FREE_XenServer-5.0.0-Update3-XenCenter.msi"

    [​IMG]

    O shortcut para a aplicação fica no Desktop e basta arrancar com ela.

    [​IMG]

    Este é o ecrã que se vê quando se arranca a aplicação. Para adicionar a máquina onde está instalado o Xen Server, carregar em "Add your XenServer".

    [​IMG]

    Colocar o ip, o username (root) e a password.

    [​IMG]

    Ele dá a hipótese de se comprar o "Citrix Essentials", que é um produto pago que complementar o Xen Server. A grande vantagem é ter "high availability" entre diversos servidores.

    [​IMG]

    Ele avisa que temos 30 dias para activar o servidor. Esta activação é grátis.
    Escolher o servidor e carregar em "Activate".

    [​IMG]

    Somos redireccionados para mais um formulário, onde temos que preencher os dados, para recebermos o ficheiro da licença no email.

    [​IMG]

    Basta fazer duplo click em cima do ficheiro da licença para o servidor ser activado.

    [​IMG]

    Na configuração de "storage" do servidor, podemos adicionar mais discos, um repositório de isos, ou acesso a discos por iscsi.

    [​IMG]

    Neste exemplo, mostro como adicionar um repositório de isos que se encontra num file share.

    [​IMG]

    Ficamos com o acesso a todos os isos que se encontram nessa share.

    [​IMG]

    Na parte de "Network", além da rede que é criada por defeito, podemos criar outras redes internas, externas ou juntar duas placas de rede.

    [​IMG]

    Para criarmos a primeira máquina virtual, carregar no servidor e escolher a opção "New VM"

    [​IMG]

    Temos vários templates que podemos escolher. Alguns deles em que a máquina virtual já está criada e basta mudar a password de root e o nome da máquina. Para mostrar isso, vou escolher instalar um Debian 4.0

    [​IMG]

    Escolher o nome da máquina virtual. Neste caso "Debian Etch 4.0".

    [​IMG]

    Escolher o numero de processadores virtuais e quanta ram fica alocada a esta máquina virtual.
    De referir que não interessa quantos cores a máquina física tem, porque podemos sempre escolher até ao máximo de 8 processadores virtuais.
    Claro que se o numero de processadores virtuais ultrapassar os reais, a performance da máquina virtual vai-se ressentir.

    [​IMG]

    Escolher o tamanho do disco virtual. Neste caso escolhi "40 GB".

    [​IMG]

    Escolher a placa de rede virtual e em que rede vai ficar.

    [​IMG]

    Acabar a configuração e arrancar com a máquina virtual.

    [​IMG]

    Acedemos à consola da máquina virtual e passado poucos segundos, temos um "wizard" a perguntar que password de root queremos ter na máquina.

    [​IMG]

    Em seguida, pergunta que nome queremos que a máquina virtual tenha.

    [​IMG]

    E ao fim de alguns segundos e duas perguntas, temos uma máquina virtual com Debian, funcional.
    Aqui fica um screenshot do htop a mostrar os 8 cpus virtuais e os 2 GB de Ram.

    [​IMG]

    No caso de querermos uma máquina virtual com Windows, o processo é semelhante, mas temos que proceder à instalação manual do sistema operativo.

    [​IMG]

    No final da instalação do Windows, é necessário instalar os drivers, que melhoram a performance da máquina (Xen tools).
    Colocar o iso "xs-tools.iso" no cd-rom virtual e seguir o wizard de instalação dos drivers.

    [​IMG]

    No fim, temos um Windows XP com 2 processadores virtuais e 2 GB de ram.


    Por fim, referir que há muito mais neste produto do que foi mostrado aqui.
    Temos a parte de monitorização. Podem-se criar clusters virtuais, etc etc. Mas isso fica para cada um descobrir depois de ter o essencial feito.
     
  3. c03lh0

    c03lh0 Power Member

    Isso parece interessante. Significa que é um software que permite mais estabilidade que o VM Ware ?

    Existe versão para linux ?


    Cumps
     
  4. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Estás provavelmente a confundir com o VMware Server/ Workstation /Fusion (para OS X) que são instalados dentro do sistema operativo. Isto é instalado na raiz da máquina. É o primeiro SO. Os printscreens que aparecem do Windows é a gerir a outra máquina que está na mesma rede...

    Sobre o tutorial:

    Cada vez tenho mais vontade de ter uma coisa destas instalado e depois ter carradas de SOs em VMs.
    Esta luta da VMware, Citirx e Microsoft está ao rubro e cada vez mais interessante.

    Excelente tutorial.
     
  5. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Partindo do principio que te estás a referir ao Vmware Workstation, é difícil afirmar que um é mais estável que o outro, porque são duas formas diferentes de virtualização, com objectivos diferentes.

    O Vmware Workstation é usado num desktop, seja ele windows ou linux e é um programa como muitos outros no sistema.
    Por sua vez, este Xen Server ou o Hyper-V ou Esx 3i correm directamente no hardware e não há nenhum sistema operativo envolvido.

    Por acaso, a máquina que está por cima do hypervisor do Xen server é um centos, mas podia ser outra coisa qualquer. Por exemplo no caso do Vmware Esx3i não tens quase nada a correr por cima do hypervisor e por defeito nem tens acesso à consola da máquina.

    Isto tudo para dizer que este tutorial é para quem quiser ter uma ou mais máquinas que só estejam a correr máquinas virtuais.

    Sim. Alías no caso do Citrix Xen Server, o que corre por cima é algo muito próximo ao Centos.
    Pode-se ter um desktop com qualquer distribuição em que o kernel suporte Xen ou Kvm (outro hypervisor) e usar para criar máquina virtuais, tendo um frontend qualquer, como por exemplo o Virt Manager ( http://virt-manager.et.redhat.com/ ).
    No entanto, como tinha dito, não é esse o objectivo deste tutorial. :)
     
  6. c03lh0

    c03lh0 Power Member

    Obrigado pela explicação :)

    De facto não tinha percebido de início em que consistia o Citrix Xen Server, logo as minhas perguntas iniciais são descabidas, mas o meu objectivo das minhas questões continua dentro do âmbito deste tutorial...

    Este sistema pode então "virtualizar" diversas máquinas, sejam linux, windows ou outras, interliga-las entre si ou com outras redes exteriores, estou certo?


    O facto de este sistema se encontrar livre permite ser utilizado de forma caseira ou até mesmo ser utilizado num escritório de uma Micro ou PME proporcionando custos mais reduzidos para a empresa ?


    Espero não ter dito nenhuma barbaridade e vou estudar este tutorial para planear um sistema caseiro :)


    Cumprimentos
     
  7. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    O "outras" teoricamente sim. O problema é que para ter verdadeiro suporte, normalmente é necessário instalar as tools com os drivers, por questões de performance.
    Não conheço muito bem o Xen Server com máquinas virtuais fora de Linux e Windows, mas tenho a certeza que, dentro deste tipo de produtos que suporta mais sistemas operativos é o Vmware Esx 3i .
    Desde Windows NT4, Solaris, Netware e Bsd, sendo mais fácil ou não, instala-se as tools no Esx 3i. O Hyper-V da Microsoft está do lado oposto. Se bem me lembro, nem NT4 é suportado e Linux só algumas distros (Novell e Red Hat se não estou em erro).

    Quanto a interliga-las entre si e com outras redes, sem dúvida. O limite é a imaginação.


    Sim. A ideia é poder ter mais de uma máquina, na mesma máquina e isso a aplica-se a sistemas caseiros, PME e grandes empresas.


    Não disseste nenhuma barbaridade.
    Se tiveres problemas, começa por algo mais simples, mas não tão poderoso, como o Vmware Server 1.X ou 2.0, que é instalado em cima de Windows ou Linux.
    http://www.vmware.com/products/server/
     
  8. c03lh0

    c03lh0 Power Member

    Apenas não referi as grandes empresas pois normalmente têm poder para contratar toda uma solução como um serviço e quem presta o serviço normalmente vai pela via mais cara mas que tem um melhor suporte, ao passo que esta solução que tu aqui apresentas é grátis e poderá não ter qualquer suporte (estou a presumir).

    Sim vou fazê-lo tanto para efeito prático como para desenvolvimento de conhecimentos.


    Cumprimentos
     
    Última edição: 17 de Abril de 2009
  9. pesta

    pesta Power Member

    Boas!

    Nemesis11, és capaz de me saber responder a isto...

    Há alguma forma de alocar recursos para os guests sem ser obrigado a reiniciar ? Por exemplo, passar de 2 para 3 cores ou aumentar memória/disco (a pergunta aplica-se também às versões pagas e não apenas ao Xen Server gratuito).

    Obrigado
     
  10. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Não tenho um Xen Server "à mão", mas a ideia que tenho é que podes adicionar placas de rede e discos a sistemas operativos que tenham suporte para tal (isto é, sem desligar a vm).
    Fora isso, acho que não.
     
  11. Antes demais, gostaria de me apresentar pois e' o meu primeiro post aqui. Trabalho na Citrix Systems Ireland, na na area de suporte e desenvolvimento do XenServer, gostaria de felicitar o nemesis11 pelo excelente artigo. Foi com bastante satisfacao que li algo sobre um produto do qual sou um fan enorme e com o qual me da muito gozo o meu dia-a-dia no trabalho. Agora toca a actualizar de acordo com a versao 5.5.1 (que por acaso saiu ontem). Continua o bom trabalho! ;-)

    E apesar, nao sei em que area trabalhas (ou se trabalhas!), mas a Citrix tem vagas no suporte do XenServer e se estiveres interessado em mudar-te para a Irlanda, teria prazer em fazer-te uma entrevista preliminar. Ou, alternativamente, e' possivel que tenhamos um escritorio em Portugal para breve, o qual te poderia interessar, mas seria na vertente de System Engineer (pre-venda tecnico).

    Eu posso responder em relacao ao XenServer: Podes adicionar discos/CDs/NICs on-demand, a-la hot-pluggable/swappable, contudo somente as poderas remover se nao estiverem em uso.

    Quanto aos processadores e memoria, infelizmente, ainda nao e' possivel sem reiniciares. Nem em versoes pagas. As diferencas essenciais nas versoes pagas, sao somente aquelas que somente empresas estao interessadas. A Citrix foca-se no mundo corporativo das medias e grandes empresas como mercado alvo, contudo o mercado do produto gratuito sao as PMEs. Sao quem descobre os bugs :-)

    Desculpem a falta de acentos, teclado britanico...
     
  12. pesta

    pesta Power Member

    Boas!

    Estou precisamente a implementar uma plataforma Citrix numa PME e estou bastante satisfeito com os resultados até ao momento.

    Tenho pena que o aumento de potência não seja possível, mesmo com um kernel modificado, mas compreendo as limitações técnicas inerentes e sei que o grande problema se encontra do lado dos guests e não do host.

    A HA é um conceito interessante no entanto acho que se perde um pouco sem esta feature. Não faz muito sentido falar em HA e à partida estar a considerar a possibilidade de restarts...

    Possivelmente iremos ter que usar o Xen Server gratuito e 2 máquinas sincronizadas com heartbeat em máquinas diferentes, mas isso já seria conversa para outro tópico :)

    Fico contente por te teres registado, assim já sei a quem recorrer se tiver mais dúvidas ;)

    Não sabia que já tinha saído uma actualização, amanhã já trato de a fazer bem como instalar o Xen Server numa segunda máquina para continuar com os testes :)

    Abraço
     
  13. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Desde já obrigado pelo convite público, que simpaticamente venho recusar :).
    Gosto e trabalho na área de virtualização, mas também trabalho em muitas outras áreas.
    Por acaso estou muito mais envolvido com o Esx 3i e Esx 3.5, mas gosto do XenServer por estar a puxar para o mercado "free" funcionalidades pagas noutros produtos.
    Já me aconteceu querer ter VMs com mais de 4 processadores ou ter o DRS "free", mas por limitações de licenciamento do Vmware, não é possível.

    Estou com grande espectativa para o XenClient, que me parece excelente pelos vídeos e pelo Xen 4, pelo seu roadmap.

    Desejo-lhe um bom trabalho com o Xen :).
     
  14. Queres esclarecer? :)



    O XenClient e' um produto interessantissimo, mas ainda esta' muito verde. Existe um video interessante que mostra inclusive algum trabalho com o XenClient num MacOS.
    http://www.citrix.com/tv/#videos/611

    Obrigado e bom trabalho com o XenServer e cia! :-)
     
  15. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    @Goncalo Gomes
    Esse vídeo tem mais de 6 meses. Uma excelente feature era conseguir-se fazer Live Motion sem a necessidade de uma storage externa :)
    Isso sim seria perfeito :)
     
  16. Amazing_Randy

    Amazing_Randy Power Member

    Metro, a storage partilhada (ou externa, se preferires) é o ideal para o Vmotion (vmware), caso contrário numa mesma máquina física não faz grande sentido Vmotion's.
    A ideia do VMotion é o mínimo downtime possível (por aí 1 ping) e se tú tiveres um único servidor físico e o mesmo pifar, ficas pendurado, pois tens aí o single point of failure.
    Com dois servidores físicos, se um pifar, o outro assume a(s) máquina(s) virtual(ais), desde que tenha capacidade para tal, naturalmente.
     
  17. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    mmmmm :)
    Também aceito que seja load balance entre dois servidores.
    Quando tens uma storage externa ficas com o problema de dependeres da storage que pode ser o teu tendão de aquiles se avariar. Por isso a mim fazia-me sentido que o live motion pudesse ser entre servidores sem estares dependente da storage. Se pudesses ter dois servidores em load balance e em caso de falha de um o outro ficasse com o load todo também servia. O problema é que nas versões gratuitas não é possível. Foi uma provocação da minha parte :)

    É que quem tem necessidade de certos cenários nem sempre tem possibilidade de investir nas melhores soluções.

    De qualquer forma acho sinceramente que o Xen tem elevado em muito a fasquia em termos de virtualização.
     
  18. GTO

    GTO 1st Folding then Sex

    Pessoal, uma pergunta tola mas pronto.

    Há alguma hipótese de instalar o Xen server e utilizá-lo, como se fosse um outro computador com o Xen center de modo a passear por entre os vários vm's instalados? (ou seja, apenas um único computador físico)

    Cumps
     
  19. Boa tarde Pessoal,

    Alguem me consegue explicar como bloquear o acesso ao citrix se estiver numa rede externa? E fazer um view por utilizadores logados num determinado periodo de tempo( PASSADO)?
     
  20. PiKa_

    PiKa_ Power Member

    o que entendes por rede externa? tens que dar mais algum detalhe, mas assim de repente o melhor que tens a fazer é definir uma regra(s) na firewall..
    em relaçao a utilizadores, que tipo de acesso? login na consola de gestão ou uma sessao ssh por ex? existem logs no sistema em /var/log que te podem dar uma ajuda
     

Partilhar esta Página