1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Clarkconnect ...AJUDA como ler NTFS e config FTP server

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Morpheus, 17 de Fevereiro de 2006. (Respostas: 4; Visualizações: 753)

  1. Morpheus

    Morpheus Banido

    Boas ...

    eu ontem saquei o Clarkconnect para meter um FTP server. Antigamente tinha um XP a fungar como FTP server. Eu quero aproveitar o facto de ter as pastas todas arrumadinhas a jeito que tenho. Eu explico.

    Tinha o FTP server em XP mas decidi migrar para Linux pela flexibilidade. Tenho um disco com o CC instalado e configurado, mas tenho os 2 discos com as pastas todas do antigo FTP só que os discos estão em NTFS. Supostamente o kernel deveria trazer os drivers para ler ntfs mas o CC n tem. Agora o que eu queria saber é se alguem me pode dar uma ajudita em como é que posso migrar os files todos ou como é que eu posso colocar o CC a ler ntfs. É que dava um jeito dos diabos n ter de mexer nos discos visto que assim tinha o trabalho todo feito!

    E já agora alguem tem um FTP server a funcionar em Linux que me possa dizer como é que meto o FTP server do Linux a funcionar?
     
  2. hellaxe

    hellaxe Power Member

    Em principio o server ftp funciona por defeito.
    Tens é de configurá-lo. Para o básico serve o webconfig para qq coisa mas pro tens de dar uma vista de olhos no site do Proftp.
    Vai também ao /etc/proftp.conf para configurares o bicho.

    Caso ainda não tenhas visto no site do CC
    Espero que tenha ajudado.
     
  3. Morpheus

    Morpheus Banido

    falta a parte do ntfs...
     
  4. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

  5. falco

    falco Power Member

    Se querias flexibilidade porque é que foste instalar algo que não tem felixibilidade. Coisas como o Clarck Connect não flexibilidade de uma distribuição de GNU/Linux a sério para além de terem um overhead demasiado grande e se quiseres mudar alguma coisa ficas com um inferno de manutenção e suporte, porque tens que passar a fazer coisas que é suposto ser a distribuição a fazer (a prepar patchs, garantir o funcionamento dos patchs, integrar o software, etc...), começas a passar mais tempo a manter o sistema do que a aproveitar a sua existência.

    Instala uma distribuição de GNU/Linux a sério.
     

Partilhar esta Página