1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Clovertown num Mac Pro

Discussão em 'Apple Geral' iniciada por blastarr, 12 de Setembro de 2006. (Respostas: 8; Visualizações: 733)

  1. blastarr

    blastarr Power Member

  2. Sandman

    Sandman Power Member

    Wow! É pena é haver poucas aplicações que aproveitem 4 Cores quanto mais 8... Nevertheless, very impressive :D
     
  3. timber

    timber Zwame Advisor

    Bem como workstations são impressionantes

    Mas mais uma vez se mostra como a gama da Apple está desiquilibrada. Haverá gajos a comprar Mac Pros por são os únicos Macs sem ecran que ficarão mal servidos para as suas necessidades.

    E vê-se o Mac Pro a ser parado (em tarefas comuns) pelos FB-DIMM e pelo seu chipset wierdo. E a alternativa é um portátil inchado com um teclado vendido à parte.

    Mas são grandes PCs sem dúvida.
     
    Última edição: 12 de Setembro de 2006
  4. ajax

    ajax Banido

    que tarefas comuns? onde estão esses benchmarks?
     
  5. timber

    timber Zwame Advisor

    Tens lá os pacotes de benches Winstone e tretas dessas, os testes de jogos e o por exemplo o Encode do iTunes

    O Mac Pro só sobressai quando surgem testes marcadamente multiprocessador. E nos jogos nota-se bem que as latências dos FB-DIMMs são miseráveis. O que não faz mal não foram desenhadas para isso. Mas sendo o Mac Pro o único desktop normal serve para ilustrar como a gama está algo estranha.
     
  6. blastarr

    blastarr Power Member

    Se experimentarem aplicações de rendering 3D, qualquer aumento do nº de cores deixa transparecer o verdadeiro aumento da performance.
     
  7. ajax

    ajax Banido

    O erro comum de fazer benchmarks de máquinas multi-core com benchmarks essencialmente série. Raramente interessam no mundo real excepto no caso dos jogos e mesmo nestes!!! Um SO qualquer tem umas boas dezenas de processos a correr em simultâneo.

    Há vários anos que constato que os habituais "benchmarkers" de vão de escada ainda não sabem fazer benchmarks de máquinas multi-core. Talvez ainda precisem de mais uns anos!

    É com agrado que vejo estas máquinas com 8 cores chegarem ao mercado a preços razoáveis. Há 2 anos uma 16 cpu's custou 10000 euros.
     
  8. timber

    timber Zwame Advisor

    Não era bem disso que estava a falar mas nesse ponto tens razão. Já se sabe que testar sistemas multi core é mais dificíl. O anandtech até tinha um benchmark que martelava uma dúzia de programas ao mesmo tempo. Até era um bocado exagerado porque ninguém é tão multi task como aquele teste mas pronto era um bom bench.

    Acho que era interessante ver nesse bench (e noutros claro) um Conroe com digamos 4 GB DDR-2 versus um Mac Pro com tb 4 GB com um processador desligado e o mesmo Mac Pro com os 4 cores activos. Ia haver alguns resultados interessantes.
     

Partilhar esta Página