1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. A secção Microsoft/Windows encontra-se actualmente em processo de reestruturação.
    Remover anúncio

Cluster em casa....com 3 pcs...converter video..

Discussão em 'Windows Desktop e Surface' iniciada por madafakapc, 28 de Fevereiro de 2006. (Respostas: 8; Visualizações: 1802)

  1. madafakapc

    madafakapc Power Member

    Será possivel, a titulo de curiosidade, criar um cluster para correr aplicações tais como conversao de video e outras do genero (pesadas e ke puxem pelo CPU) com varios PCs (no caso 3) ??? É que sei que o Windows Server 2003 permite clustering e entao....começo a pensar nas potencialidades de tal situação...se é que tem cabimento....esta questao.....:002: :002: :002:
     
  2. falco

    falco Power Member

    O melhor para isso é GNU/Linux, que é o que por exemplo os estudios de Hollywood usam para fazer o rendering dos filmes deles. As capacidades de High Availlability dos produtos da m$ são muito limitadas e também ficam muito caras.
     
  3. madafakapc

    madafakapc Power Member

    Yep, mas conheço entao um software que é o Cinelerra para Linux, que entao posso usar para fazer isso....e vou conseguir tirar pasrtido de ter 3 cpus a trabalhar no mesmo ???
     
  4. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Yup. Mas o Cinelerra é basicamente um soft de compose, não de conversão. Para Windows nesse caso terias o After Effects e O GridIron XFactor.

    A questão fulcral é que a maior parte do soft, seja *nix ou Windows não sabe trabalhar de forma distribuida. Tens uma ou outra app que lá levou um patch ou um rebuild para saber fazer isso, mas ainda andas muito longe do dia em que isso vai ser algo natural e garantido.

    E o falco na sua defesa de GNU/Linux esqueceu-se de dizer que grande parte do soft que Hollywood usa para distributed render e distributed compose é altamente proprietário e não disponivél. Excepção feita a coisas tipo Cinepaint, em que dava menos trabalho ajudar a patchar uma app GPL que escrever uma do zero.
     
  5. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Tinha ideia que em Hollywood andavam com maquinas do tipo SGI a correr o OS da SUN...

    :\

    Pena que computação em "cluster" seja complicado, era giro ligar um portátil com Core Duo ao meu desktop com o Opty dual core a fazer encode de DVD's :004:
     
  6. ShadeX

    ShadeX Power Member

    E era. Mas não Solaris, IRIX. A SGI fazia hw e sw, e cobrava bem por ambos :D Foi por isso tbm que mudaram. Linux era mais barato Mhz/$$$. A industria de cinema não se chateava com probs filosoficos de software livre como o falco, queria era reduzir custos :)

    Não tem de ser necessáriamente complicado. Mas tem de ser necessariamente implementado desde o dia zero, e nunca como um addon, para sair bem. Mas isso um dia muda. Dantes tbm tinhas downloads server-client e agora tens redes peer-to-peer. As coisas mudam, leva é tempo.
     
  7. spastikman

    spastikman Banido

    de complicado nao tem nada....

    testa o openmosix ...

    nem precisas de instalar nada .... é um livecd, arrancas, defines os ips, e tá a andar de mota....

    qualquer nó que queiras usar, ele serve-se das outras maquinas. Tens até graficos em tempo real a mostrar a ram e % de processador a ser usada.

    Testamos isso na giga lanparty e foi bastante bacano.
     
  8. falco

    falco Power Member

    Se usassem máquinas SGI, corriam o sistema operativo da SGI e não o da Sun...
    Mas para além da SGI estár a apoiar pesadamente o GNU/Linux, e a recomendar a sua utilização, o que acontece é que os estudios estão a utilizar servidores intel e GNU/Linux por causa dos preços.
    Não consigo lembrar-me de nenhum filme com efeitos especiais relevantes nos ultimos 6 anos (ou mais) que não tenha sido feito com GNU/Linux.



    O falco não se esqueceu. O falco apenas não fala do que não sabe. Sabe que utilizam clusters com GNU/Linux, sabe que usam o cinepaint, mas não sabe outras coisas e por isso quando não sabe fica calado sobre isso para não enganar ninguém, com, ou sem intenção de enganar.

    O cinepaint é de facto um grande pontapé no cu de quem diz que o Gimp não presta.
     
  9. ShadeX

    ShadeX Power Member

    Mas (pelo menos segundos os docs) isso faz-te process migration across nodes. Não distribui. Para o efeito que ele tava a falar, precisas é de distribuir e não mover.

    Nem por isso. A arquitectura do PS permite 16bpc, maaaaas, não tás a ver bem o desastre que é usar aquilo. Quase tudo o que o PS tem de bom vai cús porcos mal sai de 8bpc. Claro que não impedia a Adobe de criar uma versão 16bpc only, mas, sejamos realistas, o tamanho do mercado 16bpc vs 8bpc talzes não justifique, e a Adobe é uma empresa para ganhar $$$ não para o enterrar.

    Para os estudios, o Cinepaint fazia sentido. Mesmo que tivessem de pegar no GIMP e pagar muito bem a povo para criar a versão 16bpc, ainda assim era mais fácil e saia mais barato que convencer uma empresa tipo Adobe ou criar do zero uam app.
     

Partilhar esta Página