1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Com obter boas fotos á noite ?

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por ancarloro, 11 de Julho de 2007. (Respostas: 17; Visualizações: 3413)

  1. ancarloro

    ancarloro Power Member

    Boas !
    Tenho uma Sony DSC 90 , e apesar das confugurações automaticas de escolha manual :) que a maquina tem, dificilmente consigo boas fotos exteriores á noite . Escolho um ISO 400 sem flash e a foto aparece muito tremida . Se escolho a opção automatica , tira com flash mas n se vê quase nada fica td muito escuro. Quero acrescentar que o objectivo são fotos exteriores, tipo esplanadas , monumentos iluminados , bares , etc. Agradecia ajuda.
     
  2. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Tens que usar um tripé para imobilizar a maquina, senão saem tremidas, é claro. Com a maquina imobilizada, também é preferivel utilizar ISO baixo, para evitar ruído.
     
  3. cantara

    cantara Power Member

    Sony dSC-W90? Pelo que vi, não tens opções manuais, nem de controlar o tempo de exposição e a abertura separadamente. Sem isso, vai ser dificil tirares boas fotos à noite sem tripé.
    Quando não há tripé, o truque é aumentar a sensibilidade do sensor, teres a abertura no máximo, e se a máquina não tem estabilizador, usar um tempo de exposição à volta dos 1/40-1/60 (depende do quanto tremes das mãos). Mesmo que ela fique subexposta, muitas vezes dá para modificá-la mais tarde no computador.

    Pelo que percebi, é a máquina que escolhe o tempo de exposição e abertura consoante a avaliação que faz da quantidade de luz. E aí, se ela escolhe um tempo de exposição mais longo, não há nada a fazer, senão pousá-la num sítio, usar tripé, ou recorreres ao flash.
     
  4. tarzone

    tarzone Power Member

    Podes também usar o temporizador, porque o simples carregar no botão tb faz tremer!
     
  5. Olá a todos! É a primeira vez q participo neste fórum e espero q não seja a última... Estou a começar a entrar a sério no mundo da fotografia digital e queria comprar uma máquina que me permitisse fazer algumas coisas engraçadas. Pelas pesquisas q fiz na net estava a pensar em algo do género Olympus SP-550UZ ou Canon S5 IS. Alguém me poderá aconselhar? Já agora se optar por alguma destas máquinas alguém me sabe dizer se elas suportam objectivas adicionais? E acham q vale a pena o esforço monetário para ir até uma sSLR? Sinceramente não queria gastar mais do q 500 euros, mas se realmente valer a pena... Obrigado!
     
  6. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    MiaChica - Vieste ao tópico errado. Quanto à tua pergunta, acho que Canon pode levar uma grande angula e mais nada. Por 500€ eu ía para uma reflex com um bom sensor (8MP e ISO1600 pelo menos) e com boas aberturas (2-12 acho que já é considerável) e sempre ficava com a vantagem de ter a lente que eu quiser, e algumas funções extra que as reflex costumam trazer.

    Quanto às fotos à noite acho que já foi tudo dito. Se for para tirar a pessoas tens que fazer com que elas fiquem quietas, caso contrário vão ficar borradas.
     
  7. Já tinha reparado! Já recoloquei a questão no tópico correcto. Mesmo assim obrigado pela opinião.
     
  8. hugocadavez

    hugocadavez Power Member

    ancarloro, já experimentaste um ISO 400 com flash à noite?

    Também cheguei a ter uma Sony, a DSC-T20 (semelhante à W90) mas antes dos 15 dias após a compra devolvi-a por esse motivo: fotos com muito ruído (grão) em interiores. Nunca cheguei a testar em exteriores à noite. Troquei pela Canon Ixus 850 IS.

    Contudo, dentro de casa com ISO 400 e flash ficavam bastante boas. Só a troquei pelo facto de a lente ter um valor de abertura muito alto, o que já não acontece na W90.
     
  9. ancarloro

    ancarloro Power Member

    Obrigado pela dica, mas essas maquinas que referes já são muito á frente da minha S90. Contudo a minha duvida era tirar fotos em interiores e exteriores que consigam registar o momento como ele é , sem aquele alaranjado todo. Suponho que ao usar o flash tanto em interior como exterior estrago um bocado a foto. Alguem me explica realmente o que é o ISO , a abertura ? é que as explicações são muito tecnicas e eu n pesco nada.
     
  10. vsmn

    vsmn Power Member

    No ***** de Aveiro está uma D40 + 18-50mm por 499.00€ (já com o cashback). Acho porreiro.
     
  11. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Pois... Eu também já tive uma DSC-T1 nas mãos e não fui muito longe. É flash para cima e mesmo assim não gosto das fotos. De qualquer forma, se for para tirar fotos a coisas em movimento acho que só mesmo com flash. Não vais conseguir que as pessoas fiquem "congeladas" tempo o suficiente para conseguir uma boa exposição.

    Sabes como funciona uma máquina? De forma simplificada:
    Tens uma "janelinha" (obturador) que abre e deixa entrar luz para um sensor (antigamente era o filme do rolo). Esse sensor recebe a luz e cria um ficheiro com valores que dão origem à fotografia.
    O ISO é a sensibilidade do sensor, ou seja, a facilidade com que este apanha mais ou menos luz ( ISO baixo apanha menos lux, ISO alto apanha mais luz) é como os antigos rolos, tinhas o 200ASA, o 400ASA e por aí fora. Acontece é que quanto maior o ISO pior fica a imagem, fica com mais grão/ruido (ou fica feia devido aos sistemas anti ruido).
    A abertura é o quanto é que o obturador vai abrir durante a exposição. Quanto mais alto o valor da abertura mais fechado fica o obturador. Quanto mais fechado mais definidas vão ficar as fotos, mais detalhadas, mas a abertura também faz variar a quantidade de luz que o sensor apanha. Quanto mais aberto mais clara fica a foto, quando mais fechada mais escura.
    A exposição é o tempo durante o qual o obturador está aberto e em que o sensor está a receber luz. Este tempo é aquilo que as pessoas chamam velocidade de disparo. O normal acho que é 1/125 segundos, mas pode variar de 1/16000 até infinito, depende de máquina para máquina. Quanto mais tempo o obturador ficar aberto, mais clara vai ficar a foto. As velocidades de disparo lentas (por exemplo 3s) são usas para fotografar em condições de luz baixa e de preferência a coisas paradas (se a máquina tremer ou se alguma coisa se mexer a foto fica mal), as velocidades altas (por exemplo 1/3000) são usadas para tirar fotos a coisas rápidas como carros em andamento, animais, etc..
    (Penso que está tudo mas se não estiver ou se alguma coisa estiver errada digam sff)

    Depois é uma questão de jogares com estes factores para conseguires a foto perfeita, mas a maioria das máquinas, mesmo as mais caras ou topos de gama, não te deixam brincar com isto tudo, só te oferecem o básico.

    Eu de SLRs não percebo muito..
     
    Última edição pelo moderador: 20 de Julho de 2007
  12. ancarloro

    ancarloro Power Member

    Muito obrigado pelo esclarecimento , fiquei sem diuvida a perceber mais um pouco . Muito Obrigado mesmo .
     
  13. adolfo dias

    adolfo dias Power Member


    a imagem piora proporcionalmente ao tamanho do sensor e sua qualidade.
    um sensor de 1/2.5" vai criar mais grão do que um sensor de 1/1.7"
    daí a discussão noutro topico sobre as fuji terem os melhores sensores actualmente em cameras mais economicas.
    numa reflex como por exemplo a nikon, consegues tirar fotos sem grão até perto de iso 3200, visto o sensor ter um sensor de 23.7 x 15.7 mm (mais do dobro de um super ccd fuji e umas 3 a 4 veze ssuperior ao comum 1/2.5")
    uma mark III a iso 12800 -> http://img513.imageshack.us/img513/3089/eos1dmarkiiiiso12800goakd9.jpg

    relativamente à abertura nd tem a ver com o obturador. o que controla a abertura é uma "cortina" (n si o nome tecnico ou se calhar e mm cortina) que abre mais ou menos consoante a abertura que queremos. a abertura server alem de controlar a luz que entra para controlar a profundidade de campo. a profundidade de campo ve-se naquela fotos em que temos por ex uma flor focada e o fundo completamente desfocado. qt maior a abertura, menor a profundidade (mais desfoque)

    relativamente ao tempo de exposição o tempo minimo que tenho conhecimento é de 1/8000 e o tempo máximo numa reflex pode prolongar-se até ficar sem bateria ou esgotar o cartão. com uma máquina ligada à corrente e um cartão de 8gb consegue-se possivelmente uma exposição de 4 a 5 horas. as velocidades lentas n são exclusivas para objectos parados, tb podem ser usada para criar os rastos de luz de um carro a passar por exemplo, ou numa exposição de horas com a máquina apontada para o céu podemos ver os rastos das estrelas
     
  14. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Sim, aquilo não é o obturador mas não tenho a certeza do nome.. Só me vem à cabeça o diafragma mas não me lembro. :)

    Quanto às velocidades de disparo, vives muito na era digital.. lol :D Acho que nas Canon EOS1 de rolo, a velocidade máxima era 1/16000. Se bem me lembro também tinhas um acessório que era um motor para avançar o rolo mais rapidamente, e conseguias derreter um rolo num tempo minimo. Hoje em dia as SLR digitais acho que andam na ordem as 3 fotos por segundo e ainda não vi velocidades de disparo maiores que 1/3200 (se bem que não conheço as SLR digitais de topo). O tempo máximo tinhas máquinas puramente mecânicas que aguentavam literalmente até tu levantares o dedo. :) Mas hoje em dia já nada disto existe por isso nem vale a pena falar.. lol
     
  15. iellow

    iellow Power Member

    Para fotografia nocturna diria que é realmente recomendável usar filme (embora este depois requira algum conhecimento mais técnico), isto porque o sensor digital tendencialmente irá aumentar o grão à medida que se aumenta o tempo de exposição, isto porque, tal como quando se aumenta a sensibilidade existe um aumento da temperatura interna do sensor. Em exposições de segundos isto não será um problema grave, mas em exposições de horas a questão já é realmente outra.
     
  16. adolfo dias

    adolfo dias Power Member

    sim, estou a falar de digital, pois é isso que tá em questão. as máquinas de topo como as mark, D200, S5 tem velocidade de 1/8000seg.
    a questão das fotos por segundo n tem tt a ver com a velocidade de disparo. no caso do filme fazias um rolo sem levantar o dedo pq a impressão era feita em quimico e no digital a máquina tem que processar a informaçaão para guardar a imagem e isso vai variar de máquina para máquina e respectivo sistema de processamente e buffer.
    para teres uma ideia eu na minolta faço um burst de 5 fotos e tenho que esperar alguns segundos para que a máquina processe e guarde os ficheiros, no caso da mark III (slr de topo da canon) consegues fazer 10fps (sim dez fotos por segundo) até um total de 110 fotos.
    http://www.youtube.com/watch?v=m8h2AMllP0Y&mode=related&search=
     
  17. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Eu estava a brincar contigo quando disse que vivias muito na era digital, era só para te dizer onde fui buscar a ideia de que havia máquinas com velocidades de 1/16000. :)

    PS: E também sei que a velocidade de disparo não tem muito a ver com as fotos por segundo. A minha querida Canon dispara a 1/2000 e nem 2fps consegue... Era só para mostrar o quanto rápida pode ser uma máquina de rolo. Eu é que ainda vivo muito na era do filme, só tenho a digital por questões práticas.
     
  18. Boas

    Quanto à velocidade de disparo, tens por exemplo a 1D mark III q vai até aos 10 fps
     

Partilhar esta Página