1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. fermamar

    fermamar Power Member

    Isso é função do do software,alguns dá para desactivar isso no menu,outros não.
    Eu tenho o "Best Call Recorder" no N95,tem a função de tirar os apitos,mas mesmo em off continua-se a ouvir...tenho que testar outro um dia destes.
     
  2. Eu uso o sound recorder normal que já vem com o software do telemóvel...Dizes que dá para desactivar esse "bip" que se ouve?
     
  3. anfetamina

    anfetamina Power Member

    Boas, esta aplicação: Extended Spy Call é capaz de fazer isso que queres, nesse site existem outras é uma questão de procurares por "record call" e ver ;)


    Cmps
     
  4. qualquer321

    qualquer321 Power Member

    Acho que o beep tem a ver com a privacidade da pessoa com quem falas.
     
  5. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member

  6. tmafcerqueira

    tmafcerqueira Power Member

    É ilegal desde que a outra pessoa nao tenha conhecimento de que esta a ser gravada, atençao;)
     
  7. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member


    Eh pah isso é muito bonito de dizer, mas achas que a pessoa que abriu esta thread vai fazer tudo legalmente? Pelo sim pelo não acho que ninguém se devia meter nisso mas pronto.
     
  8. NINJA1200

    NINJA1200 [email protected] Member

    Penso que qualquer pessoa pode gravar as chamadas, não as pode é usar para absolutamente nada, para além de servir como lembrete para qualquer informação que tenha sido falada e que entretanto se tenha esquecido.

    Para gravar chamadas é, na maior parte dos casos, apenas necessário carregar num único botão do tlm com o software que vem de origem. No entanto usa-las como prova de qualquer coisa, acaba por ter o efeito oposto para quem se julgo no direito.
     
    Última edição: 2 de Junho de 2009
  9. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member


    Gravar, usar essas gravações ou seja lá o que for é ilegal se a pessoa não souber que está a ser gravada. Imagina que eu agora gravo uma conversa com alguém, e por acaso outra pessoa até saca a info do meu telemóvel. Claro que a culpa é de quem sacou a conversa gravada, mas é minha também porque não protegi a integridade de quem gravei. Isto tudo remete a algo chamado protecção de dados. Claro que entram outras coisas também.
     
  10. NINJA1200

    NINJA1200 [email protected] Member


    Ok. Certo. Então não vendam telemóveis que consigam gravar chamadas com apenas um simples premir de botão.
    Caso roubassem o meu telemóvel e tivessem verificado a existência de um ficheiro de som com a chamada gravada, com certeza que teria de imediato um advogado a provar que a gravação poderia ter sido feito não intencionalmente, como aliás já me aconteceu (a questão da chamada, e não a questão do advogado. Diga-se.)
    Seria ridículo eu ser prejudicado por algo que não fiz. Ou seja, usar a gravação para benefício próprio ou na tentativa de usa-la como prova de alguma coisa.
     
    Última edição: 2 de Junho de 2009
  11. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member

    Se achas. Já disse o que sei e tu continuas a afirmar que tens razão. Não vale a pena estar a insistir mais.
     
  12. NINJA1200

    NINJA1200 [email protected] Member

    Estás a confundir afirmações com discussões ;)
    É totalmente diferente.

    Cumps,
     
  13. Neural

    Neural Power Member

    O facto das gravações de conversas não poderem ser utilizadas em tribunal e até poderem resultar na violação da lei, só é relevante se houver um uso das gravações etica e legalmente reprovável. Isso não implica que pelo facto de discutirmos a possibilidade técnica de o fazermos, estejamos a violar os termos e condições deste fórum, na medida em que há um conjunto de formas de actuar dentro da legalidade em relação às gravações, nomeadamente:

    - a notificação do interlocutor que a conversa está a ser gravada;
    - a utilização de gravações como auxiliar de memória;
    - no caso de ameaças de morte ou da integridade física, a urgência em fazer prova disso, mesmo que não admissível em tribunal, sobrepõe-se, na minha opinião, ao facto dessa mesma divulgação poder constituir uma ilegalidade;

    Posto isto, e voltando aos aspectos práticos da questão, recomendo o Total Recall, da Killer Mobile, que corre em background, com pouca utilização de recursos, com opção para silenciar o aviso sonoro normalmente presente nas gravações, e permitindo o armazenamento de milhares de conversas telefónicas ocupando relativamente pouco espaço num cartão de memória da actual geração.

    Espero ter ajudado
     
  14. NINJA1200

    NINJA1200 [email protected] Member

    Orpheus, onde está a tua sabedoria agora?

    Cumps,
     
  15. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member

    Pah muito longe da tua pelos vistos. O facto é que a lei não é a que foi referida. Mal tenha tempo apresento-a aqui, pois sei que sim é ilegal gravar conversas telefónicas.
     
  16. vertigem

    vertigem Power Member

    Art.º 199 do Código Penal, para os mais desavisados.

    Podem inventar as desculpas que quiserem mas neste ponto a lei é clara.
     
  17. orpheusmyth

    orpheusmyth Power Member

    Finalmente. Thanks ;)

    Já agora NINJA1200 onde está a tua sabedoria agora?
     
    Última edição: 2 de Junho de 2009
  18. Neural

    Neural Power Member

    Não sendo jurista, confesso que desconhecia o postulado no alínea b) do ponto 1º, nomeadamente o facto de ser ilegítimo o uso de gravações mesmo que legitimamente produzidas, ou seja, com autorização e conhecimento do interlocutor. Creio que aqui o "utilizar" se refere a divulgação a terceiros ou ameaça de divulgação. Assim sendo, reconheço que a utilização de meios de gravação não poderá configurar qualquer divulgação a terceiros do conteúdo, remetendo-se estritamente a um uso responsável para fins unicamente privados de auxiliar de memória. De qualquer maneira, da mesma forma que um automóvel pode ser utilizado como uma arma mortal, tal não significa que seja ilegal conduzir, se a intenção não for expressamente a de infligir dano a quem quer que seja, mas tão somente a de nos deslocarmos de um lado para outro. Aplicando agora a analogia a este caso concreto, se a intenção do uso das gravações não for a devassa da privacidade do interlocutor, o que fica ressalvado pelo prévio consentimento da gravação previsto no nº 1 do artigo citado, mas apenas o registo da gravação como ferramenta de produtividade/auxiliar de memória restrita ao uso responsável e absolutamente pessoal, e , repito, não sendo jurista, continuo a entender que a posse dessa ferramenta não constitui por si só qualquer tipo de crime. Mesmo assim, deixo a dúvida no ar e se alguém com conhecimento profundo das implicações juridico-legais nos quiser esclarecer, teriamos todos a ganhar.

    Cumps
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página