Guia Como usar um multímetro.

ola_neon

Banido
Essa lei de ohm que aí tens só é válida (e a fórmula da potência também) para grandezas contínuas.

Para corrente alternada é diferente.

De resto bom trabalho (ainda não li tudo mas parece-me um trabalho bastante exaustivo e as pics estão porreiras)

A lei de ohm e valida sempre, quer seja para grandezas continuas quer alternas. O que acontece é que nas alternas tens de trabalhar com a componente continua, ou seja com o valor eficaz da corrente. A tensão da rede pública por exemplo, e alterna, e não tem 230V. Esses 230V são o valor eficaz da tensão, e podes fazer as contas com esse valor. É só um exemplo.
 
Última edição pelo moderador:

Ra7or

Guru BOINC
A tensão não tem nada a ver com isso. O problema é a corrente. Se estiver-mos a falar de um circuito electrónico de baixo consumo, como um circuito amplificador, não e muito aconselhável a medição de corrente devido à elevada adulteração do circuito podendo ocorrer saturação dos ampops. Isto claro leva a que a leitura não nos sirva de nada, porque o que queriamos medir saiu da zona de funcionamento.

Castigo dos Deuses?! Experimenta ler correntes superiores a 1A (que ja é um exagero, pode haver problemas com menos de metado disso dependendo dos aparelhos) que depois ficas com uma nova torradeira em casa, que só funciona uma vez :P

aqui vai um exemplo estúpido, mas que dá pa perceber o problema. Já expirimentaram medir a corrente consumida por uma maquina de lavar roupa , ou até mesmo um grelhado electrico, com um multimetro? Garanto que arde á primeira. Só um aviso. Para essas funções usem um amperimetro de efeito de hall. Que é tipo um aparelho com uma argola onde fazemos passar o fio onde queremos medir a corrente.

Chamado de pinça amperimetrica tb. Mas nesses casos é preciso que a tensão seja alternada também, ou então temos de ter uma que mede a corrente continua tb.

É claro que cada multímetro tem as suas limitações, tolo é aquele que vai medir uma carga de 10 A quando o multímetro só suporta correntes de 1 A. Mas eu estava a falar de cargas mais fracas e não máquinas de lavar roupa.
Cumps
 

Ra7or

Guru BOINC
A lei de ohm e valida sempre, quer seja para grandezas continuas quer alternas. O que acontece é que nas alternas tens de trabalhar com a componente continua, ou seja com o valor eficaz da corrente. A tensão da rede pública por exemplo, e alterna, e não tem 230V. Esses 230V são o valor eficaz da tensão, e podes fazer as contas com esse valor. É só um exemplo.

E tem de contar com o factor de potência tb, se é trifásica ou não, mas a base está lá sempre.
Cumps
 

timber

Zwame Advisor
A lei de ohm e valida sempre, quer seja para grandezas continuas quer alternas. O que acontece é que nas alternas tens de trabalhar com a componente continua, ou seja com o valor eficaz da corrente. A tensão da rede pública por exemplo, e alterna, e não tem 230V. Esses 230V são o valor eficaz da tensão, e podes fazer as contas com esse valor. É só um exemplo.
Tens de ler melhor. Eu escrevi "essa lei de ohm", não escrevi a lei de ohm no sentido genérico U=ZI (não estou agora para meter os _ por cima das variáveis)

Para grandezas alternadas preciso de muito mais que isso. Preciso da impedância complexa (ou a resistência e a reactância) ou preciso da tensão e da corrente como variáveis complexas. Para saber só os valores eficazes precisaria pelo menos do módulo da impedância.

De resto sim, a tensão nominal de baixa tensão normal são 230 V.
 

CuttyShark

Power Member
Eu queria fazer vários testes à minha fonte (com e sem OC no CPU e na Gráfica).
A minha dúvida é a seguinte, ao medir a tensão num molex por exemplo, a tensão medida nesse ponto não é igual à tensão que alimenta a gráfica por exemplo?
Para já medindo num molex, com o OCCT a stressar o cpu e as memórias, os valores andam pelos 12.04v em idle e 11.98v em load.
A minha dúvida é se uma medição efectuada neste ponto deve ser tomada em conta.
Pretendia fazer uns testes para saber até que ponto as LC-Power desta gama são fontes de qualidade para sistemas médios.

Cumps
 

CuttyShark

Power Member
Eu queria fazer vários testes à minha fonte (com e sem OC no CPU e na Gráfica).
A minha dúvida é a seguinte, ao medir a tensão num molex por exemplo, a tensão medida nesse ponto não é igual à tensão que alimenta a gráfica por exemplo?
Para já medindo num molex, com o OCCT a stressar o cpu e as memórias, os valores andam pelos 12.04v em idle e 11.98v em load.
A minha dúvida é se uma medição efectuada neste ponto deve ser tomada em conta.
Pretendia fazer uns testes para saber até que ponto as LC-Power desta gama são fontes de qualidade para sistemas médios.

Ninguém me sabe responder a isto?
Desculpem o novo post, mas tenho dúvidas na forma como as tensões são distribuídas pelos vários rails.

Cumps
 

Ra7or

Guru BOINC
As tensões medidas num molex e num cabo de 6 pinos pode ser diferente, como pode ser diferente no cabo de 4 ou 8 que alimenta o CPU, é uma questão de testar.

Quanto a medir a potência, procura no AKI ou nalguma loja de electrónica por um Wattímetro digital.
 

jlman497

Power Member
Está ai explicado como medir as linhas 12v e 5v das fontes ATX :)
Mas só diz isto:
"Não vou aqui referir como medir intensidade em fontes, apenas o vou mostrar o consumo de uma resistência, num circuito simples, pois numa fonte a medição de intensidade já requer algo mais, e é um procedimento perigoso e desaconselhado a quem tem menos prática."
E eu queria saber em que fio ou assim devo medir:confused:
Cumps:cool:
 

timber

Zwame Advisor
A corrente mede-se em série no circuito, numa fonte não é muito fácil, ou se corta um cabo, ou se tem a sorte de medir algo em que se consiga por as pontas de prova em série ou então arranjas uma pinça amperimétrica.
 

Ra7or

Guru BOINC
A corrente mede-se em série no circuito, numa fonte não é muito fácil, ou se corta um cabo, ou se tem a sorte de medir algo em que se consiga por as pontas de prova em série ou então arranjas uma pinça amperimétrica.

Exactamente. Não contemplei essa parte por ser algo mais complicado para quem não tem prática, mas julgo que a forma mais fácil é usar uma pinça amperimétrica.
 

jlman497

Power Member
Mas afinal que grandeza queres medir?
watts
A corrente mede-se em série no circuito, numa fonte não é muito fácil, ou se corta um cabo, ou se tem a sorte de medir algo em que se consiga por as pontas de prova em série ou então arranjas uma pinça amperimétrica.
Pois, mas não há nenhum acessório em que se liga ao cabo de 24pinos, e que se depois "converte" em dois pinos, para poder medir?
Cumps:cool:
 

Ra7or

Guru BOINC
watts

Pois, mas não há nenhum acessório em que se liga ao cabo de 24pinos, e que se depois "converte" em dois pinos, para poder medir?
Cumps:cool:

Mas queres medir os watts de quê? É que tens várias linhas logo várias potências. Sobre isso de converter 24 pinos em 2 não me parece que faça muito sentido, mas também não estou a entender muito bem a finalidade.
 
Topo