1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Contra pirataria comercial da Cabovisão

Discussão em 'Dúvidas e Suporte—Internet, Redes, Segurança' iniciada por ContraPirataria, 10 de Junho de 2005. (Respostas: 12; Visualizações: 2555)

  1. Muitas queixas temos ouvido à nossa volta acerca do modo como certos fornecedores de acesso à Internet tratam os seus clientes. Infelizmente, nem sempre possuímos os pormenores que, parecendo sem importância, permitem caracterizar os procedimentos de modo seguro. Aos que dizem respeito às práticas da Cabovisão vamos acrescentar a nossa experiência, que servirá de base a uma queixa junto da DECO (defesa dos consumidores).
    Cabovisão tem uma política agressiva de marketing, contactando os clientes nos seus domicílios com propostas comerciais insistentes. No que nos concerne, recebemos um telefonema propondo a assinatura de dois novos canais codificados (LAction e LPremium), sendo as condições de apelo prometidas as seguintes:
    - Ao preço da assinatura mensal é subtraído o aluguer do descodificador (2,50 €);
    - A velocidade da ligação actual da Internet é multiplicada, gratuitamente, por 4.
    Respondemos que iríamos ver, que poderíamos tentar. A partir daí, cerca de quatro dias mais tarde, ficaram acessíveis os canais.
    Entretanto, fomos prevenidos por outros consumidores de que a Cabovisão iria efectuar o referido aumento da velocidade de acesso à Net, gratuitamente, para todos os assinantes, independentemente do facto de subscreverem ou não a novos canais. Na página oficial da Cabovisão figura, com efeito, esta informação, como o leitor poderá verificar.
    Assim, o “telemarketing” apresenta uma oferta enganosa, pois o “argumento” de venda (aumento da velocidade de ligação Internet) não tem qualquer relação com a oferta comercial.
    Constatando esta mentira, decidimos anular a intenção de assinatura dos dois novos canais, para o que entrámos em ligação telefónica, cinco ou seis dias após o primeiro contacto, exigindo a anulação do contacto telefónico precedente.
    Foi-nos respondido (após horas de tentativas, longos minutos de espera a ouvir má música), que para voltar atrás em relação à comunicação telefónica, teríamos que fazê-lo por escrito. Protestámos, pois a Cabovisão está assim a impor ao cliente um procedimento muito mais pesado (por escrito) para a anulação de uma intenção de compra do que para a sua aceitação inicial (simples contacto oral).
    Qual não foi o nosso espanto, ao receber da Cabovisão, dias depois, a proposta inicial, escrita, de assinatura dos dois canais, dando-nos cinco dias para responder, também por escrito, sob pena de… não beneficiar das vantagens (agora limitadas à redução do custo do descodificador!).
    Por outras palavras, ou respondíamos por escrito a aceitar, ou perdíamos “a” vantagem da oferta! Respondemos de imediato, reenviando a mesma carta (com a identificação do número de cliente, etc.), exprimindo claramente a nossa recusa do conjunto das condições da “oferta especial”, pedindo a supressão imediata dos dois canais (que por sinal não valem grande coisa).
    Não tendo obtido resposta, telefonámos alguns dias depois a protestar. Pretenderam não ter ainda recebido a carta (enviada de Évora para Setúbal quatro ou cinco dias antes). Tomaram nota da reclamação. O tempo passa, e no início de Junho (a 9, já cerca de quinze dias após os primeiros protestos), telefonamos de novo, por constatar que os canais continuam activos. Exigimos que não nos seja facturado qualquer serviço, que reiteradamente recusámos. É-nos respondido que receberam, por fim, a carta, que tomaram nota, mas que:
    - A carta não é válida porque não ia acompanhada pela fotocópia do bilhete de identidade;
    - Que mesmo que ela fosse válida, a anulação dos serviços só teria lugar 30 dias (!) depois da recepção da mesma.
    Ou seja, o escrito já não é suficiente para anular a comunicação oral; agora o comerciante exige um documento adicional (BI); e quando tudo for recebido (já vimos que esperaram que passasse o início do mês seguinte para reconhecer a recepção da carta), começam a contar mais trinta dias pagos!
    Em qualquer parte da Europa, tratando as coisas pelos seus nomes, chama-se a isto publicidade enganosa, prática de “forcing”, pressão ilegítima sobre o consumidor, em suma uma das novas formas de pirataria comercial. Em Portugal também tais práticas são condenadas pela lei: mas as certas empresas, como vimos com a Cabovisão (incidente semelhante já nos tinha acontecido com a mesma empresa) não a respeitam. Dados o incómodo e os custos (em comunicações e em tempo e preocupações) que acarreta o facto de reagir, protestar, pedir reparação, os clientes, isolados, acabam por ceder: é o resultado esperado pela Cabovisão.
    São estas as razões que nos levam a apelar para todos aqueles que possam ter tido problemas semelhantes para que empreendamos uma acção em defesa dos nossos direitos de consumidores, que são também direitos dos cidadãos: manipular e constranger os clientes como o faz a Cabovisão equivale a transferir o ónus do mau funcionamento dos mecanismos de defesa para os ombros do cidadão isolado.
    As associações de consumidores mostraram, em particular na Europa, nos EUA, etc., que não existe hiato entre a capacidade de organização da sociedade civil em volta de problemas de maior dimensão aparente, e a organização de base frente aos problemas quotidianos, quer seja para opor resistência às práticas enganosas, desleais, ou até ilegais, como as da Cabovisão, quer seja para tratar de problemas como o meio ambiente, a capacidade de intervenção pública na cidade, etc.
    Pedimos a todos os cidadãos que tiveram problemas semelhantes com a Cabovisão para nos contactarem para um endereço especialmente dedicado a esta acção. Depois contactaremos, colectivamente, a DECO (que tem vindo a fazer um trabalho meritório), e porventura, as autoridades competentes (Concorrência).
    Note-se que outras empresas têm práticas semelhantes: os “concorrentes” são muito pouco “concorrentes”; assinale-nos os problemas. Mas vamos começar pelos piratas da Cabovisão, pois é difícil abarcar todos os problemas de frente…
    Não podemos deixar estes piratas da Cabovisão à solta.
    José Santos, Évora.

    Contacto: [email protected]
     
  2. Biker_

    Biker_ Power Member

    Não estou dentro das leis, mas tendo tu de assinar para cancelar, não terias tb de assinar para aceitar? :rolleyes:
    Não tenho cabos, mas cenas de Net tenho assinado sempre contratos...
    Se fosse a ti, fazia-os serem eles a provar que tu quiseste isso e logicamente não pagava!
    Afinal não cabe na cabeça de ninguém "aprovar" um contrato via telefone sem conhecer todas as condições, incluindo as "letras pequeninas".
    E pelo que dizes esse comercial que te contactou, assim como a maior parte dos comerciais de outras empresas do género, aumentam sempre o lado "bom" das coisas.
    Resumindo, se não assinaste para ter serás obrigado a pagar? Informa-te bem disso e olha... não pagues! Desiste, muda para a concorrência...
    Que consigas resolver isso pelo melhor. ;)
     
  3. GrimReaper

    GrimReaper Power Member

    eles tambem me telefonram para casa quando foi dos aumentos de velocidade a dizer k se eu keria aderir a um aumento de velocidade 4x's superior mas k para isso tinha d ficar ligado por um contrato de 1 ano e tinha de fazer o pagamento todos os meses por multibanco.

    ora tendo em conta que eu ja sabia k as alteraçoes iam ser feitas a todos os clientes sem ter k ficar ligados por um ano ou ter de pagar a factura por multibanco, disse a senhora k telefonou k ñ keria aderir. e mais tarde acabei por ficar com as velocidades quadriplicadas... e se isto ñ é publicidade enganosa então expliquem-m o k é....
     
  4. Biker_

    Biker_ Power Member

    Um colega meu tb me tinha dito isso, mas dp outro disse-me que eles pediram desculpas aos clientes e disseram que isso tinha sido "engano".
    De facto é preciso ter lata... :joker:
     
  5. Obrigado. É claro que devo recusar, e vou recusar! Mas vai haver sangue, porque não pagando uma parte da factura, eles suspendem o serviço, e lá vamos nós outra vez ter que mudar de fornecedor, de email, ect etc... Chatices mil...
    Ciao
     
  6. _zZz_

    _zZz_ Professional Folder

    a mim ligaram a dizer que se eu aceitasse o telefone iria ter a net 4x mais rapida gratuitamente... Quando eu referi que ja tinha net 4x mais rapida e nao precisei de assinar o telefone o comercial começou a meter os pes pelas maos..

    Acredito que isto seja mais devido a comercias "falsos" do que a politicas da cabovisao... Os comercias fazem tudo para vender... e quiseram aproveitar o aumento das velocidades para arranjar mais clientes!! por mim fikei com pena de nao ter apontado o nome do comercial que me ligou para fazer queixa por escrito..
     
  7. peter alien

    peter alien Power Member

    _zZz_, concordo inteiramente contigo.

    Ligaram-me uma vez há coisa de 2 semanas, e pura e simplesmente disse-lhes que não estava interessado em nada daquilo que me queriam vender de modo a aumentarem-me a velocidade da Net 4x mais.

    Há poucos dias liguei eu próprio para a sede em Palmela a pedir o aumento da velocidade, e em menos de um minuto ficou tudo resolvido, apenas me pediram para confirmar o nº do BI e de Contribuinte, e depois disseram-me para não me esquecer de fazer o reset ao modem no dia 1 de Julho.

    E pronto, acho que esta confusão do aumento pela minha parte ficou resolvido.
     
  8. gOnYs

    gOnYs Power Member

    aqui tambem ja são umas 3 vezes que ligam a perguntar se quero
    aderir ao serviço de telefone deles.. chatos do c*l
     
  9. teknix

    teknix Power Member

    Falas no plural, mas não consegui entender quem são 'vocês'.
    Sou muito independente e gosto de corrigir e resolver os meus problemas sem recurso a 'ajuntamentos', 'correntes' ou 'abaixo-assinados'.
    Se quiseres incluir testemunhos nessa reclamação, podes incluir também o meu:

    --------
    Fui contactado pela cabovisão em meados de maio, onde a comercial começou por me indicar que entre 1 e 15 de Junho iria ter o aumento das velocidades de internet em 4x, sem qualquer acrescimo de mensalidade.
    Agradeci a informação e no fim da conversa foi-me gentilmente perguntado se gostaria de aderir ao debito directo por conta.Respondi que não, ao que não me fizeram mais questões e educadamente me desejaram bom-dia.
    Dia 1 de Junho tive , efectivamente, o aumento das velocidades.
     
  10. johnzap

    johnzap Power Member

    Com a TV Cabo, pelo menos, o procedimento de "adere via telefone e só desliga por escrito" é exactamente a mesma coisa. E não me admiro que o mesmo se passe com outros.

    Devem ter aprendido todos no mesmo lado.
     
  11. aleli

    aleli Banido

    Procedimentos

    Li a situacao. 1 duvida. Para requerer a activação oralmente nao precisaste dar o teu login e password? Pelo menos tiveste de te identificar. De qq forma sim seria correcto q pudesses desinscrever-te da mesma maneira. Assim nao sendo têm eles razao q devia ir o nº BI em conjunto.
    De qq forma qto à oferta da velocidade 4x mais rapida, nao vejo problemas q tenham feito isso, nao mentiram, apenas omitiram o facto de isso acontecer de uma forma ou outra.
    As vezes a publicidade tem de ser um pouco agressiva temos de entender isso.
    De qq forma a desactivacao so contar num prazo de 30 dias qdo a activacao foi automatica? e tb o facto de nos podermos inscrever telefonicamente mas nao desinscrever parece-me actuacao incorrecta, e tvz ilegal mas ha problemas mto mais graves às quais a ANACOM ainda nada fez
     
  12. ctr777

    ctr777 Guest

    Não devias é ter enviado carta alguma, pagavas o q tinhas a pagar (excluindo o preço desses dois canais) depois de comunicar q não tinhas acordado com nenhum canal adicional, se eles são porcos ao facilitar tudo para upgrades e dificultar os downgrades tb nós o podemos ser chamando-os de mentirosos, como é q eles provam que fomos nós q acordamos com o upgrade ? :D
    A EDP aqui à uns tempos ligou por causa de um seguro qq e caso se estive interessado eles avisavam q iriam começar a gravar a chamada telefonica, n sei até q ponto isto é prova mas ...
     
  13. PJGS

    PJGS Power Member

    Tb concordo q isso são esquemas dos comerciais. Há uns tempos atrás, o comercial conseguiu vender o modem a um colega meu e aumentar-lhe a velocidade.
    Ele disse q se o cliente comprasse o modem passaria a ter + velocidade e pagaria menos pois era uma campanha, blah, blah, blah.
    O comercial vendeu o modem ao nabo do cliente e este tb passou a pagar um ligação de 256.
    Resultado:
    Comercial mostrou serviço aos superiores
    Cliente viveu feliz com o aumento na factura resultante da nova ligação de 256 e menos 50 euritos pela compra do modem.

    Este caso q acabei de mencionar n foi grave em termos de €€€, mas exemplifica perfeitamente o q é um comercial q sabe explorar as coisas.
     

Partilhar esta Página