1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

crise chega aos telemoveis

Discussão em 'Telemóveis' iniciada por boavista f c, 2 de Abril de 2009. (Respostas: 22; Visualizações: 1749)

  1. boavista f c

    boavista f c Banido

    Vendas caem 5,7% em Portugal e 13% no resto da Europa no quarto trimestreO mercado de venda de telemóveis está oficialmente em recessão, após três trimestres consecutivos de crescimentos negativos. No entanto, as quebras nas vendas são muito mais acentuadas na restante Europa do que em Portugal.

    Segundo dados avançados pela consultora IDC, a contracção no quarto trimestre foi de 5,7 por cento no mercado nacional, face ao período homólogo em 2007, e de 13% no resto da Europa. Ou seja, entre Outubro e Dezembro do ano passado venderam-se 1,6 milhões de unidades.
    O mesmo estudo refere que o segmento de telefones móveis tradicionais continua a ser aquele com maior peso no mercado, tendo sido vendidas 1,4 milhões de unidades no quarto trimestre. Este segmento foi também o mais afectado, tendo verificado um crescimento negativo de 11,3% face ao período homólogo de 2007.
    Smartphones resistem
    Em contrapartida, o segmento dos smartphones cresceu 38,1% no trimestre, com 269 mil unidades, o que mostra alguma indiferença deste segmento à crise em Portugal.
    Numa perspectiva anual, durante o ano de 2008 foram vendidos em Portugal 5,9 milhões de telemóveis (tradicionais mais smartphones), um crescimento de 4,4% face a 2007.
    «Em Portugal os fabricantes e operadores têm vindo a retardar os efeitos da crise verificada no sector no resto da Europa, através da introdução de terminais de muito baixo preço, sendo este um dos principais factores de atractividade para a substituição do terminal. Contudo, Portugal não está imune à crise europeia e mundial e segundo as estimativas da IDC o ano de 2009 ficará marcado por um crescimento negativo acentuado superior a 10% e um crescimento nulo em 2010», refere em comunicado o responsável Europeu de Research da Área de Telefones Móveis da IDC, Francisco Jerónimo.

    fonte
    agencia financeira
     
  2. HyperRush

    HyperRush Power Member

    É um bem de 3ª necessidade, e vivo muito bem sem telemovél (Uso raramente), é um sanguesunga em dinheiro.
     
  3. klimsofia

    klimsofia Power Member

    quando vou dar uma pedaladas na minha bike torna-se um "equipamento" essencial, caso tenha necessidade de contactar alguém e sempre da para ouvir rádio...
     
  4. Para mim o telemóvel é pouco essencial não o uso muito a não ser para enquanto vou de autocarro para a escola ouvir rádio para não adormecer
     
  5. mr tripe

    mr tripe Power Member

    ao preço que eles os lançam estavam á espera de que??
     
  6. kaiten

    kaiten Power Member

    simplesmente culpa da miopia em oferecer tarifários e preços justos, baseada em ganância. obviamente cada qual sabe o que fazer ao seu dinheiro, mas num país onde o ordenado mínimo é inferior ao preço de venda de alguns telemóveis, não sei se a compra dos ditos não será moralmente questionável.

    não julgo ninguém, apenas a conjuntura
     
  7. Xfera91

    Xfera91 Power Member

    Mais do que os equipamentos (que os há para todos os preços) acho que é nos tarifários que a porca vai torcendo o rabo. Creio não haver dúvidas que a crise também determinou a diminuição do uso do telemóvel, muito por causa do preço da chamadas. Conheço muito boa gente com equipamentos "topo de gama" que tem problemas em fazer um carregamento...Mantém o "show off" mas para fazer chamadas pensa 2x. Os tarifários da operadoras é que são um atentado. Basta comparar com outros países europeus onde a concorrencia realmente existe...Até a Voda tem tarifários muito mais competitivos do que em Portugal. E veja-se, por exemplo, o preço que a Zon Mobile propõe no Z Super 8...Há ou não espaço de manobra nos preços?! Já não falando nos aumentos que "por coincidencia" são iguais em todas as operadores porruguesas, ou na "coincidencia" do pagamento igual das chamadas para o serviço de apoio a clientes. Cartelização? Não...isso não existe em Portugal. Só coincidencias.
     
  8. megajr

    megajr Banido

    o telemovel e essencial pricipalmente para trabalho, e as vezes, radio ou musica. Isto digo eu.:P
    eu utilizo para musica e mensagens, raramente chamadas.
    mas a alguns baratos e outros muito caros.
    houve alturas que os telemoveis estavam na moda, as pessoas compravam e as operadoras repararam nisso, subiram os precos.
    toda a gente comecou a comprar uns muito mais baratos, outros mais caros.
    depois quase toda gente tinha 1 ou mais, e as operadoras comecaram a perder dinheiro com as compras aos fornecedores, (nokia, samsung, sharp, siemens, lg, etc....)
    com a crise piorou ainda mais, ate que algumas operadoras estao a pensar em fundir-se, o que ja tinham pensado antes da crise, mas agora mais.
    algumas ainda se vao salvando com eletrodomesticos, (a nokia acho que nao fabrica eletrodomesticos.)
    agora com a qimonda falida, as proprias marcas de telemoveis comecam tambem sem ficar com que fazer os mesmos.
    a siemens nem tanto pois comprou a infineon e a mesma comprou a qimonda.(corrigem-me se tiver errado.)
    portugal e um pais que vive acima do que pode, e isso ainda prejudica mais!:eek:
    meus amigos esta crise nao sei onde vai parar.:005::005::005::005::005::005::005::005::005::005::005::005::005::005::sad::sad::sad::sad::sad::sad::sad::sad::(:(:(:(:(:(:(:(

    isto esta nas maos de quem e mais novo. vamos a ver se isto vai para a frente.:cool:
     
  9. bows

    bows Power Member

    E faço um apelo a todos os consumidores, q comecem a usar o tlm ate ele avariar mesmo de vez... pois no fundo qq um serve acreditem.

    Eles abusam imenso nos preços, nao se justifica tanto dinheiro por um telemovel.

    Temos ai telemoveis ja com tudo por 70 80e... ou ate menos.

    Abraço a todos.
     
  10. HyperRush

    HyperRush Power Member

    Tenho um colega meu que gastou 750€ na altura por um. Passado 1 mês tava a metade do preço. O dinheiro que se perde.
     
  11. bows

    bows Power Member

    Eu falo pq ja os gastei tb... mas com o tempo aprendemos e vemos perfeitamente q nao se justifica tanto dinheiro por um telemovel q no fundo dps é vendido por menos de metade, ou seja n tem metade do valor q nos pagamos.

    e no fundo se cai acaba por fazer o q um qq de 60 70e faz, é so isso que queria transmitir, a ver se eles começam a lançar telemoveis a preços decentes.

    É de notar q mesmo n metro ou em qq outro local, ja n se ve aqueles topos d gama como antes pelo menos é o q tenho reparado.

    Mt bom :)
     
  12. snp77

    snp77 1st Folding then Sex

    Pudera, com a crise, quem (sendo uma pessoa com o minimo de inteligência) vai sacrificar tanto dinheiro, quando pode ter um equipamento mais barato e que no fundo faz exactamente as mesmas funções?
     
  13. kaiten

    kaiten Power Member

    lá está, ponto fulcral nesta questão: os tarifários!

    no fundo, a maioria queixa-se mas acaba por alimentar a ganância das operadoras com os tarifários absurdos. se formos a ver lá fora, pouca gente usa tarifários pré-pagos na medida em que os planos de minutos são os que compensam mais: dão um telemóvel ou pagamos um dado valor e o restante vai sendo amortizado ao longo do contrato estabelecido,mas entretanto usufruimos do uso do mesmo, seja através de chamadas, sms, email , internet móvel...e por favor não venham com as diferenças de rendimentos do nosso país para lá fora, porque é precisamente essa mesquinhez que piora isto tudo.
    já frequento este fórum há alguns anos e ultimamente tenho lido aqui coisas que me fazem ferver o sangue, especialmente quando se fala de equipamentos de topo. exemplos: 'epá este telefone é a minha próxima compra espero é que não venha associado a nenhum plano de preços, não tou para tar a pagar X por mês'; mas no momento da compra jogam fora 500-600-700€ assim de rajada, só para usufruir de sms de borla para a rede a que pertencem.
    Outra questão: os diferentes preços para comunicações entre operadoras. Então se eu quero falar com alguém que por acaso é cliente de uma rede concorrente da minha e tenho de pagar mais por isso? Se for da minha rede a sms é de borla, mas se não for é paga? Isto é surreal, meus amigos.
    E depois quando se fala de e-mail móvel é outro tal: Telefone XPTO = x99€ no Plano Tal MAIS Aditiivo E-mail. Mas isto cabe na cabeça de alguém?

    Volto a frisar exemplos além fronteiras: num país racional, uma pessoa vai a uma operadora qualquer e faz a escolha baseada nas suas necessidades. Escolhe o telefone que mais lhe agrada, o pacote de comunicações que mais lhe agrada e paga o acordado pelo usufruto quer do equipamento quer das comunicações. No fundo penso que é esta sensibilização que falta ao mercado porutguês das comunicações, mas enquanto formos dominados pela cultura dos sms grátis 'para a minha rede' as coisas não vão mudar e vamos continuar a ter gente a dar um ordenado ou a pedir empréstimos para comprar o telemovel da berra e depois anda a ver se arranja cartões moche a 5€....

    Como já frisei anteriormente, cada qual é livre de gastar o seu dinheiro da forma que bem lhe aprouver, mas se calhar esse gasto poderia ser feito de forma mais racional e quer o cliente quer a operadora sairem a ganhar.

    Termino só com os planos de preços da Vodafone UK. Se tiverem pachorra depois comparem com o nacional. E não façam as contas ao câmbio da moeda, mas sim aos valores, porque se vivessem lá gastavam libras.
     
  14. becosemsaida

    becosemsaida Power Member

    Boas, as vezes nao e tanto o investimento no equipamento mas mais o que se gasta ao longo prazo com as chamadas embora ja ha tarifarios que "oferecem" servicos gratis (ha ha ha ) que e o caso das moches, extravaganzas etc.. mas ha SEMPRE uma obrigacao de carregamento por mes. O que nao me preocupa tanto e o tarifario dos telemoveis mas a "chulisse" que e praticado pelas operadoras em questoes de sac, servicos etc. Por exemplo justifica-se que numa zona SEM adsl (sim, ca no beco por ex.) que estou "obrigado" a ter uma placa de banda larga onde estou a ser cobrado por um balurdio para ter net e que ha quem tenha net "fixa" por metade do preco com trafego ilimitado e velocidades decentes!!!!! Sei que a net e um luxo (?) mas imagina que tiram o vosso net o que faziam?????? Antes de haver aumentos sem jeito nas operadoras deviam oferecer um servico decente e com uma cobertura que "aguenta" ai sim podiam dizer que devido ao investimento iriam aumentar chamadas, mensalidades etc. agora sem investimento/melhoria de servico aumentam quando querem e quanto querem isso sim e um roubo do seculo e nao ha crise que aguenta...............
     
  15. koust

    koust Power Member

    Já pensaste em serviços por satélite? Penso que a MEO se baseia em satélite. Excepto em áreas metropolitanas, que é mais conveniente por cabo. :)
     
  16. L4G4RT0

    L4G4RT0 Power Member

    Tenho um Nokia 2630, custou cerca de 60€ com retoma de um telefone a caír de podre :)
    O que faz ? (e bem)
    - chamadas :-) , é leve (66 gramas!!) e tem dimensões reduzidas, tem bluetooth, a autonomia é muito razoável, tira fotos boas mas com pouca resolução, suporta sms e mms, tem rádio e vê videos de baixa resolução

    O que não faz:
    - não faz de máquina fotográfica a sério, não é uma agenda, não é um computador, não é um objecto de elegância e vaidade, não suporta cartões de memória

    Por 60€ no meu entender é das melhores coisinhas que existe no mercado, para quem quer um telemóvel prático, simples e com aquilo que realmente interessa...

    Aparte disso, tenho uma máquina fotográfica para quando quero tirar fotos, e tenho um iPod para quando quero ouvir música. Águas separadas, porque também não tenho em casa uma TV com leitor de Bluray e aparelhagem incorporada... por muito que isso pudesse ser uma tentação ;-)

    Também sou a favor da mensagem: usem e abusem dos telefones que compram!! No fundo as evoluções dos ultimos anos têm sido em adições que muitas vezes não fazem falta...
     
  17. HyperRush

    HyperRush Power Member

    Eu fui um dos sortudos aqui no fórum a ganhar sob a campanha da Optimus de telemovéis a 5€. Tenho um Nokia 5070, o único problema deste telemóvel é não ter bluetooth!
     
  18. becosemsaida

    becosemsaida Power Member

    A info que tenho e que nao ha em pt servico de net por satelite, mas segundo o www (google it!!!) e uma coisa para o futuro pq parece que o preco e nada convidativo.......Como ja de costuime quando os outros paises ja tiverem "net por satelite" ca em pt vao comecar..... Acho que naquela altura deve ser algo parecido com isto: R.I.P becosemsaida, morreste de velhice ainda sem adsl e sem net por satelite.:001::001::001:
     
  19. kaiten

    kaiten Power Member

    chega e sobra; também já andei com um, mas de momento continuo com o meu velho e fiel nokia 3100 da idade da pedra

    e quanto ao meu descontentamento relativamente às politicas de tarifários das nossas operadoras é por causa das limitações ridículas que eles impõe. eu a modos que fui 'forçado' a aderir ao moshe, pq a patroa lá me safou um cartão de 10€ e dá jeito para falar com ela e tal, mas se não fosse assim, para a utilização que dou ao telemovel neste momento continuava cliente Uzo a carregar 7,50 prai de 2 em 2 meses.
    agora eu nao tinha problema nenhum em pagar um contrato de valor fixo durante 18 ou 24 meses com o bónus de mme 'darem' um bom telefone a custo muito reduzido ou mesmo 0 e acima de tudo não ter que estar preocupado com quanto estou a gastar para poder usufruir livremente dos serviços que estou a pagar num conjunto.

    espero não ter sido muito complicado e picuinhsa com isto
     
  20. abpnunes

    abpnunes Power Member

    Oi! Estou de momento a viver em Londres e as diferenças neste campo são..inacreditáveis!!

    Aqui, quando alguém pensa em ter um novo telemóvel, não pensa em pagar por ele!! Para eles, telemóveis estão incluídos "de graça" nos planos que têm, do estilo pagam 30£ por mês e têm telemóvel de graça renovado ao fim de um ano, centenas de minutos grátis e sms grátis! Algo impensável aí em Portugal. Porquê? Concorrência..aqui quem não tem boa oferta, não se safa!

    Enfim..entristece-me ver a atitude das operadoras!
     

Partilhar esta Página