1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

CS em Linux Via Wine

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico - GNU/Linux & *nix' iniciada por jaapaurelio, 10 de Novembro de 2007. (Respostas: 2; Visualizações: 1799)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. jaapaurelio

    jaapaurelio Power Member

    Aqui vai um tutorial de como instalar CS no linux via Wine!
    Este foi tirado do Guia do Hardware com pedido prévio ao membro que publicou isto lá! Dr. Hank
    poderam ver o poste original aqui!

    Espero que vos seja útil!

    ">> Introdução: Wine, o programa.


    O Wine é um programa de código livre que tem como objetivo rodar programas desenvolvidos para o Windows em sistemas Unix. Ele não é um emulador, como o próprio nome diz (WINE Is Not an Emulator). Ele atua como um "tradutor" que transforma as funções do programa for Windows de uma forma que o Linux possa entender.

    Um Wine bem configurado é uma ótima ferramenta podendo rodar programas como Photoshop, Dreamweaver, AutoCAD, MS Office e até, pasmem, o Internet Explorer...

    1. Começando...

    Minha máquina de testes na qual rodei o CS via Wine:

    * Pentium III 515 MHZ
    * 320 MB de RAM
    * nVidia TNT2 32MB
    * LG DVD-RAM GSA-H20N
    * Slackware 11

    Uma máquina bem modesta, consegui um ótimo desempenho com um 35 - 40 FPS no decorrer do jogo. Então eu creio que a sua 6600 GT vai arrasar aí. =)

    Lembrando que a sua placa de vídeo deve ter suporte a OpenGL no Linux.

    Qualquer marca deve rodar, mas as nVidia são normalmente mais fáceis de instalar.

    Assegure-se ter os drivers da sua placa devidamente instalados:

    nVidia - http://www.nvidia.com
    ATI - http://ati.amd.com/pt/

    ou

    Instale os drivers por alguma ferramenta da sua distro. (Ubuntu, Kurumin tem formas fáceis de fazer isso).

    1B. Som

    Os testes foram realizados em uma Sound Blaster Live 5.1 usando o ALSA. Caso a sua placa não rode experimente passar o som para OSS, mas isso é raro.

    2. Preparativos

    Versão utilizada do Wine: 0.9.25

    Primeiro você precisa desinstalar o Wine, caso o já tenha instalado, pois aí que está o pulo do gato.
    Nós vamos instalar o Wine com suporte a OpenGL. Verifique se você já tem os pacotes OpenGL com os comandos (como root) :

    Código:
    Código:
    [LEFT]# updatedb[/LEFT]
    
    Código:
    Código:
    [LEFT]# locate glext.h[/LEFT]
    
    Se estiver tudo certo ele vai mostrar alguns diretórios como:

    Código:
    Código:
    [LEFT]/usr/doc/NVIDIA_GLX-1.0/include/GL/glext.h
    /usr/X11R6/include/GL/glext.h[/LEFT]
    
    Caso o contrário ele dara uma mensagem de erro tipo, "No such directory" ou algo do genêro.

    Se você não tiver, o glext.h baixe ele aqui e coloque na pasta /usr/X11R6/include/GL/.

    2B. Instalação do Wine

    Baixe o código fonte do Wine aqui. Não pode ser os pré-compilados (tgz, rpm, deb) teremos que compilar na mão.

    Aconselho baixar no /usr/src para manter as coisas mais organizadas.

    Depois de terminar o download dê os comandos (estou colocando /usr/src como exemplo, mas pode substituir pela pasta que você usou) :

    Acesse o diretório do download:

    Código:
    Código:
    [LEFT]cd /usr/src[/LEFT]
    
    Descompacte:

    Código:
    Código:
    [LEFT]tar -vxjpf wine-0.9.25.tar.bz2[/LEFT]
    
    Acesse a nova pasta:

    Código:
    Código:
    cd wine-0.9.25

    Agora vamos configurar:

    Código:
    Código:
    # ./configure --enable-opengl

    Confira se ele detectou o OpenGL, deve aparecer algo assim:

    Código:
    Código:
     checking GL/gl.h usability... yes
         checking GL/gl.h presence... yes
         checking for GL/gl.h... yes
         checking GL/glx.h usability... yes
         checking GL/glx.h presence... yes
         checking for GL/glx.h... yes
         checking for GL/glext.h... yes
         checking for up-to-date OpenGL version... yes
         checking for thread-safe OpenGL version... yes
         checking for glXCreateContext in -lGL... yes
         checking for glXGetProcAddressARB in -lGL... yes
         checking for OpenGL extension functions prototypes... no
         checking for gluLookAt in -lGLU... yes

    OK. Se tudo estiver certo é hora de compilar (anteção esse processo pode levar algum tempo):

    Código:
    Código:
    # make depend

    Código:
    Código:
    # make

    E por fim:

    Código:
    Código:
    # make install

    Pronto. Instalado... =))

    Agora a última configuração antes de instalarmos o jogo, no terminal digite:

    Código:
    Código:
    [LEFT]$ winecfg[/LEFT]
    
    Vai abrir uma janela chamada "Wine configuration".

    Na aba "Applications" coloque a opção "Windows Version" como "Windows XP", se bem que funciona também como "Windows 2000", tanto faz.

    Agora na aba "Drivers" clique no botão "AutoDetect" para que o Wine detecte o seu driver de CD/DVD, disquete e pastas do sistema.

    E por último na aba "Audio" marque ALSA. Se tiver problemas com o ALSA marque o OSS.


    3. Instalando o Counter-Stike

    Agora podemos instalar o CS normalmente, como qualquer programa.

    Código:
    Código:
    [LEFT]cd /pasta-aonde-está-o-instalador[/LEFT]
    
    Código:
    Código:
    [LEFT]wine nome-do-instalador.exe[/LEFT]
    
    Agora, vá dando Next, selecione a pasta que quer instalar e tudo mais. \o/

    3.B Instalando bots e Add-ons

    Mova o arquivo de instalação do bot/add-on para a pasta 2/home/nome-do-usuário/.wine/drive_c". Então no terminal:

    Código:
    Código:
    [LEFT]cd /home/nome-do-usuário/.wine/drive_c[/LEFT]
    
    Código:
    Código:
    wine nome-do-instalador.exe

    3.C Criando ícones e links

    Agora vamos criar um ícone para o Counter-Strike, assim não precisamos ficar chamando ele toda hora pelo terminal. Entre em um editor de texto qualquer e coloque os seguintes comandos:

    Código:
    Código:
    cd /home/nome-do-usuario/.wine/drive_c/Program\ Files/pasta-que-está-instalado
    wine hl.exe -- hl.exe -console -game cstrike

    No meu caso ficou assim por exemplo: (instalei em C:/Program Files/Valve)

    Código:
    Código:
    [LEFT]cd /home/marcos/.wine/drive_c/Program\ Files/Valve
    wine hl.exe -- hl.exe -console -game cstrike[/LEFT]
    
    Agora salve o arquivo como "counter-strike.sh" (sem aspas)

    Depois no terminal acesse a pasta em que salvou o arquivo acima:

    Código:
    Código:
    [LEFT]cd /pasta-em-que-você-salvou[/LEFT]
    
    E autorize a execução:

    Código:
    Código:
    chmod +x counter-strike.sh

    Agora, enfim, vamos criar o lançador. No KDE na área de trabalho clique com o botão direito >> Criar Novo >> Link para Aplicativo

    Na aba "Aplicativo", no campo "Comando" coloque o caminho do arquivo counter-strike.sh como no exemplo:

    [​IMG]

    OBS: Se você quiser pode copiar esse arquivo counter-strike.sh para pasta /usr/bin, assim você pode chamar pelo terminal também.

    4. Jogando CS

    Pronto! Agora assim pode curtir o seu jogo, na boa, rodando no Linux! Ehehehe.. Que maravilha! =))

    Dá para jogar em tela cheia e na janela. Aqui vai um screenshot:

    [​IMG]

    5. Solução de Problemas

    A - Em alguns casos, assim como eu, o Counter-Stike roda mas não mostra nenhuma letra, nenhuma palavra como na figura abaixo:

    [​IMG]

    O que fazer agora? Calma que tem solução. ;)

    Baixe e instale o pacote FontForge para solucionar essa problema. =)

    ou

    Pegue o conteúdo da pasta C:\Windows\Fontes de alguma instalação do Windows e copie para a pasta /home/usuario/.wine/drive_c/windows/fonts.

    Se você não tiver nenhum Windows para copiar a pasta baixe ela aqui:
    http://d.turboupload.com/d/1769223/fonts.tar.bz2.html
    "
     
    Última edição: 10 de Novembro de 2007
  2. sapropel

    sapropel Power Member

    um guia brasileiro copiado de outro forum sobre um assunto mais de 1000x discutido neste forum
    ...
    -.-
     
  3. APLinhares

    APLinhares OpenSource Moderator
    Staff Member

    Infelizmente tens toda a razão... Mas ninguem usa o search.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página