1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Cursos Superiores: Design, Multimédia, etc...

Discussão em 'Web Development' iniciada por MR_RUSHY, 14 de Janeiro de 2008. (Respostas: 48; Visualizações: 11639)

  1. MR_RUSHY

    MR_RUSHY Power Member

    Boas, este ano quero entrar no ensino superior. Fiz uma pesquisa sobre os possíveis cursos a seguir e as minhas escolhas estão entre Engenharia Informática ou um dos novos cursos na área do Design e Multimédia. Estes novos cursos têm muitas coisas que penso que sejam importantes no futuro (próximo) como Webdesign, Animação 3D, Audiovisuais etc...

    -> Universidade Lusíada - Comunicação e Multimédia
    -> Universidade Lusófona - Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia
    -> Escola Superior de Educação de Coimbra - Comunicação e Design Multimédia
    -> Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - Comunicação e Multimédia
    -> Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha - Design Gráfico e Multimédia
    -> Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Mirandela - Multimédia

    Se alguém me poder dar umas opiniões, especialmente alguém que esteja ou tenha estado num curso destes era muito bom :D Queria mesmo saber na realidade as saidas profissionais bem como o que realmente posso contar aprender.

    ps - Provavelmente este não é o sitio mais indicado para isto mas desculpem.
     
  2. michael c

    michael c Power Member

    São bons cursos...mas, dado o panorama actual terás de te perguntar se realmente têm assim tantas saídas...

    Cumps
     
  3. MR_RUSHY

    MR_RUSHY Power Member

    Animação 3D é o meu objectivo principal e embora saiba que existem outros meios para o atingir (cursos técnicos tipo etic, etc...) ter uma formação superior ainda conta e muito as vezes. Mas dentro dos anúncios de emprego existem muitos e novos a sair diariamente, daqui a 3/4 anos não posso adivinhar.
     
  4. michael c

    michael c Power Member

    3D é uma boa área...com a explosão de Canais de TV Corporativos e Publicidade, profissionais dessa área estão cada vez mais a ser requeridos pelo mercado. Acho que fazes bem em apostar por aí...ninguém sabe o dia de amanhã mas actualmente existem boas perspectivas.

    O que eu queria dizer à bocado é que deves procurar informar-te muito bem quais as saídas na prática, no mundo real. O curso técnico da ETIC seria uma excelente opção para essa área.

    Chamo apenas a atenção para um aspecto...nas áreas da multimédia ou és muito bom naquilo que fazes ou simplesmente não és. Quero com isto dizer que não há espaço no mercado para quem não é mesmo bom. E para ser bom tem de haver dedicação, trabalho e, acima de tudo, muita paixão.

    Cumps
     
    Última edição: 15 de Janeiro de 2008
  5. MR_RUSHY

    MR_RUSHY Power Member

    Eu só estou com medo de escolher mal agora é em relação à própria universidade porque já ouvi algumas pessoas dizerem que os seus cursos de multimédia por vezes não correspondem bem ao "Plano Curricular".
     
  6. obiwan_pm

    obiwan_pm Power Member

    Ola, no meu caso fui um dos pioneiros do curso da Universidade Lusófona - Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia,surgido no ano de 2001.
    Já tenho 35 anos e digo-te que é um curso que abrange todas essas areas que mencionas incluindo a de cinema. No meu caso não posso ser imparcial, acho que é o curso ideal para quem gosta desta area - audiovisuais e multimédia, mas a decisão final será sempre tua.
    Um aviso........ é um curso (pelo menos no antigo sistema de ensino - 4 anos) 90% pratico e 10% teorico, muitos dias a trabalhar à chuva, ao calor e carregar com kilos de material.
    Não te assustes ok! Como te digo entrei por gosto e consegui acabar com esforço (trabalhar e "estudar" nesta area não é facil pela falta de tempo necessario para as centenas de trabalhos (ex. Criação de sites em HTML, XML, Jogos em Java, programação VB, animações 3D ( 3d Studio Max), trabalhos em Fotografia Analogica e digital (photoshop, after effects), Curta metragem e medias metragens, trabalhos em pro tools, AVID, etc...............
    Espero ter-te esclarecido. se quiseres saber algo mais contacta-me por PM.
    Abraço
     
    Última edição: 15 de Janeiro de 2008
  7. MR_RUSHY

    MR_RUSHY Power Member

    Realmente bom.. 3d Studio Max ui!

    Mais alguém tem informações sobre outras universidade ou IP ?
     
  8. ket

    ket Power Member

    Na ESEC em Coimbra, não tens grande coisa de 3D, a não ser uma cadeira do 3º ano. Durante o 1º e 2º ano, a maioria das cadeiras não estão relacionadas com design, ou multimédia. Tens português, inglês, duas psicologias (da aprendizagem, e da percepção), mais umas duas cadeiras de comunicação, música, e outras cadeiras da carochinha. Tendo em conta o que queres, só irias aproveitar duas ou três (se tanto) cadeiras do curso todo.

    Se quiseres mais info - PM.
     
  9. Jintro

    Jintro O Colaborador

    Estudei nas Caldas, não foi nesse curso mas posso-te dizer que tanto o curso como os professores têm bastante renome e é impressionante a quantidade de projectos saídos da ESAD que ganham prémios. Se procuras, para além da aquisição dos conhecimentos técnicos o desenvolvimento e aperfeiçoamento da tua veia artística, acho que é mesmo o melhor. A escola tem um excelente ambiente e o relacionamento professores/alunos é excelente.
    Conheço também malta que tirou esse curso e julgo que a maioria está empregada.
     
  10. MR_RUSHY

    MR_RUSHY Power Member

    Eu quando vi informações sobre o IPLeiria reparei em alguns cursos da ESAD.CR especialmente este. Parece um óptima escolha, só não diz é as médias do ano passado ..mas devo conseguir entrar!

    Se alguém tiver mais algumas informações deste curso da ESAD.CR diga, em principio é a escola que vou escolher :D
     
    Última edição pelo moderador: 24 de Fevereiro de 2008
  11. deltasw

    deltasw Power Member

    Acho que fazes muito bem em seguir nesta área. Eu estou inserido nela e neste momento também estou a estudar(à noite) num CET de Multimédia e conto muito em aperfeiçoar o que já sei. Agora a vertente 3D é uma grande aposta, talvez a que mais hipoteses terás, isto porque está sendo muito requesitada e no futuro terá um grande peso,como foi dito em cima(isto não significa que nas outras vertentes de multimédia não sejam assim).

    Boa escolha ;)

    Cumps
     
  12. Drekas

    Drekas [email protected] Member

    Viva, ia abrir novo tópico, mas acho que este serve bem para os gastos.

    Porque dizes isso ? Está mesmo mau para os licenciados nesta área ?

    Vou explicar o meu caso, à coisa de 2meses optei por fazer 2exames ( Mat A e BioGeo ) com ideia de entrar no IST ( Redes ). Escolhi redes porque o que me vejo a fazer é definitivamente algo relacionado com informática, excluí engenharia informática por causa da programação.

    Entretanto, e como até deves saber michael c, tenho um bixaroco para começar a brincar em fotografia... e a verdade é que me tem atraído. Depois foi só seguir um poucos o instinto, fotografia -> design -> multimédia. Eis que me pus à procura de licenciaturas em Multimédia ( nada de artes, ou desenho, nisso é mesmo para esquecer. )

    Já encontrei alguns cursos bastante interessantes pelo plano curricular. "Disciplinas" que acho que me iriam cativar. Tem programação e como em tudo, matemática, mas certamente num grau não tão elevado como um engenharia em Redes ou Informática.

    O que preciso é de algum feedback sobre, "onde ?". Ie:

    UTAD - Licenciatura em Comunicação e Multimédia ( Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro ) , plano curricular
    Universidade Lúsofona - Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia
    Universidade de Coimbra - Design e multimédia

    Assim por alto foi os que vi. Era importante que o curso que escolha não tenha a componente de artes, ou seja, fazer sarrabsicos com lápis e papel :P Senão sou capaz de me ver à rasca.

    Pronto, se me puderem sugerir um BOM curso, mas vocacionado para fotografia, video, web design, 2D / 3D, eh pah tudo menos fazer desenhinhos.

    Cumptimentos :)
     
  13. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Não sei até que ponto isso é possível. Penso que terás sempre uma ou outra cadeira com "rabiscos". No meu curso por exemplo, tenho cadeiras de desenho técnico e 3D, principalmente em CAD (desenho assistido por computador), mas não deixei de ter que fazer muitos trabalhos à mão e sem poder usar qualquer tipo de régua ou esquadro, só os projectos finais é que eram em CAD.

    Também tens cursos de design, e acho que há mesmo de fotografia, no IADE (Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing), em Lisboa. Não sei é se o curso de Design e o de Fotografia têm alguma componente de desenho à mão. O de Design provavelmente tem.
     
    Última edição: 15 de Abril de 2008
  14. michael c

    michael c Power Member

    Drekas, o que eu quis dizer com isso é que não é uma área fácil, especialmente em Portugal. Se queres ficar rico nesta área, esqueçe lá isso. Se vais por gosto e paixão, força! O que te posso dizer enquanto licenciado na área e já com dois anos de experiência de trabalho é que tende a ser uma área que as pessoas actualmente ainda não dão o devido valor. Isto pode ser desmotivante e actualmente não está mesmo fácil, especialmente na área do design gráfico. Existe muita oferta, existe muita gente boa desempregada actualmente.

    Posso dar-te um exemplo simples. Actualmente sou freelancer por opção e por várias razões. Mas há cerca de dois meses fui a uma entrevista a uma empresa na zona de aveiro. Eles abriram uma vaga para designer gráfico. Conclusão, uma vaga mais de 250 candidatos válidos (fora os outros que foram excluidos logo à partida por questões de portfolio) dos quais foram chamados 4 para entrevista. Eu fui um deles. Mas isto para te dizer, e atenção que a empresa não era nada do outro mundo, era uma empresa simples, sem renome a nivel nacional nem nada desse genero, que a realidade do mercado nesta área é esta.

    Felizmente eu fui convidado a trabalhar ainda antes de acabar o curso, no entanto, tenho colegas com o mesmo curso que eu, que têm alguma queda para esta área e que ainda hoje, passados quase dois anos, não conseguiram sequer uma empresa que lhes concedesse um estágio profissional!

    Portanto, eu sei do que falo quando afirmei aquilo. Quem vai com a ideia de que isto é uma alegria e que é tudo rosas por ser uma área nova, que se desengane. É uma área dura onde tem de se tar em constante evolução e aprendizagem. Todos os dias aparecem técnicas novas para fazer tudo e mais alguma coisa. Saber trabalhar nos softwares é apenas a ponta do iceberg. Ter conceitos de comunicação e, acima de tudo, muita muita criatividade é mesmo o mais importante.

    Quanto a cursos o da UTAD dizem estar bem estruturado. Tens também Novas Tecnologias da Comunicação em Aveiro. Tudo depende da área que gostas mais...é uma área muito vasta. Uma coisa é a componente web, outra é o vídeo e fotografia, outra é o design e outra é o 3D. São todas áreas que se tocam e que dá gozo misturar, mas, por experiência própria, digo-te que para se ser bom nalguma delas vais ter de mais tarde de te especializar em alguma delas.

    De qualquer forma fica o testemunho de quem anda nisto e ama esta área, por muito que possa não parecer por tudo o que disse neste post:D

    Se tens paixão pela criatividade e estás disposto a dedicar grande parte da tua vida à aprendizagem de softwares e criação de conceitos de comunicação utilizando diversos suportes diferentes, FORÇA!


    PS: E sim, não te preocupes com a parte dos rabiscos. Podes perfeitamente fazer um curso e trabalhar nesta área sem saber desenhar e sem abordares isso ao longo do curso. Eu, e muitos outros, somos a prova viva disso mesmo. Eu não desenho à mão e no entanto isso não me impede de trabalhar na área de design gráfico quando tem de ser.
     
    Última edição: 15 de Abril de 2008
  15. Drekas

    Drekas [email protected] Member

    Não me importo de ir enriquecer para outro lado :D

    Agora a sério, o facto de muitos licenciados de design estarem sem estágio, já nem digo propostas de trabalho, seja mesmo um factor que desmotiva, pelas razões óbvias. Mas engraçado é que olho para esta área como uma área, como disseste, de muita criatividade e nada melhor do que fazê-la sozinho e arranjar maneira de a mostrar, fazer ver que tens valor. Penso que uma pessoa com grande determinação e arte, consegue safar-se ( mas isto não será em tudo? ).

    Por exemplo, um licenciado em designer/multimédia, whatever, cria o seu sítio, e que publica os trabalhos que vai fazendo por livre iniciativa, achas que não se safa, se for visível a capacidade dessa pessoa ? Eu acho que sim, mas se calhar sou ingénuo :)

    Vou fazer uma comparação, para veres de estou a pensar bem ou mal. Entre um curso do IST ( redes, :P ) e um multimédia ( o da UTAD ). O de redes tens uma forte abordagem a programação e matemáticas, algo ao qual nunca revelei grande à vontade, verdade seja dita. Ou seja, provavelmente iria sofrer para o acabar mas quando o acabasse teria meia dúzias de empresa a propor trabalho ( especulando ). No de multimédia, vou pegar no da UTAD, porque de facto sinto-me familiarizado com as "disciplinas", até o poderei fazer com tanto ou mais trabalho do que o de redes, mas com menos dificuldade no que diz respeito a assimilar conceitos/matéria. Ou seja, até o posso fazer com um mais à vontade mas depois me ver à rasca para me empregar. Não sei se estás a perceber :)

    Btw, esse de aveiro também está porreiro. Ainda não tinha tropeçado nele :P

    Em relação às diferentes áreas, penso que seja uma questão de ir tentando perceber qual será a mais rentável para mim, ou então a que irei ter mais proveito €€.

    Agora vou passar à situação pessoal. Como disse em cima, já marquei 2exames, matemática e BioGeo e por acaso esses dois dá para entrar com apenas matemática :D o que é bom, pois em vez de escolher outro curso e depois fazer transferência, concorro já para algum desses.

    Em relação aos sarrabiscos, se não é um entrave, penso que não me deverei preocupar. Right ? :P

    Obrigado, both, :)
     
  16. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Digo-te mais, sempre achei que desenhava mal e que não tinha jeito, até começar a ver 19 e 20s nos meus trabalhos todos, em vários tipos de desenho, tanto no secundário como na universidade. ;)
     
  17. Drekas

    Drekas [email protected] Member

    No secundário não tive desenho.. tive até ao 9º e pronto... safava-me :)
     
  18. michael c

    michael c Power Member

    Bem, este vai ser longo.:D Ok. Quanto aos rabiscos esqueçe lá isso. Se de alguma forma isso for um requesito para a entrada num curso vais ter exames de pré-requesitos. Se não tiveres é porque isso não é fundamental e consegues fazer o curso na mesma.

    Sim, a melhor forma, a meu ver, de estar nesta área, é mesmo como freelancer. Por multiplas razões. Mas para estares tens de cumprir já uma série de pré-requisitos. Ter alguma experiência, teres uma certa vocação comercial, teres algum valor e trabalhares sempre nos teus limites. Desvantagens também tens muitas. Não tens uma entidade patronal que te garanta salário certo ao fim do mês, estás sempre inseguro e dependente do trabalho que vem a seguir. É preciso ter algum estomago para estar desta forma.

    É claro que tens vantagens, fazes os teus próprios horários, trabalhas quando mais achas que vai ser rentável, não tens ninguem para controlar o que estás ou não a fazer, algo que nesta área é mesmo muito deprimente. Tens apenas prazos a cumprir para entrega de trabalhos. Te garanto que acabas por trabalhar bem mais que as 8 horas diárias, mas se tens gosto e paixão naquilo que estás a fazer isso pouco importa...

    Ou seja, sim, deves ter um site onde mostres os teus trabalhos. Eu por exemplo ainda não tenho, tenciono fazê-lo em breve. Por incrivel que pareca ainda não tive tempo para o fazer. Portanto, só por aqui dá para perceberes a quantidade de tempo que vais ter de dedicar a esta área. Se tiveres disposto a isso não tens nada a temer.

    Redes e Multimédia são coisas muito distintas. Enquanto que redes é algo mais técnico a multimédia está ligada a algo mais de criatividade e produção de conteúdos. Ou seja, no futuro é de prever excelente saída para ambas.

    Com o crescimento da Internet os conteúdos multimédia vão tornar-se um standard, vai ser preciso alguém para produzir esses conteúdos. A televisão interactiva é outro sector que deverá empregar/ocupar alguns licenciados desta área. Para as redes também não vai faltar oferta. É uma das áreas de futuro claramente.

    Só precisas de perceber o que realmente gostas mais...se é a multimédia que te fascina, então, não tens nada a temer. Emigrar é sempre uma hipotese, aliás, eu mesmo estou a pensar seriamente nisso neste momento.:007:

    Cumps,
    michael c
     
  19. Drekas

    Drekas [email protected] Member

    Admito que trabalhar por conta própria possa ser um factor que estabilize, nada que meter a cabeça no sítio não ajude. Por outro lado, haverá algo mais tranquilo do que estar em casa, num ambiente perfeito a fazer aquilo que gostamos ? Não há duvida que me atraí. trabalhar por conta de uma empresa, também tem vantagens assim como desvantagens ( a tal "privacidade" e isenção de horários ).

    Algo que me deixa confuso é, como freelancer, como é que os trabalhos te aparecem nas mãos ? Ou como é que te apresentas ao "mundo" de maneira a que fiquem a saber que existes e te contactem ? Amigos, famliares ?

    Mas tu se não tiveste tempo para fazer o site, é bom. Até porque ouço muitas vezes, " ha ele está cheio de trabalho ", " é bom sinal ", :P se estás sem tempo para isso, creio que tens as mãos ocupadas, isso é óptimo. Se estou disposto ? Claro ! Sem sacrifício não se chega a lado algum. :)

    Espera 3anos, e vamos os 2. :D

    Se tivesses que escolher agora um curso, nesta área, que escolhias ? Tendo em conta que não estás mesmo a tomar a iniciativa, até será bom ouvir a opinião de alguém que se encontra na área e não tem mesmo de dar o passo, vês as coisas de maneira diferente.

    Cptos
     
  20. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Mas olha que por outro lado, também não há coisa melhor para te distraires com o trabalho. Muita gente não funciona bem sem horários ou um local só de trabalho. Eu por exemplo, prefiro trabalhar num escritório do que em casa, mesmo que trabalhe por conta própria.
    Em casa há sempre muito com que distrair, especialmente se não estivermos sozinhos.

    Tens várias formas de fazer isso:
    1- Espalhas anúncios.
    2- Fazes um estágio numa empresa e ganhas contactos
    3- Contactas directamente as empresas oferecendo os teus serviços.
    4- Fazes uns trabalhos para empresas que conheças, ou até mesmo Pro-Bono, e consegues publicidade através deles.
    5- Entregas o teu contacto a empresas que tenham clientes potencialmente interessados.

    Já são 3 bilhetes... Mas espero que seja daqui a menos de 3 anos.
     

Partilhar esta Página