1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Devo aprender C++ agora ou aprendo só quando tiver programação na minha vida escolar?

Discussão em 'Programação' iniciada por KaiZ, 25 de Novembro de 2008. (Respostas: 16; Visualizações: 1646)

  1. KaiZ

    KaiZ Power Member

    Não sei nada de programação, nem sei se se aprende programação no 10º ao 12º ou é apenas na faculdade... Penso que para já não tenho qualquer utilidade, nenhum objectivo de ganhar dinheiro ou algo do género. Só queria mesmo aprender pelo fun, mas será que valerá a pena agora, ou simplesmente espero até ter programação na minha carreira escolar?
     
  2. Kayvlim

    Kayvlim Undefined Moderator
    Staff Member

    Falando apenas pela minha experiência:

    Comecei a programar relativamente cedo, mas estou agora no primeiro ano da faculdade e é a primeira vez que tenho Programação na vida.
    Eu nunca tive Programação até este ano. Sempre fui auto-didacta.
    Fiz o Curso de Ciências e Tecnologias, onde não se aprende nada de programação, mas aprendem-se as bases para o curso onde estou (Engª Informática e de Computadores no IST).

    Pessoalmente, diria para te focares totalmente nos estudos. É mesmo muito importante saíres da escola com as bases bem consolidadas e a matéria bem sabida para que, quando realmente tiveres Programação, não te lixes no curso.

    No Secundário penso que possas escolher um curso tecnológico de Informática, mas isso não te dá as bases que precisas se quiseres prosseguir estudos. É preferível seguires Ciências e Tecnologias, onde não tens nada relacionado com informática especificamente (para além de TIC), mas ficas a saber o que precisas para aprenderes o resto.

    No entanto, se quiseres aprender a programar de qualquer forma, sem ser na escola, tens nesta secção links para isso em sticky que te podem ajudar. Mal não fará saberes qualquer coisa de Programação antes de ires para a faculdade, mas toma consciência de que a escola é muito mais importante.
     
  3. Vrts

    Vrts Power Member

    se tiveresalgum manual bem especifico de c++ tenta agora, caso contrario vais necessitar de bases de programação e assim sendo, aprendes c++ quando fores um pro da programação
    mas tu é que escolhes
    cumpz
     
  4. Thrasher

    Thrasher Power Member

    Caso tenhas tempo e vontade, não vejo o mal de começarem a consolidar umas bases. Todavia, segue o conselho dado pelo Kayvlim. É vital adquirires bases sólidas para a universidade, principalmente no que toca à matemática. ;)
     
  5. bsd

    bsd Power Member

    Acho que é mais útil isso do que os jogos de computador. Quando chegares à universidade podes já ter mais experiência nalgumas coisas do que alguns quando de lá saem, não é difícil. É importante é depois não ficar com a mania, porque pode tornar difícil aprender mais coisas.
     
  6. h4des

    h4des Power Member

    Saber não ocupa espaço, por isso não vejo mal nenhum em aprenderes, assim quando realmente tiveres programação na escola já estás mais á vontade com a matéria.
     
  7. KaiZ

    KaiZ Power Member

    Ok acho que vou aprender... Mas já agora, é claro que não vou deixar de estudar para a escola! Eu simplesmente nos tempos que tenho livres, em vez de jogar ou fazer outra coisa qualquer, aprendo a programar :)
    Bem, obrigado pelas respostas :)
     
  8. zericpxt

    zericpxt [email protected] Member

    Eu vou falar no meu caso...

    Terminei o curso de Engenharia Informática na Universidade do Minho, em Braga, e este ano. Já arranjei trabalho (estágio profissional), tendo apenas 1 mês de trabalho até agora.

    Durante o curso sempre tive excelentes notas nas cadeiras de matemática, mas sempre detestei matemática. Matemática é aquela coisa que se estuda momentaneamente e depois esquece-se. Sempre tive quizes, dezanoves, etc a cadeiras de matemática (matemática discreta, análises matemáticas, etc) mas confesso, actualmente não percebo nada de matemática. Apenas estudava, passava nos exames e adeus, o meu cérebro serve para outras coisas.

    Não tenho grandes dificuldades na programação (.NET) e não percebo muito de matemática. Penso que o mais importante na programação é a pessoa ser desenrascada e minimamente inteligente; não se perder no raciocínio e estar bem consigo mesma. Perceber minimamente de matemática ajuda, mas desenrascas-te na mesma sem ela.

    Isto porque a vida de programador não é só programar; é desenvolver soluções, arquitecturas, fazer relatórios, documentação, etc etc etc.

    Finalizando: Matemática? Ajuda sim, quer no raciocínio, quer na organização. Mas sem matemática podes-te safar bem. É mais importante saber inglês (pesquisas no tio Google, documentação,...) do que matemática, na minha opinião.

    Cumprimentos.
     
  9. stricKamicKa

    stricKamicKa Power Member

    Boas!

    Eu terminei o 12º no curso tecnológico de informática, e estou este ano no meu 1º ano de faculdade.

    No que toca a programação, durante o secundário estudei Pascal, C++ e VB. Agora no primeiro semestre começámos com linguagem C.

    Noto que colegas meus que nunca tinham tido contacto com qualquer linguagem de programação, têm sentido uma dificuldade muito maior que eu, e no entanto no que toca a programação nunca tinha sido um brilhante aluno.

    Mesmo assim, tenho-me sentido muito mais confiante e com bastante vontade de aprender de novo e reforçar as noções que já trazia comigo!


    Finalmente, se tencionas seguir um curso de informática quando entrares para a faculdade e até estás virado para a programação, quanto mais cedo melhor, nao perdes nada com isso! :D
     
  10. Nos níveis mais básicos da disciplina de TIC não se aprende muito, é realmente uma seca ensinarem-me aquilo que sei desde os meus primeiros passos no Windows 95.

    Mas pronto, ve lá se não aprendes demasiado:

    E os professores "não gostam" de alunos auto-didactas, tipo, não é ódio, mas já vi casos em que um aluno perguntava uma coisa á professora e esta dizia: "Sabes bem a resposta, gostas é de testar os professores e de te armar em esperto!"

    auch

    Aconteceu comigo, que só faltava dormir em TIC (aprender a mudar a cor do texto no Word ARGHHHHHH, e nem sequer demos Linux ARGHHHH ao quadrado)

    Aquilo que era interessante era ET -educação tecnológica-, criávamos sites e coisas do género, e tive pena de não termos aprendido Flash, pois estava no programa, e íamos aprender a fazer animações e jogos, mas a escola não obteve a licença para tantos PC em tão pouco tempo -já estávamos no 3º Período-

    Mas também foi bom, pois o site NotDoppler actualiza ás quintas, e era na quinta que tinhamos a aula de 90 minutos... Mas preferia criarmos jogos tipo stickman (ou então recrutavamos os gajos de EV -educação visual- para fazer as personagens eheh)
     
  11. exploit88

    exploit88 Power Member

    Quanto mais cedo melhor. Se fores para um curso procura informar-te melhor que existe ai uns que não valem o dinheiro despendido, ou então se tiveres tempo procura tuturiais na net e aprende sozinho.
     
  12. LuisFP

    LuisFP Power Member

    Se tiveres tempo disponível (fora do tempo escolar) aproveita para ires aprendendo as bases de programaçao, principalmente em C. Mesmo que não sigas informática, essa aprendizagem pode tornar-se útil. E sempre é mais conhecimento extra.
     
  13. soaked

    soaked Power Member

    Boas.

    Se queres a minha opinião, se realmente te queres aplicar deves primeiro perceber as bases da programação.
    Teres noção do que são variaveis & constantes, pointers,s metodos, eventos, programação orientada a objecto...

    Em relação à Matemática é bastante importante, não pela matmática em si, mas por causa do raciocinio lógico, é fundamental para fazeres a diferença e em vez de perderes um dia a desenvolver qq coisa desenvolveres em 1/2 dia ou em 1/4.
    A ideia da matemáttica é treinares o teu cerebro para rapidamente resolveres problemas, envolvam eles matemática ou não. è claro que se pensas ser um dia um programador que vai desenvolver componentes graficas a matemática é OBRIGATÓRIO.


    Depois tens de pensar no que te vez a programar, por exemplo
    Um programador de um POS (Multibanco portátil com que pagas a conta no restaurante), ou de uma máquina de uma fabrica vais precisar de conhecimentos de C ou C++ ou assembly

    Um programador que programa sistemas electronicos programa em assembly ou afins.

    Um programador de uma empresa que faça programas do estilo winrest tem de ter conhecimentos de Base de Dados e de VB ou C# ou Java

    O melhor é saberes mesmo de um pouco de tudo (começa pelo mais simples), mas o mais importante é o raciocinio lógico.
    E teres mentalidade de hacker, isto é, pensares e conceberes um sistema e veres as potenciais falhas do mesmo, não num sentido de exploit mas num sentido de se eu fizer isto assim onde pode falhar: performance, perda de dados em caso de falha, facilidade de migração para uma nova solução, etc.

    Cumps
     
    Última edição: 27 de Novembro de 2008
  14. Acho que deves começar, é claro que puderas ter algumas dificuldades de inicio em entrares assim derrepente numa linguagem orientada por objectos, acho e aconçelho-te a começar primeiro por uma linguagem estroturada tipo c, pascal, clipper, etc, para teres a base do raciocinio, isso sim é muito importante em programação, mas segue em frente, mesmo assim penso que poderas aprender muita coisa sosinho.
     
  15. Thrasher

    Thrasher Power Member

    Como linguagem "Object Oriented", recomendaria começar com Java. Quanto à matemática, é um elemento essencial para qualquer futuro engenheiro/programador, basta a genica mental que fornece.
     
  16. OubeLa

    OubeLa Power Member

    Eu, pelo contrário, recomendaria C++. É um passo mais intermédio que permite consolidar conhecimentos de C (se já os tiverem), ou mesmo aprender esses conhecimentos, e serve de ponta para Object Oriented a sério. Quem sabe C++ aprende Java em 2 ou 3 dias. Eu comecei a sério com C++, depois Java e C foram canja (sei que no caso do C deveria ter sido ao contrário, até porque trouxe de C++ algumas manias mais high level, mas pronto).

    Mas já agora, em relação à matemática, é muito importante para aplicações 3D. Conhecimentos de trigonometria e álgebra são essenciais.
     
    Última edição: 27 de Novembro de 2008
  17. bsd

    bsd Power Member

    Sublinho aqui o que disse o sir_atmc. Se excluíres a matemática vais limitar aquilo que podes fazer no futuro.

    Se quiseres ser um programador cujo forte é o número de horas que dedica ao trabalho, então esquece a matemática. Se quiseres que o teu forte seja ter conhecimentos acima da média, e ter capacidade de resolver problemas que os outros não sabem, então a matemática e todas as outras disciplinas são importantes.

    A matemática está particularmente presente nos gráficos, no processamento de som ou imagem, na inteligência artificial, nas estruturas de dados e algorítmos, nos sistemas de informação geográfica (e a matemática da geografia é complicada que se farta), em aplicações de engenharia em geral, nas redes de telecomunicações (quando se está na parte de investigação, não na administração)....

    Ou seja, não é só saber programar, a questão é saber programar O QUÊ? Simplesmente fazer programas toda a gente sabe...
     

Partilhar esta Página