1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Dificuldade dos jogos

Discussão em 'Jogos - Discussão Geral' iniciada por ManSCP, 2 de Julho de 2018. (Respostas: 32; Visualizações: 1776)

  1. ManSCP

    ManSCP Power Member

    Não sei se é o vosso caso, mas eu antes jogava sempre os jogos no modo mais difícil e hoje em dia, em determinados jogos, dou por mim a meter numa dificuldade média ou só um bocadinho mais difícil que médio.

    São jogos específicos em que a ideia é mais divertir-me e apreciar o jogo em si em vez de andar a partir a cabeça. Tou a dar como exemplo os 2 ultimos jogos que joguei/estou a jogar. God of war remastered e Uncharted 4.

    Mas claro que gosto de um Dark Souls ou algo do estilo em que sei que tenho e vou sofrer.
     
  2. vvalk3ng

    vvalk3ng Power Member

    não es caso unico, se a ideia é apenas divertires-tes um pouco não faz sentido estar a perder tempo com dificuldade excessiva se não é esse o teu intuito, até porque depois pode estragar a experiencia de jogo porque não é o que pretendes.
     
  3. haxterwolf

    haxterwolf Power Member

    Eu jogo os jogos em easy sempre que existe essa opção. E não tenho vergonha nenhuma, nem me sinto menos gamer por causa disso. Existem vários tipos de jogadores e cada um aproveita o jogo à sua maneira. Enquanto uns encontram diversão na dificuldade, outros divertem-se se o jogo for fácil. Uns divertem-se a completar tudo, outros preferem passar apenas o principal (o meu caso). Há quem só jogue single-player (como eu), há quem só jogue multi-player e há quem jogue ambos. O mundo é feito de diversidade, não temos todos de nos encaixar num padrão e isso também se aplica aos videojogos. Acima de tudo, deve-se respeitar os vários tipos de jogadores, porque para preconceitos, já basta o que vem de fora da comunidade...
     
  4. DvdCst

    DvdCst Power Member

    Git gud, noob plebs :004: Hardcore 1 life, no restarts speedrun 4Life :D:D
    Basicamente isto. O importante é divertir-se e passar um bom bocado com as fontes de entretenimento, se é para se chatear ou gerar mais stress acaba por não ser muito produtivo, a menos que a sensação de progressão e de atingir algum objectivo seja obrigatória apesar disso (que já é outro problema, e mais pesado na realidade que gaming habits).

    Podes não andar com disposição para dificuldade agora e voltar mais tarde, pode não voltar porque já não tens tempo ou vontade, etc. Vai aproveitando como e enquanto gostas. Os jogos valem sempre pela experiência e história (e comunidade quando é o caso), o resto é peaners.
     
  5. David.S

    David.S Suspenso

    Jogo tudo em easy ou no explorador, não gosto de desafios, gosto apenas de passar um bom bocado e me divertir.
     
  6. wowmiguelfcp

    wowmiguelfcp Power Member

    Já eu gosto de desafios. Dá-me enorme pica e gozo quando o jogo é difícil. No mais fácil só se for para fazer troféus (sim gosto de completar tudo). Posso não começar um jogo logo na mais difícil, mas começo na dificuldade anterior e depois numa nova run vou para a mais potente.
     
  7. erdnagama

    erdnagama Power Member

    Eu por outro lado acho que os jogos são demasiado fáceis hoje em dia. É essa uma das razões de não tocar, práticamente, em jogos singleplayer.
    Pior que isso, quando se aumenta o nível de dificuldade o que o jogo faz é aumentar o número de inimigos ou simplesmente aumentar o nível de esponja dos mesmos (capacidade de aguentar dano).

    Bons tempos em que havia 1 nível. Em que o jogo ia ficando mais difícil baseado nos puzzles a solucionar ou naquele salto que tinha de ser feito de forma precisa para chegar ao outro lado da plataforma.
     
  8. Blatzvid

    Blatzvid Power Member

    Concordo com os jogos estarem mais fáceis de dia para dia, um GTA SA na PS2 não tem comparação com um GTA V.
    Eu consoante o tipo de jogo escolho a dificuldade fácil ou média, se gostar muito do jogo volto a passa-lo subindo sempre de dificuldade, por exemplo em todos os Metal Gear Solid
     
  9. Lord_MerlliN

    Lord_MerlliN Power Member


    Eu não sou da mesma opinião, apesar de achar que depende muito dos jogos.

    Eu até acho que os jogos hoje em dia são mais complexos e exigentes que antigamente, o que os torna mais dificeis.

    Nunca fui fã de MP, mas dos que joguei nunca eu consegui estar ao nível que tinha no MOHAA.

    Eu também sou dos que jogo para me divertir e são poucos os jogos que coloco na dificuldade máxima pelo desafio.

    Para terminar o Old Blood tive de colocar em easy para matar o ultimo boss e não coloquei em very easy porque não tem.

    Gostava de associar o divertimento ao desafio, mas sou dos que sofre do mal em que estar muito tempo no mesmo sitio já me fez para de jogar alguns jogos.

    Eu acho que a comunidade de gamers evoluiu muito e agora alguns jogos parecem mais fáceis, porque o pessoal hoje em dia tem mais skills.

    Eu jogo desde o tempo do spectrum. Tinha um jogo (para não falar de outros que era o green baret. Aquilo era um sacrilégio para terminar.
    E porque é que era tão dificil? Na altura não havia cá gamepads nem algo parecido, era tudo jogado com teclas.

    mas lá está, são opiniões e todas são válidas.
    Eu nunca tinha sentido tanto stress como senti para terminar o Bloodborne. Deve ter sido dos jogos mais dificeis que já joguei. Claro que sou mais jogador agora que há 10/15 anos atrás e isso fez com que insistisse e tivesse conseguido terminar.
     
    Última edição: 6 de Julho de 2018
  10. Kuchiki Byakuya

    Kuchiki Byakuya Power Member

    Eu gosto de jogar por norma em Easy. É raro jogar um jogo com dificuldade. Gosto de sentir incrivelmente poderoso. Como o Byakuya :D.
    Mas há jogos que com maior dificuldade torna melhor a jogabilidade. Para mim um exemplo foi Castlevania. Obrigou-me a pensar melhor, e como a jogabilidade era de topo, foi fácil melhorar e jogar bem.
     
  11. dealer

    dealer Power Member

    O sucesso dos Dark Souls veio trazer um novo paradigma aos jogos atuais. Tudo começou a sair com a dificuldade mais elevada ou simplesmente com mais modos de dificuldade. E ainda bem, assim cada um de nós pode ter o que quer :) Há uma coisa que não estamos a considerar tb: estamos mais velhos e mais lentos! hahaha
     
  12. Kuchiki Byakuya

    Kuchiki Byakuya Power Member

    Eu dark souls só joguei o 3, e a dificuldade não me atraiu muito. Até gostei do jogo, mas no final não senti que jogava melhor. Simplesmente aprendi a jogar aquele jogo. Outros fazia exactamente a mesma coisa. A jogabilidade do dark souls para mim é muito simplista.
     
  13. vvalk3ng

    vvalk3ng Power Member

    por muito que me custe tenho de concordar :lol::lol::lol:
     
  14. Lord_MerlliN

    Lord_MerlliN Power Member

    Para mim encaixa perfeitamente nos jogos MP.
    Em SP, jogo muito melhor agora que há 15 anos atrás.

    A jogabilidade dos bloodsouls não tem dificuldade nenhuma é um facto.....atacar...fugir....atacar...fugir. O problema é conseguires aplicar essa coisa tâo simples e teres sucesso.
    Ter esmifrado o Bloodborne a mim fez-me melhorar imenso as minhas skils para jogar por exemplo o MH.
     
  15. Kuchiki Byakuya

    Kuchiki Byakuya Power Member

    A jogabilidade é simples e limitada. Isso é que cria a dificuldade do jogo. Mas torna um pouco monótono. Preferia jogar um jogo em que a jogabilidade fosse mais rápida e que os inimigos fossem mais inteligentes.
     
  16. FNvS

    FNvS Power Member

    Admito que hoje em dia não tenho muita paciencia para desafios, normalmente jogo sempre no modo "normal" nem muito facil nem dificil com o backlog, com a quantidade/qualidade de jogos que aparecem todos os meses fica difícil andar ali a massacrar a cabeça várias semanas. O tempo também cada vez parece ficar mais curto e tambem me gosto de divertir num jogo do que andar ali ás cabeçadas...
     
  17. palac3

    palac3 Power Member

    Eu cá jogo tudo no modo "normal", o que me interessa é assistir a uma boa história com algum desafio.

    O grande problema dos jogos de hoje é que fazem demasiada coisa pelo jogador, é tipo tudo muito automático. Por exemplo ainda noutro dia estive a jogar Hitman e para saltar de varanda em varanda era só preciso carregar no "x"... Tipo WTF, porque é que não posso ser eu a saltar as varandas e tem que ser o jogo a saltar em script por mim? Tomb Raider é igual, basta carregar numa ou duas teclas e o boneco faz tudo sozinho, é isso que odeio nos jogos de hoje em dia. Eu gosto de fazer as coisas por mim, se quiser saltar uma varanda aponto o boneco para a varanda, dou uma passos para ganhar balanço, carrego no espaço para saltar é logo vejo o que acontece, é muito mais engraçado do que carregar numa botão e está feito...
     
  18. Lord_MerlliN

    Lord_MerlliN Power Member

    São jogos que não são para qq pessoa. É preciso gostar destas dinâmicas.
    Apesar de simplicidade da jogabilidade, acho estes jogos muitos exigentes mesmo. Nenhum outro jogo me levou a niveis de stress como este.

    em alguns jogos até que pode ser porreiro, numa situação ou noutra. mas é um facto que esse script estraga muito a experiência.
    No the Order o final do jogo é uma treta por causa disso, não depende nada das tuas skills....desde que carregues no momento certo, no botão correcto.....está feito.
     
  19. Kuchiki Byakuya

    Kuchiki Byakuya Power Member

    E como qualquer jogo :)

    Exigentes são. Mas exigem mentalmente, para não cometer erros e ter calma. Em termos de jogabilidade não são muito exigentes.
     
  20. palac3

    palac3 Power Member

    @Lord_MerlliN Essas scripts antigamente não existiam basta comparar a versões antigas de qualquer jogo a versões recentes, por exemplo Splinter Cell. No chaos theory não havia cá scripts de saltos nem animações de carregar num botão para facilitar a vida ao pessoal, no último já foi javardice, era carregar no x para isto, carregar no y para aquilo...

    Eles devem fazer isso por causa da parte estética do jogo, ficava mal por exemplo num Tomb Raider com aquele motor gráfico super realista, a Lara não fazer aquela animação bonita a fazer uma acção qualquer mas a verdade é que pelo menos para mim os scripts tiram a piada toda aos jogos, é como se o jogo achasse que não somos capazes de executar qualquer movimento por nós próprios e decide executar tudo por nós carregando no y ou no x, para mim não dá, eu quero jogar o jogo à minha maneira não quero carregar em x nem em y porque o jogo quer...

    Aquele final de dying light por exemplo, deu-me cancro, andava eu feito estúpido atrás do x, do y e do b para o boneco ganhar o jogo sózinho...
     

Partilhar esta Página