1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. Consulta o Portal de Jogos da ZWAME. Notícias, Artwork, Vídeos, Análises e muito mais.

    Remover anúncio

Direitos do jogador PC

Discussão em 'PC Gaming' iniciada por evasiv3, 31 de Agosto de 2008. (Respostas: 18; Visualizações: 1160)

  1. evasiv3

    evasiv3 Power Member

    Os jogadores irão ter o direito de devolver jogos que não funcionem nos seus computadores, sendo reembolsados.

    - Os jogadores irão ter o direito de exigir que os jogos sejam lançados numa fase final de desenvolvimento.

    - Os jogadores irão ter o direito de esperar updates significativos depois do lançamento de um jogo.

    - Os jogadores irão ter o direito de exigir que os gerentes de downloads e updaters não executem necessariamente ou sejam forçados a carregar para se jogar um jogo.

    - Os jogadores irão ter o direito de esperar que os requisitos mínimos para um jogo querem dizer que o jogo irá correr adequadamente nos seus computadores.

    - Os jogadores irão ter direito a esperar que os jogos não instalem drivers escondidos ou outro software potencialmente prejudicial, sem o seu consentimento.

    - Os jogadores irão ter o direito de voltar fazer o download das últimas versões dos jogos que eles possuem nessa altura.

    - Os jogadores irão ter o direito de não serem tratados como potenciais criminosos por produtoras ou editoras.

    - Os jogadores irão ter o direito de exigir que um jogo para um jogador não force uma ligação à internet cada vez que eles desejam jogar.

    - Os jogadores irão ter o direito de que os jogos que estão instalados no disco rígido não necessitem que um CD/DVD permaneça no leitor para serem jogados.


    +info em ptgamers
     
  2. Zhao

    Zhao Power Member

    Apenas estes pontos fazem sentido para mim, o resto é demasiado radical e caso se venham a concretizar... Por exemplo isto: "Os jogadores irão ter o direito de devolver jogos que não funcionem nos seus computadores, sendo reembolsados." Se o jogo tem defeito, tudo bem, mas se existem demos, requisitos mínimos, etc. porque o comprador não olha para isso antes de comprar? Acho que é chato tudo a comprar jogos num dia e no dia a seguir tudo a devolver jogos abertos. Mas é apenas a minha opinião.

    Bom post evasiv3 ;)
     
  3. UnknownName

    UnknownName 1st Folding then Sex

    e o direito de não pagar nada pelo jogo não há? :D
     
  4. IceKimi

    IceKimi Power Member

    Sim nos jogos Freeware.

    Para mim a mais importante e que infelizmente não acontece com grande parte das editoras:
    - Os jogadores irão ter o direito de não serem tratados como potenciais criminosos por produtoras ou editora

    E falta dizer que esta lista foi feita pela Stardock
     
  5. evasiv3

    evasiv3 Power Member

    Existem aqui alguns direitos que vao criar muita polémica certamente, como por exemplo

    "Os jogadores irão ter o direito de voltar fazer o download das últimas versões dos jogos que eles possuem nessa altura."



    Este irá fazer com que as compras diminuam, a não ser que seja criada uma segurança no cd/dvd de modo a que o jogo so possa ser jogado no pc em que foi instalado.

    - Os jogadores irão ter o direito de que os jogos que estão instalados no disco rígido não necessitem que um CD/DVD permaneça no leitor para serem jogados.
     
  6. Xistel

    Xistel Power Member

    Os direitos são muito divertidos...e os deveres?

    Os jogadores têm o dever de pagar pelo jogo que estão prestes a jogar, recompensado o trabalho árduo da equipa técnica entre outros.

    para mim só há uma solução monetariamente saudável no panorama dos jogos para PC. Os MMOs a pagantes
     
  7. IceKimi

    IceKimi Power Member

    Lá está, estas a partir do pressuposto que todos os jogadores são criminosos. Primeiro de tudo é o cliente que deve ser protegido porque é ele que paga o trabalho da editora.
     
  8. Xistel

    Xistel Power Member


    Nao estava a partir de nenhum pressuposto, o que escrevi foi mesmo a pensar nos jogadores que nao compram. Obviamente que não são todos os jogadores que 'roubam'. Acho que tem de have um compromisso de ambas as partes. editoras baixam o preço, o pessoal compra :P. Porque a meu vem 60 - 70 euros por um jogo é um atentado
     
  9. Pure Anarchy

    Pure Anarchy Moderador
    Staff Member

    Gostava de ver um jogo a custar esse preço para PC. A mais do que €50 dificilmente encontras algum jogo, e na maioria dos casos consegues encontrá-lo mais barato. E os MMOs a pagantes não são a única "solução saudável", há inúmeros jogos de vários géneros que vendem bem no PC.

    Quanto à lista, a Stardock tem cumprido praticamente todos os direitos ali listados. O Sins of a Solar Empire não teve grande publicidade e não é um título mainstream, e ainda assim já ultrapassou as 500 mil unidades vendidas. Sabendo que os jogos de PC continuam a vender durante muitos anos e que o custo de produção do título em questão deverá rondar 1 milhão de dólares, dá para perceber que a sua estratégia tem-se revelado bastante lucrativa. Para além disso, eles têm lançado inúmeros updates, não meteram qualquer protecção da treta nos seus jogos e vão continuar a suportá-lo durante muito tempo, como fizeram com anteriores títulos.

    O que é facto é que se as editoras - e não as produtoras, porque estas raramente têm qualquer controlo sobre este tipo de decisões - tratarem os seus consumidores legitimamente, irão ser recompensados por isso. Agora não esperem encontrar grande sucesso no PC lançando jogos que não estão finalizados ou ports medíocres, sem oferecerem qualquer suporte posterior e com as tais medidas de protecção que só prejudicam os consumidores legítimos. Sim, porque a versão pirateada não irá ter DRMs e maravilhas do género, que só executivos sem conhecimento do mercado pensam que servem para alguma coisa.
     
  10. ciberg

    ciberg Moderador
    Staff Member

    Para isso era preciso que os utilizadores soubessem fazer tudo isso.
    Uma colega minha quando o filho lhe pediu um jogo de futebol, ela viu o Cristiano Ronaldo na capa do PES 2008, viu na caixa PC, e comprou... Depois aquilo não funcionava.

    Ela tinha um PIII com gráfica onboard, e ficou muito espantada quando eu lhe disse como é que ela queria correr o jogo ali... - "mas o jogo é para PC, o meu não é um PC???".

    Já tive quem me pedisse para "arranjar" o computador porque os jogos não corriam bem, por exemplo COD4, se calhar era vírus e quando vi tinham uma Geforce MX440...

    Esta até é uma das razões para o sucesso das consolas e quebra nos jogos PC, a maioria dos utilizadores não sabe o que é um direct x, uma placa gráfica etc...

    Se até aqui no fórum há quem pense que uma 3850 com 1GB é melhor que uma 4870 com 512MB, como querem que uma pessoa das que compram o PC no hiper saiba o que significam os requisitos indicados?

    Deveria realmente haver um sistema fiável para medir os requisitos.
     
  11. Pure Anarchy

    Pure Anarchy Moderador
    Staff Member

    Exacto, isso acaba por ser um problema. O Vista tem um sistema do género, mas não posso considerar muito "fiável" por enquanto.

    A solução talvez passasse por aí, ter um sistema uniformizado que utilizasse uma escala de avaliação tanto para o jogo como para o PC, o problema é que com o passar do tempo e a evolução do hardware essa escala vai-se alterar, e um jogo que anteriormente podia representar um 3,5/5 pode depois ser um 1,5/5. Esses dados teriam que ser actualizados frequentemente, e dado que os utilizadores menos informados podem não estar a par disso, iria acabar por baralhar mais do que ajudar se não fosse tudo muito bem organizado.
     
  12. Zhao

    Zhao Power Member

    De qualquer forma as lojas não têm culpa dos compradores não estarem informados. Se eu comprar uma pizza de atum e depois não gostar, não posso culpar a loja pelo facto do aspecto da pizza parecer bom, mas eu não gostar.

    Claro que se estas medidas todas se vierem a concretizar, também hão de criar um sistema tipo o System Requirements Lab para ser mais fácil do que apenas ler requisitos. Uma medida leva à outra.
     
  13. Irxson

    Irxson Power Member

    Pessoalmente concordo com as linhas desde que se tenha um bocado de bom senso.

    É obvio que não se vai ter o direito de devolver um jogo só porque não funciona no meu pc, nem isso era praticável, o que se tira daquela frase é que o cliente casual tem direito à optimização da programação dos jogos para correrem no sistema "antigo" sem terem de comprar novo hardware de 6 em 6 meses.

    Mas como o que foi dito pela stardock é o grande problema do PC gaming e nós já temos variados topicos sobre o assunto, esta discução vai dar ao mesmo que as outras.

    Ridiculo, há que existir o minimo de informação por parte dos comprador pois a solução proposta é impraticavel, mas como já disse isto deveria incidir sobre a optimização.

    Relativo, não se pode exigir isso a quem tenha um budget limitado por exemplo.

    Concordo.

    Concordo

    Concordo

    Concordo, para alem de ridiculo é o motivo pelo qual não compro spore.

    Concordo, com o avanço das compras digitais e leis sobre o assunto, ter a opção de fazer o download do jogo cujo meu CD se estragou deveria ser possivel apos um processo não tão difícil de realizar quanto isso.

    Claro, mais uma vez motivo pelo qual não comprei spore entre outros.

    Claro, muitas vezes a internet não está disponivel e a consequencia é?

    Concordo, nos dias que correm é ridiculo.

    Um grande exemplo de alguem que cumpre a maioria destes pontos é a blizzard, download digital dos jogos, reposição da copia do jogo no caso da media estragar devido ao uso, optimização dos jogos para abrangir maior publico possivel sem sacrificar exageradamente a arte que são so jogos deles, updates aos jogos, retiraram o cd check dos jogos antigos como warcraft 3 numa ultima patch, enfim toda esta atenção ao cliente é o que os faz estar na frente, não pensem que é apenas pelo wow ser um excelente jogo, mas sim porque o wow é um bom jogo(não excelente) pensado para agrdar a um grande publico, com inovação, optimização, saber o que é que o cliente quer com campanhas executadas, excelente estudo de mercado, "modos" de jogo tanto para casuais como tambem hardcore gamers.
     
    Última edição: 12 de Setembro de 2008
  14. ciberg

    ciberg Moderador
    Staff Member

    Concordo, e talvez não tenha sido explícito, não acho que possam devolver o jogo, mas acho que tem que ser desenvolvido um sistema simples e directo que permita a um utilizador casual ter uma mínima ideia dos requisitos do jogo.

    Podiam começar com um aviso na caixa do jogo (bem visível na frente) que diga algo tipo "antes de comprar verifique se o seu computador tem os requisitos necessários".

    Acho também, e isto não esta bem relacionado com os jogos e é um bocado fantasista, que sempre que alguém compra um PC deveria ser-lhe dado um cartãozinho com as especificações básicas da máquina (CPU, RAM, Gráfica e Disco) e depois nas lojas poder haver quem possa ajudar a pessoa a verificar se o PC que tem cumpre os requisitos e haver uns livrinhos como nas lojas de artigos auto para os óleos, pneus etc, onde se pudesse ver a equivalência das placas gráficas, cpus, etc, para que se um utilizador vir como requisito mínimo uma 6600GT saber se a dele será melhor ou não. Se isto não fizer sentido, esqueçam, é do sono...:zzz:
     
  15. Lurtz

    Lurtz Power Member

    Só vejo direitos...

    E deveres não?
     
  16. Irxson

    Irxson Power Member

    Deveres? O dever de pagar a licensa e os impostos não chega? Não estou a entender onde queres chegar.
    O jogador É CLIENTE, e não o contrário.
     
  17. Lurtz

    Lurtz Power Member

    O cliente tem direitos e deveres.

    Esse que mencionaste é o mais importante.

    Vejo neste fórum muito malta que saca jogos e depois vem dizer mal dos mesmos. Que estão mal optimizados e que os updates nunca mais saiem e que não dá para jogar online etc...

    ps- outro dever será o de se informar e saber quais os seus direitos. (e depois não fazer listas de (alguns) direitos rídiculos!)
     
  18. Irxson

    Irxson Power Member

    Neste caso o mal informado és tu, pois estes direitos foram propostos por uma editora, a Stardock.
    E segundo o codigo comercial português, no contrato de compra e venda o comprador tem apenas o dever de cumprir com o pagamento nos termos contratados.
     
  19. Lurtz

    Lurtz Power Member

    Não deixam de ser ridículos (alguns).

    Point given!

    Mas eu reformulo, um jogador terá então o "não-direito" de pedir algo mais do que os termos contratados. E para isso terá de se informar sobre o que está, efectivamente, contratado. (por exemplo, que está a correr um jogo que só corre em certas máquinas.)
     
    Última edição: 12 de Setembro de 2008

Partilhar esta Página