1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Discos externos Toshiba vs Iomega

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico PC' iniciada por Taveirada, 7 de Julho de 2006. (Respostas: 4; Visualizações: 1038)

  1. Taveirada

    Taveirada Power Member

    [FONT=Verdana, Arial, Helvetica][FONT=Verdana, Arial, Helvetica][FONT=Verdana, Arial, Helvetica] Ora digam lá qual gostam mais.

    Queria comprar um Disco externo de 300gb.

    O toshiba custa 169€ e tem 320gb.
    O Iomega custa 179€ e tem 300gb.

    A minha pergunta é... qual compravam...

    é que o toshiba nao encontro nada na net!

    Nota: nao tenho a certeza, mas o iomega tem 2 anos de garantia e o toshiba 1...
    [/FONT]
    [/FONT]
    [/FONT]
     
  2. Raden

    Raden 1st Folding then Sex

    nop... é OBRIGATÓRIO 2 anos de garantia no minimo! quanto a escolha eu escolhia iomega pois sao lideres em armazenamento externo...

    cumps
     
  3. ngm

    ngm Power Member

    Viva Taveirada,

    Tens a certeza que preferes discos 3.5"? Olha que os discos de 2.5" não necessitam de transformador, são mais leves, mais resistentes contra choques, não aquecem tanto. Não dispoêm de tanta capacidade mas aparte disso só têm vantagens!

    O Seagate Momentus 160GB USB2.0 ficou em 5 lugar nos 100 melhores produtos de 2006 (PCwolrd):

    http://www.pcworld.com/reviews/article/0,aid,125706,pg,2,00.asp

    Parece-me fantástico... mas carote! :(

    De qualquer forma, entre Iomega e Toshiba... para discos de 3.5" optava também pela Iomega. No entanto, para discos de 1.8" a Toshiba é das únicas e melhores!
     
  4. timber

    timber Zwame Advisor

    Optava pela mais barata e com mais capacidade ou então a que tivesse a caixa mais catita

    Nenhuma das duas fabricou o disco que lá está dentro por isso é igual ao litro.
     
  5. Taveirada

    Taveirada Power Member

    Bem,

    optei por comprar em partes.

    já comprei uma caixa da conceptronic (29€). Agora falta o disco...

    Em braga não havia em lado nenhum...
     

Partilhar esta Página