1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

[Discussão] Derivados do Ubuntu. Onde acham que vai parar?

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por Metro, 26 de Novembro de 2006. (Respostas: 30; Visualizações: 3960)

  1. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Tenho sacado as várias variantes mas não instalei ainda nada.

    Isto tb tem a haver com a decisão de na versão 7.04 eles irem ter os binários da ati e nvidia por default.

    Porque reparem. As distros baseadas em basicamente acrescentam ou retiram funcionalidades.

    A saber:

    Linux Mint
    : http://lt.k1011.nutime.de/

    Ou seja pega-se no Ubuntu e coloca-se lá o que é "proibido". Ou seja basicamente adiciona-se o que 90% dos users adicionam a seguir (muitos deles desistem no processo) e lança-se uma distro...

    Ahhh!! E é azul :D

    Nubuntu: http://www.nubuntu.org/


    Ubuntu Multimedia Center
    : http://linux.cubegames.net/ - actualmente o site está down.

    Mepis: http://www.mepis.org/
    Desde o inicio baseado em Debian mudou-se para o Ubuntu desde o 6.06. Usa o KDE.

    Para ajudar à festa o Mark Shuttleworth fez quanto a mim a asneira de propor aos developpers do openSUSE para se mudarem para o UBUNTU.

    http://www.markshuttleworth.com/archives/81

    Eu acho que é necessária a inclusão dos binários para o pessoal conseguir ter a melhor experiencia possível com o Ubuntu. Pq se eles não o fizerem alguém o vai fazer.

    Infelizmente (mas a melhorar) ainda faltam algumas coisas em Linux. Mas vendo a evolução o futuro promete.
     
  2. iGama

    iGama Ubuntuguide Translator

    Ele convidou a participarem no Ubuntu Open Week, que é principalmente para discussão, não vi qual o mal nisso, mas parece que muitos levaram a peito.

    Falta ai :

    Fluxbuntu - Como o nome indica com fluxbox - http://www.fluxbuntu.com/

    Ichthux - Ubuntu Christian Edition - http://www.ichthux.com/

    e por fim uma que se tem tornado famosa:

    gNewSense - Baseado em Ubuntu mas totalmente Software livre, sem pacotes proprietários nenhuns - http://www.gnewsense.org/
     
  3. Instalei o Fedora no VMWare instalado no Windows XP e não consigo acessar internet. O XP acessa mas o Fedora não.
    No VMWare configurei a NIC para NAT, e no Fedora utilizei a configuração de IP dinâmico (DHCP).
    No Fedora consigo pingar o IP atribuído dinamicamente, mas até agora não consigo sair para fora da rede e acessar a internet.

    Aguardo possível ajuda.
     
  4. CR_

    CR_ Power Member

    O próprio Ubuntu é baseado em Debian. O que me interessa mais é que cada mais as pessoas adiram ao GNU/linux.

    Falta o Ubuntu Satanic Edition:

    http://parker1.co.uk/satanic/
     
  5. astrisko

    astrisko 1st Folding then Sex

    Concordo plenamente, o mais importante é mesmo que cada vez mais pessoas adiram ao Gnu/Linux e distros como o Mint podem ter um papel bastante importante, uma grande parte dos utilizadores Windows apenas usam o computador para aceder à net, office, ouvir umas músicas e ver uns filmes, este é precisamente o público que mais irá ganhar com distros do tipo do Mint, é mais fácil de instalar do que o Windows, trás tudo o que é necessário para este fim de raiz, para além claro de ser mais seguro e de ser grátis, o problema é que este público não conhece o Gnu/Linux ou tem uma ideia completamente errada, cabe a nós divulgar o Linux e mudar mentalidades.

    Os satanicos já se converteram :D faltam as testemunhas de Jeová, quem sabe se depois não andam a visitar as casas a dar a conhecer o Ubuntu :P
     
  6. abc

    abc [email protected] Member

    Eu estava cheio de esperanças até ver o Christian Ubuntu e afins... Enfim... Digam o que disserem este tipo de utilizações prejudica a imagem e como tal a credibilidade da marca Ubuntu. Vou tendo o Ubuntu instalado ali a um canto. A minha Radeon 9800 Pro não gosta do Beryl e afins e isso chateia-me. Mas é um sinal de unificação na salganhada de gatos pingados que é o mundo Linux e tudo indica que o futuro seja risonho sobretudo quando o nosso amigo Windows Vista vem cheio de lixo por causa do DRM e não estou a ver o DRM a mudar o estado actual na práctica dos conteúdos media.
     
  7. Mais um derivado:
    jewbuntu: linux for jewish beings

    Calculo que seja a gozar com o Ubuntu Christian Edition.
    Aliás, espero que seja a gozar, o Christian Edition também parece uma anedota mas é a sério...
     
    Última edição: 26 de Fevereiro de 2007
  8. QuickFire

    QuickFire What is folding?

    Não vejo o mal do Christian Ubuntu...
    Má imagem como?

    Há pessoas com as suas convicções. O Ubuntu Christian Version pode ser o primeiro passo de algumas pessoas no Linux :)

    Eu sou agnóstico por isso não tenho nada a ver, não compreendo é o porquê de algumas afirmações :)
     
  9. eyeliner

    eyeliner Power Member

    Vamos iniciar uma distro: "AgnUbuntu". :D
     
  10. QuickFire

    QuickFire What is folding?

    Lol priceless :D

    Já agora o que podiamos pôr na distro ? :P

    Anyway temos também os mais conhecidos: Xubuntu, Edubuntu e Kubuntu que estão ligados ao Ubuntu.

    Temos também outro xUbuntu para Xbox 1 :)
     
  11. abc

    abc [email protected] Member

    O Christian Ubuntu tem citações do novo testamento. A postura agnóstica é basicamente "estou-me a lixar" e por isso devíamos sim pensar no ceptubuntu ou atubuntu para cépticos e ateus e aqui já podíamos por citações anti religião em geral e acontecimentos trágicos do dia relacionados com a religião sem falar nas citações de filosófos e pensadores anti-religiosos.
     
  12. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    A versão para Agnósticos ou Cépticos já existe. Chama-se Ubuntu (ou qualquer uma das derivadas que não tenha a ver com religião). :rolleyes:

    Sinceramente, acho que mais do que versões religiosas, deveriam haver versões dedicadas a determinados "ambientes", como versões para edição multimedia, onde os pacotes incluídos eram basicamente pacotes de software multimédia, codecs todos já arrumadinhos...

    É uma ideia, que, no meu ponto de vista, é mais útil do que as versões religiosas (que a diferença que têm é pouca para a distro base... O mais importante (bíblia) pode ser transferido pelo apt-get...).

    Cumprimentos!
     
  13. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    A ideia que tenho ficado é que o Mark quer ver quanto mais distros baseadas em Ubuntu melhor. Porque cada uma delas acaba por desenvolver mais qualquer coisa que eles depois podem adicionar ao Ubuntu. Basicamente são developers do ubuntu sem quererem...

    Foi essa a ideia com que fiquei da conversa dele no IRC à uns tempos.

    Eu só vejo vantagens em haver estas distros todas. Se as vou usar? Não à excepção do Linux Mint.
    Quando sair o 7.04 poderei mudar de ideias :)
     
  14. mundano

    mundano Power Member



    Leste o post dele? O que ele fez foi um convite claro para irem ao Open Week ver como seria muito melhor desenvolverem para Ubuntu..

    Foi um bocadinho triste, mas pronto, o homem também pode ter as suas falhas..



    Quanto as derivações... Não vai dar a lado nenhum.. Antigamente havia milhentas derivações do Debian (e ainda há), agora, com a politica de releases mais vantajosa do Ubuntu e os seus repositórios de qualidade bastante boa tendo em conta que geralmente é software bem recente, muitas distros optaram por se basear nos repositórios Ubuntu, sendo o caso mais famoso o da Mepis.

    Por outro lado, há uma imensidão de distros que não passam de mods de Ubuntu.. E essas, pouco ou nada trazem de novo além da experiência diferente out-of-the-box.. A maioria destas distros duvido que dure muitos anos, o mundo do software livre é mesmo assim.. Mas a vantagem de ser software livre é que aquilo de bom que elas criarem será mais tarde ou mais cedo integrado no Ubuntu.
     
  15. Boas pessoal:
    Eu á cerca de uns meses que sou um utilizador Linux (ainda tou mt verde), exprimentei o Caixa mágica, o Mandriva, mas fixei-me no Suse do qual saí pois tou a axar que o Suse actual é o Window$ do mundo Linux (perdoem a analogia, mas bugs não lhe faltam), axo que os tipos tão a andar depressa demais, uma distro de 6 em 6 meses, não dá tempo para maturar.
    Neste momento tou precisamente a usar o Mint e como ele é derivado do Umbutu queria saber se os repositórios deste servem tb para o Mint.

    Cumprimentos a todos, fiquem bem :)
     
  16. iGama

    iGama Ubuntuguide Translator

    Se leste o site já deves ter reparado que sim os repositórios são os mm para o Mint, o Mephis, que são baseados em Ubuntu.

    Ubuntu tb é de 6 em 6 meses o desenvolvimento.

    Abraço
     
  17. mundano

    mundano Power Member



    Por causa de 6 meses ser pouco é que no Ubuntu introduziram as distribuições LTS que sairão de 2 em 2 anos..

    Assim de 6 em 6 meses sai uma versão nova, onde se implementam as novidades, onde as coisas se estabilizam e a cada 2 anos junta-se tudo e lança-se uma versão mais estável e sólida com suporte de longo termo..
     
  18. blueangelman

    blueangelman 1st Folding then Sex

    pq?8|

    foi precisamente uma das que saquei..já utilizei e parece me mto porreira..é quase igual ao Ubuntu..nao sei o que realmente varia,já que nao tive tempo pra andar a explorar mto aquilo..:)
     
  19. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Porque o que eles modificam acaba por ser testado nestas distros e se não houver problemas pode ser integrado no futuro no Ubuntu.
    Há sempre ganhos. Eles não conseguem fazer tudo e assim t~em pessoas que acabam, por desenvolver partes que ou usam ou não.
     
  20. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    Falei há uns posts atrás sobre uma derivação de ubuntu dedicada a multimédia... Ei-la :D

    [​IMG]
    Está em planeamento, mas entretanto já tem página própria, e umas quantas na wiki :)

    Cá está uma derivação que parece realmente útil :D
     

Partilhar esta Página