[HDTV] Discussão Geral TVs OLED

PuK44

Power Member
Antes de optares por uma OLED verifica a possibilidade de garantias/seguros, mesmo que contratados à parte, garantam a reparação em caso de burn in.

Só volto a ganhar confiança numa OLED quando as marcas assumirem, dentro da garantia, o burn in.
Aí estarão a dar o sinal de que o burn in é uma exceção e não acontece com frequência.
 

FASBM

Power Member
Antes de optares por uma OLED verifica a possibilidade de garantias/seguros, mesmo que contratados à parte, garantam a reparação em caso de burn in.

Só volto a ganhar confiança numa OLED quando as marcas assumirem, dentro da garantia, o burn in.
Aí estarão a dar o sinal de que o burn in é uma exceção e não acontece com frequência.

Também já tinha pensado nisso antes de efetuar a compra, verificar as extensões de garantia/seguros, por causa desse problema.
 

Blue Zee

Power Member
...
Só volto a ganhar confiança numa OLED quando as marcas assumirem, dentro da garantia, o burn in.
Aí estarão a dar o sinal de que o burn in é uma exceção e não acontece com frequência.
Não vai acontecer.

A realidade é que, na tecnologia OLED, a degradação dos pixeis orgânicos vai sempre ocorrer.
A diferença ou a evolução que tem havido é no sentido de atrasar essa degradação, i.e., aumentando substancialmente a vida útil dos painéis.
E isso deve-se à alteração da estrutura dos painéis, por exemplo, mas também na maior e melhor implementação de medidas de proteção.

A minha CX atual, para a mesmo tipo de utilização, deverá durar mais uns anos do que os 3 anos e picos que durou a minha E6.

Apesar do meu problema com a E6, resolvido a contento, não deixei de comprar de novo uma OLED.

É-me impossível voltar a LCD depois de ter OLED.
 

SerodioZ

Banido
Ouvi dizer que já estão planeados mini led para este ano. Será verdade?
Tenho uma B8 com a qual estou bastante satisfeito, mas o burn já se nota no canto direito superior :(
Mas ainda vai ter que durar, pois quero ver o que vem por aí.

3 ou 4 anos parece ser o prazo de funcionamento a 100% das oled, digo sem burn ou desgaste de brilho e cor.
Seria tão bom ter tecnologia led com a performance de oled.
 

MonkSP

Power Member
A minha LG OLED B6 de 2017:

3Z1fzg.jpg



nF1yKH.jpg


Acabei de chegar da Worten, porque tinha comprado a extensão de garantia por mais 3 anos e em principio vão trocar por outra.

Entretanto tinha comprado uma Sony 55 XG9606 mas que como é LED penso que não deverá sofrer do mesmo problema.

A questão que agora tenho é se mudo desta LG para uma Sony KD-55AG9... espero que seja melhor que a LG
 

manicospic

Power Member
A minha LG OLED B6 de 2017:

3Z1fzg.jpg



nF1yKH.jpg


Acabei de chegar da Worten, porque tinha comprado a extensão de garantia por mais 3 anos e em principio vão trocar por outra.

Entretanto tinha comprado uma Sony 55 XG9606 mas que como é LED penso que não deverá sofrer do mesmo problema.

A questão que agora tenho é se mudo desta LG para uma Sony KD-55AG9... espero que seja melhor que a LG


Assustador.

Tenho tenho uma b6 que comprei 2017 e está impecável sem qualquer burn in, mas ver exemplos desses assusta qualquer um.
 

Ninhau

Power Member
Não vai acontecer.

A realidade é que, na tecnologia OLED, a degradação dos pixeis orgânicos vai sempre ocorrer.
A diferença ou a evolução que tem havido é no sentido de atrasar essa degradação, i.e., aumentando substancialmente a vida útil dos painéis.
E isso deve-se à alteração da estrutura dos painéis, por exemplo, mas também na maior e melhor implementação de medidas de proteção.

A minha CX atual, para a mesmo tipo de utilização, deverá durar mais uns anos do que os 3 anos e picos que durou a minha E6.

Apesar do meu problema com a E6, resolvido a contento, não deixei de comprar de novo uma OLED.

É-me impossível voltar a LCD depois de ter OLED.
Micro led/mini led parecem ser melhor que oled, sem burn in
 

The Showstopper

Power Member
Ouvi dizer que já estão planeados mini led para este ano. Será verdade?
Tenho uma B8 com a qual estou bastante satisfeito, mas o burn já se nota no canto direito superior :(
Mas ainda vai ter que durar, pois quero ver o que vem por aí.

3 ou 4 anos parece ser o prazo de funcionamento a 100% das oled, digo sem burn ou desgaste de brilho e cor.
Seria tão bom ter tecnologia led com a performance de oled.

Sim, as Mini-Led ja foram anunciadas pela Samsung e LG para este ano

Micro led/mini led parecem ser melhor que oled, sem burn in

Micro Led ainda vai demorar muitos anos a chegar ao consumidor comum e Mini-Led são LCDs com um maior numero de zonas.
A curto prazo OLED ainda vai ser o rei de qualidade de imagem com ou sem Burn-in
 
Boas malta,

Primeiro post por cá, portanto, como diz o tuga, "desculpem lá qualquer coisinha"! :-D

Venho partilhar convosco a minha infeliz situação atual com uma LG B9 65" comprada nova na Worten em abril 2020 e tentar perceber se estou sozinho na questão ou se há mais malta a ser "aldrabada" por aí.

Essencialmente, o problema que comecei a ter há uns meses foi notar linhas horizontais sombreadas em toda a largura do ecrã e ainda relativamente altas (uns 3-4cm), separadas por uma distância perfeitamente simétrica entre elas. O meu painel era relativamente limpo em termos de banding vertical, com apenas uma "barra" mais notória do lado direito em cenas com cinzas e sombreados, pelo que estas linhas horizontais se tornaram ainda mais evidentes em contraste. Notava-se perfeitamente o problema com fundos claros e especialmente em conteúdo como videojogos, onde há uma câmera a mexer na vertical.

mqa0wxL.jpeg


Para contextualizar, eu já tive vários modelos LED antes, como Samsungs KS7000 e 9500, assim como uma LG C8 55" antes da B9. Nenhuma destas TVs acusou algo tão grave como isto. Naturalmente não fiquei satisfeito após ter gasto cerca de 1.800€, incluindo seguro, numa TV "premium" em preparação para a PS5 e contactei a LG. A "novela" começa aqui:

  1. Entrei em contacto com o Apoio ao Cliente via email e apresentei provas do problema com fotos e vídeo, assim como vários tópicos em fóruns estrangeiros a discutir o mesmo problema em modelos B9, C9, CX, etc. Uma destas fontes é o próprio fórum de utilizadores LG nos EUA.
    Foram bastante prestáveis e rápidos a agir. Encomendaram um painel novo sem questões, agendaram a visita e vieram substituir. "Maravilha", pensava eu, até o técnico ter ligado o painel novo pela 1ª vez. As linhas horizontais continuavam lá, exatamente nos mesmos sítios, apenas ligeiramente menos visíveis. Pior ainda, agora tinha uma linha vertical clara e notória do lado esquerdo que nem sequer é banding típico só visível em cinzas.
    Disse imediatamente ao técnico que não ia aceitar a troca de painel como resolução do problema, uma vez que continuava lá a olhos vistos, para além das novas "riscas". A resposta que tive aqui já foi na onda de "Vai ser impossível deixar de ver alguma coisa nestes painéis e depois desta substituição já não vamos poder fazer grande coisa". Sugeriu que utilizasse o painel normalmente durante algum tempo para deixar a TV correr alguns ciclos automáticos e no futuro ativar novamente a garantia se achasse que devia. Escreveu no relatório técnico que efetivamente se continuava a ver as linhas e que o cliente "alegava" que o problema persistia e não estava satisfeito...

    c03iycK.jpeg


  2. Passado algumas semanas e umas centenas de horas de uso neste painel, ficou claro que o problema só continuava a piorar e que ia dar ao mesmo que o 1º painel. Continuava a estragar a experiência de ver TV neste painel, com qualquer fundo minimamente claro às riscas. Nem pensar que ia ficar por aqui (desculpem se soar a Karen mas não pode ser aceitável para TVs destes valores).
    Assim, entrei em contacto novamente com fotos do problema e a mostrar o meu descontentamento com a persistência do defeito. Desta vez responderam num dia útil e no dia seguinte já tinha um técnico em minha casa de manhã. Resposta que obtive nesta 2ª visita sobre o mesmo problema da 1ª:

    «A posição da marca em relação a este assunto é que efetivamente se trata de banding horizontal e vertical e está dentro da especificação de qualquer painel OLED. Não constitui um problema, pelo que não necessita de reparação ou intervenção. É ainda mais típico tendo em conta a dimensão de 65". Cliente continua insatisfeito e diz não querer aceitar a TV no estado atual.»

    Respeitando que o técnico apenas veio fazer o seu trabalho e relatar o que lhe disseram, apenas questionei então porque é que na primeira abordagem ao assunto tiveram o trabalho e despesa de encomendar um painel, aguardar o envio do fornecedor, enviar um técnico sozinho carregar a peso um ecrã de 65" e substituir sem colocar qualquer questão adicional ao cliente.
Ainda que nas fotos não se note nem metade, mostro-vos o estado do meu painel atual, de fábrica. Podem conseguir reparar nas linhas escurecidas horizontais de cima a baixo do ecrã:

qs1X2W3.jpg


Ao vivo e em movimento é 200% mais óbvio. O próprio técnico que me veio "enrolar" da última vez não levou sequer 2 min. a reconhecer.

Estando claro que a empresa de AT já não tinha interesse em desenvolver mais o assunto, decidi pegar na papelada e ir direto à Worten reclamar. Aqui disseram-me que, dentro do período de garantia, qualquer tipo de intervenção ou proposta de resolução terá que passar pela marca, pelo que voltaram a agendar uma 3ª visita técnica diretamente.

Ontem fui contactado novamente pela LG, desta vez a pedirem uma descrição exata do que se passa, apesar de terem todos os relatórios e provas. Como a história "bateu certo", a representante informou que a mesma empresa que visitou das primeiras 2 vezes será a que vem novamente analisar, só que desta vez "com conhecimento de um responsável e fazendo uma atenção especial, dado o caso que é". O que isto significa não sei mas vou continuar na "luta" até decidirem ser honestos e prestar uma solução.

Agora pergunto: à malta que tem painéis OLED, especialmente superiores a 55", sofrem ou já sofreram deste problema? Acham válida a desculpa se ser um fator "típico" da tecnologia ou é simplesmente defeito de fabrico?

Obrigado e desculpem o testamento! :Winkani:
 

Ninhau

Power Member
Também não troco.
Principalmente para quem visualiza em ambiente escuro, não há igual para o preto absoluto.
Então vocês dizem que não se importam de comprar uma tv de 4 em 4 anos? Com oled sinto que estou a alugar uma tv, o que é um compromisso demasiado grande por uns pretos espectaculares
 

futuro

Power Member
Boas malta,

Primeiro post por cá, portanto, como diz o tuga, "desculpem lá qualquer coisinha"! :-D

Venho partilhar convosco a minha infeliz situação atual com uma LG B9 65" comprada nova na Worten em abril 2020 e tentar perceber se estou sozinho na questão ou se há mais malta a ser "aldrabada" por aí.

Essencialmente, o problema que comecei a ter há uns meses foi notar linhas horizontais sombreadas em toda a largura do ecrã e ainda relativamente altas (uns 3-4cm), separadas por uma distância perfeitamente simétrica entre elas. O meu painel era relativamente limpo em termos de banding vertical, com apenas uma "barra" mais notória do lado direito em cenas com cinzas e sombreados, pelo que estas linhas horizontais se tornaram ainda mais evidentes em contraste. Notava-se perfeitamente o problema com fundos claros e especialmente em conteúdo como videojogos, onde há uma câmera a mexer na vertical.

mqa0wxL.jpeg


Para contextualizar, eu já tive vários modelos LED antes, como Samsungs KS7000 e 9500, assim como uma LG C8 55" antes da B9. Nenhuma destas TVs acusou algo tão grave como isto. Naturalmente não fiquei satisfeito após ter gasto cerca de 1.800€, incluindo seguro, numa TV "premium" em preparação para a PS5 e contactei a LG. A "novela" começa aqui:

  1. Entrei em contacto com o Apoio ao Cliente via email e apresentei provas do problema com fotos e vídeo, assim como vários tópicos em fóruns estrangeiros a discutir o mesmo problema em modelos B9, C9, CX, etc. Uma destas fontes é o próprio fórum de utilizadores LG nos EUA.
    Foram bastante prestáveis e rápidos a agir. Encomendaram um painel novo sem questões, agendaram a visita e vieram substituir. "Maravilha", pensava eu, até o técnico ter ligado o painel novo pela 1ª vez. As linhas horizontais continuavam lá, exatamente nos mesmos sítios, apenas ligeiramente menos visíveis. Pior ainda, agora tinha uma linha vertical clara e notória do lado esquerdo que nem sequer é banding típico só visível em cinzas.
    Disse imediatamente ao técnico que não ia aceitar a troca de painel como resolução do problema, uma vez que continuava lá a olhos vistos, para além das novas "riscas". A resposta que tive aqui já foi na onda de "Vai ser impossível deixar de ver alguma coisa nestes painéis e depois desta substituição já não vamos poder fazer grande coisa". Sugeriu que utilizasse o painel normalmente durante algum tempo para deixar a TV correr alguns ciclos automáticos e no futuro ativar novamente a garantia se achasse que devia. Escreveu no relatório técnico que efetivamente se continuava a ver as linhas e que o cliente "alegava" que o problema persistia e não estava satisfeito...

    c03iycK.jpeg


  2. Passado algumas semanas e umas centenas de horas de uso neste painel, ficou claro que o problema só continuava a piorar e que ia dar ao mesmo que o 1º painel. Continuava a estragar a experiência de ver TV neste painel, com qualquer fundo minimamente claro às riscas. Nem pensar que ia ficar por aqui (desculpem se soar a Karen mas não pode ser aceitável para TVs destes valores).
    Assim, entrei em contacto novamente com fotos do problema e a mostrar o meu descontentamento com a persistência do defeito. Desta vez responderam num dia útil e no dia seguinte já tinha um técnico em minha casa de manhã. Resposta que obtive nesta 2ª visita sobre o mesmo problema da 1ª:

    «A posição da marca em relação a este assunto é que efetivamente se trata de banding horizontal e vertical e está dentro da especificação de qualquer painel OLED. Não constitui um problema, pelo que não necessita de reparação ou intervenção. É ainda mais típico tendo em conta a dimensão de 65". Cliente continua insatisfeito e diz não querer aceitar a TV no estado atual.»

    Respeitando que o técnico apenas veio fazer o seu trabalho e relatar o que lhe disseram, apenas questionei então porque é que na primeira abordagem ao assunto tiveram o trabalho e despesa de encomendar um painel, aguardar o envio do fornecedor, enviar um técnico sozinho carregar a peso um ecrã de 65" e substituir sem colocar qualquer questão adicional ao cliente.
Ainda que nas fotos não se note nem metade, mostro-vos o estado do meu painel atual, de fábrica. Podem conseguir reparar nas linhas escurecidas horizontais de cima a baixo do ecrã:

qs1X2W3.jpg


Ao vivo e em movimento é 200% mais óbvio. O próprio técnico que me veio "enrolar" da última vez não levou sequer 2 min. a reconhecer.

Estando claro que a empresa de AT já não tinha interesse em desenvolver mais o assunto, decidi pegar na papelada e ir direto à Worten reclamar. Aqui disseram-me que, dentro do período de garantia, qualquer tipo de intervenção ou proposta de resolução terá que passar pela marca, pelo que voltaram a agendar uma 3ª visita técnica diretamente.

Ontem fui contactado novamente pela LG, desta vez a pedirem uma descrição exata do que se passa, apesar de terem todos os relatórios e provas. Como a história "bateu certo", a representante informou que a mesma empresa que visitou das primeiras 2 vezes será a que vem novamente analisar, só que desta vez "com conhecimento de um responsável e fazendo uma atenção especial, dado o caso que é". O que isto significa não sei mas vou continuar na "luta" até decidirem ser honestos e prestar uma solução.

Agora pergunto: à malta que tem painéis OLED, especialmente superiores a 55", sofrem ou já sofreram deste problema? Acham válida a desculpa se ser um fator "típico" da tecnologia ou é simplesmente defeito de fabrico?

Obrigado e desculpem o testamento! :Winkani:
Medo.
 

PSS-PT

Power Member
(...)

Agora pergunto: à malta que tem painéis OLED, especialmente superiores a 55", sofrem ou já sofreram deste problema? Acham válida a desculpa se ser um fator "típico" da tecnologia ou é simplesmente defeito de fabrico?

Obrigado e desculpem o testamento! :Winkani:
Não acho válida a desculpa de ser típico.
Se foi um lançamento prematuro ou arriscaram colocar em circulação paineis defeituosos, a marca terá que assumir.
Desde quando é que uma depreciação dessas, no painel, é aceitável?

Então vocês dizem que não se importam de comprar uma tv de 4 em 4 anos? Com oled sinto que estou a alugar uma tv, o que é um compromisso demasiado grande por uns pretos espectaculares

No meu entender, em primeiro lugar temos que ver isto como um produto de consumo que terá a sua depreciação, maior ou menor, mas "acima de tudo" pela experiência da sua utilização.
De seguida devemo-nos munir da melhor garantia possível, tendo em conta a própria característica dos paineis OLED, que não abona na longevidade. Se algo de anormal acontecer dentro desse período, que eu tento prever sempre 5 anos, lá estarei para reclamar o que é meu de direito.

Friso no meu entender, porque respeito as opiniões contrárias e se eu não sobrevalorizasse a qualidade de visualização que um OLED proporciona (principalmente em ambiente escuro, que é o periodo que gosto e posso usufruir de um conteúdo de boa qualidade), o facto de ter uma "bomba-relógio" pendurada na parede a aguardar a depreciação acelerada, seria um motivo mais que válido e mais racional, para recusar qualquer televisor OLED.
Prefiro adquirir, numa boa promoção, um OLED que não seja LG (por não gostar da postura que eles têm no nosso país, colocando-nos como clientes de segunda, a ignorar patologias como as que vamos registando), acrescentar uma extensão de garantia de pelo menos +3 anos e usufruir em pleno, do mesmo.
 
Última edição:

JP74

Power Member
Boas malta,

Primeiro post por cá, portanto, como diz o tuga, "desculpem lá qualquer coisinha"! :-D

Venho partilhar convosco a minha infeliz situação atual com uma LG B9 65" comprada nova na Worten em abril 2020 e tentar perceber se estou sozinho na questão ou se há mais malta a ser "aldrabada" por aí.

Essencialmente, o problema que comecei a ter há uns meses foi notar linhas horizontais sombreadas em toda a largura do ecrã e ainda relativamente altas (uns 3-4cm), separadas por uma distância perfeitamente simétrica entre elas. O meu painel era relativamente limpo em termos de banding vertical, com apenas uma "barra" mais notória do lado direito em cenas com cinzas e sombreados, pelo que estas linhas horizontais se tornaram ainda mais evidentes em contraste. Notava-se perfeitamente o problema com fundos claros e especialmente em conteúdo como videojogos, onde há uma câmera a mexer na vertical.

mqa0wxL.jpeg


Para contextualizar, eu já tive vários modelos LED antes, como Samsungs KS7000 e 9500, assim como uma LG C8 55" antes da B9. Nenhuma destas TVs acusou algo tão grave como isto. Naturalmente não fiquei satisfeito após ter gasto cerca de 1.800€, incluindo seguro, numa TV "premium" em preparação para a PS5 e contactei a LG. A "novela" começa aqui:

  1. Entrei em contacto com o Apoio ao Cliente via email e apresentei provas do problema com fotos e vídeo, assim como vários tópicos em fóruns estrangeiros a discutir o mesmo problema em modelos B9, C9, CX, etc. Uma destas fontes é o próprio fórum de utilizadores LG nos EUA.
    Foram bastante prestáveis e rápidos a agir. Encomendaram um painel novo sem questões, agendaram a visita e vieram substituir. "Maravilha", pensava eu, até o técnico ter ligado o painel novo pela 1ª vez. As linhas horizontais continuavam lá, exatamente nos mesmos sítios, apenas ligeiramente menos visíveis. Pior ainda, agora tinha uma linha vertical clara e notória do lado esquerdo que nem sequer é banding típico só visível em cinzas.
    Disse imediatamente ao técnico que não ia aceitar a troca de painel como resolução do problema, uma vez que continuava lá a olhos vistos, para além das novas "riscas". A resposta que tive aqui já foi na onda de "Vai ser impossível deixar de ver alguma coisa nestes painéis e depois desta substituição já não vamos poder fazer grande coisa". Sugeriu que utilizasse o painel normalmente durante algum tempo para deixar a TV correr alguns ciclos automáticos e no futuro ativar novamente a garantia se achasse que devia. Escreveu no relatório técnico que efetivamente se continuava a ver as linhas e que o cliente "alegava" que o problema persistia e não estava satisfeito...

    c03iycK.jpeg


  2. Passado algumas semanas e umas centenas de horas de uso neste painel, ficou claro que o problema só continuava a piorar e que ia dar ao mesmo que o 1º painel. Continuava a estragar a experiência de ver TV neste painel, com qualquer fundo minimamente claro às riscas. Nem pensar que ia ficar por aqui (desculpem se soar a Karen mas não pode ser aceitável para TVs destes valores).
    Assim, entrei em contacto novamente com fotos do problema e a mostrar o meu descontentamento com a persistência do defeito. Desta vez responderam num dia útil e no dia seguinte já tinha um técnico em minha casa de manhã. Resposta que obtive nesta 2ª visita sobre o mesmo problema da 1ª:

    «A posição da marca em relação a este assunto é que efetivamente se trata de banding horizontal e vertical e está dentro da especificação de qualquer painel OLED. Não constitui um problema, pelo que não necessita de reparação ou intervenção. É ainda mais típico tendo em conta a dimensão de 65". Cliente continua insatisfeito e diz não querer aceitar a TV no estado atual.»

    Respeitando que o técnico apenas veio fazer o seu trabalho e relatar o que lhe disseram, apenas questionei então porque é que na primeira abordagem ao assunto tiveram o trabalho e despesa de encomendar um painel, aguardar o envio do fornecedor, enviar um técnico sozinho carregar a peso um ecrã de 65" e substituir sem colocar qualquer questão adicional ao cliente.
Ainda que nas fotos não se note nem metade, mostro-vos o estado do meu painel atual, de fábrica. Podem conseguir reparar nas linhas escurecidas horizontais de cima a baixo do ecrã:

qs1X2W3.jpg


Ao vivo e em movimento é 200% mais óbvio. O próprio técnico que me veio "enrolar" da última vez não levou sequer 2 min. a reconhecer.

Estando claro que a empresa de AT já não tinha interesse em desenvolver mais o assunto, decidi pegar na papelada e ir direto à Worten reclamar. Aqui disseram-me que, dentro do período de garantia, qualquer tipo de intervenção ou proposta de resolução terá que passar pela marca, pelo que voltaram a agendar uma 3ª visita técnica diretamente.

Ontem fui contactado novamente pela LG, desta vez a pedirem uma descrição exata do que se passa, apesar de terem todos os relatórios e provas. Como a história "bateu certo", a representante informou que a mesma empresa que visitou das primeiras 2 vezes será a que vem novamente analisar, só que desta vez "com conhecimento de um responsável e fazendo uma atenção especial, dado o caso que é". O que isto significa não sei mas vou continuar na "luta" até decidirem ser honestos e prestar uma solução.

Agora pergunto: à malta que tem painéis OLED, especialmente superiores a 55", sofrem ou já sofreram deste problema? Acham válida a desculpa se ser um fator "típico" da tecnologia ou é simplesmente defeito de fabrico?

Obrigado e desculpem o testamento! :Winkani:

O normal por parte da LG. Vindo da mesma empresa que diz que screen burn, não é defeito, é feitio...
Há coisa de dois meses não me queriam trocar um painel devido a tinting. Carta de um advogado e passado nem uma semana estavam a trocar o painel. A LG tenta sempre fugir às suas responsabilidades. Se os OLEDS da Sony tivessem as mesmas specs que os da LG nem pensava duas vezes.
 

McKricas

Power Member
Eu desde a 1ª TV Oled que comprei - uma 55ec930v em 2015, que nunca mais quis saber da tecnologia LCD...quem vai para OLED e se habitua à sua excelente qualidade de imagem tem mesmo muita dificuldade em voltar ao LCD. Agora vou para a 4a.

Vários problemas reportados nos OLEDs prendem-se muito pela forma como normalmente estas TVs são usadas. As configurações “normais” que veem de fábrica são mais feitas para o “show-off” e para o marketing dos aparelhos do que para tirar o melhor partido das TVs.

Refiro-me a modos de utilização como “Vivid” ou outros com o uso de valores elevados de “Brightness”, “Oled Light”, Cores, saturação, etc. Arrisco-me mesmo a dizer que muitos utilizadores de OLEDs nem sequer sabem que a TV NÃO está a produzir pretos verdadeiros (a 100%)…isto porque nunca ligaram ao valor correto do brightness (que é só “A” característica principal destes painéis)…e que vem errado de fábrica na grande maioria das TVs.

Os burn-in’s ou retenção que alguns têm são uma consequência direta do uso incorreto destes painéis. O brilho deve ser o correto para o ambiente que a TV é usada…se a TV é usada num ambiente escuro, ter o brilho em SDR a 300 ou 500 nits é um erro tremendo p.e.

Nestas TVs e para quem se preocupa com a qualidade de imagem, é preciso saber-se retirar o melhor partido do equipamento que se tem. Isso faz-se calibrando a imagem da TV para trabalharem de acordo com um determinado standard (não é escolher o valor do brilho, do contraste ou das cores de acordo com o “gosto pessoal”).

Ao fazer-se isso, de repente nota-se que se passa a ter uma televisão “diferente” para melhor. Com cores mais naturais e com brancos e pretos corretos…e com outro “pormenor” importante: o risco de burn-in ou de retenção baixa consideravelmente aumentado o tempo de vida do painel também.
 

FASBM

Power Member
Boa tarde. Estive esta manhã estive em duas lojas, uma Worten e uma Expert, e vários funcionários que estavam nas duas lojas confirmaram-me que nem dentro da garantia, nem com seguros/extensões de garantia LG Premium Care, o burn in está coberto. Na worten deram-me um exemplo de um cliente que há pouco tempo teve burn in e ficou com a tv sem reparação/troca porque a marca não assume.
 
Última edição:

ropde

Power Member
Boa tarde. Estive esta manhã estive em duas lojas, uma Worten e uma Expert, e vários funcionários que estavam nas duas lojas confirmaram-me que nem dentro da garantia, nem com seguros/extensões de garantia LG Premium Care, o burn in está coberto. Na worten deram-me um exemplo de um cliente que há pouco tempo teve burn in e ficou com a tv sem reparação/troca porque a marca não assume.

Por isso OLED está desde hoje fora dos meus planos.

eu enviei email para a lg sobre o premium care, antes de o subscrever, cobrir ou não o burn in e a resposta foi que sim
 
Topo