1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Downloads de músicas na Net? 95% são ilegais

Discussão em 'Digital Life' iniciada por MANAGER, 19 de Janeiro de 2009. (Respostas: 14; Visualizações: 1246)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. MANAGER

    MANAGER Banido

    http://exameinformatica.clix.pt/noticias/mercados/1001543.html


    A estimativa acaba de ser anunciada pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI): 95% dos downloads feitos na Net são ilegais. [​IMG] As cifras apresentadas pelo último relatório da entidade que representa as editoras a nível mundial é preocupante – não só a quase totalidade dos downloads de música na Internet é ilegal, como também as receitas registadas pela indústria musical registaram uma perda de sete por cento no ano de 2008, noticia a BBC. Ainda assim, nem todas as estimativas da IFPI são pessimistas: no ano transacto, um quinto das receitas obtidas pelas editoras mundiais proveio da venda de downloads legais.
    De acordo com a IFPI, 40 mil milhões de cópias piratas de música foram partilhadas na Web durante 2008.
    O mercado dos downloads de música legal é bastante mais pequeno: em 2008, não terá ido além de 1,4 mil milhões de músicas transaccionadas. Lil Wayne, com o tema Lollipop, sagrou-se o campeão dos downloads legais ao vender 9,1 milhões de faixas na Net.
     
  2. stuntz

    stuntz Power Member

    Se vendessem os álbuns a 5€ cada um era que nem pãozinhos sempre a sair do forno!
     
  3. E mesmo assim n sei se o pessoal aderia..
    claro k a maior parte das pessoas prefere ter o seu cd em casa ou se calhar nem tem acesso á net, mas cada vez mais é muito mais facil ter a musica k se ker em 20 segundos e sem dar um tusto. Dificil de competir com isto!
     
  4. Forsakeen

    Forsakeen Banido

    O único motivo que eu vejo para as pessoas ainda comprarem cd´s são das duas uma, ou não tem internet em casa ou são old school e gostam de sentir a compra do cd.

    Esses números não me espantam, nem a ninguem com dois dedos de testa, unica coisa que espanta aí é " um quinto das receitas obtidas pelas editoras mundiais proveio da venda de downloads legais."
     
  5. Kayle

    Kayle Power Member

    Eu acho que comprar um CD já passou de moda, preferia ir à fnac e comprar um código por 4 euros para o album "ABCD da banda YXZ" chegava à net, fazia o download e pronto.

    Cumps
     
  6. Whooper

    Whooper Power Member

    Acho mais facil num simples clic, aceder ao que se quer e de borla, do que me deslocar e ir a loja. Ate porque cada vez a musica é mais Comercial do tipo mastiga e deita fora.
     
  7. c3l5o

    c3l5o I'm cool cuz I Fold

    Se toda a gente pensasse como vocês a industria da música ainda iria piorar mais... Prefiro ter uma colecção pequena e dizer que é minha do que ter uma colecção de 50+GB de mp3 dos quais não tenho direitos.

    Sou completamente contra mecanismos de protecção de cópias como DRM's e afins, mas sou completamente a favor de se comprem os produtos que usamos se estes estão comercializados. Ainda para mais com serviços como o last.fm o pessoal nem tem desculpa para o velhinho "Ah e tal, só saquei para ver se gostava do estilo, ou do álbum..."

    Mas adiante. É bom saber que os números de vendas em formato digital estão a aumentar, quanto maior a procura deste tipo de serviços melhor para quem os usa... Mais descontos/promoções/etc...
     
  8. OubeLa

    OubeLa Power Member

    Downloads de música legais prestes a ultrapassar partilha em redes P2P



    isto em 2005.


    E agora, algo que refuta essa ideia de que a culpa da crise é dos downloads

    http://exameinformatica.clix.pt/noticias/mercados/1001324.html
     
    Última edição: 22 de Janeiro de 2009
  9. LordSpirit

    LordSpirit Power Member

    quem e que ainda usa um discman ??? :x se inventam os mp3/4 qual e a logica de continuar a vender cds ?? la comprar um dvd com o concerto de x ou y grupo tass bem ... e mesmo assim.. agora musica :X vamos a net, tiramos as que interessam e passasmos para o mp4 :) simples facil e barato! querem diferente ? coloquem hotspots nas lojas em que colocamos 10 euros, ligamos o mp4 e baixamos umas quantas musicas.. era mais simples :D
     
  10. huckleberryfinn

    huckleberryfinn Power Member

    Acho que quem chama de pirata quem faz dowload de musica da net de forma gratuíta, é mais papista que o papa...!

    Aqueles anuncios que passam no cinema sobre a pirataria é anedótico.

    As editoras que baixem os preços da musica online e ofereçam algo mais. Um brinde. Por exemplo a imagem da capa do album em alta qualidade e um vale para imprimir a mesma numa destas lojas de impressão de fotos online.

    Seja como for, a net é melhor para as bandas pequenas e que têm valor. É melhor terem um album a circular de forma gratuíta (a tal forma pirata), do que não ter de todo e continuarem para sempre a tocar na garagem...

    (digo eu...) LOL :D
     
  11. andrecouto01

    andrecouto01 Power Member

    é normal... 1 album qualquer que ás vezes só gostamos de 1-2 músicas custa normalmente cerca de 15 euros, e quando se tem salários miseráveis como os de portugal, é normal o pessoal recorrer a outros métodos menos legais para ter as músicas que queremos... não é que eu concorde, mas também na net a facilidade de obter músicas, filmes, programas na net é enorme...


    cumps...
     
  12. ninooo

    ninooo Power Member

    ponto número 1: Toda a gente usa mp3 para ouvir música e já ninguém usa discman.
    ponto número 2: Pagar 15€ por um cd que demora 10 minutos a ser sacado da net é um roubo.
     
  13. GusG

    GusG Power Member


    pagar 15€ onde só uma ínfima parte vai pro artista? Editora = verdadeiro ladrão
     
  14. d3baser

    d3baser Power Member

    Se o álbum é distribuído de forma gratuita, então não há pirataria...

    E eu prefiro muito mais comprar o belo do vinyl do que comprar um cd. E prefiro comprar um cd que sacar/comprar música da net... Infelizmente isso nem sempre é possiv€l.
     
  15. newcabaret

    newcabaret Power Member

    ... que raio de argumento :rolleyes:
    A editora é um dos grandes papões sim, mas há muito maais gente envolvida em todo o processo. Estudios, artwork, retalho...

    Acho estraordinário ninguem se queixar de que pagamos praticamente (ou mais) o dobro pela maioria dos bens essencias, desde que chegou o euro. A música está cara, mas custa hoje o mesmo,(ou menos) do que custava há 12 anos atras.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página