1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Dual Boot Vs. Single Boot & VM

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico - GNU/Linux & *nix' iniciada por sEnte!, 28 de Dezembro de 2012. (Respostas: 22; Visualizações: 1390)

  1. sEnte!

    sEnte! Power Member

    Quero instalar Linux mas como ainda tenho cenas do windows que necessito será melhor instalar apenas Linux e Windows em VM ou fazer dualboot?
    Queria tratar disso ainda hoje por isso preciso de opiniões urgentemente.
     
  2. s0ldier

    s0ldier Power Member

    Se precisas ainda (MUITO) de Windows então será melhor um dual-boot pois tens a performance toda do hardware, se for para coisas mínimas uma VM serve perfeitamente!
     
  3. sEnte!

    sEnte! Power Member

    Tudo o que faço no Windows posso fazer em Linux, quer dizer quase tudo.
    jogos(de vez em quando) e Office.
     
  4. s0ldier

    s0ldier Power Member

    Jogos e Office no Windows? Bom o Office numa VM chegava... Mas jogos é complicado, só existem aqueles da Steam e mais uma carrada de outros jogos mas possivelmente não serão os que estás a jogar neste momento... Se não jogares muitos ou jogares um de cada vez podes muito bem deixar uma partição (C:) de Windows só para Office e jogos com pouco mais de 50/60Gb!
     
  5. sEnte!

    sEnte! Power Member

    Sim eu quando jogo é só um de cada vez xD
    Actualmente tenho jogado AA, FF7, Dragon Age e Dragon Age II e Dragon Age Legends (tenho de ter o Adobe Air instalado)
     
  6. nerds

    nerds Power Member

    A nivel de jogos, provavelmente será complicado, mas em relação a office dá perfeitamente em linux. Já tive o office 2007 e tenho o 2010 a funcionar bem
     
  7. sEnte!

    sEnte! Power Member

    Sem stress xD se não jogar também não há problema.

    Tenho duas partições do disco C e D, e quando instalar em dual boot posso ter a pasta /home e os documentos do Windows na partição D e os SOs só no C?
    E será que depois posso estar no Windows e usar ficheiros criados no Linux? estou-me a referir mais a cenas de programação.

    É que tanto quanto sei dentro o Linux consegues aceder às partições do Windows mas o contrário já não se sucede.
     
  8. barricas

    barricas Power Member

    O windows provavelmente não reconhece a partição do linux por estar formatada em ext*
    Mas tens uma app que é o ext2explorer ou uma coisa assim que já consegues ler ficheiros do linux em windows.
     
  9. sEnte!

    sEnte! Power Member

    O meu interesse é só mesmose criar alguam coisa em linux e quando precisar de ir ao Windows poder acerder aos Meus documentos
     
  10. ThePirate

    ThePirate What is folding?

    Em dualboot isso já te é permitido por defeito, até podes criar um atalho no ambiente linux.
     
  11. murkom

    murkom Power Member

    ext2fsd
    Tenho uma partição em ext4 partilhada entre windows e linux e uso isso. Nunca deu problemas.
     
  12. sEnte!

    sEnte! Power Member

    Explica melhor sff

    Ainda não fiz a mudança porque tenho andado com trabalhos de faculdade, mas assim que terminar vou experimentar isso.

    A minha ideia é mesmo meter no C: os Sistemas operativos e no D tudo o resto, ou seja tudo o que seja documentos e essas coisas
     
  13. Dogzilla

    Dogzilla Power Member

    Não vais meter no C: os sistemas operativos. Vais meter o Windows no C: e vais meter o Linux numa outra partição. Não te esqueças que Linux não é Windows e não usa o mesmo tipo de formato de ficheiros que este último usa.

    Relativamente à tua dúvida posso-te dizer que (e isto é quase senso comum) o desempenho de um sistema operativo é sempre maior quando está a correr nativamente. É preferível que tenhas instalados dois sistemas operativos para tarefas distintas do que teres instalado um sistema operativo dentro de outro. Então no que toca a jogos podes esquecer, vais perder bastante desempenho na máquina virtual. Isto se os conseguires jogar lá.
     
  14. sEnte!

    sEnte! Power Member

  15. s0ldier

    s0ldier Power Member

    A pessoa desse video usa IE, tira alguma credibilidade. xD (i keed )

    Se tiveres só um disco podes por o C: para o Windows e o resto para / e /home, assim consegues aceder facilmente aos ficheiros que tenhas no Windows, se tiveres dois discos, podes dividir um SO para cada tendo atenção onde instalas o grub para quando arrancares o pc ele te possibilitar escolheres o SO que queres e não entrar só no Win ou só no Linux. Também com dois podes dividir um para C: e para / e outro para /home, depende do que tenhas.

    Eu normalmente como instalo no portátil com só um disco fica C: a maioria do espaço e uns 20/25GB para a "/", já no netbook tenho metade/metade com / e /home.
     
  16. sEnte!

    sEnte! Power Member

    O problema é que o disco físico é apenas um, está e com duas partições. C e D.
     
  17. s0ldier

    s0ldier Power Member

    Isso facilita um pouco as coisas, pois não há muita crise com o grub, basta só definires o tamanho das partições e instalar!
     
  18. murkom

    murkom Power Member

    No meu portátil estou agora com um esquema de 3 partições:

    1- 10GB para linux em ext4
    não uso swap nem tenho a /home separada. está tudo na mesma partição
    instalo aqui o linux e respectivos programas, mas não tenho ficheiros de documentos, música, etc

    2- 20 GB windows 7 em ntfs
    aqui instalo o windows e os programas básicos que uso. nada de jogos nesta partição

    3- resto do disco em ext4
    o linux acede a esta partição normalmente. o windows acede com o ext2fsd (isto é tipo um driver e o acesso à partição fica como se fosse uma partição ntfs)
    aqui tenho uma pasta jogos, onde instalo os jogos do windows
    também tenho um monte de pastas onde guardo tudo o que me interessa, para poder aceder com os dois SOs
    os downloads vão parar aqui também

    Até hoje tem funcionado tudo muito bem. Nada de grandes confusões com várias partições, etc.
    Já agora, o windows não tem acesso à partição do linux, nem o linux tem acesso à do windows. Tudo o que é comum aos dois sistemas está na 3ª partição. É fácil colocar esse acesso a tudo, mas no meu caso não tem interesse.
    Muita gente diz que se deve ter a /home em separado, usar swap para hibernar, etc. Mas como isto é um portátil para uso pessoal e com um esquema simples, não tenho problemas com isso. Só fica uma partição comum com tudo o que importa. Se os sistemas estourarem nada se perde.

    PS: isto está tudo num disco ssd, em que não tenho a mínima preocupação com o desgaste. Já escreveu 5.65TB, a uma média de 42GB por dia :)
     
  19. petersaints

    petersaints Power Member

    Semelhante ao meu setup. Só que eu tenho uma partição NTFS partilhada entre Linux e Windows em vez de ext4. Tendo em conta que até passo muito mais tempo em Linux até devia fazer como tu, visto que o acesso a NTFS em Linux é feito através do NTFS-3G que corre em FUSE que corre em user space e como tal é potencialmente mais lento e pesado do que um File System nativo como o ext4.
     
  20. murkom

    murkom Power Member

    Quando usava discos mecânicos não notava muito quebras no desempenho, mas com o ssd a diferença é bastante. ext4 é muito mais rápido.
    Mesmo o windows a usar a partição ext4 trabalha muito bem.

    Por acaso ontem instalei no portátil de um amigo o Ubuntu através do wubi, e era muito lento, por estar a usar ntfs. A fazer update daquilo, o top na consola mostrava sempre + de 60% de uso do mount.ntfs. (core i3 350m c/ 4gb ram e disco 5400rpm)
    Acabei por ter que lhe particionar o disco e reinstalar novamente.... (não fiz isso à 1ª porque ele não sabia se ia ficar com aquilo instalado).
     

Partilhar esta Página