1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

El Corte Ingles vs Apple Center Porto - Uma história...

Discussão em 'Apple Geral' iniciada por Sox, 29 de Agosto de 2008. (Respostas: 40; Visualizações: 9854)

  1. Sox

    Sox Power Member

    Ora bem... tudo começou com a necessidade de enviar o meu Macbook Pro para a garantia. Tem um problema qualquer, possivelmente os conectores da board e só funciona ligado à corrente. É importante para a história referir que ele tem menos de 2 anos, estando assim na garantia e foi adquirido no El Corte Inglês

    Até aqui tudo normalmente, finalmente lá arranjei tempo para mandá-lo arranjar. Dirigi-me à Apple Center do Porto, com o MBP. Chego lá, apresento o problema e a funcionária questiona-me "Onde comprou? Tem mais de um ano?" . Ao qual respondo... dizendo que tem menos de dois, mas sim, mais de um.

    É aqui que tudo começa, a funcionária disse-me que "Tendo mais de um no tem de se dirigir à loja onde o comprou" e eu "ahm?! como assim?! desde quando?!" ela respondeu que saiu uma "lei" sobre as garantias há uns 3 meses e que desde então a Apple só dá assistência internacional de um ano (sempre foi assim) e então a partir de um ano o mac tem de receber assistência na loja onde foi adquirido.

    Como fui apanhado de surpresa, e sem saber ou não da veracidade, argumentei ainda que "Pois... mas isso foi há 3 meses, comprei-o à 1 ano e tal quando ainda essa lei não estava em vigor". A senhora falou-me até de forma algo arrogante respondendo que isso não interessava.

    Saí de lá directo para o El Corte Inglês já lixado da cabeça com estas voltas todas. Chego lá e na conversa com o técnico referi isso que a senhora me disse e referi a minha estranheza em relação ao caso... a resposta do técnico foi clara quando questionei se era verdade ou não a tal nova lei:

    "Esses senhores são uns palhaços, desculpe-me a franqueza"

    Questionei o motivo dele dizer isso e ele disse que o El Corte Ingles era a loja que mais Mac's vendia na zona do Porto, e que eles com dor de cotovelo mandavam o pessoal para lá... numa tentativa de lhes complicar a vida (isto já sou eu a deduzir).

    Ora... estou a tentar saber ou não a veracidade do que me foi referido no Apple Center, pois se o técnico do El Corte tiver razão, eu vou lá apresentar uma queixa no livro de reclamações por me terem feito deslocar uns KM's valentes sem necessidade.

    E é isto que se passa em Portugal... um manda para um lado, e outro manda para o outro...

    Fica o desabafo.
     
    Última edição: 30 de Agosto de 2008
  2. Razzo

    Razzo What is folding?

    Pelo que me disseram na fnac, todos os portateis para reparação vão ter ao apple center do porto, nada é feito nas lojas
     
  3. ricardoq

    ricardoq Power Member

    Se o compraste em Portugal então, penso eu, que terás direito no mínimo a 2 anos de garantia. Atenção que se por exemplo comprares por alguma empresa, em nome dessa própria empresa a garantia poderá ser de um ano, mas penso que não será o teu caso.
     
  4. Morais

    Morais Power Member

    Volta para lá e pede que ela te diga isso tudo por escrito.
    Vais reparar que, estranhamente, ela vai começar a mudar de ideias.
     
  5. JKL22

    JKL22 Power Member

    Se bem me lembro quem é responsável pelos processos de RMA é o estabelecimento que te comercializou o produto, neste caso o ECI.
     
  6. OldMan

    OldMan Power Member

    QFT!
     
  7. Sox

    Sox Power Member

    Não, até porque o argumento da funcionária é que isso apenas acontece após o 1º ano, e apenas está em vigor à 3 meses.

    Até então, e sem contar com essa tal lei, tu compras um Mac em braga e podes mandá-lo arranjar em qualquer Apple Center creditado (ou em determinadas lojas autorizadas, falta-me agora o termo).

    Pois, nada é mesmo feito nas lojas, isso foi-me confirmado pelo funcionário do ECI. Mas ele disse-me que iam era directamente para a Interlog, ou caso sejam pequenos arranjos a Apple Center poderia resolver mesmo lá.

    A questão é o facto da Apple Center se ter recusado a aceitar o portátil, ficando sem a responsabilidade de o mandar arranjar, com o argumento que referi.

    A questão é isso ser ou não verdade, segundo o técnico isso não é.
     
    Última edição: 30 de Agosto de 2008
  8. oh meu deus portugal e mesmo uma valente porcaria com estas mesquinhices... se tens a certeza de o que o tipo do el corte ingles te disse e certo vai ao apple center e diz "queria o livro de reclamaçoes por favor" eles nem sabem onde se meter
     
  9. Sox

    Sox Power Member

    Mas é disso mesmo que eu estou à espera, de uma certeza. A meu favor apenas tenho o desconhecimento da tal nova lei, pois nunca tinha ouvido falar de tal coisa (o que não prova que não exista) e o que o técnico me referio, que por si só não me dá a confiança necessária (apesar de ter muitas dúvidas que a mulher tenha dito a verdade) para ir lá reclamar.
     
  10. JKL22

    JKL22 Power Member

    Decreto-Lei nº 67/2003 de 8 de Abril de 2003

    Logo o vendedor é que é responsável.


    Como já sei que vai suscitar dúvidas:

    O que isto diz é que podes exigir do, e não ao, produtor a reparação ou substituição, mas quem deverás contactar é sempre o vendedor.

    Esse 1º ano é uma coisa que a Apple te proporciona de uma garantia internacional que pode ser activada junto de qualquer revendedor autorizado da marca, não tem nada que ver com a lei.
     
  11. JedWar

    JedWar Power Member

    Como isto parece um episódio repetido....

    Vou-me escusar de descrever os momentos de "ternura" sobre esse estabelecimento, e olha que o meu MBP foi comprado nessa store!!!

    Solução: Toda e qualquer intervenção de caracter técnico é feita noutro centro autorizado, e nunca, mas nunca me foi sequer posto em causa o facto de ter sido adquirido aqui ou ali! Digo desde já que também esta ainda na garantia e no 2º ano. Bastou levar a factura.

    Qualquer problema que surge tenho sempre a certeza de ser bem atendido, bem recebido e acima de tudo ser devidamente ouvido sobre o problema que me leva lá (coisa que na tal loja ficavam a olhar como se eu fosse o maior anormal do mundo, e como eu e sou mais educado que eles não quis baixar o nível).

    Por isso acho que me sinto na obrigação de partilhar essa informação para quem precise e também para dar os parabéns a quem os merece. Refiro-me neste caso a dois estabelecimentos, MacService em Braga e Colossus na Maia, embora mesmo que recepcionado na Macservice nas questões de intervenção mais técnica o portátil é sempre enviado para a Colossus. (Neste caso é o que faço directamente agora)

    Ganharam um cliente (claro que em garantia não ganharam nada, mas todo o resto de acessórios e material que se vai comprando), mais um grupo de amigos que agora tb lá são clientes bem como os amigos deles e assim por diante...

    Por isso tens aí a tua solução, se preferires e uma vez que estás no Porto vai directamente à Colossus e vais ver logo a diferença...
    (Atenção que eu não sou sócio, nem família de nenhum deles lolol.. apenas sei o que é passar por essas histórias e partilho a solução)
     
    Última edição: 30 de Agosto de 2008
  12. mags

    mags Power Member

    [offtopic]
    tenho um colega que me falou da macservice de braga...tambem compra o material dele lá...
    quando sair o novo macbook pro vai ser lá que vou ir.
     
  13. bsod

    bsod Power Member

    Eu comprei o meu iMac no Apple Center do Porto, mas já efectuei reparações em garantia na Colossus (Maia) - mesmo depois do 1º ano de vida do computador. Tive foi que ligar para a Apple, falar lá com uns tipos, para solicitar uma intervenção em garantia, ou lá o que é... foi chato, especialmente porque o número era de valor acrescentado, mas pronto...

    Esta história é muito estranha... desde que a casa-mãe tomou conta da representação que isto anda assim. Pela lei portuguesa, temos dois anos de garantia. Mas, quando se compra um Mac tem-se um ano de garantia, válida a nível internacional. E depois surgem estas confusões!

    Penso que havia aqui algures no fórum um quote de um mail mandado pelo Eng.º da Colossus para a lista do Pedro Aniceto, sobre esta história das garantias...
     
  14. Mitch

    Mitch Banido

    quem tem de garantir os 2 anos é a loja que vende.
    se o fabricante, que não é europeu, apenas dá 1 ano de garantia, é a loja que tem de assumir o 2º ano.
     
  15. puff

    puff Power Member

    se pedires o livro de reclamaçoes à mesma funcionaria percebes logo se é veridica ou nao a "historia" q ela te contou :P
     
  16. ya eu tb conheço a "peça" que esta ao balcão do apple center. não sei se foi a mesma que te atendeu mas a mim quase que me bateu e nao ajudou nada claro... de facto é triste que uma marca tão boa tenha uma representação tão lamentavel em portugal.
     
  17. syMMys

    syMMys Banido

    Não façam uma tempestade num copo de água.

    Parece-me que a Apple Center do Porto não agiu correctamente. Apresentem queixa na Apple Portugal. É inadmissível, a meu ver, que um centro de assistência creditado pela Apple se recuse a prestar serviços de reparação coberto por garantia.
     
  18. Zed_Blade

    Zed_Blade Power Member

    Até porque me parece que a "garantia internacional" da Apple de apenas 1 ano é ilegal. Até compreendo que assim o seja se comprar um mac no states e o trouxer para cá, agora só porque a marca é registada lá, em Portugal só tem que dar 1 ano e o outro é responsabilidade da loja?

    Grande bull$hit! Não interessa de onde é a marca, até podia ser registada na China, a lei diz explicitamente que tem que dar 2 anos, e é 2 anos que a marca dá, independentemente da loja onde o compraste.

    É um produto Apple, deslocas-te a uma loja representante da marca (até pode ser uma vobis), e tens que ter assistência em garantia. <-- PONTO

    Isso foi uma desculpa muito esfarrapada para não dar assitência
     
  19. Tabasko

    Tabasko [email protected] Member

    pa queres um conselho , esses gajos da apple center no porto nem a tiro , da uma saltada a maia a oficina dos neurónios perto da camara , quando tive problemas como o meu fui la e atendimento 5 estrelas , para alem de um display de macs antigos que deixa qualquer um a babar , desde quadras a newtons ,
     
  20. nickie

    nickie Power Member

    A lei dá-te os dois anos em produtos aquiridos em território nacional e nada mais. A legislação Portuguesa apenas abrange as entidades nacionais, não as que têm sede em outro país. Se o produtor/comerciante quer actuar em Portugal, tem de reger-se pela legislação Portuguesa e não o contrário.
    A questão da garantia, por exemplo, nem sequer está harmonizada em termos europeus: Espanha e UK têm apenas um ano de garantia obrigatória. Isso tb tem impacto em termos do preço do produto: uma marca para dar dois anos de garantia vai fazer o preço final repercurtir a probabilidade e o custo do produto ter de vir a ser arranjado durante esse período. Aliás, parte do diferencial de preço entre o mesmo produto em Portugal e, por ex., Espanha, passa por aí (para além de outras considerações, nomeadamente, impostos, concorrência, etc.)

    Edit: se o Mac foi comprado em POrtugal (como foi o caso), então terá 2 anos de garantia. No entanto, como já foi dito, essa prazo apenas se aplica se o cliente for particular. Se for empresa, julgo que apenas se aplica um ano de garantia. As marcas depois vendem extensões de garantia (a HP tem essa política).

    Edit2: já agora, para esclareceres todas as dúvidas podes sempre telefonar ao centro de informação de consumo e de arbitragem do Porto. Tive uns problemas com uma loja de informática do Porto e na altura bastou telefonar que eles esclareceram os meus direitos. Têm um jurista para resolver/esclarecer questões sobre direitos ao consumo. Não pagas nada, basta telefonar e pedir para falar com o jurista.

    Edit3: isto são só edits!!! No meu caso, a marca do meu antigo portátil (asus) tinha decidido proceder à devolução do dinheiro que tinha pago pelo computador devido aos imensos problemas com o mesmo. Tudo foi tratado no UK (onde estou a morar). No entanto,a devolução tinha que ser feita via POrtugal. É claro que quando chegou a Portugal, quer o representante quer a loja ligaram o complicómetro e resolveram fazer merd@, obrigando-me a comprar outro computador da Asus (isto passados 6 meses depois da devolução ter sido acordada e eu não ter o computador) e desconhecendo por completo a legislação aplicável. Tudo ficou resolvido via UK quando contactei a Asus Holanda (que sempre me garantiu a devolução do dinheiro) . Em poucas semanas devolveram-me tudo a que tinha direito, mas foi mesmo na altura em que estava para dar início de uma queixa no serviço acima indicado. Claro que a loja estava a borrifar-se para mim e o representate PT [email protected] de alto. Tudo isto para dizer que, convém saberes os teus direitos e que muitas vezes os portugueses, na sua ignorância saloia, criam mais problemas do que os necessários.
     
    Última edição: 30 de Agosto de 2008

Partilhar esta Página