1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Elevado número de queixas contra TV Cabo e Cabovisão motiva acção do Governo

Discussão em 'ISPs' iniciada por rml, 13 de Março de 2006. (Respostas: 21; Visualizações: 3160)

  1. rml

    rml Power Member

    A Secretaria de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor emitiu hoje um comunicado mostrando a sua preocupação relativamente ao número de queixas contra os serviços de Internet da Cabovisão e da TV Cabo.

    No documento, citado pelo Jornal de Negócios online, considera-se que os serviços prestados pelas empresas "penalizam os consumidores e comprometem os objectivos governamentais ao nível da concretização do Plano Tecnológico, em particular, quanto ao eixo da qualificação dos portugueses para uma Sociedade de Informação".

    Acrescenta-se que as empresas já foram convocadas pela Secretaria de Estado a propósito do assunto e mostraram abertura para levar a cabo medidas correctivas, reservando-se para uma actuação em função dos resultados das melhorias introduzidas pelos operadores.

    O número de queixas apresentadas contra as empresas tem aumentado nos últimos meses com a extensão de obrigatoriedade do Livro de Reclamações a novas áreas de serviços prestados ao cliente.


    in:
    http://tek.sapo.pt/4O0/650388.html
     
  2. Seavoices

    Seavoices Power Member

    Só peca por tardio!
     
  3. tolinhas

    tolinhas Suspenso

    :-D

    o secretário de estado deve ser novato e esqueçeu-se da Golden Share, comunicado para encher chouriços
     
  4. viskonde

    viskonde I quit My Job for Folding

    tao mas e a oni? :p tb m da mts problemas
     
  5. tolinhas

    tolinhas Suspenso

    é ires loja todos dias e preencher livro reclamações :x2:
     
  6. redalert

    redalert Folding Member

    É só rir... :-D :-D :-D :-D :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

    [[]]
     
  7. sLiNk

    sLiNk Power Member

    Eu já tinha lido há algum tempo que a Deco já não aceitava mais queixas acerca da TVCabo, que as queixas já tinham aumentado para mais do dobro num curto espaço de tempo.
     
  8. tolinhas

    tolinhas Suspenso


    ya tb li isso, mas agora com a introdução dos livros de reclamações tb neste sector, ou estado mete mão nisso ou pode ser o descambo geral no uso/coimas do livro de reclamações, pois outras empresas/serviços quando tiverem queixas tb se vão recusar pagar ou reparar
     
  9. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    São empresas privadas? São.
    Existem alternativas? Existem.
    O que é que o estado tem a ver com isso? Nada.

    Não gosta muda, eles não apontam uma arma a ninguém para obrigar as pessoas a usarem os serviços deles.
     
  10. tolinhas

    tolinhas Suspenso

    então por essa logica os livros reclamações foram criados para que ?
     
  11. Goldfinger_Guy

    Goldfinger_Guy Power Member

    LOL para o cliente perder tempo visto que não serve de nada e já agora num universo de 400 mil clientes axo que 10 mil a gritar ñ devem afectar mto quem manda
     
  12. tolinhas

    tolinhas Suspenso

    nada ? lol, em empresas controladas pelo estado deve ser, mas sei de privadas aonde custou uns belos milhares euros de coimas

    vcs devem pensar que aquilo que fica escrito nos livros é para ingles ver
     
  13. Phantasia

    Phantasia [email protected] Member

    Eu já vai para um mês que estou à espera de uma resposta de uma reclamação que fiz. Julgo que o prazo seja de 20 dias, não tenho bem a certeza, mas se até ao final deste mês não obtiver resposta vou armar confusão...:004:
     
  14. tolinhas

    tolinhas Suspenso


    o fornecedor tem 5 dias uteis para enviar o original á entidade reguladora , a qual dá depois 10 dias uteis para o fornecedor se defender
     
  15. Rapid_Eraser

    Rapid_Eraser The Legend Folder

    Vamos lá ver se isto vai dar em algo, n sei porque tenho cá as minhas duvidas
     
  16. TuxBoss

    TuxBoss Power Member

    Para o cliente exprimir o seu desagrado. E para futuros clientes o verem antes de se decidirem a utilizar o serviço.
    Num sistema de mercado livre como o nosso o estado não pode andar a chamar empresas privadas para lhes falar sobre a qualidade dos serviços que prestam, a isso chama-se abuso de intervenção do estado.
     
  17. MaLok0

    MaLok0 Power Member

    Quando há um número exagerado de reclamações e as empresas teimam em não vender o serviço como é suposto, e as empresas pagam por isso o Estado tem também uma função de advertir para tal. A isso chama-se intervenção do Estado. Abuso chama-se quando há um excesso ou sem razão aparente.
     
  18. tolinhas

    tolinhas Suspenso

    abuso ? chamo antes defesa do consumidor.
    Achas bem então um fornecedor anunciar x e vender y ? e em resultado disso unicamente ver o cliente abandonar esse serviço/produto sem ter que assumir uma responsabilidade por esses factos.

    E como é sabido em geral só se tomam medidas ou se melhora quando sabemos que podemos estar sujeitos a coimas e afins.

    Isso resultava se tivessem as queixas fixadas na montra :x2:

    exactamente, senão existir uma entidade que regule então era a selva total, podem dizer que o mercado depois filtra as melhores das piores, mas as piores enquanto cá andam , enchem o cú enquanto podem á custa de enganar os clientes
     
    Última edição: 14 de Março de 2006
  19. Phantasia

    Phantasia [email protected] Member

    Se tiverem problemas. Peçam sempre o livro de reclamações, TENHAM MUITA ATENÇÃO Á FORMA COMO ESCREVEM, vírgulas, pontos e afins é muito importante. E não reclamem por tudo e por nada.
    Em último caso o Instituto do Consumidor faz maravilhas e não é interesseiro como a Deco.
     
  20. The_Professor

    The_Professor Banido

    "LOL para o cliente perder tempo visto que não serve de nada e já agora num universo de 400 mil clientes axo que 10 mil a gritar ñ devem afectar mto quem manda"

    Tipica ovelhinha, não é?

    Se existem direitos foi porque foram conquistados, tal como existem deveres.

    Sempre que tiverem razão para protestar/reclamarem façam-no, mas apenas se tiverem razão. Analisem tudo muito bem, e não se metam a reclamar por tudo e por nada. Não deixem é ir-vos aos bolsos sem vos darem nada em troca. Cobrem aquilo que pagam.
     

Partilhar esta Página