1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

escolher um telemovel novo...

Discussão em 'Telemóveis' iniciada por hothotheart, 4 de Maio de 2008. (Respostas: 5; Visualizações: 494)

  1. Sou vodafone, mas os modelos disponíveis não me entusiasmam muito.
    Ponderei então, comprar um telemóvel livre, mas não sei que marca optar se, SE ou Nokia.
    Tive apenas uma experiência com SE com o T68i há alguns anos, e não fiquei muito contente devido à durabilidade da bateria.
    Acho que actualmente essa lacuna foi ultrapassada, mas como não estou dentro do assunto queria uma opinião.
    O importante para mim num telemóvel é
    -a durabilidade da bateria
    -a memoria
    - uma boa câmara
    de resto não utilizo nem rádio nem ficheiros de musica.

    Estou open mind em relação a essas duas marcas, tendo em conta que o preço não ultrapasse os 200 euros.
    Gostaria de sugestões :009:
     
    Última edição pelo moderador: 4 de Maio de 2008
  2. nunyx

    nunyx Moderator
    Staff Member

    Duas questões:

    - Até quanto pretendes gastar?
    - O que entendes por boa câmara?
     
  3. hardtel

    hardtel Power Member

    tudo depende do que vais gastar... mais economico e com excelente camara temos o k750i , num patamar acima temos o k800/810 e mais caro um pouco temos samsung g800 , nokia n82, k850i
     
  4. jo_Ny

    jo_Ny Power Member

    Boas, livre, com boa autonomia e camara, que não ultrapasse os 200€ tens por exemplo o k750 ou o k550.
     
  5. eu disse mais de 200 euros nao =P
    boa camara hummm... que tenha qualidade boa 2 mpx era bom, o flash é me indiferente

    entao pelo visto o SE é uma opção melhor em relaçao qualidade/preço do que nokia certo?
     
    Última edição pelo moderador: 4 de Maio de 2008
  6. jo_Ny

    jo_Ny Power Member

    Os que eu disse custam menos de 200€. Quanto á tua ultima questão, dentro do preço e se queres durabilidade da bateria e boa camara, provavelmente sim. Já se não tivessem de ser livres a situação era diferente.
     

Partilhar esta Página