1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

EU "acusa" Intel por práticas ilegais que prejudicaram a AMD

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por ajax, 27 de Julho de 2007. (Respostas: 112; Visualizações: 7251)

  1. ajax

    ajax Banido

    Última edição: 27 de Julho de 2007
  2. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    A EU anda a dar ripada em tudo o que é empresa Americana.
    A Microsoft la teve que pagar e ceder.

    A ver o que vai sair dai..... mas parece-me que a Intel vai tomar do mesmo remédio que a Microsoft tomou.
     
  3. ]cool[

    ]cool[ [email protected] Member

    É engraçado ver a UE preocupada com empresas que nem de cá são quando vemos empresas europeias e ir "lá pa fora" à procura de mão de obra barata o que leva a uma instabilidade terrivel. Se andassem em cima dessas era o que faziam melhor.

    Dito isto, a verificar-se vai ser mt bom para a AMD que não anda mt bem em numeros...

    Fikem bem!
     
  4. DMH

    DMH 1st Folding then Sex

    Já começa a União Europeia a meter o bedelho porra mas esses gajos não tem mais nada para fazer??Se domina o mercado é porque faz falcatruas na cabeça destes gajos fogo é a M$ é a Intel daqui a bocado também vão para a Nvidia>(>(
     
  5. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Tenho pela confiança no tribunal Europeu.
    Seja ela qual for a decisão tenho a certeza que será a mais justa.

    Ja no caso Microsoft ouve um serie de contrapartidas muito positivas que envolviam disponibilização de código á comunidade open-source.
    Se a sentença se realizar vai ser um duro golpe na Intel e uma bênção para a AMD.
    Eu sempre axei muito estranho em literalmente todas as lojas da esquina virem com a conversa em que a AMD ou nao existia, ou se existia diziam que queimava logo o CPU e mrdas do género que so davam vontade de rir.

    Actualmente ja não é bem assim, mas há uns anos atrás era a realidade de 99% das lojas.
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  6. Azrael84

    Azrael84 Power Member

    Estão a proteger o mercado europeu, é positivo no meu ponto de vista, os US and A também usam políticas agressivas quanto aos negócios no estrangeiro e o governo tenta proteger ao máximo as suas empresas. Veja-se o caso da industria cinematográfica e da bênção política de que goza que até foi capaz de influenciar o governo holandês a tentar fechar o PirateBay
     
  7. blastarr

    blastarr Power Member

    Vocês pensam que é tudo tão linear...
    E se a Intel decidir que as fábricas na Irlanda não são assim tão importantes e resolve fechá-las, transferindo a produção para as novas unidades em Israel e em Shanghai ?
    Lá se vão uns milhares de empregos altamente qualificados, impostos locais que não serão pagos e "bilhões" (como o ajax diz... :P) de dólares de investimento a "voar", fornecedores e pequenas indústrias dela dependentes a "arder" (uma das principais fornecedoras de equipamento litográfico é holandesa, por exemplo), etc.

    Nem a UE é assim tão burra, e o caso está longe de estar resolvido.
    Ambas as partes têm coisas importantes a perder.


    BTW, a intel não foi condenada a pagar nada, pode ser acusada, o que é diferente.
    O ajax pensa que é esperto ao distorcer o título da notícia original, mas nem todos vão cair na esparrela.
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  8. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Então e no caso Microsoft? Se alguém perdeu forte e feio foi a Microsoft.....

    E é por isso mesmo que tenho total confiança no tribunal europeu. Nao estão para ceder a interesses financeiros e a Intel tb nao tem tempo nem dinheiro para andar a fechar de um lado e depois lixar fabricas do outro lado do mundo so por birra. (so a nível de indemnizações que teria que pagar para fechar as fabricas seria desastroso)

    No outro lado da moeda a Europa tb poderia fazer embargo á Intel, por isso, de certeza que será um julgamento justo seja qual for a decisão.

    O tempo das ameaças e do somos pequeninos ja la vai há muito tempo. Isto hoje faz-se justiça doa a quem doer e estas empresas americanas uma a uma vão perdendo.
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  9. blastarr

    blastarr Power Member

    O investimento da MS na europa é muito mais baixo.
    A principal operação é uma unidade de "packaging" dos sistemas operativos na Holanda, bem como uma unidade de R&D em Cambridge que actualmente está em "águas de bacalhau", pois o investimento foi congelado antes da conclusão do plano original. O centro actual é muito menos ambicioso.
    Além disso, a multa final acabou por ser ridícula, tendo em conta os enormes lucros que a Microsoft continua a ter.
     
  10. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Mas há coisas que não se pagam com dinheiro. No caso da Microsoft foi a disponibilização de algum código fonte assim como no futuro terem que ser mais cooperativos de modo a não sufocar tudo á sua volta.

    O que a Microsoft queria mesmo era pagar a multa e ficar tudo na mesma, mas essa não é solução nem nunca poderá ser e houve muitas cedências da Microsoft.
    Quero ver o que é que este caso vai dar.... so peca por vir tarde....
     
  11. blastarr

    blastarr Power Member

    E esse código-fonte vai adiantar alguma coisa ?
    Tudo o que era realmente importante no código do Windows e do Office continua fechado a sete chaves.
     
  12. Zarolho

    Zarolho Power Member

    E aonde estão as provas dessa condenação/acordo?!... Isso na pratica está a ser aplicado, aonde estão os factos e acções que comprovam isso?!

    Tu estás a fazer especulação baseado no que lés e naquilo que tu gostarias que fosse concretizado... Mas dai a isso tornar-se uma realidade e produzir efeitos positivos reais vai uma grande distancia.

    Eu pessoalmente acredito que estas medidas/"condenações" produzem somente um efeito real sobre forma de colocar um "travão" nas empresas que possuem monopolios e um meio de "controlo" sobre o mercado... Mas não vejo grandes efeitos praticos na mudança das politicas das empresas, ainda para mais quando se trata de empresas com sede fora do espaço aonde actua o legislador, neste caso UE.
     
  13. oscarolim

    oscarolim Power Member

    Com a porcaria que a União Europeia faz, era a Microsoft e Intel fechar portas ao mercado europeu. Resolviam os problemas logo todos de uma vez (passado 2 - 3 dias tinhamos a UE a chorar para voltarem atrás).
     
  14. Horus-Anhur

    Horus-Anhur I folded Myself

    Isto apenas significa que a UE achou as acusações da AMD válidas quanto baste para abrir um processo no tribunal europeu.
    Não é a UE a perseguir as empresas americanas nem coisa parecida. Já aconteceu a mesma coisa no Japãp e vai continuar a acontecer um pouco pelo mundo fora.

    Agora cabe á AMD provar que as suas acusações são verdadeiras ou á Intel provar que são disparates. E isso vai ser decidido em tribunal.

    Mudem o titulo da thread. Quem lê até pensa que a Intel já é culpada quando ainda nem foi a tribunal.
     
  15. ajax

    ajax Banido

    ehhehe... reality distortion field. Ok, eu mudo o título.


    Sobre o tema. Embora a Intel seja uma empresa Americana está no mercado global e factura bilhões no mercado Europeu. Por isso vejo com bons olhos o interesse da EU em defender os nossos interesses enquanto consumidores. Um grande efeito de toda esta "avalanche" está à vista de todos. Hoje vive-se entre as duas empresas um clima de concorrência leal e competitividade com claras vantagens para nós, consumidores. Os preços dos CPUs tem caído a pique. Claro que o desequlibrar do prato da balança quanto à oferta de produtos também é um importante factor mas não é tudo.

    A Intel não é burra de desinvestir na Europa nem tão pouco fechar as fábricas. Os custos de tal acto seriam incomportáveis nem tão pouco quer a Intel "perder" o mercado Europeu. Os efeitos sobre o público Europeu em geral caso a Intel "respondesse" dessa forma são imprevisíveis.

    Todos nós sabemos quais eram as práticas "costumeiras" da Intel e vocês em vez de defenderem a EU e os consumidores Europeus estão a favor de um quase monopolista. Há coisas que não se entendem e é por isso com sou pessimista de uma forma geral quanto a Portugal e o seu povinho.

    Parabéns à EU que levou e despachou este caso mais rápidamente que os EUA, que só pensam nos seus interesses, e desejo que a mesma "vontade" em fazer justiça surja no Japão, o que eu duvido. Afinal são os Americanos que compram grande parte do que o Japão produz. Agora esperemos que os tribunais sejam resolutos.
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  16. Zarolho

    Zarolho Power Member

    O clima de concorrência leal e competitividade actual deve-se sobretudo á crescente competitividade e "feroz" concorrência entre as duas empresas, para além de um maior grau de exigência do mercado de hoje muito mais maduro e diversificado do que no passado.

    Para citar dois exemplos no passado recente de ambas empresas... Quem não se recorda dos preços elevados praticados pela AMD e mantidos durante bastante tempo quando do lançamento dos X2 porque a rival Intel não tinha concorrência á altura?!... Quem não se recorda dos preços elevados praticados pela Intel nos seus CPUs e Chipsets até ao lançamento triunfal dos A64, nomeadamente com a introdução do socket 939?!

    Existem várias formas de monopolizar o mercado e ainda mais importante os preços, inclusive por empresas menores durante periodos sem concorrência e sobretudo sem competitividade... O consumidor sofre e a Justiça devido á sua natureza e orgânica chega e actua sempre tarde, sendo menos eficaz por isso na defesa dos interesses dos consumidores.

    É evidente que nenhuma empresa no mundo actual por maior que seja a sua grandeza e poder de influencia pode "ignorar" um mercado de cerca 800 milhões de consumidores (UE). Para além de qualquer acção ou politica agressiva por parte de uma empresa sobre qualquer mercado é nociva para a própria empresa e produz efeitos colaterais noutros mercados aonde esta também actua.

    Eu concordo contigo relativamente ao nosso "negativismo lusitano", mentalidade e a forma limitada por natureza como tendemos a encarar os desafios e oportunidades... Mas também sou da opinião que existem também aqueles que pensam e actuam como "pacóvios" ou de forma ignorante sobretudo na forma como gostavam de ver e viver o mundo tentando com isso inverter ou ignorar a realidade dos factos e a natureza do que os rodeiam.

    A Intel e a Microsoft são empresas monopolistas devido á sua condição de grandeza e não por outra razão qualquer e o seu domínio foi conquistado ao longo de décadas e sustentado nas mais-valias que estas empresas trouxeram ao mercado, nada do que hoje pertence a estas empresas foi conquistado de forma gratuita ou mero acaso.

    Cabe á concorrência fazer melhor, lutar por mais e sobretudo provar que é capaz de serem melhor, mais do que a concorrência que se encontra á sua frente, só assim se luta contra qualquer espécie de monopólio instalado no mercado. Essa luta e esforço terá sempre de ser permanente e constante porque monopólios existem e existiram sempre... Consequência natural de um mercado liberal e global.

    Sincera e honestamente, eu não conheço a nível mundial Justiça mais "rápida" actuar que a Americana, a não ser em países não democráticos em que impera a lei do mais forte sobre os oprimidos...
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  17. RPortela

    RPortela Power Member

    Ainda hoje em dia isto é uma realidade em muitas lojas.

    Embora hoje em dia, a desculpa de que a AMD não existe, não sirva, porque muitos clientes procuram processadores AMD (deve ser porque os preços são mais baixos que Intel), e em muitas lojas, dizem que não trabalham com AMD, que não gostam de AMD por uma série de razões estupidamente parvas, e a tal desculpa que os AMD se queimam com grande facilidade e depressa.
     
  18. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Mas essas coisas não vêm assim para a praça publica.
    A sentença foi feita, agora so têm que a cumprir senão levam ripada ainda maior.

    Mas podemos falar da retirada dos windows que eles tinham nas prateleiras e colocação de um novo Windows chamado Windows N. Quer no XP quer no Vista.

    EU Commission Issues Formal Charges Against Intel
    http://www.dailytech.com/EU+Commission+Issues+Formal+Charges+Against+Intel/article8208.htm
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007
  19. Zarolho

    Zarolho Power Member

    Mas senão vêm para a praça publica então não existe qualquer fundamento para estar a especular sobre esta matéria sem conhecimento e ainda alimentar discussões fúteis. :zzz:
     
  20. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Não é especular. O Windows foi retirado das prateleiras e colocada uma nova versão reduzida (Windows N). Isto não é especulação, são factos.

    A Microsoft pagou pesadas multas diárias. Talvez isto para a Microsoft não faça muita diferença, mas teve que as pagar. Outro facto.

    E esta foi a parte da sentença mais sonante. Um outro compromisso era no futuro a Microsoft colaborar mais com as empresas que quisessem produzir produtos para o Windows.

    O restante parte do acordo desconheço, mas tenho a certeza que será cumprido de forma tão rigorosa como os 2 pontos anteriores que disse o foram.
    O tempo de brincar na areia com processos judiciais ja la vai há muito tempo.....
     
    Última edição: 27 de Julho de 2007

Partilhar esta Página