Discussão Evolução (ou não) dos ISPs em Portugal.

Nogueira03

Power Member
Como é que empresas como a MasMovil não veem interesse em apostar no nosso pais com os tarifários/pacotes que têm?! Aquele tarifário de 20GB e chamadas/sms ilimitadas sem fidelização, cá em portugal bombava ao mais alto nível! Espero mesmo, já acreditando que não, que com a sua participação no 5G traga esse tarifário também, nem que pela NOWO.

Outra é os períodos de fidelização, que por muito que digam o contrário são demais. Já vi situações e mesmo aqui ao lado em espanha que o periodo de fidelização é apenas 1 ano ou 3 meses, e cá continuamos com os habituais e longos 2 anos. Acho que já chega.
 

Rubenzito

Power Member
Eu defendo um mercado liberalizado da mesma forma que o da electricidade.
Hoje tenho uma operadora, amanhã se quiser tenho outra, é só mudar os contratos.
 

nipnip

Power Member
Estarei a ver bem? Baixaram os preços?
Ainda há meses apareceu a notícia de que Portugal era dos países com maior aumento..
São dados do eurostat.

Como tenho vindo a tentar dizer a forma como a anacom tem vindo a apresentar os dados é pouco "honesta". A tendência dos últimos anos é de uma aproximação dos preços à média europeia. Quer por uma redução absoluta dos preços em Portugal que por uma redução relativa (noutros países tem aumentado mais do que cá).
 

Nogueira03

Power Member
Há pouco tempo os 3p aumentaram o valor, todos os anos aumentam uns cêntimos nos pacotes, como é que pode estar a baixar?!
O que nos safa é os descontos e negociações que eles fazem, porque se tivéssemos os valores que estão nos sites (preço tabela), ui ui.
 

nipnip

Power Member
Há pouco tempo os 3p aumentaram o valor, todos os anos aumentam uns cêntimos nos pacotes, como é que pode estar a baixar?!
O que nos safa é os descontos e negociações que eles fazem, porque se tivéssemos os valores que estão nos sites (preço tabela), ui ui.
Alguns pontos que considero relevantes:
1. Como é óbvio a análise de preços deve ser feita com base naquilo que efectivamente é pago tendo em conta descontos e afins.
2. Se em Portugal aumentar 1€ mas em França aumentar 3€, apesar de teres um aumento absoluto dos 2 países em Portugal tens uma descida por comparação (relativa).
3. O produto a comparar deve ser equivalente. Não é sério comparar o pacote A (com Internet 500mbps, 200 canais, 2 serviços de streaming, etc) com o pacote B (que inclui apenas a net 500mbps). Apenas a título de exemplo.
 

saccor

Power Member
Da última vez que li essa comparações inclui preços de roaming. É normal o preços baixarem visto que a nível europeu deixou de se aplicar roaming e os exteriores à Europa não viajam devido a pandemia. A nível interno basta ir aos sites de operadores e ver se tem mantido ou aumentado. Mas logo analiso melhor esses dados
 

RRJoao

Power Member
2. Se em Portugal aumentar 1€ mas em França aumentar 3€, apesar de teres um aumento absoluto dos 2 países em Portugal tens uma descida por comparação (relativa).
Tens uma descida por comparação relativa com os outros países da UE? Essa é boa!

O que importa é dentro de portas e o aumento absoluto.
 

nipnip

Power Member
Tens uma descida por comparação relativa com os outros países da UE? Essa é boa!

O que importa é dentro de portas e o aumento absoluto.
Claro que Importa a comparação com os outros países, aliás o discurso da anacom (e de alguns utilizadores do fórum) é sempre que nos outros países é muito mais barato. Então a comparação é ou não relevante? Decidam-se...
 

RRJoao

Power Member
Claro que Importa a comparação com os outros países, aliás o discurso da anacom (e de alguns utilizadores do fórum) é sempre que nos outros países é muito mais barato. Então a comparação é ou não relevante? Decidam-se...
A comparação é em termos absolutos e de acordo com o rendimento per capita do país ou o PIB do país.
 

RRJoao

Power Member
E com isso queres dizer o que?
Que tens de comparar em termos absolutos. No máximo para comparares entre países tens de entrar com o rendimento dos cidadãos dos países que queres comparar e da riqueza que produzem anualmente.


Dizeres ah e tal aquele país tinha preços muito baixos e subiu os preços e nós que temos preços muito altos ficámos na mesma... e daqui concluir que houve uma diminuição relativa nos nossos preços... Tudo bem é verdade, mas não é útil...
 

nipnip

Power Member
Que tens de comparar em termos absolutos. No máximo para comparares entre países tens de entrar com o rendimento dos cidadãos dos países que queres comparar e da riqueza que produzem anualmente.


Dizeres ah e tal aquele país tinha preços muito baixos e subiu os preços e nós que temos preços muito altos ficámos na mesma... e daqui concluir que houve uma diminuição relativa nos nossos preços... Tudo bem é verdade, mas não é útil...
Por isso é que os dados do eurostat têm por base o índice harmonizado de preços ao consumidor... Mas enfim saberias isso se tivesses lido a notícia é tivesses procurado perceber antes de comentar.

Em última analise o que estes dados dizem é que o esforço de um português para adquirir comunicações se tem reduzido enquanto noutros países tem aumentado.
 

RRJoao

Power Member
Por isso é que os dados do eurostat têm por base o índice harmonizado de preços ao consumidor... Mas enfim saberias isso se tivesses lido a notícia é tivesses procurado perceber antes de comentar.

Em última analise o que estes dados dizem é que o esforço de um português para adquirir comunicações se tem reduzido enquanto noutros países tem aumentado.
Mas então lê também o que eu digo. Comparações relativas não interessam. Interessa sim em termos absolutos corrigido ao poder de compra.

Segundo parágrafo de acordo. Novamente, não acho um indicador relevante. Interessa saber se o esforço é muito ou pouco e não se desceu ou se subiu.
 

nipnip

Power Member
Mas então lê também o que eu digo. Comparações relativas não interessam. Interessa sim em termos absolutos corrigido ao poder de compra.

Segundo parágrafo de acordo. Novamente, não acho um indicador relevante. Interessa saber se o esforço é muito ou pouco e não se desceu ou se subiu.
Tá bem então se saber que o esforço está a diminuir é irrelevante não sei que te diga.

Quanto à tua primeira afirmação só é compreensível porque ainda não perdeste 5 minutos a perceber o que é o tal índice harmonizado.

Aliás estes dados nem sequer dão novidade e o próprio gráfico que a anacom publica todos os meses como se fosse novo vai no mesmo sentido. O diferencial de preços entre portugal e a média europeia tem vindo a reduzir. (Sim aquelas duas linhas do gráfico da anacom que se vai aproximando uma da outra é isso que significa)
 

RRJoao

Power Member
Tá bem então se saber que o esforço está a diminuir é irrelevante não sei que te diga.

Quanto à tua primeira afirmação só é compreensível porque ainda não perdeste 5 minutos a perceber o que é o tal índice harmonizado.

Aliás estes dados nem sequer dão novidade e o próprio gráfico que a anacom publica todos os meses como se fosse novo vai no mesmo sentido. O diferencial de preços entre portugal e a média europeia tem vindo a reduzir. (Sim aquelas duas linhas do gráfico da anacom que se vai aproximando uma da outra é isso que significa)
Página 43 sobre o cabaz de preços do índice harmonizado estamos conversados
https://www.anacom.pt/streaming/FAQ...020.pdf?contentId=1536181&field=ATTACHED_FILE
 
Topo