Discussão Evolução (ou não) dos ISPs em Portugal.

RRJoao

Power Member
@nipnip
Eu percebo que digas que eles estão a trabalhar para melhorar. É como o aluno que em vez de tirar 5 ou 6 valores passou a tirar 7 ou 8 no exame. Realmente está a melhorar... mas vai chumbar na mesma.
 

nipnip

Power Member
@nipnip
Eu percebo que digas que eles estão a trabalhar para melhorar. É como o aluno que em vez de tirar 5 ou 6 valores passou a tirar 7 ou 8 no exame. Realmente está a melhorar... mas vai chumbar na mesma.
Certo... Mas...

1. podemos escolher ter uma visão do mercado da tendência actual

2. escolher manter cirurgicamente um período de análise muito alargado (incluindo dados que nem sequer deviam ser agrupados por haver quebra de série estatística) para podermos continuar a dizer que estamos a divergir.

Qual te parece a abordagem mais honesta (ou o que lhe queiras chamar)?

Quanto à abordagem da apritel (que considera o IHPC neste caso um mau indicador. Não deixa de ter os seus méritos porque vejamos na definição do cabaz as "ofertas" por exemplo de assinaturas de um serviço de streaming não são valorizadas.

Numa visão simplista um cabaz de serviços com Internet 500mbps, televisão e telefone no país A custa 40 e no país B custa 45 (mas no país B inclui acesso a um serviço extra que individualmente custa 10). Para todos os efeitos a metodologia da anacom considera que no país A o serviço é mais barato.

Está é uma abordagem relevante embora seja muito mais complicada de aplicar de forma generalizada.
 

RRJoao

Power Member
@nipnip percebo. As perguntas que eu faço são
Os preços são mais baixos ou mais altos que os dos outros na data de hoje?
E no passado recente têm sido mais altos ou mais baixos?

Portugal tem preços mais altos sempre que a média da UE exceto nas velocidades e 1 Gbps e abaixo de 12 Mbps.
 

nipnip

Power Member
@nipnip percebo. As perguntas que eu faço são
Os preços são mais baixos ou mais altos que os dos outros na data de hoje?
E no passado recente têm sido mais altos ou mais baixos?

Portugal tem preços mais altos sempre que a média da UE exceto nas velocidades e 1 Gbps e abaixo de 12 Mbps.
Para te ser absolutamente franco não te sei responder.

Se olharmos para a metodologia do Eurostat somos o 8 país mais caro (ainda assim melhor que Espanha muitas vezes apontado como exemplo).

Se olharmos para a metodologia da apritel o cenário melhora.

Olhando para o meu caso particular e correndo os sites dos operadores mais conhecidos aqui dos nossos vizinhos europeus julgo que teria dificuldade em poupar mantendo o meu atual pacote de comunicações.

É uma temática complicada e que independentemente da metodologia usada deve ser discutida com seriedade sem recurso a "artimanhas" estatísticas.
 

Nogueira03

Power Member
MVNO continuam a ter pouca expressão em Portugal: representam 2,8% dos acessos e 1,6% das receitas
Em abril de 2021 estavam registados sete operadores móveis virtuais (MVNO) em Portugal, dos quais apenas três ofereciam serviços ao público em geral: Lycamobile, Nowo e Onitelecom. A G9 Telecom, a Evomédia e a Sumamovil encontravam-se habilitadas, mas não tinham ainda iniciado a sua atividade. Verifica-se uma muito reduzida entrada no mercado com base neste tipo de soluções, o que poderá sugerir uma reduzida apetência, por parte dos operadores de rede (MNO), em permitir o acesso às suas redes.
Realço:
G9Telecom, S.A. - 13.05.2014
Evomedia Mobile, Unipessoal, Lda. - 23.10.2019
Sumamovil Portugal, S.A. - 23.03.2021
 

PanterA

Power Member
Quando se falava no cartel dos preços das operadoras, vieram todos a publico mandar o seu bitaite que era tudo mentira e só calunias. Agora seria bom essas mesmas pessoas comentassem estas noticias.
 

nipnip

Power Member
O discurso do presidente da anacom não acrescenta nada de novo, e apresenta os mesmos dados que são republicado mês após mês como se fossem novidade.

Os slides que ele levou à comissão tem uma manipulação grosseira da realidade no que toca ao roaming nacional na Europa.
 

Parkway

Power Member
A ANACOM nada manda infelizmente neste país, se não houver uma posição por parte de quem nos governa neste país, iremos continuar nesta palhaçada e cartel por parte das operadoras e ANACOM.
 

Spam

Power Member
O discurso do presidente da anacom não acrescenta nada de novo, e apresenta os mesmos dados que são republicado mês após mês como se fossem novidade.

Os slides que ele levou à comissão tem uma manipulação grosseira da realidade no que toca ao roaming nacional na Europa.

A Anacom, como quase todas as autoridades para a concorrência em Portugal pouco fazem no interesse do consumidor comum, aliás quase todas as acções que tomam acabam por ter o efeito inverso, temos o exemplo da ERSE com combustíveis, primeiro com a liberalização do mercado e depois com a introdução do low cost nas bombas "comuns". Agora pagamos combustível low cost mais caro que o antigo "normal".
Mas também temos a ANAC, O Banco de Portugal, a ERSAR, etc, etc.

O que as operadoras não podem negar, mas insistem no discurso de "inocentes" é que à 6 ou 7 anos atrás tínhamos um pacote BASE de NET+TV+VOZ por 25€ e hoje o preço é 35€!! Ou seja neste período de tempo ouve um aumento de 10€ mensais, quando na EU os preços se mantiveram ou até baixaram em alguns países.

E já não falo nos retrocessos a nível de limites de tráfego na Internet móvel, serviços básicos como aplicações para ver TV no PC ou no Tlm, que foram restringidos só a clientes com um tarifário mais caro e por ai fora.

Outra aberração é os tarifários móveis consoante a idade, o que para mim não cabe na cabeça de ninguém, um cliente de 26 anos paga mais 10€ mensais para o mesmo serviço em relação a outro cliente com 25 anos?!!? Este tipo de discriminação nem devia ser permitido...
 

macinblack20

Power Member
A Anacom, como quase todas as autoridades para a concorrência em Portugal pouco fazem no interesse do consumidor comum, aliás quase todas as acções que tomam acabam por ter o efeito inverso, temos o exemplo da ERSE com combustíveis, primeiro com a liberalização do mercado e depois com a introdução do low cost nas bombas "comuns". Agora pagamos combustível low cost mais caro que o antigo "normal".
Mas também temos a ANAC, O Banco de Portugal, a ERSAR, etc, etc.

O que as operadoras não podem negar, mas insistem no discurso de "inocentes" é que à 6 ou 7 anos atrás tínhamos um pacote BASE de NET+TV+VOZ por 25€ e hoje o preço é 35€!! Ou seja neste período de tempo ouve um aumento de 10€ mensais, quando na EU os preços se mantiveram ou até baixaram em alguns países.

E já não falo nos retrocessos a nível de limites de tráfego na Internet móvel, serviços básicos como aplicações para ver TV no PC ou no Tlm, que foram restringidos só a clientes com um tarifário mais caro e por ai fora.

Outra aberração é os tarifários móveis consoante a idade, o que para mim não cabe na cabeça de ninguém, um cliente de 26 anos paga mais 10€ mensais para o mesmo serviço em relação a outro cliente com 25 anos?!!? Este tipo de discriminação nem devia ser permitido...
E os serviços mantiveram-se. Eu tenho o tarifário de 4000min/sms + 7gb há quase 6 anos na MEO, e a única diferença foi sempre o preço a subir. Este vai ser o último contrato, não volto a renovar pois mudei de residência e mal tenho rede. Curioso que mudei de uma vila para uma cidade, e a rede piorou...
 

Worst News

Power Member
A Anacom, como quase todas as autoridades para a concorrência em Portugal pouco fazem no interesse do consumidor comum, aliás quase todas as acções que tomam acabam por ter o efeito inverso, temos o exemplo da ERSE com combustíveis, primeiro com a liberalização do mercado e depois com a introdução do low cost nas bombas "comuns". Agora pagamos combustível low cost mais caro que o antigo "normal".
Mas também temos a ANAC, O Banco de Portugal, a ERSAR, etc, etc.

O que as operadoras não podem negar, mas insistem no discurso de "inocentes" é que à 6 ou 7 anos atrás tínhamos um pacote BASE de NET+TV+VOZ por 25€ e hoje o preço é 35€!! Ou seja neste período de tempo ouve um aumento de 10€ mensais, quando na EU os preços se mantiveram ou até baixaram em alguns países.

E já não falo nos retrocessos a nível de limites de tráfego na Internet móvel, serviços básicos como aplicações para ver TV no PC ou no Tlm, que foram restringidos só a clientes com um tarifário mais caro e por ai fora.

Outra aberração é os tarifários móveis consoante a idade, o que para mim não cabe na cabeça de ninguém, um cliente de 26 anos paga mais 10€ mensais para o mesmo serviço em relação a outro cliente com 25 anos?!!? Este tipo de discriminação nem devia ser permitido...
Tu em certos paises europeus pagas 18€ por 1GB de internet. :D

E os serviços mantiveram-se. Eu tenho o tarifário de 4000min/sms + 7gb há quase 6 anos na MEO, e a única diferença foi sempre o preço a subir. Este vai ser o último contrato, não volto a renovar pois mudei de residência e mal tenho rede. Curioso que mudei de uma vila para uma cidade, e a rede piorou...

Claro, na cidade a rede está mais congestionada :D
 
Topo