SNES F Zero

jabun

Power Member



F-Zero é um jogo de corrida futurista para a Super Nintendo Entertainment System, criado pela Nintendo em 1990. O jogo inovou na época ao introduzir naves em vez de carros convencionais, e revolucionou o conceito de jogos de corrida devido a sua jogabilidade rápida e gráficos absolutamente sublimes para a época. Reza a lenda que Myamoto esteve 5 dias sem sair do seu escritório para conceber a ideia e o conceito de F-Zero para a apresentar na Nintendo.



F-Zero, a par de Super Mario World, foi um dos jogos de lançamento da SNES, e não podiam ter havido duas melhores amostras do poder da nova consola da Nintendo. Para quem estava habituado a jogar numa NES ou numa Master System, F-Zero parecia vindo de outro mundo, tal o avanço tecnológico.
A qualidade gráfica do jogo estava relacionado com o famoso "Mode 7", uma função implementada na SNES, que permitia que a consola fizesse a rotação dos cenários, de forma a simular o 3D, embora não processasse gráficos poligonais, num efeito técnico nunca antes visto e muito aclamado na época.


O bundle com a consola

À portentosa qualidade gráfica juntava-se uma jogabilidade rápida e furiosa, sendo o primeiro jogo a utilizar os botões L e R e a incluir danos nos veículos (sendo depois possível recuperar dos mesmos em faixas especificas ao longo da pista) e uma OST absolutamente sublime, com faixas para todos os gostos.

F-Zero foi um marco dos jogos de corridas futuristas - Wipeout veio anos mais tarde e, na minha opinião, não se equipara à serie da Nintendo - sendo uma verdadeira amostra daquilo que de bom era feito na era dourada dos videojogos, era essa recheada de originalidade e criatividade em que havia espaço para a criação de novos géneros.



F-Zero é um jogo para todos. Mesmo quem leu este texto e pensa que este tipo de jogos não lhe diz nada deve experimentar a serie e, de certeza, que vai mudar de opinião. Absolutamente revolucionário na época em que foi concebido, a SNES não poderia ter tido melhor cartão de visita, e a prova da extrema qualidade de F Zero prende-se com o facto de, ainda hoje, ser um titulo jogável, pois os anos não passaram por ele.
Quem tem uma SNES tem de ter um cartucho de F Zero. Tão simples quanto isto.

O pináculo da série veio anos mais tarde, na Game Cube, com o jogo NGC - F-Zero GX | ZWAME Fórum, título de tal forma avançado que ainda hoje se mantém atual. Vale bem a vossa espreitadela.



Classic Moments, SNES -The Complete Manual



Artigo Revista "Os 50 Melhores Jogos de Sempre, 2008



 

jm1.jonas

Power Member
De momento é o único jogo de SNES que tenho, gosto tanto do X e do GX e sinceramente não percebo como é que a nintendo não faz um para a Switch...
 
Topo