1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

Fedora 25

Discussão em 'Novidades GNU/Linux & *nix World' iniciada por never die, 22 de Novembro de 2016. (Respostas: 5; Visualizações: 982)

  1. never die

    never die Power Member

    The Fedora Project is pleased to announce the immediate availability of Fedora 25, the next big step our journey into the containerized, modular future!

    Providing many of the latest open source developer and desktop tools, Fedora 25 Workstation delivers a host of new features, including the long-awaited official debut of the Wayland display server.

    Replacing the legacy X11 system, Wayland has been under development for several years and seeks to provide a smoother, richer experience for graphical environments and better capabilities for modern graphics hardware.

    To further enhance ease-of-use, Fedora 25 Workstation also features GNOME 3.22, which offers multiple file renaming, a redesigned keyboard settings tool and additional user interface improvements. Workstation users will also be pleased with the inclusion of decoding support for the MP3 media format.

    More here and download.
     
  2. slblxs

    slblxs Power Member

    Sempre tive um "carinho" por esta distribuição só não utilizo porque não tem kernel lts. Como arch linux por exemplo.
     
  3. LizardKing1

    LizardKing1 Power Member

    Arch tem LTS??

    Queria fazer update do 24 para isto, mas para já tenho que deixar acabar o semestre para garantir que não fico com grub chateado ou algo assim a meio de um projecto. A parte de mp3 support é bastante boa, era a razão #1 para ter rpm-fusion instalado.

    A parte do teclado parece uma baixa prioridade porque já era um menu muito bom - tinha todos os layouts sob o sol disponíveis, podia fazer macros de teclado muito facilmente. As únicas coisas que achei que lá deviam estar era coisas como fazer swap de teclas (Caps Lock com Ctrl esquerdo, no meu caso) que consegui fazer através da Gnome Tweak Tool.

    Simultaneamente o menu do rato está num estado um bocado deplorável. Tenho um G400 com 3500DPI e mesmo com a velocidade no mínimo era inusável, tinha de baixa para 800 para conseguir usar o rato sem ele voar através do ecrã ao menor toque. KDE está bastante melhor nisto.
     
  4. slblxs

    slblxs Power Member

    Como podes ver aqui https://www.archlinux.org/packages/core/x86_64/linux-lts/ e também tem o mais
    recente https://www.archlinux.org/packages/core/x86_64/linux/ . Experimenta um Manjaro ou uma instalaçao do Arch com o Antergos. Desde há algum tempo deixei ou raramente instalo um kernel mais recente, devido a alguns problemas que surgiam mal saía.
    O mesmo acontecia no Fedora, deixei porque nao tem kernel lts, mas como afirmei sempre gostei do Fdora.
     
  5. LizardKing1

    LizardKing1 Power Member

    Desculpem o off-topic, mas então se instalares o kernel LTS ficas numa release LTS de Linux? Os updates feitos ao kernel ficam sempre na mesma major release? Isto é insólito devido à ideia de Arch ser rolling release, não usar versões, ter sempre os pacotes mais actualizados, etc.

    Eu gosto da ideia de Arch e há algum tempo planeio corrê-lo no meu desktop em dual-boot, mas preferia mesmo instalar segundo 'the Arch way'.
     
  6. Minguno

    Minguno Power Member

    O Arch é uma rolling release na medida em que o software tende a ser actualizado à última versão e a distribuição mantem-se sempre actualizável também a nível Kernel mas os Kernel-LTS usam-se neste caso por motivos de estabilidade do próprio Kernel , na verdade uma distribuição rolling release pode dar problemas precisamente por upgrade de software que numa det. versão Kernel possa dar problemas ou por Kernel que numa det. versão seja de menor rendimento ou incompativel com certo software ou hardware.

    No entanto no Arch tudo se tenta ter na última versão software e Kernel , as medidas de Kernel LTS ou bloqueio de software update por psosiveis problemas (software critico) estão ao dispor do usuário como medida alternativa aliás como acontece em outras distribuições mas nelas ao invés de teres um suporte de actualização à última versão de software tens um software actualizado até um certo nivel a partir do qual mesmo que queiras não podes instalar um software novo ou um Kernel , por exemplo no Ubuntu temos isso , para manter as ramas LTS 5 anos e as intermediárias é como se fosse um tempo de provas.