1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

FINALMENTE!!... AMD’s Fab 36 Fully Converted to 65nm Process Technology

Discussão em 'Novidades Hardware PC' iniciada por Zarolho, 23 de Julho de 2007. (Respostas: 15; Visualizações: 1543)

  1. Zarolho

    Zarolho Power Member

    AMD Is Happy with 65nm Yields, Including “Barcelona”


    Advanced Micro Devices announced during the most recent teleconference with analysts that its Fab 36 had been fully converted to modern process technology and also said that the yield of those products was high enough. However, even though the output of functional code-named
    Barcelona products was high, the chip requires “more design work”.

    “Our Fab 36 conversion to 65nm is complete, with yields exceeding expectations and we now turn all our attention to 45nm [transition],” said Dirk Meyer, the president and chief operating officer at AMD, during the conference call.


    Originally the world’s second largest producer of x86 central processing units promised to “substantially” convert its Fab 36 to 65nm production technology by mid-2007, which means that full transition to the new manufacturing tech in the middle of Q3 2007 may be an indicator of execution either ahead, or inline with the original plan. Nevertheless, the company now claims that it will slowdown “the ramp” of Fab 38, or the conversion of Fab 30 that operates 200mm wafers into a 65nm fab that uses 300mm wafers, a move that potentially reduces the amount of central processing units AMD can market.


    “Overall as a company, our spending levels will decrease going forward and, as a result of outstanding execution in Fab 36, we see the opportunity to further reduce our CapEx plans by slowing the rate of ramp of Fab 38,” said Robert J. Rivet, chief financial officer of AMD.
    On the other hand, with yields exceeding expectations, it can be expected that revenue ramp of AMD’s 65nm products based on the new micro-architecture will also exceed expectations. Unfortunately, Mr. Meyer confirmed earlier rumours that AMD’s quad-core processors need a new revision (a slight redesign) to be able to increase clock-speed rapidly.


    “First of all, we’re very happy with our 65nm yields across all products, including Barcelona, so no issue there. The fact of the matter, Barcelona, while being an absolutely great product, is complicated and it’s taking a little bit more design work than we anticipated getting the final rim in place,” said Dirk Meyer.


    AMD’s first quad-core AMD Opteron processors code-named Barcelona will be introduced in August or September, but will only run at 2.0GHz, whereas faster parts are projected to become available in Q4 2007.



    http://www.xbitlabs.com/news/other/display/20070721233729.html
     
  2. blastarr

    blastarr Power Member

    Se eles estão tão contentes com o processo de 65nm, e a fábrica está convertida, porque é que aínda vão lançar um último topo-de-gama... de 90nm (X2 6400+) ?

    Não é lá grande indicador de confiança quando todas as CPU's 65nm da empresa são produtos low-end ou mainstream, mas nunca high-end.
     
  3. DMH

    DMH 1st Folding then Sex

    Porque o 6400 provavelmente é só um 6000 com o multi mais alto
    high-end 65nm fica para os Barcelona
     
  4. sike

    sike I'm cool cuz I Fold

    Porque não passaram logo para 45nm ?
     
  5. Scarecrow

    Scarecrow Power Member

    Porque isso deve ser ridiculamente caro.. ou não?
     
  6. Ricardo C.

    Ricardo C. Power Member

    Supostamente quanto mais baixo o processo de fabrico menos gastam as empresas, digo eu.

    Mas é sempre bom ver a AMD a evoluir.
     
  7. Scarecrow

    Scarecrow Power Member

    Sim é mais barato depois produzir os componentes, mas a transição do processo de fabrico deve ser bastante cara.. ou não?

    Cumps
     
  8. JPgod

    JPgod Moderador
    Staff Member

    Mas a FAB-36 já não era 65 nm capable quando foi inaugurada?
     
  9. rav3n

    rav3n Power Member

    destr0yer le bem o titulo, lá diz "fully converted" :007:
     
  10. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Esta mesma fabrica é para estar pronta a produzir 45nm em H2 2008.

    O governo Alemão tb vai apoiar em mais de 200 Milhoes de dolars esta fabrica (Dresden) muito recentemente. Dai apesar de os prejuízos em Q2, as acções terem subido e so agora desceram um pouco. Continuam +/- na mesma.

    Talvez pq muitos CPU´s das waffers 90nm permitam essas velocidades, logo aproveitam para um novo lançamento em vez de os marcarem em 6000+.

    Os 65nm nesta fase têm que começar a estar preparados para o Barcelon/Phenom. Ja não falta assim muito tempo.
    Tb saiu uma review recente dos X2 65nm low-power e faziam um bom overclock. Bastante melhor que os 90nm.
     
  11. Kursk_crash

    Kursk_crash Banido


    1) não se passa dum processo de fabrico pra outro saltando um no meio..

    é preciso investigação, experiência, produtos no mercado para renderem dinheiro...
    ninguem passa de 90nm para 45nm sem passar pelos 65nm.. agora passar dos 90nm para os 55nm..até que seria possível..mas muito arriscado....é sempre preciso experiência nos processos..não é chegar lá e já ta´..

    2) a fábrica operava parte das linhas de produção a 65nm mesmo na inauguração, mas mantinha a produção de 90nm para chips de rápido escoamento.... agora está 100% convertida a 65nm..o que quer dizer que irá iniciar-se o processo para o ano da conversão da fab30 em 45nm..

    lá para 2009 deve estar a 100% produção dos 45nm..
     
  12. FedoraCore6

    FedoraCore6 Power Member

    Traduzindo na prática, será que já serão capazes de lidar com tanta procura de cpu's ? A fábrica é só para cpu's ou pa mais coisas como chipsets?
     
  13. Koncaman

    Koncaman Utilizador Saloio

    qual é o problema?
    as wafers de 65nm em principio são mais rentaveis (area vs nº de chips), logo, usam-se para os CPUs que em principio vendem mais...

    o processo de 90nm ja esta mais que amadurecido, por isso acredito que permita algumas vantagens no que a frequencias diz respeito.
     
  14. blastarr

    blastarr Power Member

    Mas as Waffers para 65nm são mais caras do que as 90nm, e o yield (taxa de chips produzidos vs chips funcionais) é sempre mais baixo porque se está a produzir em escalas cada vez mais pequenas e complexas, pelo que o custo real de cada CPU acaba por não ser muito diferente dos 90nm, pelo menos nos primeiros 12 meses desse node.
     
  15. DJ_PAPA

    DJ_PAPA Power Member

    Segundo o Q2 da AMD mesmo com a baixa de preços nos CPU´s, a AMD aumentou as margens de lucro por cada CPU vendido em 3-4%. Isto so pode ser explicado com a maior venda dos CPU´s 65nm, logo os 65nm compensam em relação aos 90nm, mesmo numa fase inicial.
     
  16. blastarr

    blastarr Power Member

    Não, não pode.
    CPU's de 65nm neste momento = margens de lucro mais baixas (porque são produtos que não chegam a ser high-end, de forma alguma).
    A maior margem de lucro no Q2 vem sempre do facto de haver menos stocks de semiconductores para vender nessa altura, logo, a procura aproxima-se um pouco da oferta. Junta-se a esse facto o mercado de servidores, onde o ritmo é sempre mais lento e desfasado do mercado desktop, e o revenue sobe naturalmente.

    Mas o "core market" desktop, com a guerra de preços e a incapacidade da AMD de subir preços por não ter CPU's com performance competitiva face a produtos a partir do Intel Core 2 Duo E6420, desgasta fortemente o balanço, e daí novamente os cerca de 600 Milhões de prejuízo em 3 meses...
    A AMD não vive só com o mercado de servidores, e as placas gráficas são uma pequena fracção do seu negócio. Tudo o que afecte minimamente o mercado desktop tem consequências directas para o seu bottom-line.

    Um espirro da Intel é uma gripe na AMD, mas neste caso a Intel veio "vacinada" (conseguiu ter lucros muito aceitáveis tendo em conta a guerra de preços e outros factores acima enumerados), enquanto a AMD não evitou a gripe do costume, de há um ano a esta parte.
     

Partilhar esta Página